Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Panteão Nacional inaugura exposição "A Igreja de Santa Engrácia no Campo de Santa Clara: os tempos do lugar"

Cartaz.jpg

 

De 10 de outubro de 2019 a 1 de março de 2020

 

O Panteão Nacional, em Lisboa, organiza a exposição A Igreja de Santa Engrácia no Campo de Santa Clara: os tempos do lugar, assinalando os 450 anos da criação da nova paróquia de Santa Engrácia por desejo da Infanta D. Maria, a quem se deve igualmente a construção da primitiva igreja de Santa Engrácia.

 

A Igreja de Santa Engrácia, como hoje a conhecemos, localizada no Campo de Santa Clara, é a última versão dos vários templos que desde o século XVI se erigiram naquele lugar sob a invocação da santa mártir lusitana.

 

Tais mudanças refletem a história do sítio e a sua evolução urbanística, feita em estreita ligação com o edifício que daria nome à freguesia, tornando-se numa marca autêntica da Lisboa Oriental, com os seus contornos arquitetónicos a dominarem a iconografia do século XVII aos nossos dias.

 

Esta exposição, que inclui peças originais pertencentes a alguns dos mais importantes museus, palácios e monumentos portugueses e a coleções particulares, traça a história dos vários tempos da Igreja de Santa Engrácia, do Campo de Santa Clara e dos seus mais importantes edifícios e instituições, convidando os visitantes a acompanhar e a compreender as suas transformações ao longo dos séculos.

 

Fica patente de 10 de outubro de 2019 a 1 de março de 2020, nas salas de exposições temporárias, Coro-alto e na nave central do monumento.

Passatempo ESTARREJAZZ

71331888_2367591569963065_6653798648184307712_o.jp

 

 

O Blog Cultura de Borla em parceria com o CINE TEATRO DE ESTARREJA tem bilhetes duplos para o Festival Estarrejazz, no Cine - Teatro de Estarreja para os seguintes concertos

  • DESIDÉRIO LÁZARO, dia 10/10/19;
  • ELAS E O JAZZ, dia 11/10/19;
  • ORQUESTRA DE JAZZ DE ESTARREJA convida LUÍS PORTUGAL, dia 12/10/19.

aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ao ESTARREJAZZcom o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone  e concerto que pretendem assistir.

 

ATENÇÃO

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

Reservamo-nos o direito de excluir de futuros passatempos todos os que não procederem desta forma.

 

evento_1681_destaque_4.jpg

DESIDÉRIO LÁZARO

ESTARREJAZZ 2019
 

[Comprar bilhete] [Enviar a um amigo]

 

AUDITÓRIO 6,00€ | 4,00€ (cartão amigo, cartão sénior e jovem municipal) | SESSÃO c/ lugares marcados


PASSE GERAL 22,50€ (acesso aos concertos Estarrejazz)


GÉNERO JAZZ | 75 MIN | M/6


Depois de “Moving” e “Subtractive Colors”, que se distinguiu como o melhor disco de Jazz do seu ano pela Jazzlogical, Desidério Lázaro, um dos mais reconhecidos saxofonistas e melhores músicos do Jazz português, lança o seu sexto álbum "Homegrown". Em português “Criado em casa”, este álbum retrata os últimos anos da construção de um local físico e emocional onde a unidade e a estrutura fazem cumprir o seu mais que visceral propósito de escrever e lançar música. O título reporta também para a sua infância, onde foi notoriamente feliz, tendo sido criado com os ares do campo e rodeado de comida da sua terra algarvia, com sabor e cheiros a casa. A estética situa-se nos meandros do jazz, piscando o olho de forma constante ao universo rock e, de forma fugaz, mas intensa, à suavidade da música erudita. A música, energética, procura sempre criar impacto no ouvinte ao mesmo tempo que o delicia com melodias imediatamente cantáveis. 


Desidério Lázaro, saxofones, João Firmino, guitarra, Francisco Brito, contrabaixo e baixo elétrico, Joel Silva, bateria 


[Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]

 

evento_1682_destaque_4.jpg

Sex 11 Out 21H30

MÚSICA

ELAS E O JAZZ

ESTARREJAZZ 2019
 
 

AUDITÓRIO 6,00€ | 4,00€ (cartão amigo, cartão sénior e jovem municipal) | SESSÃO c/ lugares marcados


PASSE GERAL 22,50€ (acesso aos concertos Estarrejazz)


GÉNERO JAZZ | 75 MIN | M/6


Três cantoras, amigas e cúmplices, juntas em palco para partilhar o amor pelo jazz e pelas canções que fizeram a sua história. Joana Machado, Marta Hugon e Mariana Norton cruzaram-se na escola do Hot Clube de Portugal. Um dia, entre copos e música, revisitaram os seus standards preferidos e as suas possibilidades infinitas e surgiu a vontade de voltar a casa. A casa dos músicos de jazz que é feita de compositores como Cole Porter, Irving Berlin, George Gershwin, Richard Rogers, Jerome Kern ou Harold Arlen. Acompanhadas por um trio fabuloso, ELAS recriam o universo sempre contemporâneo dos musicais da Broadway e dos clubes de jazz de Nova Iorque, num espetáculo que, mais do que uma visita aos clássicos, é uma narrativa musical contada a três vozes distintas, mas sempre feitas de emoção.


Joana Machado, Marta Hugon e Mariana Norton vozes, João Pedro Coelho piano, Romeu Tristão contrabaixo, André Sousa Machado bateria 


[Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]

 

evento_1708_destaque_2.jpg

Sáb 12 Out 21H30

MÚSICA

ORQUESTRA DE JAZZ DE ESTARREJA CONVIDA LUIS PORTUGAL

ESTARREJAZZ 2019
 
 

AUDITÓRIO 6,00€ | 4,00€ (cartão amigo, cartão sénior e jovem municipal) | SESSÃO c/ lugares marcados


PASSE GERAL 22,50€ (acesso aos concertos Estarrejazz)


GÉNERO JAZZ | 75 MIN | M/6


Seja ao lado de grandes solistas internacionais como de enormes talentos nacionais, a Orquestra de Jazz de Estarreja tem feito um percurso impar e notável desde a sua criação em 2012, resultado da vertente formativa do Festival Estarrejazz. A encerrar a edição de 2019, a Orquestra de Jazz de Estarreja convida Luís Portugal, o vocalista da banda mítica e ícone dos anos 80, Jafumega, que alcançou o topo das tabelas de vendas nacionais com temas como “Latin’America”, “No Cego” ou “Kasbah”.  


Pedro Moreira maestro, Luís Portugal voz


[ Espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja ]

Há um novo festival internacional de cinema em Portugal - 12 de outubro e acontece no rooftop do Terminal de Cruzeiros de Lisboa

O mais prestigiado festival de cinema de desporto ao ar livre chega finalmente a Portugal

BANFF CENTRE MOUNTAIN FILM FESTIVAL WORLD TOUR EM PORTUGAL NO DIA 12 DE OUTUBRO

 

image002.jpg

 

Festival chega pela mão do hub criativo de coworking Heden e terá lugar no rooftop do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa

É a notícia que todos os fãs de cinema de desporto ao ar livre esperavam: a Banff Centre Mountain Film Festival World Tour chega finalmente a Portugal. Depois do Canadá, Estados Unidos, África do Sul, China, Líbano, Chile, Nova Zelândia e Antártica, entre outros destinos, o mais prestigiado festival de cinema do género instala-se pela primeira vez no nosso país, com o apoio do Heden, hub criativo de coworking sediado em Lisboa.

A 12 de outubro, o rooftop do Terminal de Cruzeiros de Lisboa recebe a primeira edição portuguesa do evento, onde serão apresentados oito dos 36 filmes que compõem a Banff Centre Mountain Film Festival World Tour 2018/2019: Rogue Elements: Corbet’s Couloir; Brothers of Climbing; The Moment; For The Love of Mary; This Mountain Life: Coast Range Traverse Segment; Surface; RJ Ripper e Reel Rock 12: Break On Through.

Bilhetes à venda em ticketline.pt.

Mark Louie, Program Coordinator do Banff Centre Mountain Film Festival, refere que “Portugal é um país rico em serra e mar que muito tem atraído os amentes do desporto de aventura, nacionais e internacionais. Acreditamos que a chegada do Banff Centre Mountain Film Festival a Portugal é a afirmação dessa tendência pelo que esperamos contribuir para a valorização da riqueza e a diversidade natural do país, elevando Portugal como destino de eleição para os amantes desta prática”, conclui.

Para Laszlo Varga, Founding Partner do Heden, “é um enorme orgulho trazer pela primeira vez a Portugal um evento tão prestigiado e que mobiliza um número cada vez maior de amantes do desporto outdoor em todo o mundo”. Sobre a ligação do hub criativo de coworking Heden a este festival, Laszlo Varga explica que “no Heden somos muito mais do que uma rede de espaços de coworking. Queremos ter uma participação ativa na cidade e junto dos públicos que nos seguem. Para além disso, vamos lançar, ainda em 2019, um novo espaço, num dos edifícios do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa, pelo que escolhemos esta zona para acolher este festival, uma zona que está a crescer muitíssimo e onde deverão acontecer cada vez mais eventos e iniciativas relevantes para a cidade”.

Banff é uma cidade no Banff National Park em Alberta, Canadá, e um dos melhores destinos de ski e de desporto de ar livre do mundo. O Banff Centre Mountain Film and Book Festival é um festival anual, realizado durante o mês de novembro, desde 1976. Todos os anos, cineastas de todo o mundo submetem perto de 400 filmes a concurso. Ao longo do tempo o festival evoluiu para se tornar uma celebração mundial de estórias ligadas ao meio ambiente, ecologia e procura da aventura.

A World Tour do Banff Centre Mountain Film Festival leva Banff a públicos de todo o mundo. Depois do festival de novembro em Banff, uma seleção dos melhores filmes faz uma tournée por vários países à volta do mundo, e agora também por Portugal. Anualmente a seleção de filmes viaja por mais de 40 países e atinge uma audiência superior a 550,000 pessoas em mais de 1,300 sessões. As organizações acolhedoras criam um programa que consiste numa seleção de filmes de exploração e aventura, cultura e ambiente, e desporto de ar livre.

 

Morada:

Doca Jardim do Tabaco

Av. Infante Dom Henrique

1100-651 Lisboa

 

 

Pedro Tochas leva DESCOBRIMENTOS ao Teatro Villaret

PTochas_Villaret_2019_Newsletter.jpg

 

 

Pedro Tochas leva uma apresentação única do seu espectáculo DESCOBRIMENTOS ao palco do Teatro Villaret no próximo dia 6 de Novembro.

Ao longo da nossa vida não paramos de descobrir coisas sobre o mundo que nos rodeia e sobre nós próprios. Neste espectáculo, Pedro Tochas partilha o que descobriu e o que ainda quer descobrir. Numa avaliação do que é ter quarenta e cinco anos na sociedade actual.

Pequenas histórias, divagações e alucinações são a base deste espectáculo, uma mistura de Stand Up Comedy e contador de histórias. Boa oportunidade para rir com o que vai na alma deste descobridor numa partilha de descobertas que mais parece uma conversa entre amigos.

Autoria e Interpretação: Pedro Tochas

TEATRO VILLARET
6 de Novembro às 21h30
Bihetes: 12€

Nova Arcada Braga Blues volta a encher a cidade de música

3c2c5614713d2fa20069a2647c14db89.png

 

 

O Nova Arcada Braga Blues volta a dar música e vida à cidade de Braga! Com o apoio do Nova Arcada, o festival regressa à cidade que o acolhe desde 2017, de 29 de setembro a 11 de outubro. Esta iniciativa é resultado da ligação de Budda Guedes e Micha Rudowski a este conhecido estilo musical, estando a programação e produção do festival internacional de Blues a cargo da Editora Mobydick Records.

Entre concertos, workshops, entrevistas, momentos de dança e Jam Sessions, este festival pretende celebrar o Blues nas várias facetas que apresenta, não fosse este um estilo universal e reconhecido internacionalmente. Fruto da fusão de culturas europeias e africanas e muito bem acolhido em todo o mundo, o género musical merecia há muito um festival que o celebre! Feito em Braga e para Braga, o Nova Arcada Blues é um dos mais extensos festivais de Blues do país.
Durante 13 dias, são 20 os eventos que ocorrem em diferentes espaços distribuídos pela cidade. Concertos nacionais e internacionais, uma entrevista e 6 Workshops desdobram-se entre múltiplos locais emblemáticos de Braga.

MAAT inaugura quatro novas exposições | Angela Bulloch | João Pedro Vale e Nuno Alexandre Varela, Vasco Barata | Trienal de Arquitetura de Lisboa

 

A artista Angela Bulloch apresenta a sua primeira grande instalação em Portugal; ‘AMA COMO A ESTRADA COMEÇA’, da dupla João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira, apropria-se do título de um poema de Mário Cesariny e retoma pesquisas contemporâneas sobre as sexualidades dissidentes e identidades de género não normativas; a Central Tejo recebe a 5.ª edição da Trienal de Arquitetura de Lisboa que, neste ano, tem como tema A Poética da Razão; e o artista português Vasco Barata apresenta um novo projeto na sala do Cinzeiro 8.

 

 

Nos dias 4, 5 e 6 de outubro, o MAAT abre as suas portas à cidade para comemorar o terceiro aniversário do museu. O programa especial inclui dois concertos de The Legendary Tigerman, performances de Alice Joana Gonçalves com Daddy G. (Massive Attack) e de Isabel Costa, festival de curtas metragens de arquitetura, oficinas para crianças, visitas guiadas às exposições e ainda uma edição especial do Somersby OutJazz.

 

Dia do Animal com "True Friends" no Mercado Crafts & Design

 

"TRUE FRIENDS” é o tema da edição de Outubro do Mercado Crafts & Design no Jardim da Estrela e que assinala o Dia Mundial do Animal, dias 5 e 6, das 10h00 às 19h00 com entrada gratuita.

 

O Mercado Crafts & Design no Jardim da Estrela é pet friendly por isso traga o seu animal de estimação e faça-nos uma visita. Aproveite para conhecer os amigos de quatro patas, e não só, que nos fazem companhia no jardim: periquitos de colar, corujas, gansos, pavões, tartarugas, carpas, guarda-rios, alvéolas-cinzentas, entre tantas outras espécies. 

  

À sua espera tem ainda um grupo de criadores com as mais recentes propostas das áreas do design e do artesanato contemporâneo: moda, ilustração, joalharia, entre muitas outras opções criativas e diferenciadoras, tal como o Mercado já nos habituou.

 

A decorrer desde Setembro de 2006, o Mercado Crafts & Design no Jardim da Estrela mantém o compromisso de se assumir como rampa de lançamento para criadores nacionais e internacionais nas áreas do design e do artesanato contemporâneo. Define-se como um mercado criativo para pessoas criativas e decorre no primeiro fim-de-semana do mês (excepto em Janeiro) com entrada gratuita. A organização está a cargo de Arquitexturas - Organização de Eventos com o apoio da JF da Estrela. 

 

Nota: Créditos fotográficos - Arquitexturas® - Organização de Eventos

Ilustração do cartaz da autoria de Gonçalo Costa

 

Em ensaios no Teatro Aberto | DOENÇA DA JUVENTUDE de Ferdinand Bruckner

DOENÇA DA JUVENTUDE, de Ferdinand Bruckner, com versão, dramaturgia e encenação de Marta Dias é a próxima produção do Teatro Aberto e está em ensaios para estrear no final do mês de Outubro. Na semana passada toda a equipa esteve envolvida na fotografia para o cartaz que foi realizada pelo fotógrafo Mário Príncipe. A maquilhagem foi de Carla Pinho e figurinos de José António Tenente que está a criar o guarda-roupa para o espectáculo.

 

 

SINOPSE

Maria terminou o curso de Medicina e vai dar uma festa. A partir de agora, começa a vida a sério. "A vida a sério"... que cliché. Tu nasceste para quê? O que reserva o futuro para ti? Qual é o mal de ter ambições? Colegas de faculdade, ex-namorados, amigas, ódios de estimação — todos se cruzam antes e depois da festa, à procura de alguém especial, à procura de si próprios, em busca do caminho certo para a sua vida. Num mundo descartável e repleto de estímulos consumistas, quem sabe o que é certo ou errado?

 

FICHA ARTÍSTICA

VERSÃO, DRAMATURGIA E ENCENAÇÃO_ Marta Dias
CENÁRIO_ Marisa Fernandes
FIGURINOS_ José António Tenente
LUZ_ Marcos Verdades
VÍDEO_ Eduardo Breda
COREOGRAFIA_ Vítor Fonseca (Cifrão)
COM_ Carolina Carvalho | Eduardo Breda | Filipa Areosa | Helena Caldeira | Madalena Almeida | Samuel Alves | Vítor d’Andrade