Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"A GUERRA"

Amanhã, às 22h45, na RTP1


 

A série documental "A Guerra", de autoria de Joaquim Furtado, regressa com os seus últimos episódios, que incidem sobre o período que antecede o 25 de abril de 1974, caracterizando a situação política geral e o quadro militar em cada uma das colónias.
 
No último episódio:
O Movimento das Forças Armadas avança na Metrópole e nas colónias. O moral da tropa é baixo e exprime-se em canções de protesto. Na Guiné, a própria PIDE/DGS só acredita numa solução política para a guerra. Tal como em Moçambique, a situação militar agrava-se. Em Angola, enquanto controlam as ações do MPLA e da FNLA, os portugueses procuram um novo acordo com a UNITA. Já depois do 25 de Abril, o movimento de Savimbi mata 17 militares portugueses, na sua mais violenta emboscada.

"A Guerra", quarta, às 22h45, na RTP1.
 



Biblioteca de Palmela recebe Baile de Danças Tradicionais Europeias

Com os String Fling




No dia 12 de maio, domingo, a partir das 16 horas, a Biblioteca Municipal de Palmela recebe mais um Baile de Danças Tradicionais Europeias, com organização a cargo de Leónia de Oliveira.

Os String Fling animam este baile, com uma sonoridade inovadora, assente em vários instrumentos de cordas. O duo, composto por Pedro Prata e David Rodrigues, assume-se apaixonado pela música de inspiração tradicional e apresenta um repertório onde marcam presença xotiças, círculos circassianos, chapelloises ou mazurkas. A entrada no baile tem o valor de quatro euros (bilheteira no local).

Os bailes de danças tradicionais europeias atraem um número crescente de dançarinos e contribuem para a recuperação e divulgação de uma parte importante da nossa cultura. Em Palmela, continuam as aulas de introdução às danças tradicionais europeias, semanalmente, no Cineteatro S. João. Estes encontros para aprender e dançar são dinamizados por Leónia de Oliveira, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela e da Passos e Compassos. Inscrições através do tlm. 961021304 (mensalidade 20 euros – desconto de 5 euros para munícipes do concelho de Palmela).

 

 

Os Bigodes de Dali - ateliers de ferias dos 5 aos 12



Preocupado com as férias dos mais novos?

A Fábrica Criativa, de parceria com as Estórias de se tirar do Chapéu, apresentam-lhe uma proposta " surrealmente" divertida, em torno das estórias, história de arte, expressões plásticas e performativas e muita
( mesmo muita) brincadeira "clássica" e intemporal.

Isto, no fabuloso espaço da Galeria de Arte Monumental que inclui um pátio secular que é palco, à tardinha, de banhos de mangueira.  Ao centro, um inesgotável limoeiro, à sombra do qual se escutam estórias,  fornece sumarentos frutos para a preparação de refrescantes limonadas.
Ora espreitem:
http://www.galeriamonumental.com/pt/abouts

As inscrições efectuadas até ao final de Maio, e com a duração minima de uma semana, beneficiam de 10% de desconto

Inscrições e mais informações para:
afabricacriativa@gmail.com
93 659 95 08

--

TERTÚLIA DOS 40, ANTÓNIO CORDEIRO E JULIE AND CARJACKERS - Amanhã, às 23h50, na RTP1



Carlos Daniel, José Ricardo Pateiro e Filipe Fonseca formam a "Tertúlia dos 40" e vão ser convidados de Nuno Markl.

O ator António Cordeiro, conhecido pelas personagens Claxon ou Major Alvega irá compor o sofá do 5.

Para a noite terminar da melhor forma, teremos a música dos Julie and Carjackers.

"5 Para a Meia-Noite", amanhã, às 23h50, na RTP1

O vento sopra Catabrisa até ao Cine-Teatro de Estarreja

Dentro de uma grande tenda, o espetáculo Catabrisa chega ao Cine-Teatro de Estarreja e convida escolas e famílias a rodopiar ao sabor do vento.


 

DOM 12 MAI 15H00 | 17H00 // SEG 13 MAI 10H30* | 14H30*
Catabrisa

Eugénio Roda texto (a partir de Catavento)
Joana Providência 
conceção e direção coreográfica
Eugénio Roda (Emílio Remelhe) 
dramaturgia
Gémeo Luís 
criação, cenografia e figurinos
Filipe Caldeira 
interpretação
Manuel Cruz 
música
Ricardo Alves 
direção técnica
Companhia Instável 
produção executiva
[PROJETO EDUCATIVO] 3€
*Sessões para escolas 1,5€ (com entrada gratuita de professores)

De onde vem o vento? O que é que ele nos traz? Com encenação de Joana Providência, Catabrisa nasce a partir da obra Catavento (Eterogémeas, 2010), com texto de Eugénio Roda e ilustração de Gémeo Luís. A próxima apresentação está marcada para o Cine-Teatro de Estarreja no dia 12 de maio às 15 horas e às 17 horas, com sessões para famílias. Catabrisa regressa ao equipamento estarrejense no dia seguinte, 13 de maio, para mais duas sessões dirigidas especificamente a escolas às 10h30 e às 14h30.

Destinado a crianças dos quatro aos dez anos, Catabrisa resulta de um jogo coreográfico que dança entre o texto, a música, a luz e a sombra. Um conjunto de imagens e sensações que se resumem num espetáculo de emoções “sobre o vento, pois é com o vento que vêm as ideias e a vontade de mudar o mundo”. Ao longo de 45 minutos, Filipe Caldeira, que interpreta este espetáculo, conta-nos as aventuras de quem nasce e cresce com a mente aos rodopios, ao sabor do vento.

Catabrisa insere-se no Projeto Educativo do Cine-Teatro de Estarreja. Uma encomenda do Teatro Municipal Maria Matos, em coprodução com o Centro Cultural Vila Flor, Cinema Teatro Joaquim D’Almeida, Fundação Casa da Música, Comédias do Minho, Companhia Instável e Fundação Lapa do Lobo.

+

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__

Portugal Lovers sempre a descobrir o Porto ARE YOU A TOURIST OR A TRAVELLER? URBAN MARKET “TRAVELLER”, O prazer de viver e sentir a cidade

Passatempo de fotografia “Alma de Viajante”

 

Passatempo “Mude o seu visual com a Portugal Lovers, Anjos Urbanos e LuxWoman”

 

Criatividade, Musica e animação

 

10,11 e 12 Maio | Hotel Carris Porto Ribeira | 11h às 22h

 

ENTRADA LIVRE





A Portugal Lovers, Paixão pelo que é nosso acaba de fazer um ano. O Conceito partiu de Cíntia Woodcock que, depois de ter trocado Lisboa pelo Porto por amor, e dada a dificuldade de encontrar trabalho na sua área (Marketing e Publicidade) se juntou a Filipa Moredo para criarem a Portugal Lovers® e conseguirem desta forma o seu próprio emprego. Paixão pelo que é nosso é valorizar a nossa cultura, o nosso património, as nossas pessoas. Queremos trabalhar a cidade, com a cidade e para a cidade.

 

 

Nesta edição do Urban Market o objectivo da Portugal Lovers, Paixão pelo que é nosso é sensibilizar os habitantes e “turistas” a serem “Travellers” – Viajantes”.

 

 

 

“O turista anda pelo mundo com máquina fotográfica a tiracolo, guia no bolso, olha o que lhe indicam, compra o que lhe agrada, envia muitos postais, com uma agradável fluidez, sem apego nem compromisso. O viajante caminha com passos lentos, quer morar em cada coisa, cada esquina, ir à origem de tudo, amar loucamente cada aspecto do caminho – a essência da cultura do lugar”.

 

 

 

E ser “traveller” na nossa cidade é visitar espaços como estes, entrar pela viela em pedra e ficar deslumbrado. Optar por petiscar umas tapas, ou jantar. Mesmo que seja num hotel, na sua cidade. O Porto tem encantos e recantos que vale a pena descobrir e nós queremos continuar a mostrar.

 

 

 

Vamos ter “espalhados” pelo hotel, criadores portugueses de várias áreas (ilustração, joalharia, design de moda, design de produto, food design entre outras), uma selecção  criteriosa, sempre a procurar novos projectos criativos. Os visitantes podem contar com o “Menu Urban Market” no Restaurante Forno Velho por 12€, Tapas na Taparia “A Capela”, dia 11 actuação da Banda Artesania – Filipe Vargas -   um passatempo de fotografia “Alma de Viajante” e um passatempo com a LuxWoman, onde vamos oferecer 3 cortes de cabelo no dia 12, pelos  Anjos Urbanos Cabeleireiros, conhecidos hairstylists  da cidade do Porto, que vão de tesoura afiada para quem quiser fazer uma mudança de visual.

Ser Urbano é conviver com a diferença e pluralidade”, e como é hábito nos nossos eventos, esperam-se três dias com um ambiente cheio de “calor humano”, com conversas, partilhas, vendas, parcerias e onde todos  aprendemos sempre algo de novo. É muito gratificante sentir isto e sentir que os criadores crescem e evoluem em cada edição, quer na originalidade das peças, quer na criatividade da exposição, a qual estamos sempre a sensibilizar para que seja original.

Cuadro Flamenco | Cineteatro da Nazaré | 25 Maio 21h30 | Nazaré

 

O Ai! a Dança Atelier tem o prazer de lhe apresentar o espetáculo “Viva la Vida!” do Cuadro Flamenco | Companhia de Dança Espanhola, no próximo dia 25 de Maio 2013, pelas 21h30, noCineteatro da Nazaré.

Cuadro Flamenco nasceu, com a formação que ainda hoje se mantém, no ano de 2000. Mulheres e o Flamenco é o mote na criação. Prepara-se agora para apresentar na Nazaré a Digressão 2012/13.

Para a Companhia trata-se de uma convicção artística, fazer da dança um veículo de comunicação, um meio de passar uma mensagem ao grande público. Sem desvirtuar a questão artística, o objetivo da Estrutura é romper com o conceito de elites e de micro - públicos, levando a dança ao Grande Público.

Das suas digressões, destaca-se o espetáculo “Ventos do Oriente, Ventos do Ocidente” (2006/2008), um espetáculo pioneiro por fazer a fusão de Fado, Flamenco e Dança Oriental, com o objetivo de relembrar à sociedade atual as raízes profundas que a cultura árabe deixou no Ocidente. “Sonido de la Tierra”, em partilha com as Tucanas (2009/2011), e prepara-se agora para homenagear a vida de uma forma alegre, cheia de “Fiesta” e Ritmo, em fusão com várias roupagens urbanas sem nunca esquecer o nosso tão famoso Fado.

 

Refira-se Amália Rodrigues que afirmava que o Flamenco e Fado são irmãos, porque tinham a Mãe comum: a Cultura Árabe.

E aqui vem o Cuadro Flamenco fazer-lhe jus!

Viva la Viva! Porque a vida importa!


Festival da JF Beato, Penha de França e São João

 

Entre os dias 11 a 17 de Maio as Juntas de Freguesia do Beato, Penha de França e São João irão promover  em conjunto com as colectividades locais diversos concertos  com o intuito de apoiar, os jovens artistas portugueses a lançar e mostrar os trabalhos que têm sido desenvolvidos.  Irá contar com 11 actuações de vários grupos de dança e música. Temos um baile de danças celtas com o TradBalls, um grupo de percussão brasileiro, bandas de rock, metal, folk e estilos originais como o  Circo3 que mistura o som circense com o pop. Temos também a decorrer um concurso de graffiti com a GAU.

https://www.facebook.com/semanadajuventude2013

PING PONG BEAT

 

[ Já ouviste falar de Bombino? Digitalism? Hermeto Pascoal? Conheces Phoenix? James Brown? E Haim? Chic diz-te alguma coisa? Ou The Village People? Então e Twin Shadow? ]

 


Do funk, do hip-hop, do disco, do rock, do electrónico, do indie, ao pop e das músicas do mundo. Como alguém disse, só há dois tipos de música, a boa e a má. Por isso, este evento vem trazer estas misturas de acordes à rua, sem qualquer discriminação e para um público heterogéneo. Uma forma de trazer cultura à rua e envolvermos quem por lá passa...

Ao fim da tarde, vão estar três artistas convidados a saltitarem sons dentro do seu estilo mas de modo a diluir estas diferenças. Será uma espécie de dj battle e o mote é pôr todo o Chiado a dançar.

São eles o António Pires, mestre das músicas do mundo, a Filipa Marta aka PhiZz com veia no indie-electro-pop-rock e a Patricia Estevão aka missWonder, que marina no disco-funk.

 

https://www.facebook.com/events/406051079502791/?ref=ts&fref=ts
 

ESTREIA: "BEM-VINDOS A BEIRAIS"




Bem-vindos a Beirais é uma série de longa duração (80 episódios), com exibição de segunda a sexta-feira, às 22h00, na RTP1, que conta a história de Diogo Almada, um bem-sucedido gestor de contas numa empresa de telecomunicações que se vê a braços com problemas graves de stress e ansiedade, originados pela constante pressão em que vive.

Diogo sente-se cada vez mais insatisfeito com o ritmo alucinante da sua vida, que não lhe deixa tempo para fazer mais nada a não ser trabalhar. A situação agrava-se quando sofre um ataque cardíaco que o leva para o hospital. Aí, é-lhe feito o alerta para o risco que corre: se não abrandar o ritmo de trabalho poderá vir a ter problemas bem mais graves no futuro.

No hospital, Diogo trava conhecimento com o proprietário de uma estufa de hortaliças e plantas aromáticas em Beirais, pequena aldeia do interior, e descobre que ele se quer desfazer destas. Decide então comprar a estufa, arriscando uma nova vida como agricultor. Diogo quer que a sua namorada, Teresa Sampaio, o acompanhe nesta iniciativa, mas esta recusa sair de Lisboa por causa da sua carreira como decoradora de interiores e porque não quer abdicar dos confortos da vida na cidade. Diogo segue em frente com os seus objetivos e muda-se para a pequena Beirais.

Na aldeia, Diogo vai deparar-se com um mundo que não tem nada a ver com o seu e que está cheio de pessoas muito originais. Desde os costumes à mentalidade, passando pela forma de vestir, tudo é novo e um desafio à sua capacidade de adaptação. Diogo esforça-se ao máximo para vencer esta batalha. Além disso, ele, que está habituado a planear tudo, vê-se perante inúmeras situações que fogem seu controlo. E no meio de tudo isto, enquanto se adapta à realidade beiralense, terá ainda que gerir a relação à distância com Teresa.

No início, Diogo vai fazer a maior parte das refeições na casa de turismo de habitação da aldeia, a “Casa da Aldeia” propriedade de três novas empresárias: Rita de Almeida Santiago, Susana Fontes e Clara Rodrigues. Também elas estão a iniciar uma nova vida, fugindo ao desemprego e à precariedade. O primeiro contacto entre Diogo e Clara será atribulado mas, com o tempo, nascerá uma história de amor.

Exposição coletiva de artes visuais

 


Será inaugurada no próximo dia 18 de Maio, às 18h00, na Galeria Municipal de Arte de Almada, a exposição coletiva de artes visuais “Visão do Infinito – Os Artistas e a Fé”.

Reunindo um conjunto aproximado de três dezenas de trabalhos artísticos, realizados nos mais variados suportes e técnicas, incluindo pintura, escultura, instalação, cerâmica, fotografia, entre outros, esta exposição é o resultado da seleção das cerca de 80 obras apresentadas no âmbito do concurso “Os Artistas e a Fé”, iniciativa promovida pela Comissão de Arte Sacra da Diocese de Setúbal, no contexto das comemorações do Ano da Fé. O convite a refletir sobre o mistério da fé e da santidade foi o mote lançado pelo Ex.mo e Rev.mo Senhor Bispo de Setúbal, D. Gilberto Reis, através do concurso, sendo que a exposição que agora se apresenta patenteia ao público aquelas que foram consideradas as melhores interpretações artísticas, sempre pessoais, do tema proposto.

Comissariada pelo Professor Doutor Fernando António Baptista Pereira e integrando obras dos artistas Emília Nadal, Gilda Maia, João José de Sousa Araújo, Louro Artur, entre outros, a exposição poderá ser visitada de segunda a sábado, até 27 de Julho de 2013.

Galeria Municipal de Arte de Almada
Av. D. Nuno Álvares Pereira, 74-A, Almada,
2ª a 6ª feira das 10h às 12h30 e das 14h às 18h; Sábado das 14h às 18h
De 18 de Maio a 27 de Julho de 2013

Organização: Diocese de Setúbal – Comissão Diocesana de Arte Sacra e Câmara Municipal de Almada – Galeria Municipal de Arte.
Apoios: Caixa Geral de Depósitos; Casa Ermelinda de Freitas; Fundação Oriente; Gráfica Almondina; Lisnave.

Palmela recebe Arrábida Film Art & Tourism Festival

II Finisterra

 

 

Entre 8 e 11 de maio, Palmela recebe um conjunto de sessões e atividades, integradas no programa do II Finisterra – Arrábida Film Art & Tourism Festival, numa organização do Finisterra Arrábida Film Festival com o apoio da Câmara Municipal de Palmela. As sessões de apresentação dos filmes de turismo a concurso decorrem nos dias 8, 9, 10 e 11, sempre às 17h30, na Casa-Mãe da Rota dos Vinhos.

Além das sessões de cinema, o programa em Palmela contempla, no dia 10, um conjunto de visitas ao Castelo, à exposição “Arte e Memória”, no Cineteatro S. João, e ao Centro Histórico da vila.

A segunda edição do Festival - que aposta na divulgação de filmes de promoção turística, dando a conhecer ao mundo a Arrábida, Candidata a Património Mundial, ao mesmo tempo que se constitui como ponto de encontro para mostrar outros países, regiões e culturas – decorre nos concelhos de Palmela, Sesimbra e Setúbal entre 8 e 12 de maio, com 86 filmes de 17 países, entre os quais, a estreia do Dubai e da República Dominicana.

A presença de vários realizadores, produtores e representantes de embaixadas e de várias regiões de turismo, nacionais e internacionais, e a realização de um conjunto de visitas a palácios, castelos e exposições, bem como uma viagem de caravela pela costa da Arrábida, contribuem para a promoção da Arrábida e para demonstrar as potencialidades deste território como cenário natural para filmes e outras produções.

 

 

Programa Palmela

 

1.ª Sessão | dia 8 | 17h30

 

Portugal        | Arrábida - da Serra ao Mar

Sérvia          | Moby Dick - The Floating Land

Portugal        | Entre o Céu e as Marés

Portugal        | Oeste, terra de vinhedos e de mar

Portugal        | Filme Promocional do Moscatel de Setúbal

Espanha        | Córdoba: Vida y Genio

Espanha        | Livelove costa brava pirineu de girona

Itália            | Buon Compleanno, Ateneo Veneto!

Espanha        | Republica Dominicana. Tudo pelo Sonho

China            | The Old Town of Lijiang

 

2.ª Sessão | dia 9 | 17h30

 

Portugal        | Atlântica Madeira

Portugal        | Dive The AZORES

Portugal        | Santa Maria Aquática

R. Checa       | Escape to Saint Lucia

Portugal        | À Descoberta de Santa Maria

Marrocos       | Marrocos

Portugal        | Blue Coast Holidays

Cuba            | La Habana

Eslovénia       | Ljublijana Slovenija

Portugal        | Deep Blue Silence

Dubai           | Discover A City Of Endless Possibilities

Portugal        | Alentejo, Tempo para ser feliz

China            | Enjoy China in Different Ways

Portugal        | Making Off Madeira

Turquia         | Turkey

 

3.ª Sessão | dia 10 | sexta | 17.30h

 

Dinamarca     | Amorgós has many seasons

Espanha        | Cádis O Vento da História

Portugal        | O Processo de Moagem no Moinho do Outeiro

Portugal        | O Rosto do Oficio

Portugal        | São Pedro Moel Promo 2013

Portugal        | Zap in Portugal

Portugal        | Kimera do Atlântico

Cuba            | Destino Cuba

Portugal        | Viagem à Berlenga

Turquia         | Blue Voyage

Polónia          | Health on a Plate

China            | Old Villages Threes and Bridges

Macau          | Celebração Novo Ano Chinês

Marrocos       | Destino Marraquexe

 

4.ª Sessão | dia 11 | 17h30

 

Portugal        | Lisboa Unforgettable

Portugal        | pt-es

Portugal        | Turismo Equestre – Companhia das Lezírias

Portugal        | Destinos

Portugal        | “The camiño never ends”

Brasil            | Congos Ritmo e Devoção

Brasil            | Passos de Oeiras

Macau          | Festival A-MÃ

Macau          | Festival Pak Pai

Portugal        | Portugal

Cuba            | Santa Lucia de Cuba

Macau          | Procissão Nª Srª de Fátima

Programa MAIS CULTURA 2013

Câmara Municipal de Lisboa promove programação cultural em rede com as Juntas de Freguesia

 

Programa MAIS CULTURA 2013

 

A Câmara Municipal de Lisboa, em parceria com 13 juntas de freguesia, promove entre maio e dezembro, o programa Mais Cultura, uma bolsa de espetáculos que circulará numa rede de espaços não convencionais da cidade. A abertura acontece no próximo dia 12 de maio na freguesia de Santa Catarina, com o espetáculo de dança Baile no…bairro, pela SOU Companhia.

 

O programa MAIS CULTURA nasceu de um desafio lançado pela Câmara Municipal de Lisboa, através do Pelouro da Cultura, às Juntas de Freguesia com o objetivo de aproximar a programação cultural dos habitantes dos bairros da cidade.

 

Nas palavras da vereadora da Cultura, Catarina Vaz Pinto é “um desafio de cooperação na área da programação cultural que tem por objetivo efetivar a política de proximidade com os públicos, acreditando que Lisboa deve ser, também, um destino cultural de quem a habita”.

 

Programar em rede com artistas e Juntas de Freguesia é, em Lisboa, uma experiência inovadora que, acima de tudo, pretende levar projetos artísticos de grande qualidade a públicos que por razões culturais, sociais ou mesmo económicas não se deslocam aos locais tradicionais de oferta cultural da cidade.

 

O desafio foi aceite por 13 Juntas de Freguesia que, entre maio e dezembro, receberão em espaços por si propostos mais de oito dezenas de espetáculos de teatro, dança, infantis, além de workshops de fotografia e cinema, todos de entrada e frequência livre e gratuita.

 

O catálogo de espetáculos, selecionado por representantes da CML e das Juntas de Freguesia, inclui projetos como Ovelhas Clandestinas de Madalena Victorino, Sopa Nuvem de antoniopedro e Caroline Bergeron, A Menina que Detestava Livros da Umbigo – Companhia de Teatro, CouCou da Cie Jardins Insolites, Édipo da Companhia de Teatro do Chapitô, Passeio de Filipa Francisco, workshops de fotografia coordenados por Sérgio Mah, e de cinema, desenvolvidos pel’Os Filhos de Lumière, entre outros.

 

O programa arranca no domingo dia 12 de maio pelas 16h, com o espetáculo itinerante Baile no…bairro, pela SOU Companhia que decorrerá entre o Largo Luís de Camões e o salão polivalente da junta de freguesia de Santa Catarina e que conta com a participação de moradores da freguesia.

 

 

Anexos:

Texto da Vereadora Catarina Vaz Pinto

Flyer Baile no … Bairro

Imagens Baile no … Bairro

 

 

Teatro da Politécnica | CANTIGAS DE UMA NOITE DE VERÃO de David Greig e Gordon McIntyre

 

O próximo espectáculo no Teatro da Politécnica é CANTIGAS DE UMA NOITE DE VERÃO (Uma peça de amores e desencontros) de David Greig e Gordon McIntyre Com Andreia Bento e Pedro Carraca Músico Miguel Fevereiro Encenação Franzisca Aarflot de 29 de Maio a 29 de Junho.

 

Este espectáculo está inserido nas Festas de Lisboa de 29 de Maio a 8 de Junho com entrada livre mediante reserva.

David Lynch presents: Chrysta Bell



ao vivo e a cores, dia 9 de Junho às 22h30m no Musicbox Lisboa
Preço único: 15€ - à venda dia 6 de Maio

 

Chrysta Bell. O nome diz-lhe alguma coisa em especial? Gosta de filmes produzidos, escritos e realizados por David Lynch? Sendo assim, mesmo não se recordando do nome desta artista norte americana, pelo menos a sua voz já a ouviu e, creio que não esqueceu…


 

Chrysta Bell, inicou a sua ligação com David Lynch na banda sonora original do filme Inland Empire, onde interpretou o tema Polish Poem. Desta breve colaboração surgiu o convite para integrar a editora La Rose Noire Records e assim, gravar o seu primeiro álbum, This Train.

This Train, produzido por David Lynch é o mote da digressão mundial que Chrysta Bell traz a Portugal no início de Junho [mais detalhes nas linhas abaixo]. Diz quem já viu a artista ao vivo, que os concertos desta tour cruzam a performance, com o teatro e com elementos multimédia traduzindo-se numa experiência única e inesquecível.

A artista norte americana já partilhou palco com artistas tão díspares e icónicos como Willie Nelson, Brian Setzer, Donovan, Adrian Utley [Portishead] e King Crimson.

Saber Mais»

RED BULL SILENT GARDEN

 

Entre Maio e Setembro, no último domingo de cada mês, diferentes jardins da cidade de Lisboa vão ver nascer um verdadeiro oásis sónico: o Red Bull Silent Garden, um espaço com características únicas, integrado no Festival Meo Out Jazz.

Nesta experiência sensorial, o público embarca, através de um sistema de headphones Bluetooth, numa viagem tão introspetiva como fresca. Dois artistas oriundos de backgrounds musicais distintos estarão nos comandos, cada um criando a sua própria atmosfera: uma espécie de interpretação áudio da natureza e do ambiente cool que se vive no Jardim Silencioso.

Todos os presentes no festival têm acesso aos DJ sets na área Red Bull Silent Garden: basta pôr os headphones que se encontram agrupados 4 a 4 nos 72 listening pods, estruturas futuristas em forma de prisma triangular onde cada um faz uso do seu livre arbítrio para escolher qual dos DJs pretende ouvir no momento: o da cabine A, ou o da cabine B.

Um imperdível conceito de partilha sónica que une transeuntes, curiosos e ativistas musicais numa jornada 100% livre de poluição sonora. Apenas o corpo e mente de cada um será invadido pelas ondas sonoras selecionadas por algumas das mais relevantes figuras da música de hoje.

Save the date:

26 de maio – Parque Tejo (Expo) » Gabriel Gomes vs.  Rui Miguel Abreu
30 de junho – Anfiteatro Keil do Amaral »
Mike Bek vs. Roots Dimension
28 de julho – Jardim da Estrela »
Wag vs. Selecta Alice
25 de agosto – Parque Eduardo VII »
Emylis vs.  White Selecta
29 de setembro – Jardim da Tapada das Necessidades »
Afonso Macedo vs. Deni Shain

Sempre das 17h até ao cair da noite, integrado no Festival Meo Out Jazz. O silêncio nunca foi tão vibrante.

 

ARTEMAR ESTORIL | Iniciativa apresenta 11 esculturas a concurso

 

Inauguração 11 de maio | Passeio Marítimo Cascais-Estoril

junto à estação de comboios do Monte Estoril | 16h30

 

Candidataram-se a esta 5.ª edição do ArteMar Estoril cerca de meia centena de artistas, tendo sido selecionadas 11 esculturas para participarem no concurso. Com esta iniciativa, a Câmara Municipal de Cascais e a Fundação D. Luís I pretendem distinguir trabalhos com elevada qualidade estética e uma forte mensagem ecológica. Aos artistas foi pedido que apresentassem trabalhos feitos a partir de materiais reciclados, reutilizados e/ou recicláveis retirados do mar ou que representem simbolicamente este elemento natural.

 

Promovida pela Câmara Municipal de Cascais e pela Fundação D. Luís I, a exposição/concurso ArteMar pode ser visitada ao longo do Passeio Marítimo da Costa do Estoril, de 11 de maio a 15 de junho. Durante este período, além de apreciar uma galeria de arte ao ar livre, os visitantes irão dar o seu contributo, votando no “Prémio do Público”, no valor de 2.500 euros. A votação decorre via sms gratuito a partir de dia 11 de maio. Para votar basta enviar um sms para o número 3232, com o texto AME (espaço) seguido do número da escultura.

 

O júri do concurso irá selecionar a obra vencedora desta edição, à qual caberá um prémio no valor de 15 mil euros.

 

A concurso estarão as obras “Matriz”, de António de Abreu; “Mensagem”, de Maria Eduarda Pedro; “O Abrigo”, de Filipe Pereira; “Jaquinzinho”, de João Mouro; “Mogos I e II ”, de Liliana da Silva Ferreira; “Tecido de Paisagem”, de Luís Simões; “Com3Paço”, de Maria Ferreira, Beatriz Palma e Maria Lourenço; “Ondas de Memória”, de Marta Lima; “Emergência de Almas”, de Nuno Malato; “Revolta”, de Susana Aleixo Lopes; e “Olhos do Oceano”, de Urus Uscebrka e Milena Milosevic.

 

Este ano exposição/concurso ArteMar Estoril inclui uma atividade específica direcionada às escolas do concelho: nos dias 16 e 20 de maio, realizar-se-á o “Ateliê do Mar – ArteMar Estoril”, que tem como objetivo sensibilizar os alunos para as boas práticas ambientais.

 

•   ArteMar Estoril 2013

•   De 11 de maio a 15 de junho

•   Passeio Marítimo do Estoril

 

Sobre o concurso ArteMar Estoril:

 

A exposição ArteMar Estoril, recebeu desde 2008, um total de 58 obras de artistas nacionais e estrangeiros (China, México, Brasil, Espanha, Argentina, Angola, EUA e Alemanha/França) que, inspirados no mar e utilizando materiais reciclados, reutilizados e/ou recicláveis apresentaram esculturas inéditas.

 

Vencedores das edições anteriores

Edição de 2012 | Obra vencedora: "Catch me”, do escultor Fernando Almeida

Edição de 2011 | Obra vencedora: "Rubik’s Cube”, da autoria de Susana Anágua e Cristina Ataíde |

Edição de 2010 | Obras vencedoras ex equo: "Preservação da Fauna Marinha", do escultor António Nóbrega; "Invólucro" da escultora Manuela Pacheco; "Open Ocean" do escultor Uros Uscebrka |

Edição de 2009 | Obra vencedora: "Plastic World", da dupla Nuno Maya e Carolle Purnelle|

Edição de 2008) | não se realizou o concurso, apenas a exposição, com 11 obras de 7 escultores convidados.

 

Este ano a exposição “Sculpture by the sea”, na Austrália, recebe em outubro a obra vencedora da edição de 2009. Assim, “Plastic World”, criada por Nuno Maya e Purnelle Carole, irá estar presente numa das maiores exposições de arte ao ar livre que reúne diversos artistas do mundo.

 

“Aldeia da Criança” na Quintinha de Monserrate festeja o Dia Mundial da Criança em Sintra

 

Atividades nos parques e monumentos de Sintra – junho


O mês de junho é dedicado aos mais novos, e a Parques de Sintra optou por celebrar o Dia da Criança com dois dias plenos de atividades na “Aldeia da Criança”, construída na Quintinha de Monserrate para receber as crianças e famílias com representações dos vários ofícios tradicionais e atividades relacionadas com os mesmos.

Durante o mês de junho, nos parques e monumentos de Sintra, terão também lugar um concerto para bebés, uma viagem à corte do Séc. XVIII no Palácio de Queluz, uma descoberta pelo Parque da Pena com a Alice no Jardim das Maravilhas, a exploração da floresta com o Capuchinho Vermelho, sessões de anilhagem de aves, workshops de horticultura, e de comedouros e caixas-ninho para aves.

 

O Dia Mundial da Criança vai ser comemorado a 1 e 2 de junho, com a “Aldeia da Criança” na Quintinha de Monserrate (uma aldeia em ponto pequeno criada a preceito para esta data) na qual as crianças e as suas famílias serão convidados a descobrir antigas profissões, conhecendo as diversas casas miniatura em que personagens como o padeiro, o cesteiro, o oleiro, o sapateiro e o pastor (entre outras) estarão a desempenhar os seus ofícios. Com os trajes da época, estas personagens convidam os visitantes a participar em atividades diversas e a obter conhecimentos sobre a etnografia da região saloia.

 

No dia 16 de junho o Parque da Pena transforma-se num palco, em que a estrela será a Alice no Jardim das Maravilhas, mas onde também não vai faltar o apressado Coelho Branco, o divertido Chapeleiro Louco ou a malvada Rainha de Copas. Esta atividade marca um encontro entre o teatro de rua e um jardim histórico, onde não faltarão enigmas para resolver, provas e jogos para ultrapassar.

 

Conhecer a Floresta com o Capuchinho Vermelho é a proposta para o dia 22 de junho. Nesta data a Quintinha de Monserrate torna-se ainda mais viva, conduzindo os participantes a conhecer a floresta, os animais que nela vivem e os produtos que fornece, através da história de um conto tradicional. Haverá ainda lugar para o lanche e para semear uma planta que servirá de recordação da atividade e pode ser levada para casa.

 

A 30 de junho o Palácio de Queluz disponibiliza uma Viagem à Corte do Século XVIII. Nesta atividade é possível conhecer todos os recantos do palácio, cantar, tocar e dançar músicas do período de setecentos, contactando com personagens da época.

 

Para os ainda mais pequeninos, o Palácio de Monserrate recebe a 23 de junho o Concerto para Bebés: Um Dia na Floresta, no qual pais e filhos estão convidados a viver uma aventura imaginária através de palavras simples, ritmos contagiantes e jogos de rimas.

 

Dias 8 e 22 marcam o regresso à Quintinha de Monserrate de mais duas Sessões de Horticultura Biológica, cujos temas andarão em torno das Técnicas de Cultivo e de Manutenção do Solo em Hortas e Pomares (2ª sessão) e da Compostagem (3ª sessão).

 

A 5 de junho, durante a manhã, terá lugar mais uma Sessão de Anilhagem de Aves, no Parque de Monserrate, onde todos os visitantes podem assistir ao processo, aprender a identificar as várias espécie capturadas e colocar perguntas aos técnicos, aprofundando assim os seus conhecimentos na área.

 

O mês de junho traz consigo também uma componente didática de sensibilização ambiental com o Workshop sobre Comedouros para Aves, no dia 8, dando a conhecer formas fáceis e divertidas de aumentar a disponibilidade de alimento para as aves; a 22 tem lugar o Workshop sobre Caixas-Ninho para Aves que se destina a ensinar os participantes a melhorar os locais de nidificação da avifauna da Serra de Sintra.

 


 

PROGRAMAÇÃO

 

 

 

à 01 e 02 de junho

Dia Mundial da Criança - Aldeia da Criança

Quintinha de Monserrate | 10h30 e 15h

Vamos celebrar o Dia da Criança numa aldeia em ponto pequeno, com casas em miniatura,  onde miúdos e graúdos serão desafiados a descobrir antigos ofícios, a participar em atividades diversas e a obter muitos conhecimentos sobre a etnografia da região saloia. Não faltará sequer o ensaio de antigos pregões que as gentes do campo utilizavam quando iam à cidade vender os seus serviços e produtos! Estarão presente o padeiro, o cesteiro, o oleiro, o sapateiro e o pastor (entre outras), cada um ensinando crianças e famílias a colocar em prática a sua arte.

·         Duração: 2h00

·         Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 4 anos

·         Tarifário: €8,00/participante

 

 

 à 5 de junho

Anilhagem de Aves

Parque de Monserrate (Roseiral) I 10h00-13h00

 

Sessões com o objetivo de sensibilizar o público para questões relacionadas com a avifauna da Serra de Sintra, bem como a recolha de informações sobre o estado das populações de aves neste local. Qualquer visitante do Parque de Monserrate tem a oportunidade de assistir ao processo, incluindo a colocação da anilha e o registo das medidas das aves, recebendo explicações sobre cada passo e aprendendo a identificar as várias espécies capturadas, podendo também colocar questões aos técnicos e aprofundar os seus conhecimentos.

. Primeira Quarta-feira de cada mês, exceto feriados ou condições meteorológicas adversas)

. Gratuito mediante aquisição de bilhete para o Parque de Monserrate

 

 

 à 8 e 22 de Junho

Sessões de Horticultura Biológica – Módulo II (2ª e 3ª Sessão)

Quintinha de Monserrate I 9h30 – 14h

Dedicadas ao público em geral, estas sessões teórico-práticas, pretendem ensinar como pode ser cultivada uma horta de frutos e legumes diversificados. De Abril a Setembro serão instaladas as culturas de Primavera/Verão, de modo a ser observado o seu desenvolvimento, da sementeira à colheita, e posterior recolha e conservação de semente. Cada módulo divide-se em três partes, num total de 3 módulos. (Os participantes podem inscrever-se num módulo sem ter realizado o anterior.)

Módulo II

15 de Junho – As Técnicas de Cultivo e de Manutenção do Solo em Hortas e Pomares

Alfaias adequadas para o cultivo de hortícolas

Empalhamento do solo

O enrelvamento nos pomares

22 de Junho - A Compostatem

Utilização de resíduos domésticos, da horta, da floresta e da indústria

Pilhas quentes e frias

Vermicomposto

Horário: sessão teórico/prática das 9h30 às 14h00 (4h30)

Destinatários: público interessado em adquirir conhecimentos em Horticultura no Modo de Produção Biológico

Tarifário: 60€/módulo (3 sessões) (requer inscrição e pagamento prévios)

 

à 8 de junho

Workshop sobre Comedouros para Aves

Quintinha de Monserrate | 10h30

Esta ação pretende dar a conhecer formas fáceis e divertidas de aumentar a disponibilidade de alimento para as aves. Serão disponibilizados vários tipos de materiais, adequados à faixa etária, e construídos vários tipos de comedouros, que depois se colocarão no espaço exterior.

·         Duração: 2h

·         Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 4 anos

·         Tarifário: Gratuito

 

 

à 16 de junho

Alice no Jardim das Maravilhas

Parque da Pena | 10h30

E se, de repente, ao passearem no Parque da Pena, encontrassem uma menina chamada Alice e um Coelho Branco sempre muito apressado a olhar para o relógio? Será que estas duas personagens viajaram do País das Maravilhas até à Serra de Sintra? Terão vindo sozinhas? Venham viver uma fantástica aventura num encontro perfeito entre o teatro de rua e um jardim histórico onde não faltarão enigmas para resolver e provas para ultrapassar. Terão, ainda, oportunidade de tomar chá e comer biscoitos com o Chapeleiro Louco (cuidado, pois não sabemos o que pode acontecer de seguida…) e de aprender a jogar críquete com a terrível Rainha de Copas! No final o que irá acontecer?

Adaptação do clássico Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll, publicado a 4 de Julho de 1865.

·         Duração: 2h

·         Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 6 anos

·         Tarifário: €8,00/participante

 

 

à 22 de junho

Workshop sobre Caixas-Ninho para aves

Quintinha de Monserrate | 10h30

Atividade que se destina a aumentar a disponibilidade de locais de nidificação para algumas aves da Serra de Sintra, tais como o Chapim-real, a Trepadeira e a Carriça. Para a construção das caixas serão utilizadas madeiras cortadas a partir de dois troncos de um cedro derrubado no temporal de Sintra, como forma de aproveitamento da árvore.

·         Duração: 2h

·         Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 8 anos

·         Tarifário: Gratuito

 

à 22 de junho

Conhecer a Floresta com o Capuchinho Vermelho

Quintinha de Monserrate | 15h00

Destacar a importância da floresta, os animais que nela vivem, os produtos que nos fornece e as profissões a ela associadas é a proposta para explorar a Quintinha de Monserrate a partir de um conto tradicional. Será confecionado o lanche para levar à avozinha que está doente, semear-se-á uma planta para levar para casa e todos darão uma ajuda a tratar dos animais da Quintinha para a avozinha não apanhar calor! Tudo na companhia das principais personagens que dão vida a esta história.

·         Duração: 2h

·         Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 3 anos

·         Tarifário: €8,00/participante

 

 

à 23 de junho

Concerto para Bebés: Um Dia na Floresta

Palácio de Monserrate | 10h00

Um dia Na Floresta recria o ambiente de festa que se vive na Natureza. Trechos de música clássica, arranjados especialmente para bebés, com palavras simples, ritmos contagiantes e jogos de rimas, proporcionam um momento de envolvente magia para os mais pequenos. Através de histórias cantadas, o Concerto convida todos a viver esta aventura imaginária através das suas personagens: o dia que nasce, as flores que cantam, o cuco que assobia, a formiga corredora, o caracol que põe os pauzinhos ao sol, o lagarto pintado, a fada desaparecida e a lua que chega quando o sol se põe...

·         Duração: 1h

·         Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 3 meses

·         Tarifário:

o    adulto + 1 criança até aos 48 meses: €15,00

o    adultos e crianças com mais de 48 meses: €10,00

Programa:

O Dueto das Flores” (Ópera Lackmé, de Delibes, séc. XIX)

“Amanhecer” (Grieg, séc. XIX);

“Canção do Cuco” (adaptado de Benjamim Britten, séc. XX);

“Canção da Formiga” e a “Canção da Fada”, (adaptações de modinhas luso-brasileiras do séc. XVIII),

“Paçoca” (um chorinho do séc. XX),

“Canção do Caracol”,

“Canção do Adeus”: o Adágio do Inverno, das Quatro Estações de Vivaldi.

 

à 30 de junho

Viagem à Corte do Século XVIII

Palácio de Queluz | 15h00

Pé ante pé vamos fazer uma visita a todos os recantos do Palácio de Queluz, ouvir a sua história, ver pessoas de outra época. Vamos ouvir cantar, tocar e dançar músicas de setecentos. Saber como ali se realizava grandes festas, que vestidos e outros trajes se usavam neste espaço de enorme beleza e requinte. Vamos aprender que os príncipes e infantes não iam à escola mas tinham muitas matérias para aprender. Que outras surpresas haverá para descobrir? 

·         Duração: 2h

·         Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 5 anos

·         Tarifário: €8,00/participante

 

 

Todas as atividades, à exceção da Sessão de Anilhagem, são de lotação limitada e requerem inscrição prévia (npa@parquesdesintra.pt; 21 923 73 00)