Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

África em Lisboa | 27 a 31 de maio, no Museu da Carris

27 a 31 de maio, no Museu da Carris

 

África em Lisboa

 

África%20em%20Lisboa%20(2).jpg

 

Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé vão estar em África em Lisboa que, durante cinco dias, de 27 a 31 de maio, no Museu da Carris, mostra o melhor das artes performativas, moda, artesanato e gastronomia destes cinco países de ritmos, cores, cheiros e sabores apaixonantes.

 

Um mercado de marcas e produtos africanos e uma área de gastronomia, com ementas típicas dos países representados, além de espetáculos musicais, teatro, dança, exposições de pintura, escultura e fotografia, tertúlias literárias, moda e acessórios, juntam-se no mesmo espaço, no coração da capital portuguesa, para reavivar sensações aos africanos que moram em Portugal, arrebatar os portugueses que amam África e cativar os inúmeros turistas estrangeiros que visitam Lisboa.

 

Cada dia terá um país em destaque e, também, momentos de fusão da cultura africana com a portuguesa, numa exaltação à partilha dos percursos quotidianos dos vários povos.

 

África em Lisboa é paixão!

 

África em Lisboa

27 a 31 de maio

Quarta a sexta-feira: 18h00-00h00

Sábado e domingo: 13h00-00h00

Museu da Carris (Rua Primeiro de Maio, 101-103, 1300-472 Lisboa)

 

Bilhetes:

+ 6 anos: 5 €/dia

Passe Família/dia (4 pessoas: dois adultos e dois menores 12 anos): 18 €

Passe 5 dias: 22 €

Locais de venda: Bilheteira no local

 

Atividades nos parques e monumentos de Sintra em maio

Atividades nos parques e monumentos de Sintra em maio

 

  • "Fascination of Plants Day" 2015: Monserrate – Jardins do Mundo
  • Abelhas e Outros Insetos Polinizadores
  • Workshop de Plantas Aromáticas e Medicinais e de Sabonetes Naturais
  • Horticultura Biológica: sessões primavera-verão

 

O mês de maio, nos parques e monumentos de Sintra, é marcado por atividades como a terceira e quarta sessões de Horticultura Biológica, O Mundo das Abelhas e Outros Insetos Polinizadores,o Workshop de Plantas Aromáticas e Medicinais e o Workshop de Sabonetes Naturais, a decorrer na Quintinha de Monserrate. Haverá também atividades como a À Descoberta do Convento da Cortiça, no Convento dos Capuchos; o Concerto para Bebés – Um Dia na Floresta, no Palácio de Monserrate; Monserrate – Jardins do Mundo (inserido no "Fascination of Plants Day" 2015), no Parque de Monserrate; À Conquista do Castelo no Castelo dos Mouros; ou a Viagem à Corte do Século XVIIII, no Palácio Nacional de Queluz.

Continuam a decorrer as visitas guiadas integradas no projeto “Parques de Sintra Acolhem Melhor”, que permitem a fruição do património a visitantes cegos ou amblíopes, surdos e pessoas com mobilidade condicionada: Sentir o Património, Jardins de Monserrate sem Barreiras e Património em Gestos, que têm lugar no Parque de Monserrate.

 

PROGRAMAÇÃO

 

 

Viagem à Corte do Século XVIII

Domingo, 31 de maio, 15h00, Palácio Nacional de Queluz

Os participantes são convidados a conhecer todos os recantos do Palácio Nacional de Queluz, a ouvir a sua História, a ver pessoas de outra época. Vão ouvir cantar, tocar e dançar músicas de setecentos. Aprenderão como se realizavam grandes festas e que vestidos e outros trajes se usavam neste espaço de enorme beleza e requinte. Descobrirão também que os príncipes e infantes não iam à escola mas tinham muitas matérias para aprender.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir 5 anos

- Duração: 2h

- Tarifário: 9€/participante

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Exposição 180 anos da morte de D. Pedro IV

Todos os dias, 09h00 – 17h00, Palácio Nacional de Queluz

Projeto museológico do Quarto D. Quixote, no âmbito dos 180 anos da morte de D. Pedro d’Alcântara de Bragança. O objetivo deste projeto museológico prendeu-se com o estudo e valorização do Quarto D. Quixote e os espaços adjacentes, bem como a figura de D. Pedro IV, através de uma nova museografia e de vários suportes interpretativos, com destaque para os digitais. Foram reunidas peças do Palácio Nacional de Queluz e protocolados empréstimos com outras instituições: Museu Nacional de Arte Antiga, Palácio Nacional da Ajuda, Museu Nacional dos Coches, Museu Militar de Lisboa e Museu Nacional Soares dos Reis. Estão expostas 48 peças, incluindo 15 pinturas e miniaturas, 15 objetos pessoais de D. Pedro IV e 9 peças de mobiliário.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional de Queluz

- Saber mais: www.dpedroiv.parquesdesintra.pt

 

 

Exposição - Melhores Imagens do BIO+Sintra

Todos os dias, 10h00 – 17h00, Info Parques de Sintra e Palácio de Monserrate

Exposição das imagens premiadas pelo júri na sessão de Verão dos Concursos de Fotografia “Captar Sintra – A Biodiversidade das estações”, promovidos no âmbito do projeto BIO+Sintra. No espaço Info Parques de Sintra é possível ver os três vencedores da última sessão dos concursos e as quatro menções honrosas atribuídas pelo júri. Adicionalmente, estão expostas no Palácio de Monserrate todas as imagens vencedoras do 1º ano do “Captar Sintra”.

- Tarifário: bilhete para o Palácio de Monserrate

 

 

Documentário “A Sinfonia”

Sábados e domingos,15h30 – 16h30, Info Parques de Sintra

Documentário "A Sinfonia", produzido no âmbito do projeto BIO+Sintra, em exibição no espaço Info Parques de Sintra, todos os sábados e domingos, com entrada livre. O documentário apresenta dez importantes valores naturais, pela voz de biólogos especialistas, conduzidos por João Rodil, conhecido escritor e historiador local. Pretende-se tornar pessoal e emocional o envolvimento do espetador na salvaguarda do equilíbrio dos ecossistemas da Serra de Sintra.

- Legendado em inglês

- Gratuito

- Saber mais: www.youtube.com/user/lifebiomaissintra

 

 

Passeios a Cavalo e de Pónei

Todos os dias, Parque da Pena

Passeios a cavalo em que o visitante percorre, de uma forma diferente, os caminhos e trilhos do Parque da Pena. A duração dos passeios a cavalo pode variar entre os 30 e os 90 min., ou as 3h e as 6h. No programa mais longo existe a possibilidade de visitar outros polos sob gestão da Parques de Sintra e mesmo agendar um almoço em local a especificar. Todos os passeios são feitos mediante acompanhamento dos tratadores dos cavalos, que guia os visitantes através do percurso.

A pensar nas crianças, a Parques de Sintra dispõe também de uma atividade que permite aos mais novos terem a sua primeira experiência a cavalo num pónei, treinado especialmente para o efeito e acompanhados também por um dos seus tratadores.

- Passeios a cavalo: 10€/30 min, 25€/90 min, 50€/3h, 100€/6h (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Passeios de pónei: 5€/15 min (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Para garantir disponibilidade, é recomendável efetuar reserva prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00

- A realização do passeio depende das condições meteorológicas

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-a-cavalo/

 

 

Passeios de Charrete

Parque da Pena

Os passeios de charrete no Parque da Pena proporcionam uma verdadeira viagem no tempo num percurso entre o Vale dos Lagos e o Chalet da Condessa d’Edla, passando pela Quinta da Pena e o Jardim da Condessa d’Edla. Este passeio pode ser livre ou acompanhado por um guia especializado. Conduz os visitantes à descoberta da História deste Parque e dos seus criadores, das espécies botânicas e animais que surgem ao longo do percurso e dos edifícios históricos e recantos do jardim que se encontram no trajeto.

- De 1 de maio de 2015 a 28 de setembro de 2015, disponível de 5ª feira a domingo e feriados. É possível reservar visitas privadas em outros dias.

- O passeio pode incluir até 6 adultos ou 4 adultos e 4 crianças

 

- Percursos:

Lagos → Chalet da Condessa d’Edla (duração: 20 minutos)

Chalet da Condessa d’Edla → Lagos (duração: 20 minutos)

 

- Tarifário por percurso:

Adultos: 3,5€

Jovens (6 aos 17 anos): 2€

Crianças (< 6 anos): gratuito

Visitas privadas (1h): 75€ (necessário efetuar reserva prévia)

*A todos os valores se acrescenta o bilhete de entrada no Parque da Pena, onde os programas decorrem

 

- A realização da atividade depende das condições meteorológicas

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-de-charrete/

 

 

Exposição “Vitrais e Vidros: Um Gosto de D. Fernando II”

Todos os dias, Palácio Nacional da Pena

Exposição de um notável conjunto de vitrais dos séculos XIV a XIX, no qual se insere o mais antigo vitral conhecido em Portugal. Inclui também elementos da coleção de vidros do Palácio da Pena, uma das mais representativas coleções da história do vidro europeu existente no nosso país. Recentemente, passou também a englobar algumas peças que pertenceram à coleção de vidros do rei D. Fernando II e que são das reservas do Museu Nacional de Arte Antiga.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional da Pena

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/evento/exposicao-vitrais-e-vidros-um-gosto-de-d-fernando-ii/

 

 

Comemorações do Dia do Concelho de Palmela | 1 de junho - Programa

1 de junho | Cine-Teatro S. João
Cerimónia de atribuição de condecorações a cidadãos e instituições
assinala Dia do Concelho

No Dia do Concelho, assinalado a 1 de junho, a Câmara Municipal de Palmela promove uma cerimónia de atribuição de condecorações a cidadãos, trabalhadores e entidades que contribuem para o desenvolvimento da comunidade,. A cerimónia decorre no Cine-Teatro S. João, em Palmela, às 17 horas.
A Medalha de Honra será atribuída a Agostinho da Silva, por serviços de excecional relevância prestados ao concelho. No Ano Europeu do Desenvolvimento, as Medalhas de Mérito homenageiam três entidades que, pela sua intervenção, contribuem para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, nomeadamente, a erradicação da pobreza e a sustentabilidade dos territórios: AMI - Fundação Assistência Médica Internacional; IMVF - Instituto Marquês de Valle Flôr e UNICEF - Fundo das Nações Unidas para a Infância. No âmbito  do Património Cultural e Investigação Historiográfica, serão atribuídas Medalhas de Mérito a Isabel Cristina Ferreira Fernandes e Luís Adão da Fonseca. No plano local, distinguem sete instituições e associações que marcam a vida do concelho, reveladoras de uma capacidade para fazer melhor e chegar mais longe pelo trabalho, pelo empenho individual e coletivo, mas, também, pelo espírito de iniciativa, visão e capacidade de concretização de projetos  que contribuem para o seu desenvolvimento: Grupo 40 de Palmela da Associação de Escoteiros de Portugal, Associação de Convívio para idosos de Cabanas, Associação de Moradores do Lau, Associação Juvenil Odisseia, Banco Alimentar Contra a Fome de Setúbal, Bardoada - Grupo do Sarrafo e FIAR - Associação Cultural.
A Medalha Municipal de Serviço Prestado será atribuída a mais de meia centena de trabalhadores, que cumprindo determinado período de carreira - 15 (Grau Cobre), 25 (Grau Prata) e 35 anos (Grau Ouro) - revelaram assiduidade e comportamento exemplares no exercício do cargo. Por último, a Medalha Municipal de Dedicação galardoará duas trabalhadoras que, no cumprimento dos seus deveres, se distinguiram exemplarmente, pelo zelo, competência, decisão, espírito de iniciativa e dedicação.
O programa comemorativo integra, ainda, no dia 31 de maio, às 9h30, a instalação de uma Estação de Street Workout e remodelação do Espaço de Jogo e Recreio da Solidariedade [Projeto "(A)gente do bairro"], em Pinhal Novo, a inauguração do Circuito de Prevenção Rodoviária no Jardim José António Ferreira da Costa, na Venda do Alcaide [Projeto "(A)gente do bairro], dia 1 de junho, às 10h00; a estreia da "Sinfonia Palmela" (apoios ao abrigo do Programa Mecenas de Palmela: Casa Ermelinda Freitas, Vinhos Lda; Palser, Bionergia e Paletas Lda; Sociedade Luso Espanhola de Metais Lda - SLEM), espetáculo que decorrerá no dia 31 de maio, no Cine-Teatro S. João, em Palmela, com direção de Jorge Salgueiro e, por último, a visita encenada à Alcaria do Alto da Queimada, na Serra do Louro, dia 1 de junho,  às 18h30, uma parceria entre o Museu Municipal de Palmela e o Teatro O Bando.


Medalha de Honra do Concelho de Palmela
Agostinho da Silva


Património Cultural e Investigação Historiográfica

Medalha Municipal de Mérito (grau Ouro)
Isabel Cristina Ferreira Fernandes
Luís Adão da Fonseca


Ano Europeu do Desenvolvimento

Medalha Municipal de Mérito (grau Cobre)
AMI - Fundação Assistência Médica Internacional
IMVF - Instituto Marquês de Valle Flôr
UNICEF - Fundo das Nações Unidas para a Infância


Associativismo

Medalha Municipal de Mérito (grau Prata - 25 anos)
Grupo 40 de Palmela da Associação dos Escoteiros de Portugal

Medalha Municipal de Mérito (grau Cobre - 15 anos)
Associação de Convívio para Idosos de Cabanas
Associação de Moradores do Lau
Associação Juvenil Odisseia
Banco Alimentar Contra a Fome de Setúbal
Bardoada - Grupo do Sarrafo
FIAR - Associação Cultural

SERÁ QUE VAI DAR EMPATE OU VAI DAR… GALO?

 

 

image002 (3).jpg

 

 

 

Um tabuleiro, dois jogadores e cinco peças para cada um. Vale movê-las na vertical, horizontal e até na diagonal. Poucas são as ferramentas necessárias para criar o mítico jogo do galo. A 31 de maio no atelier lúdico dos “Dominguinhos”, as crianças vão poder construir o divertido e sempre na moda passatempo popular para brincar com toda a família. Será que vai dar empate ou vai dar “galo”?

 

Os “Dominguinhos” resultam da parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, dedicada a projetos educativos. Tem lugar aos domingos, entre as 11h00 e as 12h00, no corredor de Moda Infantil do MAR Shopping, Piso 0, e oferecem sempre atividades lúdicas e muito divertidas, totalmente gratuitas.

O melhor da África atual mostra-se em Lisboa

É paixão!

 

 

 

image003.jpg

 

 

“O mundo a seus pés”, uma instalação criada por Fátima Lopes propositadamente para África em Lisboa, que vai decorrer de 27 a 31 maio, no Museu da Carris, revela a sua coleção de sapatos, a nova paixão e aposta da marca da estilista.

 

A criadora e a designer de jóias Maria João Bahia, autora do troféu Globos de Ouro e do prémio Moztech, Expo Digital de Moçambique, são as presenças portuguesas em África em Lisboa.

 

Durante os cinco dias do evento, as estilistas africanas Gertrudes Évora (Cabo Verde), Duda Camenha e Mia Alves (Angola), Nonó Moda (Guiné), Goretti Pina (São Tomé) e o estilista Moms Amade (Moçambique), desfilam as suas mais recentes criações.

 

Em África em Lisboa, o artista plástico João Murillo, nascido em Angola, apresenta as esculturas-instalações “Estação das Chuvas” e “Feito de branco, branco de feito”, além de quadros e aguarelas da sua autoria.

 

Angola está ainda representada nas obras de António Ole, Hildebrando de Melo, Adalberto Brito (Dé), Dília Fraguito Samarth e Lino Damião.

 

Na pintura de David Levy Lima, vemos refletida toda a morabeza cabo-verdiana mas também o estado de alma de quem vive, há mais de 40 anos, longe da sua terra natal.

 

De Moçambique, chegam-nos as pinturas de Malangatana e as esculturas de Gonçalo Mabunda e Bata.

 

Da Guiné, as obras do pintor João Carlos Barros.

 

E tantos outros pintores, escultores, artistas plásticos, designers, criadores africanos e portugueses que, em pleno coração da capital portuguesa, marcam presença nesta celebração de um mundo que fala português.

 

África em Lisboa

27 a 31 de maio

Quarta a sexta-feira: 18h00-00h00

Sábado e domingo: 13h00-00h00

Museu da Carris (Rua Primeiro de Maio, 101-103, 1300-472 Lisboa)

 

Bilhetes:

+ 6 anos: 5 €/dia

Passe Família/dia (4 pessoas: dois adultos e dois menores 12 anos): 18 €

Passe 5 dias: 22 €

Locais de venda: Bilheteira no local

Dia Mundial da Criança invade o Dolce Vita Ovar

31 de maio e 1 de junho

 

Dia Mundial da Criança invade

Dolce Vita Ovar

 

image002 (2).jpg

 

3 dias repletos de animação para os mais pequenos

 

O Dolce Vita Ovar vai viver três dias com muita animação infantil gratuita. Para comemorar o Dia Mundial da Criança, nos dias 30, 31 de maio e 01 de Junho, o Centro Comercial vai encher-se de teatro, música, dança, insufláveis, sessões fotográficas, atelier infantil, jogos e muita animação.

Sobe ao palco do Centro Comercial no sábado, dia 30, pelas 15h a peça de teatro “Alice no País das Maravilhas” encenada pelo grupo de teatro Sementinhas. No Domingo, dia 31 pelas 15 horas os sonhos continuam com o espetáculo de dança “Sonhos da Violeta”.

Para que os dias sejam ainda mais animados, as crianças vão poder pintar as caras com as suas personagens e heróis favoritos. Para a pequenada pular de alegria poderão ainda usufruir de um insuflável totalmente gratuito.

Os visitantes mais pequenos do Centro Comercial poderão ainda participar numa sessão fotográfica com personagens animadas e cheias de vida como palhaços, fadas e o Sr. Cartolas, e levar fotografias para casa assinadas pelo Sr. Sonho, para mais tarde recordar este dia tão animado.

No Dia Mundial da Criança, dia 01 de Junho o Dolce Vita Ovar convida todos os meninos e meninas para um animado atelier infantil em que os petizes poderão preparar o seu próprio lanche.

Para além do divertido insuflável, as crianças poderão aprender e participar em divertidos Jogos Tradicionais portugueses.

Programa completo

30 de maio pelas 15h00:

  • Peça de teatro “Alice no País das Maravilhas”, pelo Grupo de Teatro “Sementinhas”;
  • Atelier de Pinturas Faciais
  • Insuflável Gratuito.

 

31 de maio pelas 15h00:

  • Atuação do Grupo de Dança “Sonhos de Violeta”;
  • Atelier de Pinturas Faciais e
  • Sessões fotográficas com personagens animadas e oferta de fotografias.

1 de Junho pelas 15h00

  • Atelier Infantil com “Lanche” feito pelas crianças;
  • Insuflável Gratuito
  • Jogos Tradicionais (Cadeirinha, Corrida do Saco…)

 

Fundação We Are Water inaugura exposição “As Vidas da Água”

 

 

  • A exposição narra a importância dos recursos hídricos no Níger
  • A exposição estará patente no Roca Lisboa Gallery até maio de 2015 e a entrada é gratuita
  • Veja aqui algumas fotografias captadas pelo fotojornalista Juan Carlos Tomasi

 

image006.jpg

 

 

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Água, proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas e que será celebrado no próximo domingo, dia 22, a Fundação We Are Water inaugurou ontem a exposição “As Vidas da Água”, em colaboração com a organização Médicos Sem Fronteiras e com fotografias de Juan Carlos Tomasi. 

Na inauguração, estiveram presentes Juan Carlos Tomasi, fotojornalista e autor do trabalho fotográfico, e Susana Oñoro, jornalista e atual Communication Officer do Níger. Para Juan Carlos Tomasi “nos países em desenvolvimento, ter ou não acesso à água é a diferença entre a vida e a morte. Em pleno século XXI, derivado a vários fatores como as más políticas dos governos e a gestão dos recursos, a morte de uma criança por falta de acesso à água é um assassinato, é um crime. É muito importante que as pessoas venham ver a exposição, porque vão-se dar conta de como o acesso à água pode modificar as estruturas de uma população e permite que diferentes doenças tenham consequências irreversíveis numa comunidade".

 

image007.jpg

 Segundo Susana Oñoro, “hoje em dia, a cada 20 segundos, morre uma criança por problemas relacionados com o consumo de água, o que quer dizer que 2 milhões de pessoas morrem por ano por doenças devidas à má gestão de água. Nesse sentido, em nome da Médicos Sem Fronteiras, quero agradecer à Fundação We Are Water e ao Roca Lisboa Gallery, pela possibilidade de mostrar, através desta exposição, o trabalho que a Médicos Sem Fronteiras tem desenvolvido no Níger, que está muito relacionado com a saúde das crianças menores de 5 anos e mulheres grávidas, e com a gestão da água”.

image009.jpg

 Segundo Susana Oñoro, “hoje em dia, a cada 20 segundos, morre uma criança por problemas relacionados com o consumo de água, o que quer dizer que 2 milhões de pessoas morrem por ano por doenças devidas à má gestão de água. Nesse sentido, em nome da Médicos Sem Fronteiras, quero agradecer à Fundação We Are Water e ao Roca Lisboa Gallery, pela possibilidade de mostrar, através desta exposição, o trabalho que a Médicos Sem Fronteiras tem desenvolvido no Níger, que está muito relacionado com a saúde das crianças menores de 5 anos e mulheres grávidas, e com a gestão da água”.

 

 

A falta de água, a água de má qualidade, a água motor da agricultura e do desenvolvimento, a água aliada dos mosquitos e da malária, a água que alivia a sede, que dá de comer, que limpa ou contamina, que cura ou mata. É sob estas premissas que a exposição “As Vidas da Água” narra a importância deste elemento no Níger: marca o dia-a-dia da população, com especial enfoque sobre as crianças mais pequenas, uma vez que são as primeiras pessoas a sofrerem com a ausência de água.

Neste país do Sahel, de chuvas erráticas e caprichosas, a água tem muitas vidas: a alimentação, o bem-estar e a saúde dependem do acesso a água de boa qualidade. No Níger, centenas de milhares de crianças sofrem, ano após ano, de subnutrição aguda severa e malária, duas doenças que convivem entre si durante os meses mais críticos para as famílias, quando já esgotaram os produtos da colheita anterior e ainda não colheram os da que se segue. A organização Médicos Sem Fronteiras trabalha há anos no sentido de fazer face a esta crise crónica e reduzir a morbilidade e a mortalidade das crianças menores de 5 anos.

 

O olhar magistral do fotojornalista Juan Carlos Tomasi foca a vida quotidiana dos habitantes da zona rural da região de Tahoua, no sul do Níger, onde as diferentes vidas da água ditam o destino de milhares de pessoas. 

 

A exposição estará patente no Roca Lisboa Gallery até maio de 2015 e a entrada é gratuita.

O Roca Lisboa Gallery está aberto ao público de segunda a sexta das 10h às 20h e sábado das 10h às 17h (encerra ao domingo).

 

Créditos da exposição:

 

Organização: Fundação We Are Water

Em colaboração com: Médicos Sem Fronteiras

Fotografias: Juan Carlos Tomasi

Design Gráfico: Maialen Arana, Estudio Bicoté

Impressão das fotografias: El Taller de Fotografia

Produção gráfica: ArtsGràfiques Torres

Molduras: d’IVORI

Traduções: Traditext Centre Lingüístic

                       Tânia Simões Traduções

 

 

Para além desta iniciativa, no dia 21 de março (sábado) a Fundação We Are Water irá promover uma ação de rua na Praça dos Restauradores, de forma a sensibilizar os cidadãos, incentivando à reflexão sobre a problemática da água que afeta milhares de pessoas em todo o planeta. Será colocado um painel representativo do mapa mundo no qual cada pessoa poderá fazer uma doação numa zona do globo e, num gesto simbólico de ajuda, colocar um autocolante em forma de gota.

O Dia Mundial da Água é celebrado pela Fundação We Are Water, através da rede internacional de Roca Galleries, e tem como principal objetivo alertar e despertar o interesse por parte da opinião pública e das instituições sobre a necessidade de criar uma nova cultura de água que permita o desenvolvimento justo e uma gestão sustentável dos recursos hídricos no mundo. A Fundação assume-se como uma plataforma que pretende apelar a uma utilização mais racional da água, e como uma ferramenta para combater, em conjunto com outras organizações, os devastadores efeitos provocados pela carência deste recurso e de saneamento básico em diversas zonas do planeta.

Dia da Criança: atividades gratuitas com Nutri Ventures



Media_NV04.png

 


A Nutri Ventures anuncia que vai celebrar o Dia Mundial da Criança em vários pontos do país, nomeadamente na Figueira da Foz, Mafra, Lisboa e Loures. Em cada cidade, a marca de entretenimento infantil portuguesa vai participar em diferentes eventos e juntar-se a outras marcas que, em conjunto, vão desenvolver atividades para crianças com idades compreendidas entre os 4 e os 10 anos.

A Nutri Ventures irá participar nos seguintes eventos:




FIGUEIRA DA FOZ
Complexo Municipal José Bento Pessoa
31 de maio, das 9h às 19h
Comemoração do Dia Mundial da Criança MEO Kids – atividades variadas ao longo do dia: torneio de futebol, aula de zumba e dance fusion fit, sessões de show cooking, ‘Mercadinho do Figas’, desfile de moda infantil, parque de insufláveis, pinturas faciais, modelagem de balões e ainda exibições de karaté, capoeira, culminando o evento com uma largada de balões.

MAFRA
Parque Municipal de Mafra
31 de maio, das 10h às 19h
Há festa no Parque – atividades variadas ao longo do dia: rappel, escalada, rugby, kempo, batismo equestre, Muay Thay e Kick Boxing, matraquilhos, insufláveis, gincanas, slide, jogos infantis e tradicionais, hora do conto, entre outros.


Recorde-se que a Nutri Ventures tem como missão promover hábitos alimentares saudáveis na infância a nível mundial procurando, através do entretenimento, unir a sociedade em torno desta causa e fornecer ferramentas que tornem a alimentação das crianças mais saudável e divertida.

Meio milhar caminham entre o tapete e a vinha - Domingo 31

Caminhada do Tapete até à Vinha, 31 de Maio, 2015

 

O TAPETE VAI À VINHA

arraiolos-6.jpg

 

A Caminhada do Tapete até à Vinha, em Arraiolos, tem mais uma edição no dia 31 de Maio, com inscrição gratuita e visita à Adega das Mouras com prova de Vinhos. 

 

A Caminhada, que contou no ano passado com 350 participantes, consiste num percurso de 12 km, com encontro marcado, às 8h30, na Praça do Município e chegada à Adega das Mouras.

 

As inscrições para participação no evento são gratuitas, embora no programa também esteja marcado um almoço convívio com um custo de 5€/.

 

O registo de participação poderá ser feito na DGESE na Câmara Municipal de Arraiolos ou em www.cm-arraiolos.pt, para caminhada (sem almoço) até ao próprio dia e com almoço até dia 28 de Maio.

 

Portadores do Cartão Social do Munícipe e Cartão Jovem Municipal têm 50% de desconto. 

 

A iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Arraiolos, com apoio da Adega das Mouras de Arraiolos, que pretende assim promover um momento de lazer e convívio e de contacto próximo com a sua terra-mãe aos munícipes. 

 

O Município espera meio milhar de participantes.