Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Passatempo TORGA - Teatro Experimental de Cascais

O Blog Cultura de Borla em parceria com o Teatro Experimental de Cascais  tem bilhetes duplos para a peça Torga para os dias 27 a 30 de Maio aos leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ver TORGA com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone:

18230705_1o7Iz.jpg

 

 
TEC está a celebrar 50 anos.
Celebra-se também 20 anos da morte de Miguel Torga.
 
TORGA vem a ser o novo espectáculo do Teatro Experimental de Cascais e tem um grande elenco. 
 
 
O espectáculo TORGA vai estrear dia 9 de Abril e fica em cena até 30 de Maio com caras conhecidas da televisão e do Teatro.
 
O grande Carlos Avilez é o encenador e director da Companhia. 
São os actores de TORGA: António Marques | Bruno Bernardo | Cláudia Semedo | Fernanda Neves | Filipe Abreu | João Cachola | Luiz Rizo |Raquel Oliveira | Rodrigo Tomás | Sérgio Silva | Teresa Côrte-Real
 

9 ABR a 30 MAI

4ª a Sábado às 21.30h | Domingo às 16.00h

Teatro Municipal Mirita Casimiro

Av. Fausto de Figueiredo, Monte Estoril

 

 

encenação Carlos Avilez

cenografia | figurinos Fernando Alvarez

dramaturgia Miguel Graça

saxofone Eduardo Abreu

fotografia Ricardo Rodrigues

direcção de montagem Manuel Amorim

assistência de ensaios | operação de luz Jorge Saraiva

sonoplastia | vídeo Hugo Reis

 

 

interpretação

António Marques | Bruno Bernardo | Cláudia Semedo | Fernanda Neves | Filipe Abreu | João Cachola | Luiz Rizo |Raquel Oliveira | Rodrigo Tomás | Sérgio Silva | Teresa Côrte-Real

 

M/ 12 anos

Apresentação do livro "A PESSOA, UM SER-COM E PARA O OUTRO" | 30 maio | 15h30 | Biblioteca Municipal do Barreiro

cartaz_lancamento_A%20pessoa.jpg

 

 

No próximo dia 30 de maio, sábado, terá lugar a apresentação do livro "A Pessoa, Um Ser-Com e para o Outro”, das autoras Joaquina Franco, Margarida Almeida e Sandra Cabrita, pelas 15h30, no Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro.

Este Ensaio tem a assinatura da Chiado Editora.

A entrada é livre.

 

Sinopse

Entendemos a creche como um contexto de constante comunicação, de relações sociais e pessoais; capaz de permitir à criança, através de condições favoráveis, um desenvolvimento emocional, físico, cognitivo e social. Neste contexto deverá estar implícita a ideia de prolongamento da casa, da família, da continuidade de cuidados prestados pela família à criança, favorecendo entre outras a satisfação das necessidades emocionais básicas de intimidade, atenção, aceitação, descoberta, desenvolvimento da autoestima e formação do «eu» em relação com o outro.

A qualidade das relações afetivas depende do comportamento do adulto em interação, da sua sensibilidade, capacidade de resposta, envolvimento emotivo e autenticidade. Quando o adulto não reconhece no outro um seu semelhante, dificilmente este outro conseguirá extrair o máximo proveito do encontro com o seu mundo.

Porque acreditamos que o momento do cuidado depende da perceção e conhecimentos de alguém em relação às necessidades do outro, da sua disponibilidade e do seu envolvimento com esse outro, pretendemos com o nosso estudo perceber qual o “lugar pedagógico” dos cuidados quotidianos na creche, para as educadoras em estudo e entender o significado e importância destes cuidados, segundo o ponto de vista das mesmas educadoras.

 

A Biblioteca Municipal do Barreiro está situada na Rua da Bandeira, Urbanização do Palácio do Coimbra, 2830-330 Barreiro.

Telemóvel: 21 206 86 56 (Receção) e email: biblioteca.municipal@cm-barreiro.pt

 CMB