Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

1º Festival de Cinema Documental de Braga | Iniciativa envolve mais de 3500 alunos em idade escolar para promover a alfabetização através da Sétima Arte

José Teixeira (dstgroup)- Dobra.jpg

 

DOBRA decorre no Espaço Vita, conta com o dstgroup como mecenas e apoio do Porto/Post/Doc

FESTIVAL DE CINEMA DOCUMENTAL DE BRAGA

Realiza-se nos dias 25 e 26 de novembro

*Cariz essencialmente pedagógico para combater o analfabetismo das imagens

 *Iniciativa envolve mais de 3500 alunos da cidade

 

DOBRA é o nome do Festival de Cinema Documental de Braga, que decorre pela primeira vez, em Braga, entre os dias 25 e 26 de novembro, numa iniciativa promovida pela equipa do Plano Nacional de Cinema do Agrupamento de Escolas Carlos Amarante (PNC-AECA), em colaboração com o Espaço Vita e com mecenato do dstgroup.

Com programação maioritariamente dedicada ao público escolar, desde o Jardim de Infância ao Ensino Secundário, o DOBRA destaca-se por ser um festival de cinema diferenciador com uma missão essencialmente pedagógica, que se propõe trabalhar a alfabetização através do cinema, combatendo assim o analfabetismo das imagens. Para além disso, oferece uma programação diversificada e segmentada para diversas tipologias de público, visando assim aproximar pedagogicamente todos os públicos da sétima arte.

A programação desta primeira edição conta com a assinatura do Porto/Post/Doc, cuja experiência na organização de eventos de promoção de cinema documental é já sobejamente reconhecida.

O evento decorre durante dois dias no Espaço Vita e prevê a exibição gratuita de nove sessões de cinema, oito para o público escolar e uma para o público, em geral. Para além dos alunos do AECA, a iniciativa estende-se também aos estudantes dos agrupamentos de Escolas Francisco Sanches e Sá de Miranda, assim como aos alunos da Escola Artística Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga. No total, um universo de 3600 alunos da cidade de Braga terão a possibilidade de participar nesta iniciativa, que se destina a aproximar este público do cinema, através da divulgação de obras cinematográficas nacionais previstas no programa do Plano Nacional de Cinema.

DOBRA com programação variada para crianças em diferentes idades escolares

No dia 25, a partir das 9h30, os alunos do 2º ciclo terão a oportunidade de assistir a uma programação variada, que inclui a exibição de filmes como DvaTramvaya", de Svetlana Andrianova, "Le Renard Minuscule", de Aline Quertain, SylwiaSzkiladz, "Le Lion Et Le Singe", de Benoit Feroumont, "Snowflake", de Natalie Chernysheva, "Paniek!", de Joost Lieuwma e Dann Velsink, "The Bird & The Whale", de Carol Freeman, "Hors Piste", de Léo Brunel, Loris Cavalier, Camille Jalabert e OscarMalet, e "VivatMusketeers!", de Anton Dyakov.

Às 11h30, cabe ao público do pré-escolar e do 1º Ciclo assistir, no Espaço Vita, aos filmes "Coucouleurs", de Oana Lacroix, "SamsDream", de Nolween Roberts, "Le Tigre SansRayures", de Raul Robin Morales Reyes, "Sloth", de Julia Ocker, e "La Petite Pousse", de Chaitane Conversat.No dia 26, de manhã, o DOBRA é dedicado aos alunos do 3º Ciclo com uma programação que contempla obras como "Viagem a Cabo Verde", de José Miguel Ribeiro, "Kali, O Pequeno Vampiro", de Regina Pessoa, "Água Mole", de Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves, "Gambozinos", de João Nicolau, "Russa", de João Salaviza e Ricardo Alves Jr.

"Transnistra", de AnnaEborn, em Competição na edição de 2019 do Porto/Post/Doc 2019, é o filme escolhido pela organização para os alunos do ensino secundário, com exibição dupla prevista para as tardes de segunda e terça-feira, às 14 e às 16 horas.

No último dia do DOBRA, a organização promove uma sessão gratuita aberta ao público convidando a assistir ao filme "Hamada", de Eloy Domínguez Serén, vencedor do Prémio Companhia das Culturas/Fundação Pereira Monteiro para o melhor realizador da Competição Internacional entre autores emergentes do Porto/Post/Doc 2018.

 As sessões decorrem no auditório do Espaço Vita, no coração da cidade, um espaço cultural da Arquidiocese de Braga, que, ao longo dos últimos anos, tem acolhido e promovido diversos eventos culturais, entre os quais se destacam alguns ciclos de cinema, no sentido de educar para os valores e abrir, desde tenra idade, os horizontes do pensamento, razão pela qual a co-organização do DOBRA é mais um contributo que o Espaço Vita presta à comunidade escolar na área do cinema documental.

Para o Presidente do Conselho de Administração do dstgroup “há muito tempo que aguardamos a oportunidade de apoiar um projeto de cinema, de documentário ou de curtas. O desafio já havia sido feito pelo Espaço Vita. Precisávamos de um encontro celeste. O Agrupamento de Escolas Carlos Amarante fez-nos o desafio e a conexão franca do Espaço Vita e do Reverendíssimo D. Jorge Ortiga fez o resto. É uma arte complementar às artes que apoiamos. O público alvo, jovens estudantes interessa-nos. Estão criadas as condições para mais um grande evento cultural em Braga apoiado pelo dstgroup”.

Com esta iniciativa a organização e os parceiros do evento contribuem assim para a promoção e disseminação do programa de literacia para o cinema previsto pelo Programa Nacional de Cinema, que pretende estimular a divulgação de obras cinematográficas nacionais junto do público escolar e garantir instrumentos essenciais, leitura e interpretação de obras cinematográficas junto dos alunos das escolas abrangidas pelo programa.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.