Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

SERRALVES // 30 NOV 17H30 // SOPHIA E AS ARTES PLÁSTICAS _ CICLO SOPHIA E AS ARTES

 

CICLO SOPHIA E AS ARTES - NO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

DE 16 NOV 2019 A 14 DEZ 2019

DATAS: 16, 23 E 30 NOV, 7 E 14 DEZ

Oradores:

Maria Filomena Molder

Nuno Faria

Moderação:

Isabel Pires de Lima

 

 

Sophia de Mello Breyner Andresen revelou desde sempre uma atenção emocionada às relações entre a arte da palavra e as outras artes. Da música à dança, passando pela pintura, pela escultura ou pela arquitetura, a presença das artes é recorrente na sua obra quer no plano temático quer a nível das formas e dos ritmos. O ciclo Sophia e a Artes, que comemora o centenário do nascimento de Sophia, é constituído por cinco sessões. As quatro primeiras sessões dedicar-se-ão a fazer dialogar a obra da poeta com uma arte, ou área artística: "Sophia e a Música”; "Sophia e a Dança”; "Sophia e as Artes Plásticas”; "Sophia e a Forma”. Para esse diálogo foram convidados dois oradores, especialistas na obra de Sophia e na arte escolhida para a respetiva sessão. A última sessão deste ciclo será preenchida pela performance das artistas ANGELICA E VUDUVUM, uma proposta inédita, concebida para esta celebração.

 

Versos dança música pintura

Um mundo vivo em canto e em figura 

Que a vida inteira ficará comigo

 

PROGRAMA:

16 de Novembro, 17h30

Biblioteca Almeida Garrett

 

SOPHIA E A MÚSICA

Nem um momento só podes perder

A linha musical do encantamento

 

Pedro Eiras | Amílcar Vasques-Dias 

Moderação de Ana Luísa Amaral

 

 

23 de Novembro, 17h30

Auditório de Serralves-Museu de Arte Contemporânea 

 

SOPHIA E A DANÇA

Mar,

Metade da minha alma é feita de maresia.

 

Carlos Mendes de Sousa | Joana Providência 

Moderação de Ana Paula Coutinho 

 

30 de Novembro, às 17h30 

Auditório de Serralves-Museu de Arte Contemporânea 

 

SOPHIA E AS ARTES PLÁSTICAS

Aqui — como convém aos mortais — 

Tudo é divino

 

Oradores:

Maria Filomena Molder

Nuno Faria

Moderação: Isabel Pires de Lima

 

7 de Dezembro, às 17h30 

Biblioteca Almeida Garrett

 

SOPHIA E A FORMA 

Se nada adoecer a própria forma é justa

E no todo se integra como palavra em verso

 

Maria Irene Ramalho | Teresa Andresen 

Moderação de Rosa Maria Martelo 

 

14 de Dezembro, 17h30 

Auditório de Serralves-Museu de Arte Contemporânea 

 

PERFORMANCE

Altas marés no tumulto me ressoam

E paredes de silêncio me reflectem

 

ANGELICA E VUDUVUM 

 

Ciclo integrado no centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen

 

Organização: Ana Luísa Amaral, Isabel Pires de Lima, Rosa Maria Martelo

Serralves-Museu de Arte Contemporânea e Biblioteca Municipal Almeida Garrett.

Com o apoio da Câmara Municipal do Porto, do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa e da Fundação de Serralves

 

Acesso: Entrada gratuita

Macau 20 Anos | 29 de Novembro | Museu do Oriente | Gratuito

 

Conferência e filme debatem Macau depois da transferência de poderes

 

Vinte anos depois da transferência da administração de Macau para a China, a Fundação Oriente convida um painel de especialistas para discutir a nova realidade deste território, numa conferência que se realiza no Museu do Oriente, na manhã de 29 de Novembro. No mesmo dia é exibido o filme “Macau 20 Anos Depois”, de Carlos Fraga, às 18.00. Ambas as iniciativas têm entrada livre.

 

“Macau 2019 - 20 anos depois da transferência de poderes” reúne personalidades de áreas como a História, Economia, Artes Plásticas e Jornalismo, para darem a conhecer a sua vivência, experiência e conhecimento do território. Num balanço informado, despojado de nostalgias e orientado para o futuro, as duas mesas-redondas, moderadas por Jorge Santos Alves (Universidade Católica Portuguesa), realizam-se entre as 10.00 e as 13.00 e são subordinadas aos temas “Macau, a OBOR e a Grande Baía” e “Macau, Patrimónios e Novos Públicos/ Mercados Culturais”.

 

No Auditório do Museu do Oriente, a partir das 18.00, é exibida a longa-metragem de Carlos Fraga, “Macau 20 Anos Depois - Testemunhos e Percepções da Matriz Lusófona sobre o Contexto da RAEM”, um olhar sobre uma Macau chinesa onde a cultura portuguesa se faz sentir e continua a marcar presença, numa viagem pela fascinante multiculturalidade que a define e diferencia de todas as demais cidades chinesas.

 

Ambas as iniciativas integram o programa comemorativo do 20º aniversário da transferência da administração de Macau para a China, que a Fundação Oriente organiza até ao final do ano no Museu do Oriente.

 

Programa Comemorativo Macau 20 Anos

 

Conferência “Macau 2019 – 20 Anos Depois da Transferência de Poderes”

29 de Novembro

10.00-13.00

Entrada gratuita

 

Programa

 

10.00 – 11.15 | Mesa Redonda 1. Macau, a OBOR e a Grande Baía
Moderação Jorge Santos Alves (Universidade Católica Portuguesa) | Participantes João Amorim (Fundação Oriente), Carlos Gaspar (IPRI, Universidade Nova de Lisboa), Leonídio Paulo Ferreira (Diário de Notícias), Un I Wong (Morais Leitão & Associados)

11.45 – 13.00 | Mesa Redonda 2. Macau, Patrimónios e Novos Públicos/Mercados Culturais
Moderação Jorge Santos Alves (Universidade Católica Portuguesa) | Participantes Rui Simões (Instituto Politécnico de Lisboa), Hélder Beja (Capítulo Oriental - Agência Literária e Editora), Anabela Antunes e Pedro Reigadas (Galeria Arte Periférica, Lisboa)

 

Exibição do filme “Macau 20 Anos Depois - Testemunhos e Percepções da Matriz Lusófona sobre o Contexto da RAEM - Presente e Futuro”, de Carlos Fraga

29 de Novembro

Auditório

18.00

Duração: 94', sem intervalo
Entrada gratuita, mediante levantamento do bilhete no próprio dia