Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

António Zambujo

2 de Outubro de 2010
21h30

 

Palácio de Belém

Calçada da Ajuda, 11

Lisboa

 

Comemorações do Centenário da Implantação da República.

"Quero ouvir muito, mais vezes, mais fundo (...). É de arrepiar e fazer chorar." Assim falou Caetano Veloso de António Zambujo. O fadista alentejano tem novo álbum a apresentar: "Guia".

http://www.antoniozambujo.com

António Zambujo (voz e guitarra)

Luís Guerreiro (guitarra portuguesa)

José Conde (clarinete)

Ricardo Cruz (baixo)

 

“O Mundo de Cada Um é os Olhos que Tem”

De 2 a 30 de Outubro de 2010

Galeria da Biblioteca Municipal de Palmela

Palmela

 

Exposição de Desenho de Luís Miranda e Rui Silvares na Biblioteca de Palmela

A Galeria da Biblioteca Municipal de Palmela recebe, entre 2 e 30 de Outubro, a exposição de desenho de Luís Miranda e Rui Silvares “O Mundo de Cada Um é os Olhos que Tem”. Organizada pela Câmara Municipal de Palmela, a exposição explora os percursos dos dois artistas plásticos, aparentemente distanciados, mas unidos por uma relação de trabalho e amizade que resulta numa complementaridade de abordagens sobre temas comuns. «Dois percursos iniciados nos anos oitenta sem conhecimento um do outro. Nos anos 2000, encontraram-se, por acaso, na mesma escola e desenvolveram uma cumplicidade de projectos, que aproximaram os interesses ao ponto de trabalharem frequentemente em conjunto no mesmo espaço. As conversas sobre tudo e quase nada, as discussões sobre o que calhava e o que nos preocupava, os conceitos e as ideias expressas, as perguntas e reflexões sobre a pertinência do trabalho que nos ocupava o tempo e a atenção, as leituras relatadas para tentar acertar nas respostas, a música que nos acompanhava. Tudo isto construiu um pedaço de mundo comum que deve ter penetrado nas nossas práticas, embora pareçam grandemente separadas. Talvez não seja tanto assim, uma vez que as ideias se puderam encontrar. E os desenhos falam de coisas parecidas com argumentos diferentes, em forma e em nível. Ou talvez tenhamos construído uma complementaridade, ensaiada nas conversas públicas que temos tido e que também se revele na exploração dos materiais. É esse paralelismo que propomos e que procuramos descobrir.» Divisão de Comunicação Câmara Municipal de Palmela Telf. (00351) 212336664 e-mail: lnascimento@cm-palmela.pt

Pág. 17/17