Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Estórias de se tirar do chapéu

26 de Fevereiro de 2012

das 12h às 14h

 

Noobai, Miradouro de Santa Catarina - Adamastor

 

 

 

Por que é que as reticências se chamam assim e não repeticências? Por que é que a chuva cai em gotas e não toda de uma vez? Como é que Deus faz para não se afundar nas nuvens? Se há tantos acidentes por que é que os carros não têm borrachas à volta como os carrinhos de choque? Por que é que os homens têm maminhas (achatadas, mas maminhas)? As mães dos presidentes mandam neles? Como é que o lobo mau não se engasgou quando comeu o Capuchinho Vermelho todo de uma vez, sem mastigar? Qual é a velocidade do escuro? Uma tartaruga sem carapaça está sem roupa ou sem-abrigo? Qual é a graça de não saber ler e comer sopa de letras? O que é que as ovelhas contam para adormecer? Até onde é que um careca lava a cara? Estórias delirantes para a idade dos porquês. Como assim acaba aos 9? / Inês Alvim

Fonte: LeCool

No Auditório Municipal, em Pinhal Novo

 

Dialecto apresentam novo CD “Aromas”

 

O grupo musical Dialecto apresenta o CD “Aromas” no Auditório Municipal, em Pinhal Novo, no dia 3 de Março, num espectáculo inserido no ciclo Artimanha ConVida. Com organização do ATA – Acção Teatral Artimanha e apoio da Câmara Municipal de Palmela, o espectáculo tem início às 21h30 e contará com a presença de convidados.

Os Dialecto (www.myspace.com/dialecto.mp), agrupamento de Pinhal Novo constituído por Álvaro Amaro, Carlos Varela, Eduardo Matos, Jorge Pimentel, Lindolfo Paiva e Paulo Duarte, definem-se como «um grupo que faz Música Portuguesa» e apostam na qualidade do trabalho vocal e na versatilidade dos arranjos musicais. “Aromas” é o novo trabalho, que se junta, agora, ao repertório diversificado, que inclui originais e temas clássicos de grandes vultos da música portuguesa.

A entrada tem o valor de cinco euros. Reservas através do telefone 212336630.

 

 

Lançamento do Inominável Fanzine

24 de Fevereiro de 2012

16h

Desportivo Clube do Carmo, Rua do Duque 21-23

 

 


Eles são onzetemíveis e de grande formato. Vivem a vida nessa dicotomia do preto e branco onde o cinza  resvala para o surtido psicológico de uma cor. Enunciados sãoAdriano Lameira, a Ana Velez, a Diana Valente, o Estrompa, o Francesco De Aguilar, o José Lopes, o Rodrigo Machado, a Sónia Rodrigues, a Teresa Domingues, o Tiago Albuquerque e a Vanessa Machado, os inomináveis deste que pretende ser o fanzine por excelência. São originais, únicos e inimitáveisVêem-se reproduzidos à escala de cem cópias, para que sem cópias se mantenham assim como são, um Projecto Vazarte, onde a arte vaza pelo DCC

em cultura, recreio e desporto. INOMINÁVEL, não? / Francisco Pinheiro

Fonte: LeCool

Festa da Oficina do Cego

24 de Fevereiro

22h30

 

Bartleby

Rua da Imprensa Nacional, 116 b, (cave do Restaurante BS)

 

De , ó vitimas do cansaço de uma semana inteira de trabalho! Dizei não ao doce chamamento do sofá e marchai até ao Bartley. Da ideia a rifa consome, o fogo de um punhado de jornais, revistas e cartazes! Cortai a inércia bem pelo fundo, de , de , não mais ficará, a Oficina do Cego sem a merecida guilhotina! Se nada somos no sofá, sejamos então na rua e arrebatemos toda a fancaria gráfica, por um punhado de dracmas! À parte o assassinato ao Hino da Internacional, o apelo é genuíno: a Oficina do Cego, uma associação sem fins lucrativos que se dedica às artes gráficas, precisa de uma guilhotina e, como tal, decidiu rifar-se a ela própria, que é como quem diz rifar o que de melhor sabe fazer. Por isso, lisboetas solidários de todo o mundo, uni-vos em torno de um copo enquanto desenrolais uma rifa! / Francisca Carvalho

Feira do Princípe Real

Último sáb e seg: 10h-19h

 

 

Aquilo que começou por ser uma iniciativa espontânea de um grupo de cidadãos, transformou-se hoje numa feira que se realiza regularmente e que conta com a organização da Junta de Freguesia das Mercês. Nesta feira é possível encontrar artesanato contemporâneo, peças de autor e antiguidades. É também um evento que procura dinamizar um espaço público - o Jardim do Príncipe Real - com momentos de animação, com música ou com performances, transformando o jardim numa mostra de artes ao alcance de todos.

 

www.feiraprincipereal.blogspot.com/

“A Participação é tua!”


Meia centena de actividades na 17ª edição do Março a Partir

 

“A participação é tua!”é o lema da 17ª edição do Março a Partir, iniciativa da Câmara Municipal de Palmela com Associações Juvenis do Concelho que assinala, durante o mês de Março, o Dia Nacional do Estudante (dia 24) e o Dia Nacional da Juventude (dia 28).

Apesar do contexto de restrição financeira, o programa reúne, este ano, meia centenas de actividades - o triplo de 2011 –– em áreas como cinema, teatro, música, desporto, dança, sexualidade, solidariedade e ambiente, e conta com a participação activa de 28 associações juvenis e grupos informais de jovens. Verdadeira Escola de Participação, o Março a Partir funciona, há três anos, com um modelo de organização composto por um grupo de trabalho onde estão representadas as associações, e as decisões são tomadas em mesa-redonda. O grupo de trabalho é constituído na reunião de avaliação da edição anterior do projecto.

O programa 2012 - com um forte apoio logístico da autarquia, nomeadamente, na cedência de espaços e equipamentos, na montagem e no transporte de estruturas e pessoas - revela-se, assim, um exemplo da riqueza, criatividade e capacidade de organização e concretização dos jovens.

Mais informações através dos contactos www.juventudeinteractiva.org, disj@cm-palmela.pt, 212 336 606, 935 321 174 e facebook.com/marcoapartir.

 

 

Programa Semana 1 a 6 de Março

 

 

Dia 1 | 10h00 e 11h30 | Escola Básica 2/3 José Saramago, Pinhal Novo

Fórum Sexualidade Juvenil – Um exercício de cidadania

Oficinas de trabalho com orientação técnica do DEIS – Departamento de Educação e Intervenção Social da C.M. Palmela

Por: Câmara Municipal de Palmela e Escola Básica 2/3 José Saramago

 

Dia 2 | 10h30 | Largo de S. João e zona envolvente, Palmela

Prova de Orientação

Por: Clube do Desporto Escolar da Escola Secundária de Palmela

 

Dia 3 | 22h30 | Sociedade Filarmónica Humanitária, Palmela

Palmela Sounds – Angariar a Rockar

Espectáculo de apoio às obras de remodelação do Espaço Polivalente do Okupa – Espaço Juventude, com Bandas e DJ’s.

Por: OKUPA – Espaço Juventude do Centro Social de Palmela

 

Dia 3 | 21h30 | Centro Cultural do Poceirão

Concerto Jovens Músicos

Com a participação do Coral Infantil e da Orquestra Juvenil dos Loureiros.

Por: Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”.

 

Dia 3 | 10h00 | Pinhal Novo e Rio Frio

Claminhada

Percurso: 10 Km – Pinhal Novo/Rio Frio/Pinhal Novo

Ponto de encontro: Mercado Municipal de Pinhal Novo

Por: Agrupamento 643 CNE Pinhal Novo

 

Dia 6 | 14h30 | Igreja de Santiago, Castelo de Palmela

MixMove de Gil Vicente

Por: Turma do 10º I do Curso Profissional de Artes do Espectáculo e Interpretação da Escola Secundária de Pinhal Novo

 

 

 

Março – Todo o mês

 

Concelho de Palmela

In The Puzzle

Performances nas cinco escolas do concelho (2º e 3º ciclo e Secundárias) e recolha de imagens vídeo e fotografia durante todo o evento por Jovens pelo Serviço Voluntário Europeu.

Por: OKUPA – Espaço Juventude do Centro Social de Palmela

 

Bibliotecas da Rede Municipal

Março: mês dedicado à Literatura Juvenil

Por: Câmara Municipal de Palmela

 

Abril

 

Dia 14 | Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela

Encaixa-te . Fórum Associativismo Juvenil

Espaço de discussão sobre as politicas de Juventude nacionais e europeias, a participação, a “crise” e o associativismo juvenil.

Por: OKUPA – Espaço Juventude do Centro Social de Palmela e Câmara Municipal de Palmela

 

Passatempo As Fantásticas Aventuras de Alice...do outro lado do mundo

O Blog Cultura de Borla em parceria com a ARTEVIVA tem bilhetes duplos para AS FANTÁSTICAS AVENTURAS DE ALICE...DO OUTRO LADO DO MUNDO no Teatro MUNICIPAL DO BARREIRO aos primeiros leitores que enviarem um mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ver AS FANTÁSTICAS AVENTURAS DE ALICE...DO OUTRO LADO DO MUNDO com o Cultura de Borla" com nome, BI, contacto e sessão que pretendem assistir.

 

 

As fantásticas aventuras de Alice… …do outro lado do mundo


No mundo de Alice não há limites para a fantasia. A qualquer momento podemos transformarmo-nos em reis e raínhas, soldados ou feiticeiros… basta usar a imaginação!
Alice passa boa parte dos seus dias atrás de Bela, uma irrequieta gata branca que, segundo ela, a faz viver muitas aventuras fantásticas.
Num desses dias de brincadeiras e corropio atrás da gata, Alice conhece duas meninas muito convencidas que desconfiam quando ela assegura ter, certa vez, caído num poço muito fundo, tão fundo que foi parar não ao país das maravilhas…. mas ao outro lado do mundo!
No outro lado do mundo, ela não encontrou nem a raínha de copas nem o chapeleiro maluco, mas conheceu seres igualmente fantásticos… uns muito felizes, outros tristes, outros totalmente desmazelados e outros ainda que só estão bem a arranjar sarilhos! Encontrou até uma terra onde tudo mas tudo é um autêntico disparate!

São aventuras fantásticas… daquelas que parecem só existir na nossa imaginação. E se calhar...

Espectáculo classificado para maiores de 4 anos.

Espectáculo integrado no Mês do Teatro do Barreiro

Proposta para escolas e associações
Projecto disponível para espectáculos de Segunda e Sexta-feira, de manhã e de tarde, sendo possível a sua apresentação em diversos locais. A marcação dos espectáculos (dia e horário) deve ser confirmada pela equipa.
Dirige-se aos níveis de ensino pré-escolar e 1º ciclo, sendo que a faixa etária aconselhada é entre os 5 e os 11 anos.
Contactar: arteviva.geral@gmail.com || Tel. 962 322 205

Equipa:
Interpretação: Ana Lúcia Santos, Ana Samora, Joana Pimpista, Sara Santinho, Susana Marques, Vanda Robalo e Vanessa Casanova | Texto e encenação: Paula Magalhães | Imagem gráfica e cenário: Ana Sofia Pinto | Figurinos: Ana Pimpista e Oficina de Costura Criativa | Costura: Teresa Balbi | Música: Rui Lopes | Canções: Ana Lúcia Santos | Desenho de luz: João Henrique Oliveira | Assistente de produção: Rita Conduto | Apoio Geral: Joana Pimpista, Dário Valente | Agradecimentos: Editora Presença, Divisão de Cultura da Câmara Municipal do Barreiro.

Oficinas Criativas ArteViva


de 26 Março a 5 Abril
Inscrições até 16 de Março
dos 7 aos 13 anos
Cinco oficinas que nos levam a conhecer, (des)construir e explorar a arte dramática!

Duas semanas de Oficinas de arte dramática e plástica * 140 euros (preço total)
Módulos de 2 dias * 35 euros (veja as datas no programa abaixo) 

Módulo 1 dia * 20 euros (30 de Março)

A inscrição inclui:
Almoço e lanches, Seguro, todo o material necessário, Oficinas de arte dramática e Oficinas de arte plástica das 9h às 17h

PROGRAMA COMPLETO:

1º módulo – Improvisação (26 e 27 de Março)
“Tudo pode acontecer no teatro” (Émile Zola)
Palavras-chave: criatividade, dinamismo, espontaneidade.

2º módulo - Palavras que brincam (28 e 29 de Março) “Muitas das peças começam com uma frase, uma palavra ou uma imagem. À palavra, junta-se quase logo uma imagem” (Harold Pinter)
Palavras-chave: respiração, voz, contadores de histórias.

3º módulo – Jogos dramáticos (30 de Março) “A fantasia não está contraposta à memoria, mas antes apoia-se nela e dispõe dos seus dados para novas e novas combinações”(Lev Vygotsky)
Palavras-chave: confiança, trabalho de equipa, destreza.

4º módulo – Descobrir personagens (2 e 3 de Abril)
“O homem é um animal que finge – e nunca é tão autêntico como quando interpreta um papel” (William Hazlitt)
Palavras-chave: linguagem corporal, identidade, (des)construção.

5º módulo – Histórias móveis (4 e 5 de Abril) “ (...) o carácter é a acção: as escolhas que se fazem para as personagens, irão reflectir a nossa personalidade, a nossa visão sobre o mundo, honestamente e sem clichés. Por poucas palavras, produziremos uma coisa verdadeiramente dinâmica.” (Anthony Neilson)
Palavras-chave: Criação, arte plástica, imaginação.

Contactos para inscrição e/ou mais informações:
Ana Samora - anasofiasamora@gmail.com 967 385 951
ArteViva - arteviva.geral@gmail.com 212 060 860

CONCERTO CHEZ MADAME DE RÉCAMIER

 

25 Fevereiro

17.00

Museu do Oriente

 

Auditório

CONCERTO CHEZ MADAME DE RÉCAMIER

SOLISTAS DA METROPOLITANA

 

Jérôme Arnouf (trompa), Stéphanie Manzo (harpa), Marcos Magalhães (cravo)

 

Juliette Récamier foi uma das figuras mais emblemáticas da alta sociedade parisiense nas décadas que se seguiram à Tomada da Bastilha. Conhecida como Madame de Récamier, casada com um banqueiro riquíssimo, recebia no salão de sua casa um séquito de admiradores fascinados com o charme e beleza de que era dotada e todos aqueles que faziam questão de seguir as novas tendências da moda. A música era uma presença obrigatória em todos aqueles serões. Neste concerto, propõe-se ouvir a música de alguns compositores franceses daquele período.

 

PROGRAMA:

Jean-Baptiste Krumpholz – Sonata em duo 

François-Adrien Boïeldieu – Duo n.º 2

Jean Baur – Sonata

Frédéric Nicolas Duvernoy – Noturno para Trompa e Harpa

Jan Ladislav Dussek – Duo para Harpa e Cravo

 

Entrada livre

Duração: 75', sem intervalo

M/3 anos

The Ramblers e a Fadista Vanessa Alves na RESTART

Concertos 

Auditório Restart

-----------------------------------------------------------------

A RESTART, Instituto de Criatividade Artes e Novas Tecnologias, vai receber dois concertos no final desta semana.
"The Ramblers" já hoje à noite e a Fadista Vanessa Alves amanhã (24 de Fevereiro) .

O nome "The Ramblers" surge de um velho Blues dos Rolling Stones, “Midnight Rambler”, e tem sido sob este nome que a banda se tem apresentado desde sempre, influenciada pelas mais diversas vertentes musicais mas muito focada nos grandes mestres do Rock 'n' Rol e do Blues, passando ainda por influências como o Funk, a Soul, o Ska...


"The Ramblers" são uma banda de Blues Rock lisboeta, formada em Fevereiro de 2007 que teve já oportunidade de abrir para B.B King no B.B King Parque em Sabrosa, tocar na Queima das Fitas de Coimbra, na Festa do Avante entre muitos outros concertos, festas e festivais.

Vanessa Alves que marca presença no auditório Restart no dia seguinte, nasceu em 1985, começou a cantar aos 7 anos vencendo um festival da canção organizado pela paróquia do seu bairro.
Aos 14 anos inicia-se a cantar fado, integrando o elenco de várias casas de fado entre as quais “A Taverna do Embuçado”, “Adega Machado” e “Casa de Linhares”.
Fez diversos espectáculos no “Espaço das 7 às 9” no Centro Cultural de Belém.

Em 2005 e em 2006, foi artista convidada do Núcleo Sportinguista de Leiria durante as suas festas anuais.
Em 2006, é convidada por Maria da Fé para integrar o elenco do Sr. Vinho. Em 2007, apresentou-se em Moscovo a convite da Embaixada Portuguesa na Rússia. Participou também num espectáculo da fadista Maria da Fé na Feira de Artesanato do Estoril.
Em 2008, dá voz à marcha vencedora do concurso “Grande Marcha de Lisboa”. Recentemente foi convidada pelo Ministério da Cultura para representar Portugal em concertos em Pequim e Xangai.

Dois concertos a não perder.

 

   
     

 

   

ANIMAÇÃO CULTURAL RESTART
ENTRADA LIVRE

INFORMAÇÕES

Telefone|
21.3609450
e-mail |
info@restart.pt


RESTART
Rua da Quinta do Almargem, nº 10
Belém

www.restart.pt