Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

9ª sessão da Poesia no Museu da Música

Agradecemos a divulgação da  9ª sessão da Poesia no Museu da Música que terá lugar na próxima quarta, 13 de Março, pelas 19h. Desta vez, o autor escolhido é Blaise Cendrars. A condução ficará a cargo de Marina Guiomar.


Blaise Cendrars: o preço de um microscópio por Marina Guiomar

Leitura de poemas por Carlo Arrigoni, Frederico Tuan, Joana Meirim, João Figueiredo e Sebastião Belfort Cerqueira 

O Museu da Música fica situado na Estação de Metropolitano do Alto dos Moinhos (linha azul).

Reservas e mais informações: 21 771 09 90

A entrada é livre.


De 15 em 15 dias, às quartas, entre 31 de Outubro de 2012 e 24 de Abril de 2013, há Poesia no Museu da Música, com conferências sobre autores e leitura de poemas. 

 


 

Restante Programa do ciclo Poesia no Museu:

 

BOB DYLAN

A poesia de Bob Dylan por Telmo Rodrigues -27/03, 19h

 

EUGENIO MONTALE

Montale e a verdura por Carlo Arrigoni – 10/04, 19h

 

MÁRIO CESARINY

História de Cão e outros poemas por Sebastião Belfort Cerqueira – 24/04, 19h

 

Últimos dias do RISO - Museu da Eletricidade aberto até às 24 horas dias 15, 16 e 17

O "Riso por quem o faz", o ciclo de conversas incluído na programação do "Riso: uma exposição a sério" e que desde janeiro tem animado as tardes de sábado no Museu da Eletricidade, vai encerrar no próximo dia 16, às 17 horas com um programa de luxo.  Para falar sobre o riso, a  Fundação EDP e as Produções Fictícias convidaram o psiquiatra José Luís Pio Abreu, o jornalista e escritor Rui Cardoso Martins e os comissários da exposição Nuno Crespo e Nuno Artur Silva, para uma conversa imperdível moderada por Anabela Mota Ribeiro.

Esta conversa pode e deve ser assistida na Sala dos Geradores, do Museu da Eletricidade, onde será também exibido o documentário "O que nos faz rir — O Humor no País do Fado", produzido pela RTP e ao lançamento do Prontuário do Riso, editado pela Tinta da China, também integrado no programa da exposição Riso. A entrada é livre mas sujeita à lotação da sala.

Organizado pela Fundação EDP e Produções Fictícias, este ciclo dedicado ao humor nas suas mais variadas formas, tem trazido todas as semanas ao Museu da Eletricidade personalidades como Herman José, Nicolau Breyner, Bruno Nogueira, Nuno Markl, Ana Bola, Eduardo Madeira, Salvador Martinha, Mário Zambujal, Maria Helena Sacadura Cabral, Jel, Miguel Guilherme, entre muitos outros.

O "Riso: uma exposição a sério" já foi visitada por quase 45 mil pessoas e devido ao grande afluxo que se tem registado nas última semanas foi decidido alargar o horário de visitas das 10h00 até às 24h00 durante todo o fim de semana, entre os dias 15, 16 e 17.

3ª Sessão do Ciclo de Debates Mural Sonoro no Museu da Música

Viver a Música a partir da 'periferia'

Intervenientes: António Avelar Pinho (Filarmónica Fraude, Banda do Casaco), Marta Miranda (OqueStrada), Chullage
Mediadora: Soraia Simões

Viver a Música a partir da 'periferia' é a terceira sessão de um ciclo de conferências, exposições e apresentação de recolhas musicais e etnográficas que o Museu da Música acolherá ao longo de 2013, iniciativa dinamizada pelo Mural Sonoro
projecto da investigadora Soraia Simões.

David Philips - Apresentação do novo álbum "December Wine" | Palmela - 5 de abril

“December Wine”

David Philips apresenta o álbum “December Wine” no Cineteatro S. João, em Palmela, no dia 5 de abril, às 21h30. Gravado no final de 2012 e lançado em fevereiro deste ano, “December Wine (Four Track Tapes)” é o terceiro trabalho do músico inglês e adiciona ao seu estilo, marcadamente blues, sonoridades folk e experimentais, sempre num registo intimista e de grande classe.

A música de David Philips é comparada a nomes como Jack Johnson, Ryan Adams ou Ray LaMontagne, e a sua voz, a Eric Clapton. Além de multi-instrumentista, Philips escreve, grava, produz e mistura os seus próprios álbuns. O músico nasceu em Nottingham, mas mudou-se para Barcelona, em Espanha, aos 24 anos para prosseguir uma carreira como guitarrista de Jazz. Os seus dotes musicais levaram-no a trabalhar com lendas do Jazz/Blues/Soul como Brian Jackson, George Braith e Charlie Wood. O seu álbum de estreia, intitulado “Heal Yourself Alone”, foi escolhido como álbum da semana pela BBC Radio London duas semanas depois de ter sido lançado. Em 2011, assinou pela Black & Tan Records e lançou o seu segundo trabalho, “The Rooftop Recordings”.

A data em Palmela, organizada pela Luckyman/Pedro Galhoz, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela, integra a digressão europeia de promoção de “December Wine (Four Track Tapes)”. Carl Mendes, músico de Alcácer do Sal que se move, também, na área folk, abre o espetáculo, às 21h30. Os bilhetes custam oito euros e podem ser adquiridos ou reservados através do telefone 212 336 630 ou em www.bilheteiraonline.pt.

 

 

Nota:

Cineteatro S. João, Palmela

Bilheteira: 212336630/ dac@cm-palmela.pt

Horário de atendimento: dias úteis – 9h00/12h00 e 13h30/16h00

Abertura da bilheteira uma hora e meia antes dos espetáculos

As reservas deverão ser levantadas até 48 horas antes do evento.

 

 

          

É o dia D – Dia Deolinda na Antena 3

Segunda-feira - dia 18 de março


 

Na próxima segunda-feira, dia 18,  os Deolinda tomam conta da Antena 3. Entre as 8 da manhã e as 7 da tarde, e no dia em que a banda lança o terceiro e novíssimo álbum “Mundo Pequenino”, a emissão está por conta deles.

Comecemos pelo fim. Depois das 6 da tarde, um showcase exclusivo a partir do Museu RTP, transmitido em direto (com vídeo online), para apresentar ao vivo 5 dos temas que compõem o novo disco.

O despertar acontece nas Manhãs da 3 com Ana Bacalhau, Pedro da Silva Martins, Luis José Martins e Zé Pedro Leitão a interagir com Diogo Beja e seus pares, o que promete uma Linha ainda mais Avançada, com o Benfica em alta, porque a Deolinda gosta muito do vermelho, e o Luis Franco Bastos a fazer das dele, entre muitas outras coisas.

Mas este dia D terá também conteúdos radiofónicos com a chancela do grupo, apresentados pelos próprios, uma estreia a não perder, muitos ouvintes no ar, discos para oferecer e as canções de Mundo Pequenino para conhecer em primeira mão.

Deolinda a toda a hora na Antena 3. Com a Mónica Mendes e Luis Oliveira. Um dia D que não passa sem, a partir das 4 da tarde, se proceder à troca de Ana Galvão por Ana Bacalhau, e seus “assistentes, numa hora que promete ficar para a história. E correr mundo. Pequenino, como este dos Deolinda.  

A primeira vez é sempre na 3. (E com a Deolinda, a segunda  e a terceira também!)
 


“O CERCO DE LENINEGRADO”

Integrado nas comemorações do Dia Mundial do teatro

 

“O CERCO DE LENINEGRADO”

Dia 30 de Março (sábado) às 21h30 e 31 de Março (domingo) às 16h

| Fórum Municipal Luísa Todi Setúbal


Este espectáculo é uma criação baseada no olhar, na acção e nas memórias de duas mulheres que vivem encerradas num velho teatro, lutando e nunca se rendendo, contra a sua demolição anunciada. “Teatro” como metáfora para tudo o que se desmorona e que tem o fim anunciado por imposições tecnocratas e economicistas.


 

M/12

 

 

Sobre a Encenação

Na intencionalidade da envolvência da partilha e da aproximação de todos nós aos tempos perigosos e difíceis que atravessamos, em que se desmorona o estado social e tentam apagar as memórias e desfazer os sonhos e as utopias, o Teatro Estúdio Fontenova apelou à comunidade em geral a participar no processo criativo de um espectáculo.

Essa participação consistiu na angariação e cedência de um objecto (ele mesmo memória ou símbolo de uma memória), que foi o ponto de partida para o ambiente cénico do espectáculo.

Será uma criação baseada nas memórias de todos nós, através do olhar destas mulheres face às injustiças, não permitindo que derrubem os nossos sonhos, utopias e as nossas memórias. Explorando em cena abordagens criativas, reveladoras e poéticas.

José Maria Dias

 

Lista de Entidades e Pessoas Individuais na cedência de memórias. Objectos esses que fazem parte integrante da cenografia do espectáculo.

Câmara Municipal de Setúbal | Junta de Freguesia de Gambia Pontes e Alto da Guerra

Junta de Freguesia de S. Julião | INATEL | Escola Secundária Sebastião da Gama | Academia Luísa Todi | Coral Luísa Todi | Experimentáculo | ARTISET | Capricho Setubalense | Teatro Espelho Mágico | Teatro Animação de Setúbal | Teatro O Bando |Outubrus Bar | Jornal Diário da Região | Jornal O SUL | Setúbal na Rede | Viva Setúbal | António Galrrinho | Fernando Guerreiro |Luísa Antunes e Fernando Carvalho | José Manuel Cadimas e Fátima Cadimas

 

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA:

Texto: José Sanchis Sinisterra | Encenação, Dramaturgia e Desenho de Luz: José Maria Dias | Interpretação: Graziela Dias e Sara Costa | Banda Sonora: Hugo Moreira | Design Gráfico: Maria Ramos | Fotografia: Pedro Soares | Direcção de Produção: Graziela Dias | Montagem e Assistência Técnica: Júlio Mendão | Fotos: Pedro Soares

 

65ª Produção | Teatro Estúdio Fontenova / 2012

Companhia Subsidiada | Câmara Municipal de Setúbal

Apoios | O Setubalense; Semmais Jornal; Diário da Região; O Sul; Setúbal na Rede; Viva Setúbal; Rádio Azul; Setúbal TV.

Agradecimentos: A todos os apoiantes com as suas memórias para este projecto.

Manuel Ernesto e Samuel Simão.


Palavras de Manuel António Pina no Cine-Teatro de Estarreja

Nos próximos dias 17 e 18 de março, o Teatro Bruto apresenta “O que vai na cabeça do menino Manuel” no Cine-Teatro de Estarreja. Um espetáculo para escolas e famílias, que mantém viva a obra e personalidade de Manuel António Pina.

DOM 17 MAR 16H00 | SEG 18 MAR 10H30 [ESCOLAS]
O que vai na cabeça do menino Manuel (Teatro Bruto)

Manuel António Pina autoria e seleção dos textos
Rui Lima e Pedro Mendonça 
interpretação
Ana Luena encenação
Rui Monteiro 
desenho de luz
[PROJETO EDUCATIVO] 3€ | 1,5€ para escolas

Um ator e um músico têm a missão de apesentar um recital de poesia, mas acabam por entrar num universo secreto e onírico de brincadeira e aprendizagem, palavras e números. Esta apresentação da peça O que vai na cabeça do menino Manuel deixa perceber a tradição non-sense que Manuel António Pina imprimia nos seus textos dedicados ao público infanto-juvenil. É precisamente a partir do universo poético de Manuel António Pina, escritor e jornalista português, que este espetáculo se constrói.

Cinco meses após a sua morte, O que vai na cabeça do menino Manuel chega ao Cine-Teatro de Estarreja em jeito de homenagem a este “poeta maior, um dos maiores da nossa língua”, tal como classificou o ex-secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, por altura do falecimento do Prémio Camões.

Com encenação a cargo de Ana Luena, do Teatro Bruto, e interpretação entregue ao músico Rui Lima e ao ator Pedro Mendonça, O que vai na cabeça do menino Manuel é um espetáculo musical com base na obra de Manuel António Pina (os poemas trabalhados foram selecionados pelo próprio autor), destinado a alunos do pré-escolar e 1º ciclo, mas também a famílias.

Esta peça insere-se no Projeto Educativo do Cine-Teatro de Estarreja e está em cena este domingo, dia 17 de março, às 16 horas, numa sessão para famílias, e na segunda-feira, dia 18 de março, às 10h30, numa sessão específica para escolas. Os bilhetes podem ser adquiridos na Bilheteira do CTE ou através do site da Bilheteira Online e lojas aderentes.

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__

Ana Fatia - A única designer portuguesa convidada a integrar Milano Design Week angaria apoios para o transporte da sua peça no dia 15 de Março

 

Ana Fatia é designer industrial e a única portuguesa a ser convidada a participar na Temporary Museum for New Design – freeDom, na Milano Design Week, que se realiza entre 8 e 14 de Abril.

Para concretizar este objetivo a designer precisa de apoios para o transporte das suas criações, que ronda os 3 mil euros, os quais não consegue suportar.

Amanhã tem início uma acção de Crowd Funding: (nos dias 15 e 16  entre as 15 e as 20h), com o apoio da loja Akira (Calçada do Combro, nº8, Bairro Alto), onde é possível conhecer a designer, as suas criações, e fazer um donativo.

O projeto é 100% português e, para o levar até Milão, Ana Fatia está ativamente empenhada na angariação de fundos (ver Press Release em anexo).

A nossa forma de ajudar é fazer chegar até si esta história.

Ajude também a Ana Fatia a chegar à Milano Design Week, divulgando este talento e este objetivo!

 

+ Info

Link's:

 

Visualização do trabalho a Expor: http://www.anafatia.com/

Catalogo On-line: http://issuu.com/anafatia/docs/mmau-milano2012

Video Promo: http://vimeo.com/49506831

 AKIRA -

 

Contactos Ana Fatia

info@anafatia.com

Seminário Tecnologias Criativas em Águeda!

 

De 11 a 16 de Março, a d'Orfeu promove o Seminário “Tecnologias Criativas”, uma iniciativa para todas as idades. As escolas e as famílias são convidadas a visitar o Espaço d’Orfeu para conhecer, experimentar e interagir com instalações por toda a casa. A tecnologia vista de forma artística e divertida, para as escolas por marcação (durante a semana 11 a 15 Março) e para todo o público, com entrada livre (no sábado 16 Março). Experiências a não perder!

Retomando uma sequência de seminários temáticos, desde 1996, a d'Orfeu aposta este ano na aproximação às Tecnologias Criativas, tema actual que realça a importância da conjugação entre as Artes e a Ciência, desenvolvendo no Espaço d'Orfeu uma série de actividades que promovem o que está a ser desenvolvido ao nível das novas ferramentas tecnológicas e a sua aplicação na dinâmica criativa. O Seminário divide-se em dois momentos: o primeiro durante a semana, com as Visitas Pedagógicas das escolas à sede da associação, e o segundo no sábado, das 14h às 18h, com o convite dirigido ao público em geral para participar na d'Orfeu Aberta.

Num mundo em que as crianças nascem com dedos “digitais”, a dinamização deste encontro revela-se crucial. Assim, as Visitas Pedagógicas dos alunos do 1º ciclo e os jardins de Infância ganham particular relevância neste Seminário, onde conhecerão o Espaço d'Orfeu de forma lúdica e didáctica. As visitas estão programadas para durante a semana, de 11 a 15 de Março, das 14h às 18h, por inscrição prévia das turmas e escolas interessadas.

No sábado 16 de Março, a partir das 14h e com entrada livre, a d'Orfeu Aberta lança o convite a toda a comunidade para descobrir as diversas instalações experimentais e interactivas. A partir das 16h, o Debate será o momento forte do seminário, reunindo artistas e engenheiros com vasta experiência na complementaridade entre as novas tecnologias e a criação artística, nomeadamente: João Martins (artista e sonoplasta de diversos projectos como o Visões Úteis do Porto, que demonstrará, através de exemplos do seu próprio trabalho, a necessidade de romper as fronteiras entre os artistas e os cientistas), Jorge Pinto (engenheiro e empresário que apresentará os avanços do seu projecto mais ousado, a impressora 3D), André Gomes (engenheiro, que demonstrará como o “TheremUS”, objecto musical que reage à sensibilidade visual, pode ser um instrumento cheio de estímulo), Ricardo Lameiro (músico com pesquisas constantes sobre o Puredata, software que permite criar novas composições musicais) e Rui Isidro (dinamizador de diversos workshops sobre o software Arduino, que apresentará o novo projecto “Águeda Living Lab”, actualmente a funcionar no Fórum da Juventude, uma iniciativa da Câmara Municipal de Águeda).

Na mesma tarde de sábado, das 14h às 16h, decorrerá um ateliê de construção de instrumentos com o d'Formador João Pratas, no qual as crianças dos 6 aos 13 anos construirão um Didley Bow, recorrendo a materiais naturais (canas, madeira, pedras) e outros reutilizados (caixas, latas, frascos). O ateliê requer inscrição prévia e verá os instrumentos construídos integrar as instalações patentes no espaço, sendo igualmente experimentado com as ferramentas tecnológicas, modificando o seu som através de diversos efeitos sonoros. Uma maneira divertida de estimular a expressão musical nos mais novos e levá-los à descoberta dos materiais e dos sons.

As inscrições para as Visitas Pedagógicas e para o Ateliê de Construção de Instrumentos poderão ser feitas através do e-mail dformacao@dorfeu.pt, pelos telefones 234 603 164 / 934 623 775 ou presencialmente na d’Orfeu no horário habitual de atendimento 9h30-12h30 e 14h00-18h30. Mais informações sobre o Seminário, encontram-se disponíveis no sítio http://www.dorfeu.pt/seminario2013.



http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC

O rugir da família Lannister no Syfy

Os Lannister são uma poderosa família que controla as riquezas da coroa. Mas a ambição desta família é inigualável e já provaram que não olham a meios para atingir os fins. A disputa desenfreada volta a invadir o Syfy em Abril.



 

O rugido dos Lannister permanece em Westeros, ou não fosse esta uma das famílias mais emblemáticas e poderosas do reino. Mas a recente proximidade da casa a King’s Landing não lhes chega e os Lannister querem mais. Do que serão capazes em troca do Trono de Ferro? Não perca os desenvolvimentos desta trama na terceira temporada de A Guerra dos Tronos, a partir de  8 de abril, às 22h15, no Syfy.

 

Os Lannister são uma casa de influência nas terras ocidentais e por todo o reino de Westeros. Residentes do castelo Casterly Rock, os membros desta família são conhecidos pela sua riqueza e boa aparência (louros de pele clara), à exceção de Tyrion Lannister (Peter Dinklage), um anão desprezado e renegado em virtude da sua aparência. O domínio de Casterly Rock sempre pertenceu a esta ambiciosa família, até ao dia em que as terras foram conquistadas pelos Targaryen, que daí em diante os mantiveram apenas como lordes feudais. Na transição para esta terceira temporada, permanece a dúvida: conseguirá Tyrion Lannister conter a ambição da irmã, Cersei Lannister (Lena Headey)?  

 

O lema desta família é “oiçam o nosso rugido”, mas é frequente ouvir-se um Lannister dizer que paga sempre as suas dívidas. A família faz-se representar também por um brasão com um leão rugindo. 

 

 

 

Saiba o que é ambição desmesurada na nova temporada de A Guerra dos Tronos, no Syfy. 

 

 

 

A Guerra dos Tronos – Terceira Temporada

 

A Guerra dos Tronos (Game of Thrones). EUA, 2011

 

Int: Lena Headey, Jack Gleeson, Peter Dinklage, Michelle Fairley, Emilia Clarke

 

Estreia: Segunda-feira, dia 08 de Abril, 22h15

 

Imagens desta série em: http://s666.beta.photobucket.com/user/lewispt/library/


VERMELHO BRASIL

Domingo, às 22H00, na RTP1

A ação de Vermelho Brasil decorre em 1564, recorda a invasão do Brasil pelos franceses, mas estabelecer  uma colónia no território do Império português só derrubando o português João da Silva (Joaquim de Almeida).

Joaquim de Almeida é uma dos protagonistas, numa série épica, de guerras religiosas, crenças e poder sobre as origens do pensamento Imperialista.

Vermelho Brasil retrata um dos episódios mais marcantes da história de Portugal: a tentativa, sem sucesso, da Coroa Francesa conquistar o Brasil aos portugueses, no século XVI. E constitui uma das maiores, melhores e mais ambiciosas produções a nível mundial.

Uma coprodução França/Brasil/Portugal com a participação da France2, TV Globo e RTP.

No próximo episódio:
Just evita uma tentativa de rebelião na colónia e ganha novamente a confiança de Villegagnon. Padre Thévet regressa a França com um pedido de reforços. Um ano depois, navios franceses aparecem no horizonte trazendo colonos calvinistas, mas não os soldados pedidos pelo almirante. Entretanto, Colombe adapta-se ao modo de vida da tribo índia que a acolheu.

Vermelho Brasil, domingo, às 22h00, na RTP1.

Concerto de Encerramento do 6º Estágio de Banda dos “Loureiros”

Cineteatro S. João recebe


 

No dia 23 de março, às 21h30, o Cineteatro S. João, em Palmela, é palco do Concerto de Encerramento do 6º Estágio de Banda, promovido pela Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”.

Inserido no âmbito do programa “Março a Partir” – mês da Juventude no concelho de Palmela, este concerto assinala o culminar do trabalho desenvolvido durante o estágio, que decorrerá entre 19 e 23 de março, sob orientação do Maestro Yibin Seow, de Singapura (vencedor do 6º concurso internacional de direção de orquestras de sopro, na Suíça, e do concurso "Con Brio", de direção de orquestra de sopros, na Áustria, em 2010) e do Maestro da banda da Sociedade, Pedro Ferreira.

O Estágio conta, também, com os workshops Brass Ensemble, coordenado pelo Prof. Reinaldo Guerreiro (Academia Superior de Orquestra Escola Metropolitana de Lisboa) e de Percussão, com o Prof. Marco Fernandes (Academia Superior de Orquestra Escola Metropolitana de Lisboa).

Frank Bridge, Eric Whitacre, Samuel Adler, Yasuhide Ito, Jacod de Haan, Lino Guerreiro e Derek Bourgeois são alguns dos compositores cuja obra estará representada no repertório a trabalhar.

Os bilhetes têm o preço simbólico de três euros. Mais informações através do email estagiobandapalmela@gmail.com.