Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Ensaio ou Café dos Artistas

Sinopse
Um ator, um músico e um encenador ensaiam incansavelmente, dia após dia, a mesma peça: a história de um simples cidadão perseguido pelos vizinhos notáveis e dignatários do regime. Os ensaios redundam em catástrofe. A companhia vê partir, um a um, todos os seus membros e é sistematicamente posta fora das salas que ocupa por razões de evidente prioridade: encontros políticos, reuniões sindicais, cineclube... Maus tempos para o Teatro!
Maus tempos para a esperança também... Porque a história passa-se num país que ensaia sem parar e não chega nunca a fazer uma verdadeira estreia.

Ficha Artística
Autor M' Hamed Benguettaf Tradução Mário Jacques Encenação José Peixoto Interpretação Jorge Silva, Rui Rebelo, Victor Santos Cenário e Figurinos Marta Carreiras Desenho de Luz e Fotografia Aurélio Vasques Música Rui Rebelo Design Gráfico Rui A. Pereira Assistente de Encenação Anna Eremin Produção Executiva Anabela Gonçalves Produção Teatro dos Aloés Classificação etária M/12

Fotos de Ensaio: Anabela Gonçalves

Local

21 e 22 Setembro no Teatro Municipal Mirita Casimiro - Monte Estoril Cascais

26 a 29 Setembro no Teatro Municipal Joaquim Benite - Almada

Reposição Chove em Barcelona de Pau Miró


Reposição do espetáculo "Chove em Barcelona" que voltará ao palco de 22 de Janeiro a 02 de Fevereiro nos Recreios da Amadora,  com interpretação de Anna Eremin, João de Brito e Luís Barros e encenação de Jorge Silva.

 

Sinopse 
Chove em Barcelona. Chove no Bairro Raval, antigo bairro Chino, local onde uma mescla imensa de povos e culturas se cruzam. Chove no pequeno quarto de Lali, a prostituta, do chulo Carlos e de David, o cliente. Pessoas do Bairro a quem Pau Miró deu voz e transformou em personagens carregadas de sonhos e frustrações.

Ficha artística
Autor Pau Miró Tradução AnnaEreminEncenação Jorge Silva Interpretação Anna Eremin, João de Brito, Luis Barros Cenário e Figurinos Teresa VarelaDesenho de Luz Jochen PasternackiSonoplastiaJorge SilvaeRui Rebelo Design GráficoRui A. PereiraFotografiaEduardo AmaroProdução Executiva Anabela Gonçalves Produção Teatro dos Aloés

Créditos fotografia promocional: André R. Cunha

Classificação etária M/16 Duração aproximada 70 min
Género artístico
Drama

Mais informações e reservas
Tel. 218140825 / 916648204
teatrodosaloes@sapo.pt
www.facebook.com/aloesteatro ou teatro.dosaloes

Local

 

 

Preço

 

Recreios da Amadora:
5€ bilhete normal (sujeito a descontos)
Dia 27 de Março - DIA MUNDIAL DO TEATRO - ENTRADA LIVRE

Os Juramentos Indiscretos

 


Co-produção com o Teatro Nacional de São João


Sinopse

Conforme as regras do séc. XVIII dois jovens são destinados um ao outro para fazerem um casamento programado pelos pais sem o seu conhecimento e no interesse das respectivas famílias. Numa atitude de irreverência e revolucionando os costumes da época decidem encontrar-se para declararem a respectiva indisponibilidade para esse casamento. Nesse encontro porém são surpreendidos pelo estranho sentimento de não aceitação da rejeição proposta pelo outro. Todo o resto da história é a tentativa da manutenção da fidelidade à palavra dada e a resistência a um amor que se vai impondo à maneira que se vão tentando explicar e supostamente afastar. Nesta luta entra uma irmã que se põe entre o par amoroso e vai fazendo crescer o ciúme e o sofrimento de amor. Entram uns criados que defendem os interesses dos amos enquanto defendem os seus. Resta analisar se as famílias não continuam a controlar e a conduzir os nossos afectos e as sociedades a condicionar as nossas opções.

Ficha Artística
Autor Marivaux Tradução Maria João Brilhante Encenação José Peixoto Cenário e figurinos Marta Carreiras Música Luís Cília Desenho de luz Jochen Pasternaki Assistente de Encenação Anna Eremin Produção Executiva Aloés Gislaine Tadwald, Anabela Gonçalves Coprodução Teatro dos Aloés / TNSJ

Interpretação Adriana Moniz, Carla Chambel, Sara Cipriano, Carlos Malvarez, Jorge Silva, José Peixoto e Nuno Nunes

M12

Local

 

AGENDA 2013
Teatro Nacional Dona Maria II - Lisboa - 28 Novembro a 15 Dezembro


 

Preço

 

MAIS INFO: www.teatro-dmaria.pt

Histórias da Minha Avó com Sofia de Portugal

 

“Histórias da Minha Avó”
 
A partir de contos populares
 
sinopse
 
Histórias da minha avó é um espetáculo criado a partir de contos populares recriando um espaço de convívio entre atores e público. Partindo dos nossos contos populares, reconstruimos a figura de contador e cantador de histórias. O Contador de história é a génese do ator, e contar uma história é a origem do espetáculo.

De autoria anónima, mas de génese coletiva, o conto popular serve o divertimento ou imaginação com princípios educacionais que passam facilmente a fazer parte do mundo compreensível da criança e não só. Na realidade, os contos encenam de forma fantástica os obstáculos que a criança vai percorrer, as dificuldades que a ameaçam, os medos, a diferença entre o bem e o mal, etc. Daí que só possamos concluir pela importância que este tipo de narrativas teve, tem e continuará a ter nas sociedades, na estruturação da personalidade dos mais miúdos aos mais graúdos.


Ficha Artística

Encenação: Sofia de Portugal
Interpretação: Sofia de Portugal, Miguel Tapadas e Rui Rebelo
Iluminação e Cenografia: Aurélio Vasques
Fotografias: Gislaine Tadwald (Cores) Aurélio Vasques (PB)

M6

Reservas: 218140825/916648204  ou teatrodosaloes@sapo.pt

Local

 

Agenda
6 e 7  Dezembro 2013 Fórum Municipal Romeu Correia, Almada

JULIETA com Elsa Valentim

JULIETA
espectáculo de Clown
Encenação Mario Gonzalez Interpretação Elsa Valentim

Classificação etária M12
 
Sinopse
Um Gongo soa no espaço vazio. A clown Carmen chega, decidida a tentar representar a personagem Julieta de William Sheakspeare. Tem apenas uma hora para dar a conhecer essa história, essa vida, essa voz. Diferente a cada dia, este jogo com o tempo resulta não num monólogo, mas num diálogo com o público, até que passados exactamente sessenta minutos, o gongo volte a soar, levando consigo o som e a luz dessa clown que se encontra sempre de passagem.
Fiel ao principios da Commedia Dell´Arte, o jogo de improviso é uma parte importante do espectáculo. Num confito permanente com o Tempo, a Clown Carmen tem que decidir a cada momento se se deixa levar pelo que acontece, na relação directa que estabelece com o espectador, ou se conta a história que tem para contar, representa as cenas que preparou, ou a canção que quer muito cantar.
Nem ela nem o público sabem o que vai acontecer, porque quando o gongo volta a soar, esteja onde estiver, o espectáculo termina, mesmo que seja a meio de uma frase, de um gesto… e o público é convidado a regressar outro dia, na esperança de que um dia se dê o milagre de chegarem juntos ao fim, não abdicando do que está programado e não abdicando de tudo o que acontece entre o público e a Clown.
 
JULIETA resultado da residência artística de Mario Gonzalez grande mestre de Commedia Dell´Arte e da actriz Elsa Valentim no Teatro OBando.

O Projeto Julieta 
Este espectáculo é o resultado do encontro entre Mário Gonzalez, encenador e mestre da técnica de máscara e clown, e os actores Elsa Valentim e Viktor Melnikov.
Em 2011, estes dois actores  criaram um programa que tem como objectivo a organização de Masterclasses com grandes mestres do teatro contemporâneo, ao qual deram o nome de Open Workspace. O Open Workspace foi criado em parceria com a Act – Escola de Actores, da qual Elsa Valentim é directora pedagógica, e a Tell to Joy Art Theatre, uma companhia Dinamarquesa, da qual Viktor Melnikov é director artístico. 
Um dos objectivos deste programa é juntar actores de várias nacionalidades com um mestre e no final desse encontro criar condições para desenvolver um trabalho que resulte num espectáculo que possa ser partilhado por um público mais alargado do que exclusivamente aquele do país onde foi criado.
O Teatro dos Aloés juntou-se a este programa, para produzir Julieta, o primeiro espectáculo criado a partir deste principio.
Após a Masterclasse de Lisboa dirigida por Mário Gonzalez, que juntou actores portugueses com actores vindos de diversos países da Europa (Dinamarca, Holanda, Finlândia, Itália), o encenador permaneceu no nosso país em residência artística no Teatro O Bando, em Palmela, ao qual se juntou uma equipa de criadores nacionais: Elsa Valentim (actriz), Nuno Pino Custódio (assistência de encenação e construção do nariz de Clown), Ana Brum (figurinos) e João Rodrigues (espaço cénico e luzes).
Foi apresentado ao público em Abril, em quatro exibições, e estão programados espectáculos em território nacional, no Teatro do Bairro em Lisboa (Julho), Recreios da Amadora (Outubro)e Festival TeatroAgosto no Fundão.
Prepara-se também para cumprir a sua vocação internacional, tendo sido convidado para participar no  Festival Of Solo Performances and Mime, em Belgrado, na Sérvia (8 de Julho), no Chekhov International Theater Festival, no Connecticut, e no Michael Chekhov Acting Studio em Nova Iorque, ambos em Setembro.

Local


06 Setembro 2013 AvanTeatro 2013, Seixal
28 a 30 Novembro 2013 Fórum Municipal Romeu Correia, Almada

Curso "Marivaux: Uma Fronteira do Teatro": Inscrições abertas

 

 

O sucesso alcançado por "Os Juramentos Indiscretos" despertou uma grande curiosidade sobre este autor junto do público em geral e em especial junto dos jovens mormente junto de candidatos a atores. Assim e para responder a esta curiosidade programámos uma ação de formação a ter lugar em Setembro de 2013 sobre este dramaturgo. Trabalharemos sobre a complexa peça "Os Actores de Boa Fé", texto sobre os limites ou contiguidade da verdade e da mentira no comportamento humano e que exige dos atores  um refinado jogo interpretativo. Como extensão do curso a Professora Maria João Brilhante proferirá uma Lição sobre Marivaux e o Professor Rui Pina Coelho uma reflexão crítica sobre o Teatro de Marivaux em Portugal. 

Modalidades de participação: 
a)  Alunos atores que levarão a cabo a prática teatral; 
b) Alunos ouvintes / observadores com funções de dramaturgistas e críticos-comentadores do trabalho desenvolvido pelos alunos atores. 
Público-alvo: maiores de 16 anos
Formador : José Peixoto 
Conferencistas: Maria João Brilhante e Rui Pina Coelho

Local: Auditório da Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos 
Horário: 02 a 25 de Setembro 2013, segundas e quartas, das 20h às 23h 
Valor de Inscrição: 
- 25,00€ alunos atores
- 10,00€ alunos observadores

INSCRIÇÕES ABERTAS: Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, Amadora
                                            Bibliotecas@cm-amadora.pt
                                            teatrodosaloes@sapo.pt

Mais informações. 916648204

INFO: Inscrições limitadas ao número de participantes de 14 alunos atores e 14 alunos observadores.

OBJET PRÉFÉRÉ


05 setembro | 19h

 


Organizada pela Fabrica Benetton e pelo Grand Hornu Images a exposição “Objet Préféré” inaugura no dia 05 de Setembro, às 19h, no piso 1 do MUDE – Museu do Design e da Moda, Colecção Francisco Capelo.

Abre ao público no dia 6 de setembro.

1º FESTIVAL DE ARTE URBANA CELEBRA REABILITAÇÃO DA PASSAGEM PEDONAL INFERIOR DE ALCÂNTARA


 

 Este sábado, dia 31 de Agosto, tem lugar o 1º Festival de Arte Urbana nas Docas de Santo Amaro e na PPSA (Passagem Pedonal Subterrânea de Alcântara), com DJ's, battle MC's, Break Dance, Hip Hop, Open mic, Skate (Arquifortes), pintura ao vivo e light graffiti,

 

Da 18h até ás 04h da manhã, a APAURB -  Associação Portuguesa de Arte Urbana, responsável pela reabilitação da passagem pedonal, convida para a celebração da acção de voluntariado que acontece na iniciativa e promovendo várias vertentes da cultura Urbana.

 

Recorde-se que a PPSA está ser alvo de um Projecto de Reabilitação, no qual e, em toda a extensão do túnel, pretende-se reproduzir imagens de Lisboa, utilizando a arquitectura do espaço para criar um efeito 3D dos miradouros de Lisboa.

 

Para a realização deste projecto a APAURB conta com a colaboração de diversas entidades, nomeadamente a Associação de Comerciantes das Docas de Santo Amaro, Câmara Municipal de Lisboa, Fundação Museu Oriente e SIKA marca de tintas, especialistas em reabilitação urbana.

 

d'Formação arranca em Setembro com novos cursos!

Orquestra de Percussão é a grande novidade, mas há música, teatro, culturas e técnicas.

https://www.facebook.com/dFormacao



Em Setembro, a d'Formação inicia a sua temporada formativa (2013/2014) com a realização de workshops e com as inscrições para mais um ano lectivo de cursos regulares, dirigidos a todas as idades, nas áreas de Música, Teatro, Cultura e Técnicas, com especial destaque para a criação do projecto comunitário de uma Orquestra de Percussão. Os Cursos para o 1º trimestre Outubro/Novembro/Dezembro têm inscrições abertas até 30 de Setembro.

Dando continuidade ao ensino artístico plural e acessível, a plataforma formativa da d'Orfeu reitera a sua missão de interacção e complementaridade interdisciplinar, o que permite aos seus formandos uma visão mais abrangente e transversal. Neste sentido, em Setembro realizar-se-à uma série de formações complementares: Workshop Colocação de Voz e Dicção (sábado 14), Workshop de Postura em Público (sábado 28), Workshop de Iluminação para principiantes (sábado 28) e Workshop de Som para principiantes (domingo 29).

No primeiro trimestre, em regime individual ou em classe de conjunto, a EMtrad’ - que reúne a oferta musical da d’Formação -, retoma a oferta de aulas semanais de Concertina, Violino, Guitarra, Viola Braguesa, Cavaquinho, Piano, Baixo eléctrico, Bateria, Percussão e Canto Tradicional, Gaita-de-Foles e Formação Musical. Para os mais novos, este ano haverá a criação da Orquestra de Percussão, que iniciará a sua actividade em estreita relação com as IPSS, escolas e associações do concelho de Águeda, bem como com crianças, adolescentes e jovens (entre os 10 e os 18 anos) que se inscrevam a título individual. Está igualmente prevista uma jornada dedicada à música tradicional europeia no dia 1 de Novembro, reunindo vários workshops de instrumentos tradicionais ao longo do dia, com a participação de músicos do projecto europeu FolkMus, de que a d'Orfeu é o parceiro português.

Na expressão teatral, o Núcleo de Teatro para adultos continuará o trabalho de criação de um espectáculo e sua apresentação pública, enquanto os mais pequenos terão a oportunidade de brincar ao faz-de-conta no Curso de Expressão e Marionetas. Os principais movimentos artísticos ao longo dos tempos serão desvendados no Curso de História das Artes & Artes Plásticas para adultos, que durante mais um ano desenvolverá exercícios, conceitos e técnicas. No domínio técnico, em Outubro a oferta formativa volta a apostar no Curso de Som, abordagem teórico-prática sobre a produção técnica e registo de um espectáculo, e no Curso de Iluminação, que aborda as várias etapas a ter em consideração na iluminação de cena de um espectáculo.

As inscrições decorrem até 30 de Setembro, havendo a possibilidade de várias modalidades de desconto nas mensalidades: Cartão d'Orfeu, Família (25%), Parceiro (10%) e membros das Associações do concelho de Águeda (50%), no âmbito do protocolo em vigor entre a d’Orfeu e a Câmara Municipal de Águeda.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail dformacao@dorfeu.pt <x-msg://280/dformacao@dorfeu.pt> , no sítio http://www.dorfeu.pt/dformacao, pelos telefones 234603164 / 934623775 ou presencialmente na d’Orfeu, no horário habitual de atendimento 9h30-12h30 e 14h00-18h30.

A nova oferta formativa está lançada. Vem d’Formar-te!


http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC

A PROVA ORAL desta semana


SEGUNDA-FEIRA

conversa com Jorge Rio Cardoso, autor de livro «O Professor do Futuro» (edição Guerra & Paz)


TERÇA-FEIRA

A convidada é Sofia Aboim, autora do livro «A Sexualidad dos Portugueses» (edição da Fundação Francisco Manuel dos Santos)


QUARTA-FEIRA

Falaremos de «Dislexia, Disgrafia, Disortografia e Discalculia» com Diana Tereso Coelho, autora do livro «Dificuldades de aprendizagem específicas» (Areal editores)


QUINTA-FEIRA

A anunciar.


Prova Oral: de segunda a quinta-feira, a partir das 19h00, na Antena 3, com Fernando Alvim e Xana Alves.

FLUVIÁRIO DE MORA:PROJECTO EDUCATIVO 2013/ 2014

 


Denominado “A Água que nos Une”, o Fluviário de Mora delineou o seu Projecto Educativo para o corrente ano lectivo abrindo as portas aos professores interessados em inserir nas suas aulas informação científica disponibilizada por aquele espaço.

 

 

Para além das visitas guiadas às exposições vivas do espaço, o Fluviário de Mora oferece diversas Oficinas Ambientais dirigidas aos diferentes graus de ensino, do Pré-Escolar ao Secundário, cerca de 20 opções que ensinam a biodiversidade dos rios portugueses, a importância da água e do ambiente no nosso planeta e o respeito pelo ecossistema em que vivemos.

 

 

 

Uma novidade este ano são as actividades low cost para a escolas onde, pelo mesmo preço, têm direito a visitar o espaço com visita guiada e optar por outra actividade, seja o Parque Aventura, um Passeio Fluvial ou um Lanche com Surpresas.

 

 

 

Tanto na Educação Ambiental como para a Cidadania, o rio e um grande aquário dedicado aos ecossistemas dulciaquícolas podem ser o seu melhor recurso educativo.

 

 

 

O Fluviário tem programas escolares para o Pré-Escolar, 1º, 2º e 3º ciclos e ainda para os alunos do Secundário.