Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

SOCIEDADE CIVIL

De 2ª a 6ª feira às 14h00, na RTP2



No Sociedade Civil, Eduarda Maio modera as participações dos vários parceiros em cada emissão. Os temas dedicados a melhorar a nossa vida através dos testemunhos de cidadãos com uma larga experiência na resolução de problemas, pessoas de várias organizações mobilizadas para as soluções nas mais diversas áreas. Sempre de 2ª a 6ª feira às 14h00, na RTP2.

Segunda-feira, 15 abril
Diversidade Cultural


Dados do Instituto Nacional de Estatística revelam que a maior parte dos imigrantes em Portugal são naturais do Brasil, Ucrânia e Cabo Verde. E é na região da grande Lisboa que se concentra mais de metade da população estrangeira. Por onde se fixam trazem inovação cultural e social e contribuem para criar novas oportunidades empresariais. As línguas que aprendemos, a música que ouvimos, as fusões gastronómicas que experimentamos são fruto destas influências. Como é o Portugal dos imigrantes? Que mudanças trouxeram para o país? Que dificuldades ainda sentem? E que apoios existem?


Terça-feira, 16 abril
Tiroide: afeta 1 milhão de portugueses(as)


Cerca de 10% da população portuguesa tem uma doença associada à tiroide. Muitos desconhecem que um diagnóstico precoce aumenta a taxa de sucesso de cura, por isso é importante alertar para a necessidade de manter uma vigilância médica regular. O aumento de stress, a exposição a níveis de poluição elevados, o tabagismo e as infeções virais estão entre as causas prováveis. Como é feito o diagnóstico? Em que idades são mais comuns as perturbações da tiroide? Que consequências têm? Neste Sociedade Civil reunimos os melhores especialistas entre os parceiros do programa para esclarecerem todas as dúvidas sobre um problema que afeta cerca de um milhão de portugueses(as).


Quarta-feira, 17 abril
Conflitos parentais


Os tribunais demoram, em média, 11 meses para resolver conflitos parentais, de acordo com um estudo da Associação Portuguesa para a Igualdade Parental e Direitos dos Filhos. Mas os conflitos parentais também crescem entre casais não divorciados, um reflexo em muitos casos justificado pela crise. Independentemente das razões, as crianças são sempre as mais afetadas. A que sinais devem pais e educadores estar atentos? Quando é que os conflitos parentais passam também para os filhos? Como resolver discórdias sem afetar os mais novos? É possível ultrapassar estes conflitos sem ir à barra do tribunal?

Quinta-feira, 18 abril
Ensino técnico-profissional


As ofertas ao nível do ensino profissional não são suficientes e as ofertas não estão ajustadas à procura, como fez saber o ministro Nuno Crato. Numa altura em que o mercado de trabalho não tem lugar para tantos licenciados e em que há muitas áreas sem mão de obra especializada, o ensino técnico-profissional pode ser uma excelente opção para a entrada no mercado de trabalho. Quem opta por este ensino? De que forma a formação se conjuga com a experiência laboral? Que parcerias existem entre escolas e empresas? Que áreas são mais procuradas e quais proporcionam mais colocação no mercado de trabalho?

Sexta-feira, 19 abril
Redes sociais para maiores de 50


Uma investigação do Instituto do Envelhecimento quer perceber como a população com mais de 50 anos beneficia do uso das redes sociais. Se daqui a uns anos as faixas etárias acima dos 50 terão total domínio das novas ferramentas on-line, atualmente a maioria destes utilizadores estão ainda a dar os primeiros passos nas múltiplas redes sociais existentes. Mas será que estas redes foram pensadas só para jovens? De que forma podem contribuir para evitar o isolamento das pessoas em idade de reforma? E será que estas pessoas sabem proteger-se na web?
 
Apresentação de Eduarda Maio
Produção: Companhia de Ideias
 

Diabolando apresentam o EP “Aqui Ninguém Chora” na Lourinhã



No próximo dia 27 de Abril, os Diabolando, banda da Praia da Areia Branca, irão apresentar a sua primeira EP – “Aqui Ninguém Chora” no Auditório Maestro Manuel Maria Baltazar.

Os Diabolando, uma formação com quatro anos de idade, é composta por Paulo ‘Meirelles’ Martins (voz e guitarra), Miguel Carvalho (guitarra e voz), Rui Pedro Martins (percussão e bateria), Rita Sousa (voz), Simão Cardoso (baixo), Diogo Picão (sax tenor), Yuri Antunes (trombone) e João Carvalho (management). Esta banda que se apresenta em quinteto, sexteto ou septeto, com raízes folclóricas e populares, vai buscar ao blues, ao folk, ao rock, ao funk, à bossa nova, ao jazz, ao fado e a tudo aquilo que soa bem, a sua inspiração e matriz.

 ‘Chorar’, primeiro single do primeiro EP, tema escolhido para o primeiro videoclip oficial, é um dos temas preferidos da banda, versando acerca da utilidade do choro sorrido, como veículo de expulsão dos males de uma sociedade paranóica e, por isso mesmo, em crise. “Mas se eu me sinto bem aqui, é aqui que eu vou ficar”, primeiro verso do refrão do segundo tema escolhido para este disco, de seu nome ‘Aqui’, parece querer adivinhar recentes palavras de incentivo à emigração tendo, ainda assim, sido escrito algumas semanas antes de tal mote republicano. Como terceira e última escolha neste primeiro registo fonográfico, ‘Ninguém’ remete para um certo amor a si próprio, único espaço de encontro com um certo calor, sempre tão desejado por todos nós.

Com razões ou não para ‘Chorar’, estando ou não bem ‘Aqui’, ‘Ninguém’ é a resposta.

Aqui Ninguém Chora’, surge então como uma catarse emocional, reactiva a tudo o que ingerimos sem querer. E é este o nome escolhido para o primeiro disco desta banda portuguesa de Pop Intervencionista.

Ao vivo, Diabolando oferece - a quem quiser ouvir - um espectáculo em carne viva, onde a razão de ser dos textos cantados se mistura com a necessidade de os dizer.

Espera-se um concerto cheio de energia que só será possível realizar devido ao apoio da Câmara Municipal da Lourinhã, da Ripar Surf School, do Sports Bar, da Papelaria ABC, d’O Açude, da Hartcasa, do Lemon Tree Hostel, do Jornal Alvorada e da Rádio Clube da Lourinhã. As entradas terão o preço de €5,00 por pessoa e o concerto terá inicio às 21:30.

Abril intenso com criações d’Orfeu em digressão nacional!

 

O espectáculo "Mal-Empregados", que subirá ao palco em Aguada de Cima a 27 de Abril próximo, é a criação d’Orfeu que mais tem rodado ultimamente pelo país, tendo já passado por Sintra (Festival Periferias), Penela (ciclo Cena Aberta) e será ainda apresentada proximamente em Lousada (Festival Folia, a 29 Abril). Também “Contracorrente” e “Muito Riso, Muito Siso” engrossam a agenda da digressão nacional das criações d’Orfeu, passando por Almada, Grândola, Tavira e Porto.

O espectáculo “Mal-Empregados” tem apresentação marcada para 27 de Abril, pelas 22h00, no âmbito da iniciativa "Palco Aberto" do Centro de Formação Artística da LAAC, em Aguada de Cima (Águeda). É um espectáculo pseudo-sério, pseudo-cómico, absurdo qb e tendencialmente minimal, destacando-se pela originalidade da musicomédia de dois especialistas em polivalência, Luís Fernandes e Ricardo Falcão.

Também “Contracorrente”, o projecto de músicas de intervenção do mundo pela voz de Sara Vidal, tem já 3 concertos programados para este mês: em Almada (19 de Abril, no Festival Cantar Abril), em Grândola (24 Abril) e Tavira (25 de Abril). Por sua vez, o solo de Luís Fernandes “Muito Riso, Muito Siso”, que já foi apresentado a 6 de Abril no Porto, vai voltar à Invicta a 22 Abril, para um espectáculo na Semana Cultural da Escola Superior de Educação.

O mês de Maio assinalará a estreia de duas novas produções dirigidas ao público infantil: o músico-teatral “Mala Fanfarra” e ainda “Borbolino”, a adaptação às marionetas do livro homónimo de Odete Ferreira. Estas criações juntam-se a “Eram 7 os Medos do Pedros” que, entretanto, foi já apresentado em Gondifelos (Vila Nova de Famalicão) no final de Março.

Toda a agenda e informação sobre a actividade criativa da Associação encontra-se disponível no sítio http://www.dorfeu.pt/criacao e nas agendas de cada uma das criações. Para a d‘Orfeu, em Abril quilómetros mil.

Na publicação das fotos, é obrigatória a menção dos respectivos créditos.

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC

COM QUE VOZ

Domingo, às 20h15, na RTP2



Um documentário sobre o compositor Alain Oulman, realizado pelo filho, Nicholas Oulman. É uma bela obra sobre a vida fascinante do compositor que foi tão importante na obra de Amália.

É um documentário sobre o fado e sobre Amália e ainda um revelador documento sobre a vida portuguesa durante o Estado Novo.

“Com que voz” recebeu, em 2009, o grande prémio no Festival Internacional de Documentário de Lisboa.
 
Realização: Nicholas Oulman

5 NOITES, 5 FILMES

De segunda a sexta, às 22h00, na RTP2


 

O CINCO NOITES CINCO FILMES desta semana selecionou cinco filmes de ação, para ver de 2ª a 6ª feira por volta 22h00.

IMPULSO PARA MATAR (“Impulse”)

Lottie, uma agente da polícia de Los Angeles, executa regularmente missões sob disfarce de prostituta e drogada. Apesar de ser uma mulher bela, sedutora e corajosa, Lottie, sente-se farta da rotina e da solidão da sua vida. Há muito que anda com vontade de tomar uma atitude radical e consumar um impulso digno da vida incerta das personagens que assume nas suas investigações criminais. Um dia, num bar, envolve-se com um homem que mais tarde aparece morto. Lottie ilude pistas do assassínio com receio de ser implicada no homicídio, sem saber que a vítima era a testemunha de um crime que ela devia localizar. Lottie acaba por se colocar numa posição muito delicada e de consequências imprevisíveis.  

Produção: Albert S. Ruddy e Andre Morgan Realização: Sondra Locke.
E.U.A., 104 min, 1989.
Com: Theresa Russell, Jeff Fahey, George Dzundza, Alan Rosenberg, Nicholas mele, Eli Danker, Charles McCaughan.  



FRENÉTICO (“Frantic”)  

Harrison Ford, neste filme, é um médico cuja esposa (Betty Buckley) desaparece de repente em Paris. Para a encontrar, terá de descer ao submundo parisiense e lidar com polícias acomodados e burocratas.
A sua única pista poderá ser Michelle (Emmanuelle Seigner) uma jovem provocante e misteriosa, que parece saber mais do que aquilo que conta.  

Produção: Tim Hampton, Thom Mount Realização: Roman Polanski
EUA / FRANÇA, 112min, 1988.
Com: Harrison Ford, Betty Buckley, Emmanuelle Seigner, Djiby Soumare, Dominique Virton, Gérard Klein, Stéphane D´Audeville, Laurent Spielvogel, Alain Doutey, Jacques Ciron.



NÃO HÁ PESCOÇO QUE AGUENTE (“Innocent Blood”)  

Marie (Anne Parrillaud) é uma vampira que se alimenta apenas do sangue de criminosos e homens maus, na cidade de Pittsburgh. Mas ao morder o pescoço do chefe da máfia local Sal Macelli (Robert Loggia), algo sai errado e o bandido, torna-se um poderoso vampiro que, se não for detido por Marie e o seu namorado - um policial disfarçado (Anthony LaPaglia) - formará uma família de vampiros da máfia.  

Produção: Lee Rich, Leslie Belzberg Realização: John Landis
E.U.A., 112min., 1992
Com:Anne Parillaud, Robert Loggia, Anthony La Paglia, Don Rickles, Chazz Palminteri      



VIÚVA, MAS NÃO MUITO (“Married to the Mob”)  

Angela DeMarco já não aguenta o seu estilo de vida. Frank, o seu marido infiel, é um gangster que sustenta a família com dinheiro ganho pouco honestamente. Quando o padrinho da Máfia, Tony "O Tigre" Russo o mata, Ângela fica livre para finalmente dar novo rumo à sua vida, até ao dia em que o próprio Tony decide conquistar a viúva chorosa!
Ângela planeia a sua fuga e recomeçar uma nova vida em Manhattan, onde rapidamente encontra um novo emprego e um novo namorado.
Mas não é assim tão fácil dizer adeus à principal família do crime organizado! Tony não se cansa de a perseguir e continua determinado em fazer dela sua amante.  

Realização: Jonathan Demme
E.U.A., 100 min, 1988
Com: Michelle Pfeiffer, Matthew Modine, Dean Stockwell, Alec Baldwin e Mercedes Ruelh    



SELVAGEM E PERIGOSA (“Something Wild”)  

A Rotineira vida do executivo Charles Driggs muda subitamente quando conhece Lulu, uma mulher sexy e extrovertida que decide levá-lo numa viagem onde a antiga vida fica para trás.
Uma comédia romântica sem rédeas e uma viagem louca que não esquecerá tão cedo! Jeff Daniels, Melanie Griffith e Ray Liotta interpretam esta clássica comédia sobre a perda de identidade, a procura do amor... e o rapto de uma pessoa que sirva de par para a próxima reunião de ex-alunos de liceu!  

Realização: Jonathan Demme
E.U.A.,115 min, 1986
Com: Jeff Daniels, Melanie Griffith, Ray Liott