Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Outubro MAIOR valoriza papel das pessoas idosas na comunidade

Outubro MAIOR.jpg

 

A assinalar o Dia Internacional das Pessoas Idosas (1 de outubro), o Município de Palmela e os parceiros locais promovem o Outubro MAIOR - Mês das Pessoas Idosas, um mês recheado de atividades dirigidas à população +55 anos e às famílias.

O Chá Dançante, iniciativas sobre o Cartão Municipal Idade Maior + Perto, Yoga, um Ciclo de Miniconferências/debate e Oficinas, cinema, espetáculos musicais, uma exposição e a VI Feira Sénior de Palmelacompõem o programa.

O Outubro MAIOR - Mês das Pessoas Idosas tem vindo a ser realizado no âmbito das políticas locais promotoras do envelhecimento ativo e saudável e conforme os princípios do PEL - Projeto Educativo Local. A iniciativa tem privilegiado respostas integradas e novas oportunidades de participação dos adultos de mais idade e das famílias na vida da comunidade. Pretende reforçar o envelhecimento como uma oportunidade, um processo natural e um desafio que a todos diz respeito (indivíduos e organizações), valorizando o papel dos homens e das mulheres de mais idade na comunidade. O Outubro MAIOR integra a candidatura PRIA – Percursos em Rede para a Inclusão Ativa.

Mais informações e inscrição nas atividades através dos contactos deis.geral@cm-palmela.pt, 212 336 606 ou em www.cm-palmela.pt.

 

PROGRAMA

 

1 de outubro | 14h30 | Rancho Folclórico “Os Rurais” da Lagoa da Palha e Arredores

Palmela Chá Dançante 2019

“Um pé de dança e dois dedos de conversa” ao ritmo de valsas, rumbas, tango, chachachás e muitos outros

Destinatários: +55 anos

Inscrição prévia gratuita, obrigatória e limitada

Org.: Câmara Municipal de Palmela

Parceiros: Rancho Folclórico “Os Rurais” da Lagoa da Palha e Arredores e Palmela Desporto, EM

 

2 e 7 de outubro | 9h00 | Loja Móvel do Cidadão

Cartão Municipal Idade Maior + Perto

Conheça as vantagens do Cartão Municipal Idade Maior na Loja Móvel do Cidadão. Pode ainda aceder ao seu cartão e apresentar sugestões de melhoria (documentos necessários: Cartão do Cidadão ou Bilhete de Identidade e última declaração de rendimentos)

Circuitos: 2 de outubro - Carregueira e 7 de outubro - Cabanas

Destinatários: +55 anos

Org.: Câmara Municipal de Palmela

 

4 de outubro | 10h00 | Centro de Yoga de Quinta do Anjo

Yoga para Todas as Idades - Aula Aberta

Destinatários: +55 anos e jovens

Org.: Centro de Yoga de Quinta do Anjo

 

8 a 22 de outubro | 14h30

Idade+: Ciclo de Miniconferências/debate e Oficinas

Propostas que sublinham o direito à participação, à aprendizagem ao longo da vida, ao desenvolvimento sustentável e a ambientes confortáveis e em segurança em casa

Destinatários: +55 anos

Inscrição gratuita, obrigatória e limitada

Org.: Câmara Municipal de Palmela

 

8 de outubro | 14h30 | Espaço Fortuna - Artes e Ofícios, Quinta do Anjo

Visita com Memórias – Território Arrábida

Visita ao Espaço Fortuna

 

14 de outubro | 14h30 | Biblioteca Municipal de Palmela

“Chá de Memórias”

Uma infusão de desejos para maior consciência pela sustentabilidade ambiental

Atividade plástica reflexiva sobre a responsabilidade de todas/os para um futuro sustentável, dinamizada por “Entre Memórias - Educação Patrimonial Itinerante”

 

21 de outubro | 14h30 | Biblioteca Municipal de Palmela

“Voluntariado na Idade Maior” - Motivações, interesses e necessidades

Momento de discussão - voluntariado e cidadania ativa 55+ anos

Org.: Câmara Municipal de Palmela e Instituto Politécnico de Setúbal (IPS)*

*a confirmar

 

22 de outubro | 10h00 | Mercado Municipal de Pinhal Novo

“Ambientes + confortáveis e seguros em casa” - Serviço Municipal de Teleassistência

Câmara Municipal de Palmela e Serviço Teleassistência

 

11 de outubro | 14h30 | Cineteatro S. João, Palmela

Espetáculo das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)

Talentos na Idade Maior

Destinatários: população em geral

Org.: GIQE - Grupo Interinstitucional para as Questões do Envelhecimento

 

18 de outubro | 15h00 | Biblioteca Municipal de Palmela

23 de outubro | 15h00  | Auditório Municipal de Pinhal Novo

29 de outubro | 15h00 | Centro Cultural do Poceirão

Cine Gerações - “Pedro e Inês”

Pedro e Inês encontram e reencontram-se, vivendo uma das maiores histórias de amor em Portugal. Filme de 2018, realizado e produzido por António Ferreira, que é uma adaptação do romance de Rosa Lobato Faria “A Trança de Inês”

População-alvo: +55 anos e jovens

Org.: CineClube Odisseia / Associação Juvenil Odisseia

Apoio: Câmara Municipal de Palmela

 

22 e 23 de outubro | Mercado Municipal de Pinhal Novo

Exposição itinerante “Piscina Municipal de Palmela: 25 anos 1993-2018”

 

22 e 23 de outubro | 10h00-13h00 | Mercado Municipal de Pinhal Novo

VI Feira Sénior de Palmela

Org.: GIQE - Grupo Interinstitucional para as Questões do Envelhecimento

 

30 de outubro | 14h30 | Cineteatro S. João, Palmela

Musicando

Espetáculo musical: fado e música popular portuguesa

Transmissão direta em POPULARFM 90.9Mhz | www.popularfm.com

Inscrição prévia gratuita, obrigatória e limitada

Org.: Rádio PopularFM e Câmara Municipal de Palmela

Apoio: Restaurante “O Forno”

AFIDance promove “Entreaberto” um projeto artístico para ver até janeiro

  • O projeto Entreaberto é uma colaboração artística entre AFIDance - AFIDance é o grupo pertencente à Fundação Afid Diferença, que tem a coordenação artística e pedagógica da CiM - Companhia de Dança.

wf0d56ABF0213.jpg

 



 No âmbito do AFID Entreaberto, projeto da Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa Deficiente – AFID – que é financiado pelo Instituto Nacional para a Reabilitação (INR), a AFIDANCE irá estar em palco nas próximas semanas.
 
O projeto Entreaberto procura a sensação de possibilidade e pretende deixar no ar a ideia de que deixamos muito por dizer e por fazer, definimos um mundo quase aberto e quase fechado. Neste projeto vai-se revelar aquilo que quer e esconder aquilo que é preciso.

A peça está feita de forma a ser um convite à curiosidade e ao perigo de não se saber nada para lá do que se quer mostrar.

Entreaberto é com direção artística da CiM, e com apoio do INR, tem no seu elenco quatro intérpretes da AFIDance e clientes do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) da AFID - Ana Sofia Pires, Andreia Bulhão, David Miguel, Jéssica Boneco -, dois intérpretes CiM e dois bailarinos profissionais. São vários os locais de apresentação como por exemplo Setúbal, Montijo, Lisboa, Torres Vedras, entre outros.

Bruno Rodrigues, monitor da AFIDance recorda um fator muito importante, “somos sempre mais e melhores quando nos juntamos e juntos criarmos vida! Seremos sempre mais capazes se nos apoiarmos uns nos outros”.  
Para poder ver este projeto tem datas entre 13 de novembro e 17 de janeiro.
 
DATAS:
13 novembro 14h - Fórum Municipal Luísa Todi- inserido no Expressarte;
15 novembro 21h - apresentação de excerto - Cinema - Teatro Joaquim d'Almeida;
14 dezembro 21h - Auditório Ruy de Carvalho;
17 de janeiro 21h- Auditório Eunice Muñoz.


Sobre a Fundação AFID Diferença

A AFID – Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa com Deficiência celebrou em 2018 33 anos de existência. Ao longo do seu vasto percurso criou também a Fundação AFID Diferença, que por sua vez comemorou 13 anos, uma instituição particular de solidariedade social que se dedica a iniciativas de reabilitação, educação, formação e inserção socioprofissional de pessoas com deficiência. Desenvolve igualmente um conjunto de atividades de apoio à comunidade e serviços de proximidade nos domínios da assistência e solidariedade social, apoio à infância e à terceira idade. É a primeira Instituição da área social, em Portugal, certificada pelas Normas ISO 9001:2008, pela Marca ISS, Nível A e pelo EQUASS Excellence.
Atualmente, a AFID, na sua globalidade, atende perto de 1500 pessoas – Infância (AFIDKIDS), Pessoas com Deficiência (AFIDREAB) e Pessoas Idosas (AFIDSÉNIOR) - e para as quais trabalham diariamente 211 colaboradores. Trata-se de uma das principais instituições sociais do país – pela dimensão, abrangência e complementaridade dos seus serviços e, sobretudo, pela qualidade impressa na gestão e intervenção técnica. A AFID enquanto associação de famílias mantém o seu objetivo ao nível da representação dos direitos das famílias e das pessoas com deficiência.
 www.afid.pt

Este fim-de-semana: IV Encontro de Culturas Ribeirinhas no Concelho da Moita

Cartaz.jpg

 

O Município da Moita promove, entre os dias 25 e 27 de outubro, o IV Encontro de Culturas Ribeirinhas. Centrado no tema da construção naval tradicional, o encontro conta com participações de várias regiões do País e também de Espanha.

Do programa do Encontro de Culturas Ribeirinhas, destaca-se, logo a iniciar o primeiro dia, a apresentação do documentário “A Construção Naval Tradicional e os Estaleiros das Associações Náuticas do concelho da Moita” e o colóquio com o tema “As Associações Náuticas e a Preservação do Património Cultural Flúvio-Marítimo”, com a participação das diferentes associações náuticas do concelho: Associação de Desportos Náuticos Alhosvedrense “Amigos do Mar”, Associação Naval Sarilhense, Centro Náutico Moitense e a secção de vela do Beira Mar Gaiense, seguido de debate.

O segundo dia deste Encontro, que conta pela primeira vez com a participação de convidados estrangeiros, será dedicado ao tema “A Construção Naval Tradicional em Madeira e a Preservação do Património Cultural Imaterial” e terá lugar no Moinho de Maré, em Alhos Vedros. O colóquio, que necessita de inscrição prévia, terá a participação de especialistas em arquitetura e construção naval e de diversos municípios que desenvolvem também projetos nesta área, incluindo duas representações de Espanha, associadas à preservação do património náutico (O programa completo está disponível em www.cm-moita.pt, assim como a ficha de inscrição).

O evento termina com um dia dedicado ao Estaleiro Naval de Sarilhos Pequenos, ao Cais da Moita e às embarcações tradicionais do Tejo, com a apresentação da Exposição de Painéis Interpretativos Moita Património do Tejo no Cais da Moita.

Esta iniciativa pretende evocar e celebrar a identidade marítima das gentes do rio, dos fragateiros e dos mestres de estaleiro que fizeram a história do Tejo e de todos aqueles que, nos dias de hoje, contribuem para manter vivo o património ribeirinho, afirmando assim o projeto municipal “Moita Património do Tejo”. O IV Encontro de Culturas Ribeirinhas é promovido pela Câmara Municipal da Moita, em colaboração com a Associação de Desportos Náuticos Alhosvedrense “Amigos do Mar”, a Associação Naval Sarilhense, o Centro Náutico Moitense, a Secção Náutica do Beira Mar Futebol Clube Gaiense e o Instituto de Dinâmica do Espaço da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Conheça o programa completo do IV Encontro de Culturas Ribeirinhas em www.cm-moita.pt.

 

A Câmara Municipal da Moita convida esse Órgão de Comunicação Social a estar presente na abertura do IV Encontro de Culturas Ribeirinhas, que terá lugar no dia 25 de outubro, pelas 21:15h, no Auditório da Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita.

“Amadora e o Pedro dos Coelhos” no Auditório de Pinhal Novo

 

 

A 2 de novembro, o Teatro Sem Dono dá continuidade à iniciativa “Teatro Sem Dono (A)mostra” e convida o Teatro Passagem de Nível, da Amadora, para apresentar o espetáculo “Amadora e o Pedro dos Coelhos”, às 21h30, no Auditório Municipal de Pinhal Novo.

A 40.ª produção do Teatro Passagem de Nível, com textos de José Ruy e encenação de Porfírio Lopes, é uma peça única e surpreendente, que junta em palco personagens da Amadora e da literatura portuguesa.

O espetáculo, para maiores de 6 anos, conta com o apoio da Câmara Municipal de Palmela. Reservas: 966 856 349 ou teatrosemdono@gmail.com.

Novo Disco de Ka Baird Apresentado Na Casa das Artes Bissaya Barreto

A multi-instrumentalista e performer Ka Baird apresenta o disco Respires em concerto integrado no Festival Jazz ao Centro. 

image001.png

 

Kathleen Baird, que já passou por Coimbra em fevereiro de 2018, fez parte do projeto Spires That in the Sunset Rise, grupo representativo da riqueza da experimentação de Chicago, que procura quebrar barreiras entre géneros musicais estanques. Em 2014 estabelece um novo rumo musical com o caminho no processamento eletrónico da flauta, com técnicas vocais aguçadas e uma maior consciência do movimento no ato performativo.  

O seu disco de estreia, Lullaby for Strangers, foi bem recebido dos dois lados do Atlântico, o que proporcionou a Ka Baird a presença em festivais de música exploratória europeus. Nesta ocasião, na Casa das Artes, apresenta o seu disco Respires, editado pela RVNG intl, um dia depois do seu lançamento oficial. 

 

Sábado, 26 de Outubro 

18H00 

Entrada Livre 

Fever apresenta Jogo imersivo num Palácio abandonado

Murder Mystery chega a Lisboa para desafiar os melhores “Sherlock Holmes”

Fever - Murder Mistery.jpg

 

Evento Fever ORIGINAL desafia a descobrir a maior charada criada para revelar quem foi o autor de um assassinato. Tudo se passará num Palácio abandonado de Lisboa, nos dias 31 de outubro, 1, 8, 9 e 10, 22, 23 e 24 de novembro.

 

 A Fever vai lançar o “Murder Mystery”, um jogo interativo que pretende levar os participantes a descobrir o autor de um assassinato, confrontando-os diretamente com os suspeitos, dentro de um Palácio abandonado.

 

Este jogo interativo, com encenação de Marco Pedrosa, diz respeito ao assassinato de um Conde e toda a ação se desenrolará nas oito salas do Palácio onde o participante destacado tomará o comando da investigação. Num ambiente algo ficcionado o investigador vai tentar descobrir se terá sido a sua esposa, o Marquês, a filha, ou o Mordomo, ou até a assistente pessoal, sujeitando-os a um interrogatório, que será fundamentado pelos documentos fornecidos, seja a autópsia ou a biografia de cada suspeito.

 

O participante no seu papel de Sherlock Holmes também será desafiado a decifrar algumas pistas que lhe serão colocadas no decorrer do jogo para que consiga resolver esta charada.

Os bilhetes já estão disponíveis na aplicação e no site da Fever, e podem ser adquiridos pelo valor de 20 euros, com direito a uma cerveja Trindade.

 

Murder Mystery - Jogo imersivo num Palácio abandonado

Palácio Mendia – São Bento

Rua da Cruz dos Poiais 72, 1200-138 Lisboa

Dia 31 de outubro, 1, 8, 9 e 10, 22, 23 e 24 de novembro às 19h ou às 22h

Duração: 2 Horas

 

DOENÇA DA JUVENTUDE ESTREIA AMANHÃ - 25 DE OUTUBRO - NO TEATRO ABERTO

 

Doença da Juventude_1©Filipe Figueiredo.jpg

 

A próxima produção do Teatro Aberto estreia amanhã às 21h30. O espectáculo Doença da Juventude, com texto de Ferdinand Bruckner é encenado por Marta Dias. Nas palavras da encenadora, que é também autora da versão do texto, “encenar hoje Doença da Juventude é uma provocação à forma como vivemos e pensamos sobre a vida em sociedade. As personagens são, na sua maioria, estudantes de medicina cujo futuro é cuidar de doentes e salvar vidas. Mas será que se preocupam genuinamente com os outros? A medicina é hoje terreno onde desbravamos os limites da biotecnologia e da genética. Mas, perante os limites éticos, que escolhas fazem estas personagens que vão agora entrar na idade adulta? E nós, que escolhas fazemos? Será que, sobre o amor, a tolerância e a justiça, prevalece a lei do mais forte?”

ESPECTÁCULOS

Quarta a Sábado às 21h30

Domingo às 16h00

 

SALA AZUL

M/16


BILHETEIRA
4ª a Sábado das 14h às 22h00; Domingo das 14h às 19h 
Reservas 213 880 089 ou bilheteira@teatroaberto.com  
www.bol.pt | FNAC | ABEP | CTT | El Corte Inglés (Lisboa e Gaia)

 

PREÇOS

Inteiro - 17 €

Jovem (até 25 anos) – 8,50€

Sénior (mais de 65 anos) – 13,60€

Pinhal Novo: 2.ª edição do Mercado dos Vinhos chega a 25 de outubro

MERCADO DOS VINHOS.jpg

Durante três dias, as/os amantes de vinho poderão conhecer e adquirir alguns dos excelentes néctares que marcam a produção vitivinícola da Região durante a 2.ª edição do Mercado dos Vinhos que regressa ao Mercado Municipal de Pinhal Novo, de 25 a 27 de outubro.

 

ASL Tomé, Assis Lobo, Casa Ermelinda Freitas, Sociedade Agrícola Ti Bento, Casa DuPó e Damasceno Wines são as adegas que vão marcar presença nesta edição.

 

Organizado pelo Município de Palmela, com o apoio da Associação da Rota de Vinhos da Península de Setúbal – Casa Mãe, este evento de promoção turística constitui uma oportunidade para adquirir e provar os sabores dos vinhos da Região de Setúbal, mas também para estabelecer um contacto de proximidade com produtores do concelho de Palmela.

 

No dia 25, poderá visitar o Mercado dos Vinhos entre as 09h00 e as 18h00, e nos dias 26 e 27, das 09h00 às 13h00.

Projeto artístico leva atores anónimos ao palco do Teatro Ibérico

 

“Silent City” é o novo espetáculo da Companhia João Garcia Miguel, aberto à participação de todos

 

A Companhia João Garcia Miguel abre as portas do Teatro Ibérico a todos os amantes e simpatizantes de teatro e artes performativas que queiram participar no “Silent City“, um espetáculo que reúne criações e performances de diversos artistas no Teatro Ibérico, para abordar o silêncio e a sua relação com a cidade. Já estão abertas as candidaturas para participar no projeto, que é dinamizado em parceria com as companhias alemães Prinze Regent Theatre e Artscenico.

“Silent City“ é um projeto de artes performativas que permite a todos os artistas, independentemente da sua experiência e reconhecimento, exporem a sua arte e criação. O primeiro momento da iniciativa acontece entre os dias 19 e 22 de novembro, altura em que decorrerá um workshop onde todos poderão participar, mediante inscrição prévia. As performances resultantes desse workshop serão, depois, parte integrante do evento final, a decorrer de 27 a 30 de novembro, nos diversos espaços do Teatro Ibérico.

O espetáculo chega a Lisboa depois de ter passado pelas cidades alemães de Bochum e Dortmund, com o intuito de quebrar a barreira entre o amador e o profissional e desafiando os artistas a pensarem na relação entre o silêncio e a cidade.

“‘Silent City’ é uma poesia performativa coletiva em que cada atuação se desenvolve num espaço especifico, mas em ligação com as demais, com foco no silêncio, no quão raro é nos dias de hoje, mas também no quão necessário é para a contemplação da arte. Como podem expressar o silêncio e ainda assim cativar a atenção do público? Esse é o desafio que lançamos aos artistas, que têm aqui uma oportunidade única de atuarem num espaço histórico como é o Teatro Ibérico”, explica João Garcia Miguel, encenador e diretor artístico da companhia portuguesa.  

A participação no workshop tem um custo de 30 euros, sendo de apenas 15 euros para sócios da Gestão dos Direitos dos Artistas (GDA).