Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"São Jorge" lidera nomeações aos Sophia 2018

 

 

Prémios Sophia

“São Jorge” lidera nomeações aos Sophia 2018

“São Jorge” é o filme português com mais nomeações à edição deste ano dos Prémios Sophia. As nomeações foram reveladas esta terça-feira, 27 de fevereiro, numa conferência de imprensa que decorreu, como habitualmente, na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa, tendo “São Jorge” arrecadado 14 nomeações entre as quais Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Ator e Atriz Principal, Melhor Ator e Atriz Secundária e Melhor Argumento Original.

Marcaram presença neste evento vários membros da Academia, patrocinadores, e figuras públicas bem conhecidas do cinema português, designadamente Margarida Vila-Nova e Miguel Nunes, que anunciaram a lista completa dos nomeados:

 

Melhor Filme

  • São Jorge
  • A Fábrica de Nada
  • Al Berto
  • Fátima

 

 

Melhor Realizador

  • Marco Martins - São Jorge
  • João Canijo - Fátima
  • João Botelho - Peregrinação
  • Pedro Pinho - A Fábrica de Nada

 

Melhor Atriz Principal

  • Carla Galvão - A Fábrica de Nada
  • Rita Blanco - Fátima
  • Anabela Moreira - Fátima
  • Mariana Nunes - São Jorge

 

Melhor Ator Principal

  • Nuno Lopes - São Jorge
  • Miguel Borges - Uma Vida à Espera
  • Cláudio da Silva - Peregrinação
  • José Pimentão - Al Berto

 

Melhor Atriz Secundária

  • Isabel Abreu - Uma Vida à Espera
  • Beatriz Batarda - São Jorge
  • Catarina Wallenstein - Peregrinação
  • Raquel Rocha Vieira - Al Berto

 

Melhor Ator Secundário

  • Adriano Luz - São Jorge
  • José Raposo - São Jorge
  • João Villas-Boas - Al Berto
  • Duarte Grilo - Al Berto

 

Melhor Documentário em Longa-Metragem

  • Ama-San
  • Nos Interstícios da Realidade ou o Cinema de António de Macedo
  • Treblinka
  • Rosas de Ermera

 

Melhor Argumento Original

  • Ricardo Adolfo e Marco Martins - São Jorge
  • João Canijo - Fátima
  • Vicente Alves do Ó - Al Berto
  • Paulo Filipe Monteiro – Zeus

 

 

 

Melhor Banda Sonora Original

  • Rodrigo Leão - 100 Metros
  • Hugo Leitão, Nuno Malo, Rafael Toral - São Jorge
  • Luís Bragança Gil e Daniel Bernardes - Peregrinação
  • Rita Redshoes & The Legendary Tigerman - Ornamento e Crime

 

Melhor Canção Original

  • Sementes do Impossível por Xutos e Pontapés - Índice Médio de Felicidade
  • Fim - composição e interpretação Lúcia Moniz - Uma Vida à Espera
  • VOODOO – composição de Rita Redshoes & The Legendary Tigerman e interpretação de Rita Redshoes - Ornamento e Crime
  • Ribombar do Amor - Compositor e intérprete Jorge Prendas - Delírio Em Las Vedras

 

Melhor Fotografia

  • Carlos Lopes - São Jorge
  • Luís Branquinho - Peregrinação
  • Rui Poças - Al Berto
  • Leonor Teles - Verão Danado

 

Melhor Efeitos Especiais/Caracterização

  • Nuno Esteves “Blue” - Peregrinação
  • Sara Menitra - Zeus
  • Alexandra Espinhal - A Ilha dos Cães
  • João Rapaz - Verão Danado

 

Melhor Série

  • Madre Paula
  • Vidago Palace
  • A Criação
  • A Família Ventura

 

Melhor Direção Artística

  • Joana Cardoso - Al Berto
  • João Torres - Zeus
  • Wayne dos Santos - São Jorge
  • Bruno Caldeira - A Ilha dos Cães

 

Melhor Som

  • Olivier Blanc, Hugo Leitão - São Jorge
  • Francisco Veloso - Peregrinação
  • Elsa Ferreira, Olivier Hespel, Gérard Rousseau - Fátima
  • Pedro Melo, Elsa Ferreira e Branko Neskov - Al Berto

 

Melhor Guarda Roupa

  • Joana Veloso - Peregrinação
  • Joana Cardoso - Al Berto
  • Sílvia Grabowski - Zeus
  • Lucha D'Orey - O Divã de Estaline

 

Melhor Maquilhagem e Cabelos

  • Abigail Machado e Mário Leal - Al Berto
  • Rita Castro, Felipe Muiron - Peregrinação
  • Djanira Cirilo da Cruz, Maria Almeida (Nani) - São Jorge
  • Nuno Esteves "Blue" e Mizé Silvestre - O Divã de Estaline

 

Melhor Montagem

  • Mariana Gaivão - São Jorge
  • João Braz - Peregrinação
  • Cláudia Oliveira, Edgar Feldman, Luísa Homem - A Fábrica de Nada
  • Pedro Ribeiro, Pedro Marinho, Vasco Carvalho - Índice Médio de Felicidade

 

Melhor Argumento Adaptado

  • Pedro Pinho, Luisa Homem, Leonor Noivo, Tiago Hespanha baseado na peça original “The Nothing Factory” de Judith Herzberg - A Fábrica de Nada
  • João Botelho adaptado do livro de Fernão Mendes Pinto - Peregrinação
  • David Machado e Tiago R. Santos - Índice Médio de Felicidade
  • Jorge António, Paulo Leite e Virgilio Almeida baseado no livro "Os Senhores do Areal" de Henrique Abranches - A Ilha dos Cães

 

Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • António E Catarina de Cristina Hanes
  • Reis Do Sertão de Pablo Antonio
  • Où En Êtes-Vous, João Pedro Rodrigues? de João Pedro Rodrigues
  • O Homem Eterno de Luís Costa

 

Melhor Curta-Metragem de Ficção

  • Coelho Mau de Carlos Conceição
  • Altas Cidades De Ossadas de João Salaviza
  • A Língua de Adriana Martins da Silva
  • Antes que a noite venha – Falas de Antígona de Joaquim Pavão

 

Curta-Metragem de Animação

  • A Gruta De Darwin de Joana Toste
  • Das Gavetas Nascem Sons de Vítor Hugo
  • Água Mole de Laura Gonçalves e Alexandra Ramires (Xá)
  • Tocadora de Joana Imaginário

 

Prémio Sophia Estudante

  • Snooze de Dinis Leal Machado - ESMAD
  • A Clarabóia de Alícia Moreira - IPCA
  • Irís de Renato Arroyo e Francisco Ferreira - Universidade Lusófona
  • Blondes Make the Best Victims de Rita Ventura – ESAD

 

 

Prémio Mérito e Excelência

  • Ana Lorena
  • Lauro António
  • Artur Correia

 

Além da revelação dos nomeados, a conferência de imprensa contou ainda com a entrega do prémio de Melhor Cartaz Sophia 2017 a Luís Carlos Amaro pelo cartaz do filme “Treblinka”. Além da entrega do galardão para o primeiro lugar, foram ainda revelados os dois cartazes que ficaram em segundo e terceiro na contagem: o do filme “A Floresta das Almas Perdidas", desenhado por José Pedro Lopes e Francisco Lobo, e o do filme “Ornamento e Crime" de António Antunes (Tó Tripes)”.

Para Paulo Trancoso, presidente da Academia Portuguesa de Cinema, a 6ª edição dos Prémios Sophia traduz “a consolidação da maior cerimónia do cinema em Portugal. É muito bom ver que cada vez há mais liberdade criativa e temos, ano após ano, uma lista impressionante de candidatos às várias categorias, que não tornam a escolha fácil”.

Este ano, pela primeira vez, a entrega dos Prémios Sophia decorrerá no Casino Estoril, no dia 25 de março.

 

Sobre a Academia:

A Academia Portuguesa de Cinema é uma associação sem fins lucrativos, fundada em julho de 2011, cuja principal missão é aproximar o cinema português do grande público e promover o cinema nacional no mundo.

O seu objetivo é fomentar a criatividade e melhorar as competências dos profissionais de cinema, através de intercâmbios culturais, ações de formação, participação em festivais e organização de conferências.

Em 2012, a Academia instituiu os Prémios Sophia, que à semelhança dos que existem nos EUA (Óscares), em França (Césares), em Espanha (Goya) ou no Reino Unido (Bafta), pretendem distinguir o melhor do cinema português.

A Academia é presidida pelo produtor Paulo Trancoso, acompanhado na direção por Carla Chambel (atriz), José Carlos Oliveira (realizador), Tony Costa (Diretor de Fotografia) e Vicente Alves do Ó (realizador). A mesa da Assembleia Geral é composta por Inês de Medeiros (atriz), Patricia Vasconcelos (diretora de casting) e João Cayatte (realizador) e o conselho fiscal por Miguel Monteiro (ator), Maria do Carmo Moser (produtora) e António Costa Valente (produtor).

 

 

Passatempo UM DIA UMA VIDA - Teatro Aberto

O Blog Cultura de Borla em parceria com o TEATRO ABERTO tem bilhetes duplos para a peça UM DIA UMA VIDA para o dia 2 de Março aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ver UM DIA UMA VIDA com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

 

20180220171514_8H1TAV631J3LEB1366U8.jpg

 

Um Dia Uma Vida, de Ruy Belo com encenação de Marta Dias, é uma peça-cantata que nos desafia a saborear de um outro modo as palavras de Ruy Belo, recriadas em palco com a magia do dispositivo cénico, do desenho de luz e do vídeo, através das histórias de quatro personagens que se entrecruzam e nos envolvem numa vivência do poema que é uma leitura sobre o tempo que vivemos.

 

SINOPSE

o tempo passa   ouve   o tempo passa

faz um breve ruído e   passa 

 

Um Dia Uma Vida é uma peça-cantata sobre a passagem do tempo e como o Homem tenta deter essa passagem e dar sentido aos seus dias.

O Homem não dorme, não vai dormir nunca mais, observa o mar e a aldeia que o sol ilumina lentamente.

A Mulher vê-se ao espelho e amargura-se com as rugas e os filhos que não teve.

A Jovem quer conquistar o mundo que vê pelo ecrã e através do ecrã diz ao mundo quem é.

O Pescador ganha a vida que fica depois de puxar as redes e isso é tudo o que precisa.

 

A voz do poeta Ruy Belo transforma-se nas vozes de quatro personagens que nos mostram cada rosto transfigurando-se ao longo do dia, ao correr da vida.

 

FICHA ARTÍSTICA

Dramaturgia e Encenação Marta Dias

Cenário e Figurinos Marisa Fernandes

Vídeo Eduardo Breda

Luz Alberto Carvalho e Marta Dias

 

Com Ana Brandão | Madalena Almeida | Miguel Lopes Rodrigues | Rui Melo

 

ESPECTÁCULOS 
4ª a Sábado às 21h30 
Domingo às 16h 

Sala Vermelha
Antestreia 16 FEV | Estreia 17 FEV 

M/12 

 

BILHETEIRA
4ª a Sábado das 14h às 22h00; Domingo das 14h às 19h 
Reservas 213 880 089 ou bilheteira@teatroaberto.com  
www.bol.pt | FNAC | ABEP | CTT | El Corte Inglés (Lisboa e Gaia)  

 

PREÇOS
Inteiro - 15   €
Jovem (até 25 anos) – 7,5€
Sénior (mais de 65 anos) – 12 € 

 

Câmara Municipal de Mora divulga potencialidades turísticas na BTL

 

image.jpg

 


O Município de Mora estará mais uma vez presente na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre entre 28 de Fevereiro e 4 de Março, na FIL – Parque das Nações, Lisboa.

Esta é a 30ª edição do certame. A BTL, que no ano transacto recebeu cerca de 78 mil visitantes, entre profissionais e público em geral, é o palco onde é dado a conhecer o produto turístico não só nacional, como internacional. Com 1296 metros quadrados, o stand da Entidade Regional de Turismo do Alentejo/Ribatejo é o maior desta Bolsa de Turismo, albergando 41 empresas e 52 municípios alentejanos, entre os quais o Município de Mora. (...)

oLUDO - "Tango Para Ana" é o novo single de "Abraço" o mais recente da banda.

55cae150-024b-4b2a-812f-49b86575664e.jpg

 

oLUDO
"TANGO PARA A ANA" ESTREIA HOJE NAS RÁDIOS E É O TERCEIRO SINGLE RETIRADO DE "ABRAÇO"

 

Com estreia agendada para hoje, "Tango para a Ana" é o tema mais íntimo e complexo de todo o álbum. O tema fala-nos de distâncias e as ausências que as mesmas nos deixam.


O João Baptista (guitarra) escreveu a letra para o Davide Anjos (voz e guitarra) e para a Ana, pouco tempo após o Davide rumar ao Brasil no que se viria a tornar um ciclo de ausências prolongadas.
A distância pode ser pesada nas relações pessoais ou amorosas, mas, a memória dos afectos, dos momentos juntos e da cumplicidade mútua, fazem que tudo se torne mais simples.

A união entre duas pessoas é o ponto fulcral da canção e com ela, a esperança de um novo encontro ou de uma nova aproximação.

 

Com estreia agendada para hoje, "Tango para a Ana" é o tema mais íntimo e complexo de todo o álbum. O tema fala-nos de distâncias e as ausências que as mesmas nos deixam.


O João Baptista (guitarra) escreveu a letra para o Davide Anjos (voz e guitarra) e para a Ana, pouco tempo após o Davide rumar ao Brasil no que se viria a tornar um ciclo de ausências prolongadas.
A distância pode ser pesada nas relações pessoais ou amorosas, mas, a memória dos afectos, dos momentos juntos e da cumplicidade mútua, fazem que tudo se torne mais simples.

A união entre duas pessoas é o ponto fulcral da canção e com ela, a esperança de um novo encontro ou de uma nova aproximação.

 

Sobre a banda:

oLUDO nasceu em 2005 e são uma banda de indie pop rock portuguesa. Da sua formação atual fazem parte 4 dos seus membros fundadores. Davide Anjos, João Baptista, Paulo Ferreirim, Nuno Campos.  
Em 2009, lançaram o seu primeiro EP “Nascituro”, onde se encontram temas como  “Ao virar da página” e “A minha grande culpa”, tema que integrou a coletânea Novos Talentos FNAC do mesmo ano. 
No ano seguinte, em 2010 são convidados por Henrique Amaro para gravar o segundo EP “Mil Tentações” através da plataforma Optimus Discos, a grande surpresa desta edição foi o tema instrumental “Muzar” e cujo videoclip foi premiado.
Ainda em 2010 a convite da Antena3 gravam as sessões 3 Pistas onde recriam 4 temas com uma sonoridade minimalista e crua.
2011 fica marcado pelo lançamento do esperado primeiro álbum da banda “Almirante”, de onde se retiram os Singles “Fica não te vás daqui” e “Mais vale tarde”.
Em 2014, junta-se à banda Luís Leal e dão inicio a um ciclo de concertos “Latitude 37º”, onde contam com várias participações. Teresa Aleixo, acompanha oLUDO em vários concertos e é convidada para participar no novo trabalho de originais.
“Abraço” é o 2º trabalho de longa duração a lançado em Março de 2017 com o Single de apresentação com nome homónimo ao álbum.

 

ROCK IN RIO-LISBOA: KATY PERRY, JESSIE J, IVETE SANGALO E HAILEE STEINFELD DIA 30 DE JUNHO NO PALCO MUNDO!

image005.jpg

 

Katy Perry, Jessie J, Ivete Sangalo e Hailee Steinfeld dia 30 de junho no Palco Mundo!

  • Esta será a única apresentação de Katy Perry num festival europeu, em 2018.
  • Jessie J traz à Cidade do Rock um novo álbum - R.O.S.E – depois de em 2014 ter sido a protagonista de um dos concertos mais aclamados do Rock in Rio-Lisboa.
  • Presença em todas as edições, o “furacão da Bahia” Ivete Sangalo vai fazer o público tirar o pé do chão.
  • A talentosa e jovem promessa Hailee Steinfeld estreia-se em Portugal, abrindo o Palco Mundo no último dia do festival.

Bilhetes diários e passes de fim de semana já disponíveis.

 

Sim, o último dia de Rock in Rio-Lisboa está mesmo imperdível! As grandes vozes femininas vão dominar o Palco Mundo da Cidade do Rock e, a 30 de junho, o público vai poder ver e ouvir Katy Perry, Jessie J, Ivete Sangalo e Hailee Steinfeld!

Pela primeira vez no Rock in Rio-Lisboa, Katy Perry traz à Cidade do Rock muitos dos seus hits, incluindo temas do seu mais recente álbum - Witness! Esta será a única presença da artista pop/rock num festival europeu em 2018, proporcionando a todos os visitantes da Cidade do Rock um espetáculo inédito e inesquecível. Com cinco álbuns editados, Katy Perry – a personalidade mais seguida no Twitter a nível mundial - é a única artista a ter ganho três vezes o RIAA Diamond Awards. Em junho, e sete anos depois, volta a Lisboa para encerrar o festival! 

No mesmo dia Jessie J sobe ao Palco Mundo para apresentar o seu novo álbum, R.O.S.E., fazendo-se acompanhar também de outros grandes hits como “Flashlight” ou “Bang Bang”. Com uma carreira de sucesso já consolidado, a artista viu os três primeiros álbuns chegarem ao Top 10 no Reino Unido e detém o título de um dos singles mais vendidos: “Price Tag”. Depois de Sweet Talker, a artista londrina está de volta com um novo projeto, R.O.S.E., no qual apresenta temas como “Queen” e “Not My Ex”, sendo considerado o seu trabalho mais íntimo até ao momento. No dia 30 de junho, a cantora e compositora promete aquecer a Cidade do Rock com a sua deslumbrante e poderosa voz.

E por falar em deslumbrante, o “furacão da Bahia” está de volta com a sua energia contagiante, num espetáculo que se pode esperar recheado de luz, cor, dança e, acima de tudo, alegria! Ivete Sangalo é uma das celebridades mais influentes do Brasil, mas não só. A artista é um fenómeno a nível mundial, contando com mais de 15 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, e tendo sido premiada mais de 150 vezes, entre distinções nacionais e internacionais. “Eva”, “Poeira”, “Flor do Reggae” e “Céu da Boca” são apenas alguns dos hits que a cantora vai levar ao Parque da Bela Vista, dando aos fãs a “Sorte Grande” de poderem cantar, dançar e saltar com a artista.

A abrir o Palco Mundo, e pela primeira vez em Portugal, a jovem promessa Hailee Steinfeldoferece um espetáculo ao longo do qual o público poderá cantar ao som de temas como “Capital Letters”, tema do filme Fifty Shades Freed. Do reportório da cantora fazem também parte temas bem conhecidos como  “Love Myself”, “Let Me Go” e “Most Girls”. Hailee Steinfeld iniciou a sua carreira em 2015 e já recebeu múltiplas nomeações e distinções, como o prémio de “Best Push Artist” nos MTV EMAs e ainda o Musical.ly's “Top Covered Artist” no Billboard Music Awards. Com o single “Let Me Go” estreou-se no top 10 do Billboard’s Hot Dance/Electronic Songs, sendo ainda uma atriz bastante aclamada pela crítica, sobretudo depois do seu papel em The Edge of Seventeen.

Recorde-se que a 8.ª edição do festival realiza-se nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho, no Parque da Bela Vista, e tem já confirmados artistas como Muse, Bruno Mars, Demi Lovato, Anitta, Bastille, The Killers, The Chemical Brothers, entre muitos outros. Para o dia 30 de junho, os fãs já podem adquirir bilhetes diários e passes de fim de semana (para 29 e 30 de junho) nas lojas FNAC e em bilheteira.fnac.pt, nas lojas Continente selecionadas (Portugal), Blueticket.pt, Festicket e Ticketmaster (internacional).

 

DESTAQUES QUINZENAIS DISCOVERY CHANNEL E TLC // 16 A 28 DE FEVEREIRO

pastedImage.png

 

Diesel Brothers (T1b)

novos episódios |Sábado, 17 de fevereiro às 21 horas

Heavy D, Diesel Dave e a equipa de DieselSellerz são mundialmente conhecidos graças às suas construções épicas de pick ups. As suas mega criações são reconhecidas por todos e a mais recente tem tudo para ser a maior de sempre! A cada episódio a equipa cria ou converte tudo, incluindo um Nissan Titan e o seu maior projeto até à data - o Mighty Megaram. E mais, Heavy D e a equipa têm grandes planos para competir na lendária corrida Mint 400. Mas a apenas uma semana da competição, conseguirão cumprir o prazo? As suas reconstruções e modificações são sempre impressionantes, e uma coisa é certa: a equipa continua a sonhar em grande e a executar criações inacreditáveis!

 

 

 

desmontar a história

ESTREIA |Segunda-feira, 19 de fevereiro às 21 horas

Como foram construídos os edifícios mais icónicos e históricos do mundo antigo e do mundo medieval? Esta série documental recorre a uma espantosa animação digital para revelar como edifícios como o antigo Partenon, na Grécia, ou as catedrais medievais da Europa foram construídos. Utilizando pormenores das mais recentes investigações arqueológicas combinados com tecnologias de raio-X e LiDar, este programa explora os mitos e os mistérios por detrás dos edifícios mais icónicos do mundo e revela, pedra a pedra, a verdade sobre a sua construção desde os alicerces.

 

 

 

a minha família vive no alasca (t 3C)

ESTREIA |Sexta-feira, 23 de fevereiro  às 21 horas

Nos novos episódios, os Brown lutam perante uma devastadora transição enquanto Ami faz bastantes exames médicos e está preocupado com a saúde. Entretanto Browntown está sob a alçada de um novo protetor à medida que Noah se aventura rumo aos perigos da natureza da região.

 

 

 

Super-Máquinas

ESTREIA |Quarta feira, 28 de fevereiro às 22 horas

As máquinas tornaram-se parte integrante do mundo em que vivemos. Esta série animada digitalmente revela as incríveis histórias por detrás das invenções que fezem parte das máquinas mais radicais do mundo. Cada episódio aborda os segredos de dez supreendentes inovações escondidas nas profundezas de diferentes máquinas. Em determinados pontos críticos, são-lhes desmontadas secções através de espantosas animações digitais, revelando a sua anatomia secreta, o que nos permite explorar a sua evolução, desenvolvimento e funcionalidade.

 

DESTAQUE TLC.png

 

 

 

“PALCO” ARMAZÉNS DO CHIADO RECEBE RAQUEL TAVARES NOS 20 ANOS DA FNAC

 

ROBERTO CARLOS POR RAQUEL TAVARES

 

ENCONTRO MARCADO COM RAQUEL TAVARES | 28 DE FEVEREIRO | 18H30 | ARMAZÉNS DO CHIADO

image003.png

 

“Roberto Carlos Por Raquel Tavares”, um dos maiores projectos discográficos do ano, marca o regresso da fadista portuguesa à edição de discos. O 20º aniversário da FNAC vai trazê-la de novo ao palco de “Encontros Marcados”, para a apresentação de uma viagem por alguns dos mais icónicos êxitos do cantor Roberto Carlos. 

Depois de, em 2016, a Rua Garret ter sido pequena demais para a apresentação de “Raquel” ao vivo, pela primeira vez, a fadista regressa agora ao palco dos Armazéns do Chiado para uma apresentação muito especial do seu novo trabalho, com direito a sessão de autógrafos no final do espectáculo, no Fórum Fnac. Uma apresentação que ninguém quererá perder.

 

O álbum apresentado baseia-se em reportório da autoria de um dos maiores artistas de expressão portuguesa – o “Rei” Roberto Carlos. Do alinhamento do álbum e desta apresentação farão parte algumas das canções mais populares do artista brasileiro, tais como: “COMO É GRANDE O MEU AMOR POR VOCÊ”, “DETALHES”, “FERA FERIDA”, “OLHA” e “EMOÇÕES” ENTRE OUTROS.

Marcamos encontro dia 28 de fevereiro, quarta-feira, às 18h30, nos Armazéns do Chiado?

 

NOVIDADES EDITORIAIS - OS LIVROS DE MARÇO

Estas são algumas das novidades editoriais da Leya para o mês de Março, entre elas, Pátria, o romance sobre a ETA do escritor basco Fernando Aramburu (Dom Quixote Literatura), De Lisboa a Lys, do historiador Filipe Ribeiro de Meneses (Dom Quixote ensaio), Lavrenti Béria, de José Milhazes (Oficina do Livro), Imagem e Sucesso, Guia de Protocolo para Pessoas e Empresas, de Isabel Amaral (Casa das Letras) e Wonderstruck: O Museu das Maravilhas, de Brian Selznick (Asa).

 

“Pátria”, de Fernando Aramburu (Dom Quixote)

O retábulo definitivo de mais de três décadas da vida no País Basco editado no ano em que se assinala meio século do primeiro atentado cometido pela ETA. 

patria.jpg

 

 

De Lisboa a La Lys – O Corpo Expedicionário Português na Primeira Guerra Mundial”, de Filipe Ribeiro de Meneses (Dom Quixote)

A 9 de Abril passam 100 anos sobre o final da Batalha de La Lys. Numa só manhã muitos militares portugueses do Corpo Expedicionário Português morreram ou ficaram feridos e 6600 foram feitos prisioneiros. O avô do historiador, Mário Ribeiro de Meneses, foi um deles. 

de_lisboa_a_la_lys.jpg

 

 

 

Lavrenti Béria, o Carrasco ao Serviço de Estaline, de José Milhazes (Oficina do Livro)

Biografia do chefe da polícia secreta de Estaline, fiel instrumento de terror do ditador. Em 1940 mandou assassinar Trotski e presidiu à execução sumária de 22 mil oficiais polacos no Massacre de Katyn. Obra baseada em documentos oficiais, memórias e testemunhos de várias figuras soviéticas da época, cartas pessoais do biografado e na transcrição do interrogatório a que seria sujeito no fim da vida – só recentemente tornada público.

 

 

Wonderstruck: O Museu das Maravilhas, de Brian Selznick (ASA) Depois de A Invenção de Hugo Cabret, este é o regresso do genial Brian Selznick que volta a levar os leitores numa comovente e arrebatadora viagem… A adaptação ao cinema tem estreia para 22 de Março, pela mão do realizador Todd Haynes, com Julianne Moore, Michelle Williams e Amy Hargreaves nos principais papéis.

_wonderstruck.jpg

 

Riccardo Gileno - "Days"

 

Itália, país belo e misterioso, raiz do talento do músico, cantor e compositor Riccardo Gileno. Natural de Trieste, entra no mundo da música em 2010 por mera brincadeira. O acaso revelou-se, contudo, um tiro certeiro do destino, nascendo uma paixão que dura até aos dias de hoje.

 

Passou por projetos como Groove O’Matic, Free Strangers’ Society, Family Affair, The Topix ou StopThe Wheel, mas é a solo que se apresenta ao público português. Do seu EP de estreia, “The Curse” (2017), foi extraído o single “Days”, tema onde se misturam influências, sonoridades e culturas numa felpuda cama de guitarra e voz. É de espírito aberto que a Music For All apresenta o multifacetado artista Riccardo Gileno.