Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Três Dedos Abaixo do Joelho em cena no Cine-Teatro de Estarreja

No próximo dia 4 de maio o Cine-Teatro de Estarreja recebe o espetáculo Três Dedos Abaixo do Joelho, de Tiago Rodrigues, com Gonçalo Waddington e Isabel Abreu.


SAB 04 MAI 22H00
Três Dedos Abaixo do Joelho

Tiago Rodrigues pesquisa, colagem do texto e encenação
Isabel Abreu e Gonçalo Waddington 
interpretação
Tiago Guedes/Take it Easy 
vídeo
André Calado 
desenho de luz e direção técnica
Magda Bizarro e Tiago Rodrigues 
cenário e figurinos
Joana Frazão 
pesquisa e apoio dramatúrgico
Mundo Perfeito 
produção
Espetáculo programado no âmbito da rede RUCI
[TEATRO] 5€
20% desconto com
CARTÃO AMIGO

Melhor Espetáculo de 2012 no Prémio Autores, promovido pela Sociedade Portuguesa de Autores, e nomeado para os Globos de Ouro nas categorias de Melhor Espetáculo e Melhor Atriz, Três Dedos Abaixo do Joelho regressa com alguma ironia aos tempos da censura exercida sobre o teatro, no período do Estado Novo.

Tiago Rodrigues encontrou no arquivo da Torre do Lombo, o material perfeito para esta peça. Através dos relatórios escritos pelos censores do Secretariado Nacional de Informações, onde explicam os cortes ou proibições de textos e cenários, o encenador montou uma peça transformando os censores em dramaturgos e usando os próprios textos dos seus relatórios.

Isabel Abreu
e Gonçalo Waddington interpretam esta máquina de censurar poética e absurda, cujo título se baseia na medida das saias que as atrizes podiam usar em palco. Um pedaço de história que ajuda a redescobrir a essência do teatro e o papel que desempenha na sociedade.

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__

LandArt Cascais: Obras inéditas despertam um mundo de novas sensações a descobrir na Quinta do Pisão



Está aberta a LandArt Cascais, festival de arte na paisagem. A iniciativa arrancou no último sábado, 20 de abril, e contou com a presença de José Pedro Croft, Orlando Franco e André Banha. Miguel Ângelo Rocha, o 4.º artista convidado, não pôde estar presente, mas, tal como os outros artistas, concebeu instalações inéditas, pensadas especialmente para o espaço da Quinta do Pisão, no Parque Natural de Sintra-Cascais. A LandArt é uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Cascais, juntamente com a Fundação D. Luís I.

 

O arranque da LandArt Cascais 2013 foi marcado por uma visita guiada com os artistas, que explicaram aos visitantes que elementos naturais da Quinta são explorados e que sensações as suas obras procuram despertar. O dia foi ainda assinalado pelo primeiro concerto “Jazz na Quinta”, onde atuaram Carlos Barreto e Paula Oliveira.

 

“Quanto maior conhecimento as pessoas tiverem deste património natural, mais irão protegê-lo. Assim, a LandArt foi uma das iniciativas que criámos com o objetivo de trazer as pessoas para a Quinta do Pisão para que a vivam, desfrutem do espaço e o defendam”, salientou o presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, acrescentando que também “é de realçar o facto de os visitantes terem acesso livre a obras de arte de grande qualidade, criadas por grandes nomes do panorama artístico nacional”.

 

A LandArt Cascais pode ser visitada todos os dias, até 7 de julho. Os fins-de-semana contam com uma programação especial, que inclui os concertos “Jazz na Quinta”, as visitas guiadas à Quinta do Pisão - de onde se destacam as “Noites de Lua Cheia” - e os workshops “Desenho na Paisagem” e “Fotografia Lomográfica” (todos sujeitos a inscrição até à quinta-feira que antecede cada um). O programa e as inscrições estão disponíveis em www.cm-cascais.pt.

 

Sobre as obras expostas na LandArt Cascais 2013

 

José Pedro Croft: a instalação “Sem Título” é uma escultura de caráter ambiental, que joga com a escala humana e as características da paisagem.

 

André Banha: “A Casa das Duas Portas #2” é uma escultura possível de habitar, transitar, usufruir, não só pelo olhar, mas por um completo contacto sensorial, uma obra que convida o espectador a entrar e a ocupar a escultura.

 

Miguel Ângelo Rocha: “Nós” é um conjunto de cinco instalações sugestivas de elementos naturais, como as ramagens de uma árvore; ao mesmo tempo incluem características abstratas, produzindo uma ambiguidade entre o natural e o artificial.

 

Orlando Franco: a obra “Untitled (competition)” é composta por duas intervenções, que instigam o observador à projeção de uma narrativa.

 

Mexa-se em Palmela | Maio



Ao longo do mês de maio, a Câmara Municipal de Palmela e os parceiros do programa “Mexa-se em Palmela” promovem um conjunto de atividades físicas gratuitas, ideais para todas as idades e em contacto estreito com o património natural do concelho.

         Este mês, destaque para as manhãs ativas “Juntos pela sua Saúde”, na Associação de Idosos de Palmela, a decorrer no âmbito do projeto “DiabESSaúde”, numa iniciativa conjunta do Município com Estagiários do 4º ano de Fisioterapia da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal. É de sublinhar, também, a “Cãominhada Solidária” em Quinta do Anjo, no dia 5, que pretende apoiar um grupo local de proteção dos animais.

         Informações através do telefone 21 233 66 36 ou do email desporto@cm-palmela.pt. Participe nas atividades. Não fique parado pela sua saúde.

 

 

Dias 2, 6, 7, 9, 13, 14, 16, 20, 21, 23, 27, 30  –  11h00 | Associação dos Idosos de Palmela

Manhãs Ativas - Juntos pela sua saúde

Inserida no Projeto "DiabESSaúde"

Tipo de atividades: Caminhada durante 30 minutos e diferentes exercícios com supervisão e orientação qualificada

Duração da atividade: 1h; Grau de dificuldade: Fácil/acessível a todos

Destinatários: População adulta inativa/sedentária com Diabetes Mellitus tipo II

Organização: Câmara Municipal de Palmela e Estagiários do 4.º ano de Fisioterapia da Escola Superior de Saúde/Instituto Politécnico de Setúbal

 

Dia 5 – 9h00 | Sobral de Quinta do Anjo (entrada Norte), Rua Gil Eanes, Quinta do Anjo

CÃOMINHADA SOLIDÁRIA

Nesta caminhada, teremos a oportunidade de caminhar com os nossos amigos de quatro patas e apoiar um grupo local de proteção dos animais.

Grau de Dificuldade II (I a V): Percurso curto com alguns declives

Distância: 6,5 Km; Duração: 3 h; Destinatários: População em geral (a partir dos 6 anos)

Requisitos para a participação:

- O cão tem de estar desparasitado, vacinado (apresentar boletim de vacinas no local) e ter identificação;

- Trela e coleira/peitoral;

- Água e um recipiente para beber;

- Sacos para a recolha de dejetos;

- Não é permitido levar cadelas com o cio ou cães com historial de violência face a outros animais e/ou pessoas;

- Permite-se a inscrição de pessoas que não levam nenhum cão mas que participam pelo prazer de caminhar.

Inscrição gratuita obrigatória até 3 de maio, às 16h - 212336690 | ccosta@cm-palmela.pt aneto@cm-palmela.pt. Aceita-se donativo em género (por exemplo, ração) destinado à AAQA-Ajuda Animal de Quinta do Anjo.

Organização: Câmara Municipal de Palmela

Apoio: AAQA-Ajuda Animal de Quinta do Anjo

 

Dia 8 – 9h30 | Largo José Maria dos Santos, Pinhal Novo

MANHÃS ATIVAS

Mini Caminhada e Mini Aula de Yoga

Duração da atividade: 1h

Destinatários: População sénior e/ou adultos inativos/sedentários

Organização: Câmara Municipal de Palmela e Centro de Yoga da Quinta do Anjo

 

Dia 8 – 11h30 | Centro do Yoga de Quinta do Anjo

YOGA PARA GESTANTES

Inscrição:  telf. 212 880 445

Organização: Centro do Yoga de Quinta do Anjo

 

Dia 9 – 9h30 | Circuito de Manutenção de Quinta do Anjo

MANHÃS ATIVAS

Mini Caminhada e Mini Aula de Yoga

Duração da atividade: 1h

Destinatários: População sénior e/ou adultos inativos/sedentários

Organização: Câmara Municipal de Palmela e Centro de Yoga da Quinta do Anjo

 

Dia 18 – 15h30 | Piscina Municipal de Palmela

HIDROFAMÍLIA - Aula Aberta de Hidroginástica

Duração: 1h

Destinatários: Maiores de 6 anos

Inscrição prévia obrigatória na Piscina Municipal de Palmela: 212 337 140

Organização: Câmara Municipal de Palmela e Palmela Desporto, E.M.

 

Dia 20 – 9h30 e 18h00 | Centro do Yoga de Quinta do Anjo

AULA DE YOGA

Inscrição: telf. 212 880 445

Organização: Centro do Yoga de Quinta do Anjo

 

Dia 26 – 9h00 horas

CAMINHADA DESPORTIVA “DA SERRA AO MAR”

Atividade integrada nas Comemorações do Dia Mundial do Ambiente

Tipo de percurso: Linear; Destinatários: População em geral (a partir dos 6 anos)

Grau de Dificuldade III (I a V) – Percurso médio com algum declive

Distância: 12 km; Duração: 3h30

A caminhada termina na Comenda. A organização não assegura o transporte de regresso a Palmela. Opcionalmente, a organização acompanhará os participantes interessados em continuar a pé até Setúbal.

A participação na caminhada implica a utilização de equipamento adequado à prática (calçado com rasto e apoio forte no calcanhar). Todos os pertences devem ser transportados numa pequena mochila.

Inscrição obrigatória, limitada a 100 participantes, até às 16h do dia 24 de abril - 21 233 66 36 ou desporto@cm-palmela.pt

Organização: Câmara Municipal de Palmela

 

Dia 28 – 9h30 | Largo São João (junto ao coreto), em Palmela

MANHÃS ATIVAS

Mini Caminhada e Mini Aula de Yoga

Duração da atividade: 1h

Destinatários: População sénior e/ou adultos inativos/sedentários

Organização: Câmara Municipal de Palmela e Centro de Yoga da Quinta do Anjo

"PERDIDAMENTE FLORBELA"

 

 

"Perdidamente Florbela": o retrato íntimo de Florbela Espanca. A história de uma mulher apaixonada e que apaixonou.

 
 

Domingo, às 22h30, na RTP1


"Perdidamente Florbela": o retrato íntimo de Florbela Espanca. A história de uma mulher apaixonada e que apaixonou.

No segundo episódio:
Estamos em 1925. Florbela abandona a casa onde vivia com o segundo marido e instala-se na vida do terceiro – Mário Lage.
É um período difícil. A família dela – pai e irmão – não viram com bons olhos o segundo divórcio e cortam relações com ela. Entretanto, a vida em Matosinhos é calma, demasiado calma para uma mulher com sede de viver e uma carta de Apeles vem destabilizar tudo. O irmão mais novo de Florbela pede-lhe que o visite em Lisboa. Tem quatro dias de licença e podem assim fazer as pazes e retomar a proximidade que sempre tiveram. Florbela faz uma mala e parte, à procura do irmão, da vida, da adrenalina que deixou para traz quando casou com Mário. Em Lisboa, o reencontro é poderoso e Florbela está disposta a esquecer, por alguns dias, a sua vida no Norte do país. Mas a visita intempestiva de Mário perturba-a e este triângulo de vontades só pode correr mal. E corre ainda pior quando Florbela percebe que o irmão nunca irá desistir da carreira de piloto-aviador que ela tanto teme e que o seu instinto feminino não pára de assombrar.

Título Original: Perdidamente Florbela
Realização: Vicente Alves do Ó
Autoria: Vicente Alves do Ó
Música: Gustavo Bernardo
Ano: 2011

 

LANDART CASCAIS - WORKSHOP DE DESENHO NA PAISAGEM



Dia 4 de maio tem início, na LandArt Cascais, o primeiro módulo do Workshop de Desenho na Paisagem que será conduzido pelo escultor Nuno Mendonça. Aberto ao público em geral, a inscrição deverá ser efetuada no site da Câmara Municipal de Cascais.

 

Conduzido pelo escultor Nuno Mendonça, o workshop de Desenho na Paisagem visa possibilitar aos participantes um momento de forte interação com a paisagem propondo o desenvolvimento das suas capacidades de interpretação e recriação da mesma. Com quatro módulos práticos e um introdutório, a sessão vai decorrer na Quinta do Pisão, em pleno Parque Natural Sintra-Cascais, e abordar desde o pequeno ao grande espaço - recanto, paisagem imediata, paisagem próxima e paisagem longínqua.

 

A sessão introdutória realiza-se no dia 4 de maio, às 11h00, e o 1º módulo acontece às 14h00 do mesmo dia e no mesmo local. Os 2º e 3º módulos serão realizados nos dias 18 de maio e 1 de junho, respetivamente, pelas 14h00. O 4º e último módulo terá lugar no dia 15 de junho, às 14h00.

 

Jazz no Largo Camões e na Quinta do Pisão

O Jazz está também de volta à LandArt no dia 5 de maio, às 16h00, com o concerto de Paula Sousa (teclados) e João Moreira (trompete) em mais uma rubrica do Jazz na Quinta. Paula Sousa e João Moreira têm no seu reportório originais da pianista e alguns standards do jazz tradicional. A musicalidade, o lirismo e a liberdade interpretativa, são traços fortes do som que os dois músicos têm para oferecer.

 

 

Antecedendo a esta atuação, no dia 4 de maio, às 14h30, decorrerá, no Largo Camões, em plena vila de Cascais, um concerto de jazz com Pedro Sousa (saxofone) que será igualmente de acesso gratuito.

 

 

O programa e as inscrições estão disponíveis em www.cm-cascais.pt.

• LandArt Cascais 2013

• 1º Módulo Workshop Desenho na Paisagem: 4 maio | 11H00

• Nuno Mendonça, Paula Sousa, João Moreira

• Quinta do Pisão - Parque Natural de Sintra-Cascais

O É A VIDA ALVIM da próxima semana


SEGUNDA-FEIRA

Adolfo Mesquita Nunes, secretário de Estado do Turismo


TERÇA-FEIRA

Kumpania Algazarra

João Camargo, autor do livro «Que se Lixe a Troika» (edição Deriva)


Quarta-feira dia 8 de Maio

NBC, músico

Ana Isabel Arroja, radialista e autora do livro «Pérolas Mini-Arrojadas» (Zebra Publicações)


Quinta-feira dia 9 de Maio

Margarida Marques de Almeida, Cátia Dias Amaral e Dora Dias, autoras do livro «O Que Vou Vestir Hoje?» (edição Presença)


Sexta-feira dia 10 de Maio

Paulo Bastos, jornalista, coordenador do programa «Máquina do Tempo, História de Detetives», da TVI

Carlos Sá, atleta, praticante de actividades de montanha



É A VIDA ALVIM: de segunda a sexta, no canal +TVI entre as 22 e as 23. Repetição na TVI entre as 04.50 e as 06.00. Também disponível no serviço Iris Zon e na Restart 


TV da Meo. Emissões disponíveis online em http://www.tvi.iol.pt/programa/4773


A PROVA ORAL da próxima semana


SEGUNDA-FEIRA

A banda Orelha Negra são os convidados


TERÇA-FEIRA

Conversa com José Pacheco Pereira, que acabou de publicar «As Armas de Papel»


QUARTA-FEIRA

O convidado é o economista Vítor Bento, autor do livro «Euro Forte, Euro Fraco».


QUINTA-FEIRA

Conversa com o realizador João Canijo e a actriz Anabela Moreira


De segunda a quinta-feira, na Antena 3, a partir das 19h00, com Fernando Alvim e Xana Alves.

Fantasiarte celebra 18 anos!

Festas de Encerramento dos 2º e 3º Ciclos e Secundário decorrem a 9 e 10 de maio, no Auditório Municipal de Pinhal Novo

 

 

O Fantasiarte, Projeto de Educação pela Arte promovido pela Câmara Municipal de Palmela com a comunidade educativa, celebra, no presente ano letivo, 18 anos de vida e terá, durante o mês de maio, as suas Festas de Encerramento, em Palmela e Pinhal Novo, com o envolvimento de vários milhares de alunos de todos os níveis de ensino. Nos dias 9 e 10 de maio, o Auditório Municipal, em Pinhal Novo, recebe as Festas dos 2º e 3º ciclos e Secundárias.

Além da apresentação dos vários trabalhos desenvolvidos, destaque para a Exposição “Mar, Maravilha, Mascarilha”, do Agrupamento de Escolas José Saramago, que resulta de um projeto de artes visuais que convidou à interpretação das obras de Joana Vasconcelos, Salvador Dali, Joan Miró, Keith Haring, Antoni Gaudi, Yayoi Kusama e Gustav Klimt, e para a curta metragem intergeracional “O Frigorífico e o Telemóvel”, realizada pelos alunos do 12º G das disciplinas de Multimédia e Oficina de Artes, da Escola Secundária de Palmela, e pelos participantes do projeto municipal “Clique sem Idade”.

As Festas Fantasiarte são transmitidas através de LiveStream em www.livestream.com/fantasiarte, onde podem, também, ser consultados os vídeos da edição do ano anterior.

Palmela continua a reconhecer a importância da Educação pela Arte nos processos educativos e enquanto elemento positivo para o fortalecimento das relações sociais no desenvolvimento humano. As Festas de Encerramento para os alunos do ensino pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico decorrem entre 20 e 27 de maio.

 

 

Programa 2º e 3º ciclos + Secundárias

 

 

Destaque:

 

Exposição “Mar, Maravilha, Mascarilha” - Agrupamento de Escolas José Saramago.Projeto de artes visuais, com interpretação das obras de Joana Vasconcelos, Salvador Dali, Joan Miró, Keith Haring, Antoni Gaudi, Yayoi Kusama, Gustav Klimt

 

A Curta “O Frigorífico e o Telemóvel”

Será que faz sentido as gerações andarem tão afastadas (...)? «Sinto que precisamos de novas formas de convívio. Devemos olhar para as pessoas não como novos ou idosos, mas como pessoas, cada uma com o seu potencial para oferecer à sociedade». Curta-metragem intergeracional, realizada pelos alunos do 12º G das disciplinas de Multimédia e Oficina de Artes, da Escola Secundária de Palmela, e pelos participantes do projeto municipal “Clique sem Idade”.

 

 

Dia 9 de Maio, 5ª Feira

10h00 / 12h00

 

Auto da India

Teatro

Escola Secundária de Pinhal Novo

 

Grande Pátria

Expressão Dramática

Escola Básica José Saramago, 2º e 3º ciclos

 

Ler o Mar

Sessão de Poesia

Escola Secundária de Palmela

 

Auto da Barca Pó Inferno do Séc. XXI

Teatro

Escola Secundária de Pinhal Novo

 

Manifesto Anti-bullying (Vídeo)

Audiovisual

Escola Básica José Saramago, 2º e 3ºciclos

 

 

14h30 / 17h00

 

 

Quinto em Ação

Música

Escola Básica José Maria dos Santos, 2º e 3º ciclos

 

O Lago Enfeitiçado

Expressão Dramática

Escola Básica José Saramago, 2º e 3º ciclos

 

Ensemble de Clarinetes

Música

Conservatório Regional de Palmela

 

Oitavo em Ação

Música

Escola Básica José Maria dos Santos, 2º e 3º ciclos

 

A Banda dos Animais

Expressão Dramática

Escola Básica José Saramago, 2º e 3º ciclos

 

As Swaggies, Sxarships

Música e Dança

Escola Básica José Maria dos Santos, 2º e 3º ciclos

 

 

Dia 10 de Maio, 6ª Feira

14h30 / 17h00

 

 

A Menina do Mar

Multidisciplinar

Escola Secundária de Palmela

 

Do Outro Lado do Espelho

Teatro

APPACDM – Grupo de Teatro Puzzle, do Clube de Animação Jovem

 

Read All About It, Emile Sandé

Música

Escola Secundária de Palmela

 

Memórias de uma Vida para Esquecer

Teatro

Escola Secundária de Pinhal Novo

PASSATEMPO Auricolérica e Teleufórica

 

O Blog Cultura de Borla em parceria com a MINITEATRO DA CALÇADA tem bilhetes duplos para a peça Auricolérica e Teleufórica para o dia 4 de Maio às 21h30 no CINEMA SÃO VICENTE aos primeiros leitores que:

 

- enviarem um e-mail com a frase "Eu quero ir ver Auricolérica e Teleufórica com o Cultura de Borla" com nome, BI e contacto;

- façam like na página da MINITEATRO DA CALÇADA no Facebook;

- partilhem o evento no seu perfil pessoal;

- sejam amigos do Cultura de Borla no Facebook.




A peça de teatro Auricolérica e Teleufórica estará em cena a partir de dia 02 de Maio no Mini Teatro da Calçada - Calçada do Combro nº147 em Lisboa, de 5ª feira a Sábado às 21.30h, até finais de Julho.

Um texto original de Susana Palmerston, com Direcção Artística de Carla Vasconcelos, Interpretação de Alexandra Freudenthal, Susana Palmerston e Tércio Borges (músico), música original de Tércio Borges, Colaboração musical de Marco Pombinho, Sonoplastia de Otta Rodrigues, Locução de Jorge Gomes, desenho (cartaz) Alexandra Freudenthal, Grafismo (cartaz) Michaël Monnier, Régie Cátia Pereira, Produção Executiva Elsa Branco.

 

Auricolérica e Teleufórica é uma comédia de comunicação bem resolvida, que resgata em vários quadros o maravilhoso absurdo do nosso quotidiano.

Se hoje em dia já se pode encomendar quase tudo pelo telefone, esta peça explora essa ideia à exaustão e encomenda realmente tudo.

Ao público é apenas pedido que não desligue o seu telemóvel.

Duas cadeiras, 2 actrizes, Alexandra Freudenthal e Susana Palmerston, um músico (Tércio Borges) a acompanhar as 15 personagens com um Violão, Pandeiro e Cavaquinho.

O impossível e infinito mundo da comunicação telefónica e todos os equívocos que dai advêm.

 www.facebook.com/MiniTeatroCalcada147

DEOLINDA NO COLISEU DOS RECREIOS


Sábado, às 22h10, na RTP2


Deolinda é um grupo de música portuguesa inspirado pelo fado e pelas suas origens tradicionais.

O projeto musical surgiu em 2006, quando os irmãos Pedro da Silva Martins e Luís José Martins (ex-Bicho de 7 Cabeças) convidaram a prima, Ana Bacalhau, então vocalista dos Lupanar, para cantar quatro canções que tinham escrito. Após perceberem que a voz da prima se adequava na perfeição às rimas e melodias por eles criadas, convidaram também José Pedro Leitão, contrabaixista dos Lupanar (atual marido de Ana Bacalhau), para se juntar aos três, nascendo assim os Deolinda.

Desde então a carreira deste grupo tem colecionado vários êxitos e até já serviu de mote à expressão de uma geração, como aconteceu com o tema “Parva Que Sou”.

Este programa é a atuação ao vivo dos Deolinda num espetáculo gravado no Coliseu dos Recreios em Lisboa em 2011.    

Produção: Sons em Trânsito
Realização: Fernando Alves e Gustavo Fonseca

Os melhores especiais estão de volta ao E!

O E! quer deixá-lo a par dos melhores casos de vida e de todos os segredos dos famosos. Para isso, a série de especiais E! ES continua à sua espera.

Não perca!


 

Como agiria se descobrisse que tinha um assassino dentro de casa? E se pudesse saber tudo sobre Kristin Cavallari, a estrela do reality show Laguna Beach: The Real Orange County?

Este mês de maio, o E! reservou-lhe dois especiais únicos que vão responder a estas perguntas: E! ES Killer in the Family (estreia quinta-feira, dia 2 às 20h) e E! ES Kristin Cavallari (estreia quinta-feira, dia 16, às 20h).

Os melhores testemunhos estão no E!

E! ES Killer in the Family


Num especial de uma hora, pessoas comuns contam como enfrentaram o drama de ter um homicida dentro da própria casa. Como agiria se descobrisse que alguém que ama cometeu crimes indescritíveis? 

Estreia: Quinta-feira, dia 2 às 20h.


 

E! ES Kristin Cavallari


Kristin Elizabeth Cavallari não é só a estrela do reality show Laguna Beach: The Real Orange County. É também mulher, professional e mãe de dois filhos. Em 30 minutos, Giuliana Rancic mostra-lhe a outra face desta conhecida atriz norte-americana.

Estreia: Quinta-feira, dia 16, às 20h.

 

Toda a informação sobre estas séries está disponível na página de Facebook (http://www.facebook.com/eonlinept) do canal.

 

O canal E! pode ser visto em:

Cabovisão: E!: Posição 96

Clix: E! Posição 220

MEO: E! HD: Canal 81

          E! Canal 82

ZON: E! Posição 56

          E! HD Posição 82

Vodafone TV: E! Posição 177

Residência artística da companhia Mala Voadora em Palmela culmina com espetáculo “Revelação”



 

“Revelação” sobe ao palco do Cineteatro S. João, em Palmela, no dia 10 de maio, às 21h30, pelas mãos da Mala Voadora. A apresentação do espetáculo é o culminar da residência artística que a companhia desenvolverá em Palmela, entre 6 e 10 de maio, com vista à preparação deste trabalho, que conta com a participação da comunidade. Esta experiência integra a realização de um workshop ao longo de toda a semana e constitui uma oportunidade privilegiada de contacto com os bastidores das artes do palco e com o trabalho de produção.

“Revelação” fala-nos de uma cidade que é alvo da ação de grupos políticos radicais, tendo como ponto de partida o livro “Os Demónios”, de Dostoiévski. «Tentam fazer-se revoluções, instaurar novos regimes. Cada grupo força a cidade a transformar-se naquilo que o seu desejo dita.»

Com direção de Jorge Andrade e produção de Manuel Poças, “Revelação” é  uma organização Artemrede com o Município de Palmela e conta com o apoio da Sociedade Filarmónica Humanitária. As entradas têm o valor de 4 euros (desconto de 25% para menores de 25 anos, maiores de 65, desempregados, profissionais de espetáculos e grupos superiores a 10 pessoas). Informações e reservas através do telefone 212336630.

 

 

Direção: Jorge Andrade

Com: Anabela Almeida, Cláudia Gaiolas, Miguel Fragata, entre outros

Cenografia: José Capela

Produção: Manuel Poças

Duração: 60 minutos

m/12 anos


"Bairro Alto" recebe Samuel Úria

 

 
 Amanhã, às 21h00, na RTP2



BAIRRO ALTO é um espaço de conversa com figuras que têm algo para dizer sobre si e sobre o que fazem. José Fialho Gouveia tem esta semana como convidado: Samuel Úria.

Só há cerca de dois anos, quando o número de concertos começou a aumentar, é que o convidado deste programa Bairro Alto deixou o seu lugar na escola como professor de Educação Visual. Nos dias que correm dedica-se apenas à música, define-se como conservador, no aspeto social e político, e é membro da Igreja Baptista. Fundador do movimento Flor Caveira, Samuel Úria começou a dar cartas mais sonantes em nome próprio quando em 2009 editou o álbum “Nem Lhe Tocava” e conquistou o rótulo de baladeiro. Agora tem um disco novo, intitulado “O Grande Medo do Pequeno Mundo”.  

Apresentador: José Fialho Gouveia
Produção: RTP     

"A MÃE DO SENHOR MINISTRO" - Dia 28, 19h15, na RTP1

 

Domingo, às 19h15, na RTP1

 "A MÃE DO SENHOR MINISTRO"



Em “A mãe do Sr. Ministro”, vamos conhecer a vida do Sr. Ministro Rocha (Victor de Sousa) e da sua mulher Lola Rocha (Ana Bola) na atualidade, ou seja, passados 20 anos.
 

No episódio desta semana: Farta de ver o marido a esticar massa na cozinha, Lola Rocha tem a ideia de lhe arranjar uma nova distração: fazer uma horta na marquise, coisa muito útil em tempos de crise e de faltas na despensa, onde já pouco resta para dar vazão às encomendas do catering.
Elias, o assessor do ministro, tem outra ideia para Rocha e acha que ele deve tentar uma carreira na televisão. António Augusto Aguiar não acha nada, só quer livrar-se da Feira da Agricultura onde é obrigado a ir, ainda por cima de boné. O que vale é que traz sempre muitas hortaliças, que vêm mesmo a calhar para a horta dos Rocha.
Por insistência de Lola, o Ministro aceita ajudar o padrasto e manda lá para casa a pessoa mais competente que conhece em matérias agrícolas: a secretária Caetana, uma especialista em Farmville. E é com Rocha já na sua horta, a saber os nomes das verduras na ponta da língua, que se torna evidente para todos o caminho que Rocha deve seguir na televisão: ser o apresentador do novo TV Rural.
Têm o ambiente rural, têm quem faça o programa, têm até quem arranje um diploma de engenheiro num domingo à tarde, só falta convencer os que mandam na televisão. Quem, o director? Não. O administrador? Não. Tem de ser alguém mais influente, como... João Baião.
E é assim, entre repolhos e tronchudas, segurelha e cerefólio, que a mãe do Senhor Ministro tenta convencer João Baião a fazer de Américo Rocha o novo Eng.º Sousa Veloso.


AUTORIA: Ana Bola
ACTORES: Ana Bola, Carlos M. Cunha, Manuel Marques, Matilde Mello Breyner, Victor de Sousa
REALIZAÇÃO: Fernando Ávila
DIRECÇÃO DE PRODUÇÃO: Patrícia Almeida
DIRECÇÃO GERAL: Nuno Artur Silva