Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

I BIENAL DE DESENHO DE ALMADA - Prémio Pedro de Sousa 2016

Logo%20Bienal%20Almada%20(md).jpg

 

A "I Bienal de Desenho de Almada - Prémio de Desenho Pedro de Sousa 2016” é organizada pela Imargem-Associação dos Artistas Plásticos do Concelho de Almada com o apoio da Câmara Municipal de Almada, tem como objectivo incentivar, promover e divulgar actividades de criação artísticas no âmbito das artes plásticas, mais precisamente no desenho.
 
Este prémio é aberto à participação de todos os artistas nacionais e estrangeiros residentes em Portugal com mais de 18 anos.
 
O Prémio Pedro de Sousa (Prémio Aquisição) é atribuído pela Câmara Municipal de Almada e tem o valor de 1.000,00 €.
 
As Inscrições deverão ser efectuadas até 29 de Julho de 2016
 
A Exposição da I Bienal de Desenho de Almada será realizada  de 17 de Setembro a 24 de Outubro de 2016 na Sala dos Arcos do Solar dos Zagallos em Almada.
 
 ------ * -------
 
IMARGEM-Associação de Artistas Plásticos de Almada, Rua Torcato José Clavine,19 Piso 03  2804-501 PRAGAL (junto ás Finanças do Pragal)   
Horário: 2ªs, 3ªs e 6ªs 9h30-13h e 3ªs 17h-19h (durante o mês de julho)
 
Mais informações, Regulamento e Inscrição em https://imargem82.wordpress.com/ 

CHALLENGE UP 360º - MAIOR CORRIDA DE ESCADAS EM LISBOA

sem nome (4).png

 

O Amoreiras 360’ Panoramic View vai promover o grande desafio deste verão: a maior corrida de escadas a nível nacional!

 

A pensar em todos aqueles que gostam de um bom desafio e acreditam que as maratonas e os treinos de cross fit  são para meninos, o Amoreiras organizou o maior desafio ascendente alguma vez realizado em Portugal! Em Nova Iorque, o desafio é realizado no Empire State Building e, em Lisboa, o local escolhido foi o novo miradourdo do Amoreiras.

 

Esta corrida exclusiva tem partida marcada para o próximo dia 18 de junho, às 10H00, na escadaria central do shopping e termina no ponto mais alto de Lisboa, o Amoreiras 360º Panoramic View.

 

Ao longo do percurso, o grupo exclusivo de 200 participantes irá enfrentar os 380 degraus que os separam do seu objetivo.

 

Quem será o mais rápido? Quem conseguirá chegar ao final?

 

Convidamo-lo acompanhar de perto o desafio e a descobrir connosco o resultado.

Patinho Feio apresentam o álbum "Para Não Se Estar Calado" | 24 de Junho nas plataformas digitais

“Para Não Se Estar Calado”

24 de Junho em formato digital

 

Foi em 2013 que António Justiça (que já tinha feito parte de vários projectos musicais), surgiu com a ideia de um novo projecto.

Juntaram-se, André Imaginário (guitarra), Rui Valentim (teclas) Filipe Pires (baixo) e João Malaquias (bateria) e formaram a banda Patinho Feio.

Com um ano de 2015 pleno de concertos, surge em Junho de 2016 o primeiro disco “Para Não Se Estar Calado”.

O rock em Português está vivo, de boa saúde, recomenda-se e Patinho Feio está aí para provar isso mesmo.

O single de estreia chama-se "Poesia Má".

 

 

 

 

OWAN apresentam o álbum "And Now You | 24 de Junho nas plataformas digitais

“And Now You”

24 de Junho em formato digital

 

 

OWAN (Out With A New) é um projeto musical criado e liderado por Danniel Boone (autor, compositor, vocalista e multi-instrumentista).

 

A produção do álbum “And Now You” esteve a cargo de Quico Serrano.

 

“And Now You” é um álbum pop / rock escrito com “alma e com histórias”.

 

Os OWAN deixam mensagens intemporais cantadas em inglês.

 

Depois do single “Pretend” chega agora a vez dos OWAN apresentarem “It’s Like Broken Glasss”. 

 

BENSHEE | apresentação do single "When I'm Gone" | 24 de Junho nas plataformas digitais

Apresentam o single “When I’m Gone”

24 de Junho em formato digital

Os Benshee são de Alenquer e surgiram em 2006.

Em 2009 editam o EP “Waiting For The Lights”.

 

Há um interregno de 5 anos e em 2014 os Benshee regressaram com um novo baterista. A banda está completa e pronta para gravar um álbum.

 

Com edição digital prevista para Setembro, dizem os Benshee:

O álbum está muito mais rock do que pop, que até aqui marcava mais pontos na nossa  sonoridade. Continuamos numa onda muito "british" com o uso de alguns sons eletrónicos, e os pianos "saltitantes" cheios de efeitos que são já marca do que fazemos continuam presentes.”

 

“When I’m Gone” é o single de estreia. Uma balada que não irá deixar ninguém indiferente.

 

Os Benshee são:

  • Diogo Caramujo – Voz
  • Tiago Caramujo – Guitarra
  • Hélio Ferreira – Baixo
  • Paulo Dias - Bateria

 

 

Crimson Hall | álbum "Hunting Desire" | 24 de Junho nas plataformas digitais

“Hunting Desire”

24 de Junho em formato digital

 

 

O álbum “Hunting Desire” dos Crimson Hall foi escrito em 2014 e gravado entre 2015 e 2016 no Estúdio Zeco.

 

“Hunting Desire” é, claramente, um álbum de rock. Podemos comprová-lo em temas como "Better Safe Than Sorry" (primeiro single da banda editado em Abril) ou na energia de "Awaking", não esquecendo o lado melacólico do disco com "Tonight" ou "Up in the Air".

 

“Tonight” o segundo single dos Crimson Hall.

 

Dizem os Crimson Hall:

“É um tema introspectivo em que o indivíduo reflecte sobre a sua relação melancólica entre a noite, e os seus elementos, e a sua própria mente que por vezes não joga a seu favor. Numa simples saída à noite, a sua mente estabelece-lhe objectivos a cumprir, que geram uma procura por algo ou alguém que o ajude a completar-se.

De início poderá assemelhar-se a uma balada, mas na sua segunda parte o tema torna-se mais um pouco mais intenso, apesar de nunca abandonar o seu carácter melancólico.”

 

Após três apresentações em Lisboa na primeira, os Crimson Hall preparam-se para levar a sua música ao resto do País.

 

Os Crimson Hall são:

  • André Peixoto (voz)
  • David Rodrigues (bateria)
  • João Ferrão (baixo)
  • João Ferreira (guitarra)
  • Ricardo Gomes (guitarra)

 

MARTA PEREIRA DA COSTA - O ÁLBUM DE ESTREIA

DISCO%20CAPA%20COMPRIMIDO.jpg

 

À VENDA NAS LOJAS FNAC

O álbum de estreia da guitarrista Marta Pereira da Costa espelha a sua natureza e personalidade.

É um registo arriscado e fascinante na assunção da diferença. Não apenas por se tratar de uma mulher a reclamar o instrumento que transporta de forma inequívoca o som de Portugal, mas sobretudo porque nunca antes se ouviu a Guitarra Portuguesa soar assim.

E esse é um dos maiores augúrios e das mais generosas contribuições para a história do instrumento: não repetir apenas o passado, mas ousar vislumbrar-lhe um futuro.

Marta propôs-se encontrar rumos por onde a Guitarra Portuguesa raramente tinha seguido, desde a sonoridade clássica ao Jazz e às várias abordagens da World Music, nunca descurando os ritmos e sons tradicionais portugueses e o próprio Fado – e até fundindo-se com estes – que estarão sempre subjacentes a todo o repertório, pois fazem parte do ADN do próprio instrumento.

A guitarra abre-se ao mundo, escancara portas que ninguém tinha ainda ousado experimentar. Por duas simples razões: discos tradicionais de guitarradas já existem em número suficiente para que o mundo não esteja desesperadamente à espera que chegue mais um; e porque a natureza de Marta está longe de poder ser confinada a esse respeitável mas limitado universo sonoro.

Assim, através da sua abordagem feminina e toque pessoal, recupera temas tradicionais e acrescenta temas novos não só de sua autoria, contando com a participação de intérpretes de nomeada no panorama musical nacional e internacional.

Com produção e direcção musical suas e do pianista Filipe Raposo, numa edição da Warner Music Portugal, poderemos ouvir, por esta ordem, e sempre com Marta na Guitarra Portuguesa:

 

  1. TERRA (Música de Marta Pereira da Costa)

Outros Instrumentos: Viola, Contrabaixo, Percussão, Acordeão

Single de entrada no álbum, com arranjos especialmente criados, “é uma  homenagem à nossa terra, numa viagem de Norte a Sul” (o tema tinha sido banda sonora de filme de lançamento da imagem da CCIP). Aqui fica o vídeoclip:

https://www.youtube.com/watch?v=W3Vj07YO_w4&feature=youtu.be

 

  1. ÍCARO (Música de Pedro Jóia)

Outros Instrumentos: Contrabaixo, Shaker & Cajon

Pedro Jóia na Guitarra Clássica

Belíssimo diálogo para duas guitarras: Marta na Portuguesa, e Pedro Jóia na Clássica com travo a flamenco.

 

  1. ENCONTRO (Música de Rogério Charraz)

Outros Instrumentos: Piano, Flugel, Eufónio e Clarinete, Percussão e Kalimba Baixo

Richard Bona no Baixo e na Voz

Com o lendário baixista de Jazz camaronês Richard Bona convidado a participar neste disco e que acompanha Marta num tema de notável invenção para o universo da Guitarra Portuguesa.

 

  1. MOVIMENTO (Música de Marta Pereira da Costa)

Outros Instrumentos: Viola, Contrabaixo, Violinos, Viola de Arco e Violoncelo, Flugel, Eufónio e Clarinete

Com a composição de arranjos para 10 instrumentos.

 

  1. CASA ENCANTADA (Letra de Manuela de Freitas e Música de Rui Veloso)

Outros Instrumentos: Viola, Contrabaixo, Percussão, Acordeão

Rui Veloso na Voz

Marta chamou Rui Veloso para cantar a seu lado tendo este contribuído com um tema original que reforça a profunda marca portuguesa presente na sua música.

Do outro lado do monte,

Entre o cipreste e a fonte,

Cheguei à casa encantada.

 

  1. FADO LARANJEIRA (Letra de J. César Valente e Música de Alfredo Marceneiro)

Outros Instrumentos: Viola de Fado, Contrabaixo

Camané na Voz

Uma estarrecedora interpretação por Camané de um tema de Alfredo Marceneiro, a primeira das vozes de fado pela qual Marta se apaixonou.

Em tenra laranjeira ainda pequenina,

Onde poisava o melro ao declinar do dia,

Depois de te beijar a boca purpurina,

Um nome ali gravei, o teu nome Maria.

LEGO® CONVOCA FÃS DE FUTEBOL

LEGO_EURO2016_UK_300x250.gif

 

Contagiada pela paixão do futebol, a LEGO® decide fazer uma convocatória online para saber quem vai vencer a LEGO® Football Cup 2016 – o maior evento futebolístico do ano! 24 equipas foram apuradas, será que conseguimos prever quem vai ganhar?

 

A LEGO® lança hoje uma plataforma digital onde desafia os fãs de futebol a prever o resultado do maior evento futebolístico do ano para a marca… a LEGO® Football Cup 2016.

 

Bricky Loudspeaker é o anfitrião que nos recebe com a questão “Conseguem prever quem vai ganhar?”. Os palpites podem ser dados em seis diferentes categorias: a partir de hoje já se pode votar no vencedor do Torneio e nos vencedores da fase de grupos e, à medida que se forem sabendo resultados, vão sendo desbloqueadas as categorias seguintes até à grande final.

 

Façam o aquecimento e entrem em campo com os vossos palpites. Bricky Loudspeaker espera pelas vossas apostas e até ao apito do árbitro, as escolhas são vossas. Se estão certos ou não, isso vê-se em campo. 

 

Juntem-se à LEGO® Football Cup 2016 em http://www.lego.com/en-gb/campaigns/lego-football-cup