Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

A Flauta Mágica

27 de Agosto de 2012

21h30

Casa da Achada, Centro Mário Dionísio, Rua da Achada n11, Mouraria

 

 

O ciclo de cinema ao ar livre da Casa da Achada - Centro Mário Dionísio, continua pelas segundas-feira fora a preencher de cinema a Mouraria. Hoje recebe o A Flauta Mágica (Trollflöjten) de Ingmar Bergman, de 1975. Um grande filme do mestre sueco, a oferecer a sua visão duma das obras essenciais de Wolfgang Amadeus Mozart. Este filme assume-se como uma ópera filmada, num registo que será pouco reconhecido em Bergman, o de realizador dum musical. por isso, senão por mais, vale a pena navegar até à Achada. / Francisco Baicão

Fonte: LeCool

Recordações da Casa Amarela


26 de Agosto de 2012

Às 22h

Hospital Miguel Bombarda – Pavilhão de Segurança,

Não melhor local para projeção deste filme do infant maravilhosamente terrible do cinema português, João César Monteiro. Como reduzir-lhe a obra a apenas uma obra com a tela em preto seria o mesmo que dizer que a Bíblia é apenas o Pentateuco, temos o Recordações da Casa Amarela para riscar o dito e a polémica. Primeira parte da trilogia chamada de João de Deus, é uma obra servida com cenário acertado que é o Pavilhão de Segurança do Hospital Miguel Bombarda (a oitava), um magnífico panóptico muitas vezes esquecido e ainda mais ignorado. / Óscar Amado

Quinteto de Madeiras da Metropolitana

 

26 de Agosto de 2012

19 h

Tapada das Necessidades

Mais uma demostração musical do Quinteto de Madeiras da Metropolitana, integrada na programação maior do Clássicos na Rua, eventos de verão da CML. Desta vez o quinteto visita a Tapada das Necessidades, antigo espaço murado de caça real e agora espaço verde de excelência com 100 000 m2 para a fruição lisboeta. Assim, além do parque, do verde e dos passarinhos, a música clássica. Diz-me se não te apetece é desatar a articular sonetos e a apaparicar raparigas? / Sarah Beiralta

Fonte: LeCool

Filipe Melo Trio

26 de Agosto de 2012

Jardim da Torre de Belém

Às 17h

Sentada na varanda sentia-me como uma dessas matronas que se vestem de negro lembrando um marido perdido no mar. Lisboa trazia esse fôlego na alma que se renova com o apito distante do navio que se anuncia. Lá em baixo na rua vejo uma maré de boina branca e decotes listrados. Pode que os grumetes brilhem mais, mas é com aquele que traz uma cruzeta dourada no ombro que quero estar. Ficar parada não me satisfaz só assim por satisfazer. Há que me mesclar e deixar envolver pela torrente de linho branco. Ir para o Out Jazz faz da vontade a fantasia tornada real. Fez-se tarde e cedo regresso, e assim, embalada pelo ruído da cidade deixo-me adormecer com o abanico nas mãos. / Clauberth Von Rau Pipiska

Fonte: LeCool

Tribal Barroque

26 de Agosto de 2012

Rua Garrett 60

Tribal Barroque é Thoth e Lila'Angelique e cada performance que oferecem - acreditem, é uma dádiva - chamam-lhe de prayformance. De passagem por Lisboa até este dia 26 de agosto, o que poderás encontrar é um portento musical servido a violino e a vozes soprano (Lila) e contratenor (Thoth). Para quem, peantepé descendo a Rua Garrett, seguiu encantado pelos toques e vozes que se fazem sentir na passagem para o interior do quarteirão, esta é a última possibilidade de assistir a uma experiência única. Para os restantes, serve de convite. O espaço ideal para eles seria uma nave de igreja, mas o que é facto é que tornam qualquer espaço numa divina experiência. / Carloto Joaquim

Fonte: LeCool

 

 

Syfy com atividade paranormal...

 




 
Depois de Setembro as suas terças-feiras nunca mais serão as mesmas...

 

 Setembro é o mês do inexplicável, do incompreensível, do paranormal! Os fenómenos mais inexplicáveis estão de volta ao canal, num mês inteiramente dedicado a fantasmas, possessões, lendas e mitos urbanos, e alucinações. Todas as terças-feiras, a partir do dia 11 de Setembro, o Syfy tem reservado para si as mais fantásticas histórias do paranormal com a série documental Paranormal Witness (dia 11, 18 e 25 às 21h30). Mas o Syfy não se fica por aqui. Depois de Paranormal Witness, o Syfy traz-lhe os inquietantes filmes Dead Silence, Haunted e Candyman. (Dia 11, 18 e 24 às 22.15h).

No dia 11, depois de um emocionante episódio de Paranormal Witness, segue-se Dead Silence. O filme relata a investigação da morte de Lisa Ashen (Amber Valetta) levada a cabo pelo seu marido Jamie Ashen (Ryan Kwanten), que descobre que esta morte está ligada a uma antiga lenda...

No dia 18, o Syfy surpreende com o filme Haunted, uma história de um professor que tenta convencer uma ama, que afirma ver fenómenos estranhos, de que esta está apenas cansada. No entanto, depressa se apercebe que estava enganado e realmente algo se passa...

Finalmente, no dia 25 o Syfy traz-lhe a investigação sobre a lenda de Candyman levada a cabo por uma aluna universitária. Helen decide investigar este misterioso indivíduo. No entanto, ela não estava à espera das consequências que esta investigação iria trazer...

 

Tudo isto, a não perder, em setembro no canal Syfy.

 

 

Séries

Paranormal Witness – 1a Temporada

Uma série não aconselhável a pessoas sensíveis, Paranormal Witness é um drama em forma de documentários baseado em histórias verídicas que contam as experiências paranormais de pessoas comuns que afirmam terem presenciado experiências com fantasmas, espíritos, assombrações, possessões ...

 

Paranormal Witness EUA, 2011

Int: Chris Kerba , Daniel Cannis e Estée Feldman

Estreia: Terças-feiras, dias 11, 18 e 25 de setembro às 21h30.

Imagens da série em: http://photobucket.com/paranormal_witness

 

 

CINEMA no Syfy

Fenómenos paranormais: em Setembro no Syfy com Dead Silence, Haunted e Candyman.

 

Silêncio Mortal – Terça-feira, 11 de Setembro, 22h15

Silêncio mortal é a história de um recém casal que se muda para um apartamento em Ravens Fair para começar a sua vida a dois. No entanto, a lua de mel é interrompida quando Lisa Ashen (Amber Valetta), a mulher de Jamie Ashen (Ryan Kwanten) , é brutalmente assassinada. Jamie começa assim uma investigação para descobrir o assassino da sua mulher. À medida que decorre a investigação, Jamie descobre que as razões da morte da sua mulher podem estar ligadas ao fantasma de Mary Shaw, uma ventríloca que também ela fora brutalmente assassinada na década de 40 do século XX.

Silêncio Mortal (Dead Silence). EUA, 2007

          Dir.: James Wan

Int: Ryan Kwanten , Amber Valletta e Donnie Wahlber

Estreia: Sábado dia 11 de setembro às 22h15

 

 

A Irmandade do Mal – Terça-feira, 18 de Setembro, 22h15

David Ash (Aidan Quinn) é um professor universitário e autor de vários livros que expõe falsos mediums e fraudes de espiritualismo. Depois de várias chamadas de Tess Webb (Anna Massey), uma ama que afirma ser atormentada por espíritos, decide fazer uma viagem até à pacata localidade de  Edbrook para tentar convencê-la que, o que ela afirma ver, é na realidade resultado do cansaço. No entanto, quando lá chega, David apercebe-se que afinal algo de errado se passa na casa da família Mariell.

 

A Irmandade do Mal (Haunted). EUA, 1996

Dir.: Lewis Gilbert

Int: Aidan Quinn , Kate Beckinsale e Anthony Andrews

Estreia: Terça-feira, 18 de setembro às 22h15

 

O Assasino em Série – Terça-feira, 25 de Setembro, 22h15

Helen Lyle, uma curiosa estudante universitária decide levar a cabo uma investigação sobre a lenda de Candyman, um homem misterioso que aparece quando se repete o seu nome cinco vezes em frente a um espelho. A jovem estudante decide então visitar os locais onde há registos da aparição de Candyman. O que esta não previa era que esta investigação desencadeasse um conjunto de homicídios brutais. Não perca esta investigação no canal Syfy.

 

            O Assassino em Série (Candyman). EUA, 1992

Dir.: Bernard Rose

Int: Virginia Madsen , Xander Berkeley e Tony Todd

Estreia: terça-feira, dia 25 de Setembro, às 22h15

 

 

 

Estas séries e filmes poderão ser vistas nos seguintes operadores de televisão por cabo:

 

Clix: Syfy: Posição 118

Meo: Syfy HD: Posição 67

Syfy: Posição 68

ZON: Syfy HD: Posição 90

 

MONTRA chega ao Alegro Alfragide

 

 

Em exposição de 20 de Agosto a 20 de Setembro

 


 

Dia 20 de Agosto, pelas 18h00, decorre a inauguração do projeto MONTRA, no Centro Comercial Alegro Alfragide. O desafio lançado pelo Alegro e pela Associação Artística P28 pretende transformar as montras do centro comercial em espaços expositivos que espelhem a visão artística, livre e criativa, dos seus autores. No total estarão expostos e a concurso 4 trabalhos de fina­lis­tas de cur­sos de arte e design.

 

Um dos trabalhos será premiado com uma viagem, para duas pessoas, a Berlim (apoio da Agência Abreu). Esta avaliação é feita por um júri  composto pela direcção do Alegro Alfragide, direcção da P28, Luísa Santos (cura­dora), pela direcção cri­a­tiva Magnética Magazine (parceiro de media) e pelo CEO do Cowork Lisboa (também parceiro do projecto).

 

Para além da participação dos jovens artistas, a inauguração conta ainda com a presença de artistas já integrados no panorama artístico português como Bruno Pereira, David Rosado, Fernando Mendes, Pedro Cabral Santo e Artur Moreira, selecionados tendo em conta o histórico do seu trabalho e a natureza do suporte a intervir. Os projetos ficarão expostos nas respetivas montras e podem ser vistos até ao dia 20 de Setembro.

 

O projecto MONTRA surgiu na sequência de uma proposta da P28, reforçando o posicionamento do Alegro Alfragide que, desde a sua génese, apostou em cruzar o espaço comercial com o espaço cultural, democratizando e facilitando o acesso à cultura. Pretende apoiar a cri­a­ção artís­tica naci­o­nal e a dina­mi­za­ção do espaço público, num diá­logo entre as artes e o meio urbano enquanto cenário. Esta é ainda uma forma de criar uma maior aprendizagem artística entre os jovens alunos e alguns artistas mais reconhecidos.

 

 

INAUGURAÇÃO MONTRA

 

20 de Agosto - 2.ªfeira

18h00

Alegro Alfragide

LLEQUES EM EXPOSIÇÃO EM SETEMBRO NA CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

 

 

 

Durante apenas o mês de setembro é possível ver alguns dos leques de cabecinhas pertencentes ao espólio de António de Medeiros e Almeida, a maioria em exposição pela primeira vez, na Casa-Museu Medeiros e Almeida, no centro de Lisboa.

 

O leque, objeto usado desde a mais remota antiguidade, tem diversas lendas associadas à sua origem. Uma diz que Cupido, deus do amor, furtou uma asa de Zéfiro, deus do vento, para poder abanar e refrescar Psique, a sua bela amada, enquanto dormia.

 

A versão chinesa une a origem do leque com a figura de Kan-Si, bela donzela filha de um poderoso mandarim, que, durante um baile, tirou a máscara incomodada com o calor. Como era proibido que a filha de um mandarim mostrasse em público a sua face serviu-se de um leque para abanar-se e, ao mesmo tempo, cobrir o rosto, tendo o seu gesto sido imitado pelas outras damas.

 

No Japão, a invenção do leque é remetida para o século VII a.C., quando um artesão da corte do Imperador, numa noite de primavera, observou o voo de um morcego e, fascinado pelo mecanismo das suas asas, decidiu copiá-lo, fabricando assim o primeiro leque que dobra.

 

O museu está aberto ao público entre as 13H00 e as 17H30 de segunda a sexta-feira e das 10H00 às 17H30 aos sábados, estando encerrada aos domingos. A entrada tem o preço de 5 € no caso dos adultos, 3 € para mais de 65 anos e entrada livre até aos 18 anos. Para visitas guiadas é necessário fazer uma reserva antecipadamente através do número 21 354 78 92 e terá um custo de 6 € por pessoa. Aos sábados, das 10H00 às 13H00, a entrada é gratuita.

O Fashion Police traz-lhe as boas (e as menos boas) escolhas glamorosas da passadeira vermelha dos Emmy Awards

 

 

 

O canal Style traz-lhe o esquadrão da moda mais implacável da televisão num especial Emmy Awards.



 

As jóias, o vestido, o cabelo, a maquilhagem… todos os promenores têm de estar perfeitos para o maior desfile de artistas na passadeira vermelha dos Emmy Awards. Todas as estrelas vão querer brilhar naquela que será a noite mais glamorosa do ano para os artistas da televisão.

Após uma meticulosa escolha e preparação, envolvendo os mais prestigiados estilistas, os mais reconhecidos hairstylist’s e os mais talentosos maquilhadores, várias estrelas desfilam (para arrasar!) perante milhares de pessoas que irão estar de olhos postos na passadeira vermelha. E o Fashion Police não podia faltar! O esquadrão da moda mais implacável, caustico e divertido da televisão não vai perder esta grande festa de estrelas, num programa inteiramente dedicado aos Emmy Awards no The Style Network (Quinta-feira, 27 de setembro às 21h05).

Desde os mais novos até às grandes estrelas, os artistas poderão rapidamente ver as suas escolhas irem por água abaixo. A equipa de especialistas de moda composta por Joan Rivers, Melissa Rivers, Kelly Osbourne, Giuliana Rancic e George Kotsiopoulos, não vão deixar escapar nenhum pormenor e não perderão uma oportunidade para criticarem as escolhas das estrelas. Fashion Police: the 2012 Emmy Awards, a não perder, no The Style Network!  

 

Fashion Police: the 2012 Emmy Awards

O esquadrão da moda vai analisar as estrelas dos Emmy Awards uma a uma, num especial Fashion Police: The 2012 Emmy Awards. Joan e Melissa Rivers, Kelly Osbourne, Giuliana Rancic e George Kotsiopoulos vão avaliar e comentar todos os erros de moda que as estrelas de Hollywood cometeram. Desde os erros mais escandalosos até ao mais pequeno promernor, nada lhes vais escapar. Não perca a crítica mais caustica e hilariante de Hollywood num especial que vai dar muito que falar.

Exibição: Quinta-feira, 27 de setembro às 21:05h.

Imagens da série em: http://photobucket.com/fashion_police

 

 

Estas séries poderão ser vistas nos seguintes operadores de televisão por cabo:

Clix: Style: Posição 228

Meo: Style: Posição 106

 

Para descarregar os conteúdos multimédia deverá seguir o seguinte link: http://photobucket.com/canal_style

 

 

Xavier

25 de Agosto de 2012

22h

 

Jardim EPAL – Aqueduto de Lisboa,

 

Para uma apresentação condigna de Xavier e da sua importância para a filmografia portuguesa, eis um magnífico texto. Para ver a primeira obra, que se estreou como segunda e que demorou mais de uma década a estrear - de 1992 a 2003 - eis a projeção no Jardim EPAL, no Aqueduto de Lisboa. Evocativo duma certa Lisboa que reverte para o Verdes Anos e assume uma certa visão de autor e de documentarista (tão nossa essa melosa observação e introspeção) que se encontra em Ruínas. A ver, pelo cinema em português. / Óscar Amado

Fonte: LeCool