Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

1º Congresso do Bombo | 28 e 29 Novembro 2015

o_bombo_com_luz (2).png

 

www.tocarufar.com/congresso
 
 
 
É já na próxima semana que se realiza o 1º Congresso do Bombo, nos dias 28 e 29 de Novembro, na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa. Com a participação de grupos de bombos tradicionais e orquestras de percussão de todo o país, este pretende ser um evento pioneiro no debate e reflexão da percussão tradicional em geral e do Bombo em particular, enquanto elemento identitário único da cultura portuguesa.
 
Com organização da Associação Tocá Rufar e o Alto Patrocínio da Presidência da República, ao longo dos dois dias o 1º Congresso do Bombo contará com momentos de discussão sobre a dimensão educativa, económica e cultural, assim como workshops, espaços expositivos de construtores de instrumentos e momentos musicais, destacando-se a actuação, no domingo de manhã, dos grupos já confirmados: Os Unidos da Paródia (Amarante), Gigabombos (Évora), Grupo de Bombos de Lavacolhos (Fundão), TradiBombos e Ecos do Monfurado (Montemor-o-Novo), Bardoada Grupo do Sarrafo (Pinhal Novo), Grupo de Percussão Sempre’a Bombar e Rufus & Circus (Santa Maria da Feira), Tocándar (Marinha Grande), Batucando (Montijo), Bungaritmo (Cascais) e TocáRufar (Seixal).
 
Sob a orientação de uma comissão científica constituída pelo Dr. Domingos Morais, Prof. Dr. Augusto Mateus e Prof. Dr. Rui Vieira Nery, o 1º Congresso do Bombo contará igualmente com a participação de reconhecidos agentes em diversas áreas culturais a nível nacional, tais como Galandum Galundaina, Manuel Rocha, Pedro Mestre, João Brites e Madalena Vitorino.
Pretende-se que seja um espaço aberto à discussão e um convite dirigido a todos os interessados, sendo de salientar que o Congresso está acreditado no âmbito da formação contínua de professores pelo Centro de Formação da Associação de Escolas do Seixal (CFAE Seixal), na modalidade de Curso de Formação com o total de 12 horas. O registo deve ser feito no sítio www.cfaeseixal.pt.

Enquanto entidade sem fins lucrativos, todas as receitas destinam-se a cumprir a missão social da Associação Tocá Rufar e reverterão para o ensino gratuito da percussão tradicional portuguesa a crianças de estratos sociais desfavorecidos. Mais informações e inscrições em www.tocarufar.com/congresso ou www.facebook.com/congressodobombo.


PROGRAMA
 


DOMINGO, 29 NOVEMBRO
09h00 | Abertura de portas e bilheteira
09h30 | Alvorada de Bombos

09h40 | Painel 3 - A dimensão artística e cultural
Compositores e tocadores. O papel dos grupos de bombos tradicionais. O papel das orquestras de percussão.

No Que Toca a Bombos - Apresentação ilustrada
Maria Ceia / Directora artística e pedagógica da Tocá Rufar
com a participação de
João Lopes Pereira
Marco Fernandes
Pedro Carneiro
Rui Júnior
Tânia Lopes
Alunos de percussão da Escola Profissional da Metropolitana
Alunos de percussão da Escola Superior de Música de Lisboa
Grupo de percussão da Universidade de Évora
Anzhelika M., Flávio Santos e João Correia


10h30 | Painel 3 - A dimensão artística e cultural - debate

Moderador
Rui Vieira Nery / Musicólogo

Participantes
Maria Ceia / Directora artística e pedagógica da Tocá Rufar
Paulo Preto / Músico e Professor
Paulo Meirinhos / Músico e Professor
Alexandre Meirinhos / Músico e Professor
João Pratas / Músico e Professor
Momentos musicais a cargo do grupo Galandum Galundaina

11h30 | Actuação dos grupos de bombos convidados
12h30 | Cerimónia Oficial | Mensagem Final | Entrega de Certificados de Participação Musical
13h30 | Encerramento

Ao longo das sessões do Congresso do Bombo mostramos uma selecção de videogramas com instrumentos de percussão popular
portuguesa. Dos anos 70, com Michel Giacometti, do início do séc. XXI com Manuel Rocha e Ivan Dias e já da década de 2010 com
Tiago Pereira. Outros registos poderiam ser incluídos e fará sentido em futuras iniciativas dedicadas aos instrumentos de percussão
incluir outros colectores e musicólogos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.