Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Instalação Jesper Just

 

 

Até 18 de Janeiro

De Ter a Dom

das 10h-18h

 

Fundação Calouste Gulbenkian

CAMJAP

(Centro de Arte Moderna / Gulbenkian

Rua Dr. Nicolau de Bettencourt
 

Jesper_just_m

O que fazem quatro mulheres africanas dentro de um carro prestes a ter um acidente? Bem, fazem a nova curta-metragem de Jesper Just, filmada em Detroit e que é agora apresentada em Lisboa juntamente com outros trabalhos. Mas quem é Just? Artista dinamarquês de passaporte e nova-iorquino de residência. Poeta do audiovisual, mestre em desmentir todos os estereótipos de Hollywood. Just muda o homem viril, a mulher frágil e a felicidade eterna. Fala-nos de sexualidade, amor e cinema assim como quem não quer a coisa. Cria narrativas densas, atmosféricas e joga com ambiguidades de forma desavergonhada. No fim, à falta de lugares-comuns, sobra a vontade de ver mais. Miguel Leite

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.