Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Programação Bartô - Zona Franca | 17 a 22 de Maio 2012

 
 

17, quinta-feira dimensões 22h

Carlos Sério Trio

carlos serio trio
Ao longo de um percurso de vários anos, Carlos Sério vem criando temas originais e arranjos para atuações ao vivo, como uma necessidade de interpretar, vivificar e sentir. Jardins, Fogo e Outras Estórias selecciona um conjunto de temas com vida própria; carácter, expressão e... estórias para contar. O trio é composto por Carlos Sério - piano, Pedro Teixeira - baixo e Sérgio Caldeira - bateria e conta com a colaboração de músicos convidados: Isa Peixinho - flauta transversal e Paulo Rosa - guitarra
Entrada 2 euros

 


18 Sexta-feira 22h
tocatinas

Papagaio Cantor e Dj set

papagaio cantor
Esta jovem editora, agência e produtora, fundada por João Moreira e Ricardo Pinto, acredita que "a música pode, e deve, ser acompanhada de todos os artifícios que potenciem a qualidade de um espectáculo, bem como a satisfação de vários sentidos. Quem vai aos concertos produzidos pela Papagaio Cantos procura música e originalidade, mas acima de tudo diversão". The Macaques, a primeira banda de rock ciclónico do mundo, Panda Pompoir, responsáveis pelo refrão mais fantástico da história das bandas portuguesas, e Louva-a-deus, dois ukelistas da nova vaga musical, são as bandas que ouviremos.
Entrada 3 euros

 


19 sábado giródisco 22h

dj's Mário Lopes e João Bonifácio

dia 19 d4e maio
O balanço não tem país e o nosso mundo é África. A da diáspora do funk, da soul e do rock'n'roll, a que tem certificado de origem no afrobeat e no Bonga, no highlife e no porto de Dacar. A que dois homens foram guardando em casa para investigar a fundo esse fenómeno admirável que é o abanar da anca.

 


20 Domingo (In)continente 22h

Dinis Costa - (Guiné-Bissau)

dia 20 de maio

Natural de Cachéu sector de caió, filho da etnia mandjaco, depois radicado em Portugal. Depois de estudos resolveu dedicar-se à música.
Trabalhando como reparador de calçados para financiar a carreira músical, principalmente o álbum de estreia "Nomi di Uru". Toca viola para amigos, em bares, discotecas, festas e casamentos. A música é uma ferramenta onde exprime os seus sentimentos, alegrias e tristezas. Sem editora, e com a ajuda de Balafon Zé Augusto, do grande produtor Meno Júlio e do meu irmão gémeo Gime Costa, consegui ufinalmente pôr o álbum de estreia Nomi di Uru no mercado.

 


22 Terça-feira 22h
Fado é bondage

Júlia Lopes

dia 22 julia lopes
Verdadeira defensora do fado tradicional, canta com uma garra e força inigualáveis. Esta voz decana tão genuína regressa ao Bartô para nos encher dos sentimentos intensos que recheiam o imaginário do Fado português.

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Agenda Digital de Maio 2012

Ler>>>

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

patrocinios 2012

João Lencastre Trio

18 de Maio de 2012

18h

Museu do Chiado, Rua Serpa Pinto 4

Destacava, assim de memória a tira-dentes, coisas que adoro em Lisboa. O quente, o tempo quente. As praças. E os becos. E as gentes, claro, tanta plena de talento por aos costados pelas vielas. Ao primeiro toque de Sol sem nuvens ou água cadente de entremeio, montam-se palcos em todo o espaço possível da cidade. A isso também responde o Out Jazz, trocando a samarra pela Tee, atapetando a música de relva e de calçada, trazendo amarrada a vista do Tejo ou um raio de Sol a cada nota. Hoje, no Museu do Chiado, o João Lencastre Trio, para consumar a tarde. Depois de amanhã, o calendário do Out dará a chave.  / Benjamin Juíz

Fonte: LeCool

 

Open Day no LX Factory

18 de Maio de 2012

das 10h às 4h

LX Factory, Rua Rodrigues Faria, nº 103 Alcântara

Mudança é um querer fazer, gerar a diferença, tornar possível e acontecer. Afinal, quase tudo é possível, basta apenas querer. Mudança é o tema do Open Day no Lx Factory, de portas abertas das 10h00 às 4h00 e a querer dar a conhecer tudo o que se passa por , convidar quem passa a participar e a fazer parte de cada espaço. É dançar, divertir e rir. São horas que passam, sem as sentirmos passar, com tanto que temos para ver, desde exposições, a workshops, paredes pintadas por artistas urbanos, música e muito mais. Tanto que não te consigo contar tudo aqui, vem ver acontecer e participa nesta grande festa! / Marg Martins

Fonte: LeCool