Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“Álbum de Família” chega a Poceirão e Marateca

Álbum de Família.jpg

 

Depois de Palmela, Pinhal Novo e Quinta do Anjo, o Projeto “Álbum de Família”, desenvolvido pela Câmara Municipal de Palmela, chega agora a Poceirão e Marateca.

Ao longo do mês de maio, vão realizar-se quatro sessões públicas, que pretendem, à semelhança das anteriores, sensibilizar a população para a importância da partilha dos seus álbuns particulares e, simultaneamente, recolher informação que contextualize cada uma das fotografias, como forma de registar a história económica e social do concelho, no século XX.

A Autarquia desafia as/os munícipes a ajudarem a construir o Álbum de Família de Poceirão e Marateca, participando nas sessões públicas de projeção de fotografias e registo de memórias, levando os seus álbuns pessoais, identificando nomes e assinalando datas e factos. Mais informações: arquivo.municipal@cm-palmela.pt ou 212 336 313 (das 8h30 às 12h00 e das 13h00 às 16h30).

 

Sessões “Álbum de Família” em Poceirão e Marateca

 

8 de maio | 10h30 | Junta de Freguesia de Poceirão

12 de maio | 15h00 | Espaço Multiusos de Águas de Moura

25 de maio | 15h00 | Centro Cultural de Poceirão

29 de maio | 15h00 | Espaço Multiusos de Águas de Moura

 

Passatempo DE ABRIL A ABRIL

O Blog Cultura de Borla em parceria com a produtora Cenas & Quê tem bilhetes duplos para 0 espectáculo "DE ABRIL A ABRIL" para as sessões de 2 e 3 de Maio às 21h30 no Palácio Flor da Murta, Oeirasaos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ver DE ABRIL A ABRIL com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

 

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

 

21431990_oKStY.png

De Abril a Abril

Um homem, demasiado jovem para assistido ao 25 de Abril, ensaia um solilóquio sobre o que a revolução significa para ele hoje, enquanto escuta músicas de tributo à liberdade, interpretadas por Piano e Voz (Tiago Barbosa), Percussão (Ricardo Daniel) e guitarras (Pedro Soares). Surge outra personagem a quem a música desperta emoções e perspectivas antagónicas e enceta o diálogo: Uma, vive apaixonadamente as conquistas de Abril; a outra, cínica e desencantada, não entende nem se interessa. Será preciso reinventar Abril?

 

O público selecciona então de um baú as últimas músicas, canções que nos fazem lembrar Abril… e antes do cair do pano, sozinho em cena, a personagem inicial recria um texto histórico: O genial F.M.I. de José Mário Branco, interpretado com a força, a urgência e a importância de quem acredita que Abril tem de ser hoje, amanhã e sempre!

Datas:

25 e 27 de Abril às 21h30 e 28 de Abril às 16h00 no Auditório Carlos Paredes, Benfica

1, 2 e 3 de Maio às 21h30 no Palácio Flor da Murta, Oeiras.

Ideia Original: RevolutionArt

Texto Original: Liberto Luso

Actores: Helena Ávila, José Coelho

Direcção de Actores: Carlos Paiva

Banda Baú: Tiago Barbosa, Ricardo Daniel, Pedro Soares

Direcção Musical: Tiago Barbosa

Produção Executiva: Maria Ramires

Produção: Cenas&Quê / RevolutionArt

Informações e Reservas: cenaseque@gmail.com

Maré Cheia destaca feiras em maio no concelho da Moita

capa.jpg

 

 

 

A “Maré Cheia” – Agenda de Eventos no Concelho da Moita, do mês de maio, destaca, entre outros temas, o XX Concurso da Raça Holstein Frísia, que se realiza a 24, 25 e 26 de maio, no Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita, integrado na centenária Feira Regional de Maio.

 

A Agenda de Eventos, que pode consultar em www.cm-moita.pt, em suporte digital ou nos locais habituais, em papel, sugere, no “Vai Acontecer…”, muitas outras atividades para ver, fazer ou ouvir, ao longo do mês, ao ar livre ou nos vários equipamentos culturais e desportivos do concelho. De salientar, nesta rubrica, a XXII Feira de Projetos Educativos, de 14 a 17 de maio, a 24ª edição do Festival Sementes, a 18, 25 e 30 de maio, e a VIII edição do BB Blues Fest, que tem início a 30 de maio, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo.

Se preferir ficar em casa, opte por uma das sugestões das “Cumplicidades”: um livro, um projeto musical, um site e um filme.

Na rubrica “Sabores & Saberes”, a “Maré Cheia” dá a conhecer a receita de

Húmus, a propósito da realização da 15ª BIOFESTA – Mostra de Projetos e Produtos Biológicos, que se realiza a 26 de maio, no Largo Conde Ferreira, na Moita, e que, este ano, terá como tema a Dieta Mediterrânica.

A modalidade de Remo, promovida, na Moita, pela ARTejo – Associação Remadores do Tejo é o tema abordado, este mês, no que respeita à atividade do Movimento Associativo.

Se pretende receber a Maré Cheia em sua casa, todos os meses, contacte o Gabinete de Informação e Relações Públicas da Câmara Municipal da Moita, através do e-mail: informacao-rpublicas@mail.cm-moita.pt.

 

Visita guiada “De Gaia a Vénus: o poder da Deusa-Mãe” na véspera do Dia da Mãe | Casa-Museu Medeiros e Almeida

4 de maio: na véspera do Dia da Mãe, revelam-se segredos

sobre as grandes Mães do Universo dos Mitos Clássicos

 

 

No próximo dia 4 de maio, pelas 11h00, a Casa-Museu Medeiros e Almeida celebra um dos maiores poderes da Mitologia Clássica, através de uma visita guiada às suas coleções, sob o tema “De Gaia a Vénus: o poder da Deusa-Mãe”. Trata-se de uma autêntica viagem no tempo até aos segredos da cultura greco-romana nas coleções da Casa-Museu, na véspera do Dia da Mãe.

A visita, organizada em parceria com o Mythos, projeto de partilha, divulgação, pesquisa e exploração da mitologia greco-romana, será conduzida por André Ferreira, investigador e responsável por esta entidade.

“Os deuses que os gregos adoravam e que nós todos conhecemos não surgiram de repente. A história deles vem do princípio do tempo. Num tempo que surge após o Caos e que é conhecido como o poder da Deusa-Mãe. Segundo Hesíodo, do Caos surgiu a Mãe Terra. Com o seu filho Urano (o céu) surgiram as flores, as árvores, os animais e uma legião de divindades que perpetuaram essa força feminina. As titânides, as deusas olímpicas, os monstros femininos, as oceânides ou até mesmo as simples mortais descendentes dos deuses dominaram a Terra até aos nossos dias. É assim que é descrito o infinito poder da Deusa-Mãe Eros”, salienta o autor da visita.

André Ferreira sublinha ainda que as narrativas míticas mais aclamadas de sempre tornaram-se uma verdadeira fonte de inspiração nas diferentes manifestações de arte, como a tapeçaria, a relojoaria, a pintura ou até mesmo o mobiliário: “Um verdadeiro alento que podemos testemunhar nas coleções da Casa-Museu Medeiros e Almeida. Neste espaço cultural, no coração de Lisboa, Ceres, Prosérpina, Vénus, Juno, Salácia Esmirna, Nyx são ‘senhoras, rainhas e mães’ – uma manifestação constante que nos transmite o poder das grandes Mães do Universo dos Mitos Clássicos”

A visita guiada “De Gaia a Vénus: o poder da Deusa-Mãe”, no dia 4 de maio, às 11h00, tem um limite mínimo de participantes de 10 pessoas e máximo de 25. A iniciativa tem um custo de 10€ e inclui a entrada na Casa-Museu Medeiros e Almeida. As inscrições são obrigatórias e devem ser feitas para: mithosgrecoromanos@gmail.com

 

 

GOLPADA, de Dea Loher, encenação de João Lourenço ESTREIA EM JUNHO NO TEATRO ABERTO

 

Cristóvão Campos_Tomás Alves_Ana Guiomar_ensaio

 

A nova produção do Teatro Aberto estreará em Junho na Sala Vermelha: Golpada, de Dea Loher, com encenação de João Lourenço. Considerada uma das vozes mais inventivas e poéticas da nova dramaturgia europeia, como comprovam os muitos prémios que têm distinguido a sua obra, Dea Loher escolhe para as suas peças histórias e figuras do quotidiano e confere-lhes uma dimensão filosófica e universal ao presenta-las na procura de respostas para grandes questões como o sentido da vida, as possibilidades de transformação da sociedade ou a realização dos sonhos individuais. Golpada, estreada em 2015 pelo Deutsches Theater, Berlin, é a sua mais recente peça e estreará em Junho no Teatro Aberto.

Sinopse

Maria e Jesus Maria são gémeos. Vêm de um meio desfavorecido, têm trabalhos mal pagos e, desde crianças, um grande sonho: ser ricos, ter muito dinheiro para comprar tudo o que lhes apetece, agora já, não um dia mais tarde. Jovens e destemidos como são, urdem um plano para concretizarem o seu sonho quando de repente, como que por acaso, lhes aparece um certo senhor Milagre com uma proposta irrecusável. Os seus exóticos vizinhos, a vidente Madame Bonafide e o realizador Otto-Porno, avisam-nos dos perigos que correm, mas nada nem ninguém consegue travar a força daquele sonho com uma vida melhor.

Com humor, poesia e um olhar atento a tudo o que é profundamente humano, a conceituada autora alemã Dea Loher (de quem o Teatro Aberto apresentou Imaculados, em 2008) conta em Golpada uma história de contornos policiais que celebra a irreverência da juventude e o poder da fantasia. Com um enredo cheio de momentos surpreendentes e música interpretada ao vivo, o espectáculo apresenta-se como um concerto a várias vozes e um desafio para nunca se deixar de sonhar com a alegria e a liberdade.

 

Ficha artística

Versão João Lourenço | Vera San Payo de Lemos
Dramaturgia Vera San Payo de Lemos
Encenação e cenário João Lourenço
Direcção musical Renato Júnior
Figurinos Ana Paula Rocha
Vídeo Nuno Neves
Com Ana Guiomar | Carlos Malvarez | Cristóvão Campos | Rui Melo | Tomás Alves
Músicos Giordanno Barbieri | Mariana Rosa

ESPECTÁCULOS 
4ª a Sábado às 21h30 
Domingo às 16h 

 

M/14

 
BILHETEIRA
4ª a Sábado das 14h às 22h00; Domingo das 14h às 19h 
Reservas 213 880 089 ou bilheteira@teatroaberto.com  
www.bol.pt | FNAC | ABEP | CTT | El Corte Inglés (Lisboa e Gaia)

PREÇOS

Inteiro - 17€

Jovem (até 25 anos) – 8,50€

Sénior (mais de 65 anos) – 13,60€

 

Notáveis do Príncipe Real em Exposição de Fotografia - de 12 de abril a 2 de maio, entrada livre, Embaixada

Entrada livre de 12 de abril a 2 de maio

ROSTOS DO PRÍNCIPE REAL
EM EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA NA EMBAIXADA

 

A Embaixada - Portuguese Concept Gallery - em colaboração com a ETIC - Escola de Tecnologias Inovação e Criação – e com a Konica Minolta prestam homenagem a algumas das pessoas que fazem parte da vida do Príncipe Real. A exposição fotográfica “Pretty Real People”, composta por doze retratos, vai estar aberta ao público, de 12 de abril a 2 de maio, em Lisboa.

Patente na galeria “Welcome to Art”, situada no segundo piso da Embaixada, a exposição “Pretty Real People” reúne fotografias de alguns dos rostos mais emblemáticos do Príncipe Real, considerado pela Time Out como “o quinto bairro mais cool do mundo.”

Os chefs Diogo Noronha, do restaurante Pesca, e Henrique Sá Pessoa, do restaurante Tapisco; as fashion designers Alexandra Moura, Lidija Kolovrat e Maria João Sopa, da loja 21pr/Meam; e António Dias, barman do mítico Pavilhão Chinês, são algumas das individualidades em destaque, ligadas à área da restauração e da moda.

A mostra inclui, ainda, os retratos do Diretor do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, José Pedro Sousa Dias; o sócio-gerente da Discoteca Trumps, Marco Mercier; o ator transformista Fernando Santos, também conhecido como Deborah Kristall, do clube Finalmente; o CEO da Uzina, António Roquette; a Diretora-Geral da EastBanc Portugal, Catarina Lopes; e Armândio Oliveira, o dono do quiosque do Príncipe Real.

As doze personalidades escolhidas ilustram a identidade e a singularidade deste bairro, sendo reconhecido o seu contributo, na respetiva área de atuação.

Sob a coordenação de Susana Jesus, as imagens foram captadas pelas objetivas dos alunos de fotografia da ETIC: Giselle Hinterholz, Sofia Hipólito, Susana Pereira, Débora Oliveira, Juliette Bayen, Maria Lorenzo, Helder Caldeira e Inês Barros.

Pág. 25/25