Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Iniciativa mensal irá decorrer de janeiro a junho de 2024 Biblioteca Municipal do Seixal dinamiza Clube de Leitura Livros, Pensamento e Cidadania

image009 (1).jpg

A Biblioteca Municipal do Seixal propõe-se dinamizar, no primeiro semestre de 2024, uma nova atividade: o Clube de Leitura Livros, Pensamento e Cidadania. Este novo clube terá uma periodicidade mensal (um sábado por mês, sempre com início às 15 horas) e dirige-se a crianças dos 7 aos 11 anos, pretendendo ser um espaço dedicado à exploração de temas pertinentes relacionados com a cidadania e os direitos humanos, além de promover a literatura infantil enquanto veículo de debate e valorização dos direitos humanos e da democracia, assim como de promoção de uma cidadania ativa na infância.

 

Paulo Silva, presidente da Câmara Municipal do Seixal, refere que «esta é mais uma boa ideia para levar à prática e, desta forma, conseguirmos que os jovens comecem a refletir sobre questões intemporais que os acompanharão ao longo de toda a vida».

 

As metodologias a utilizar serão leituras performativas e reflexões em grupo, momentos de leitura em voz alta e partilha de ideias, com recurso a outros livros e a meios visuais, tais como: desenho, mapas mentais e imagens complementares (notícias de jornais e projeções de parede, por exemplo). A dinamização das sessões será feita por Ana Sofia Nunes, representante da Cultura.Educa – Pedagogia, Mediação Cultural e Criação Artística.

 

«Qual a influência dos outros no nosso comportamento?» será o ponto de partida para a primeira sessão, que decorrerá no próximo dia 20 de janeiro, tendo como livro de apoio «O Sr. Tigre Torna-se Selvagem», de Peter Brown. As restantes sessões estão agendadas para as seguintes datas: 17 de fevereiro, com o tema «O que fazes quando te sentes sozinho(a)?», a partir do livro «Baltazar, o Grande», de Kirsten Sims; 16 de março, com o tema «Experimenta os meus sapatos», a partir do livro «Este Chapéu Não É Meu», de Jon Klassen; 20 de abril, com o tema «Se quiseres dar a tua opinião, põe o dedo no ar», a partir do livro «Como Pode Ser a Democracia», de Equipo Plantel; 18 de maio, com o tema «O que nos distingue uns dos outros?», a partir do livro «Tu e Eu e Todos», de Marcos Farina; 15 de junho, com o tema «Isto é assim porque eu disse!», a partir do livro «Leva-me ao Teu Líder», de Afonso Cruz e Mariana Rio.

 

A participação é gratuita, mas limitada a 10 participantes. Para mais informações e inscrições, estão disponíveis o contacto telefónico 210 976 100 ou o email biblioteca.se@cm-seixal.pt.

“CicloExpresso” em Quinta do Anjo – inscreva-se como maquinista!

CicloExpresso.jpg

Estão a decorrer, até ao final de janeiro, as inscrições para o CicloExpresso”, projeto-piloto de comboio de bicicletas para a Escola EB António Matos Fortuna, em Quinta do Anjo.

Com o mote “Eu vou para a escola de bicicleta, e tu?”, esta iniciativa da Câmara Municipal de Palmela, em colaboração com a Cooperativa Bicicultura, consiste na ida das crianças para a Escola de bicicleta e em grupo, num percurso e horário definidos, com acompanhamento por monitoras/es adultas/os, de forma segura, lúdica e envolvendo a comunidade escolar.

O projeto, que deverá arrancar em fevereiro, será implementado através de uma linha de comboio de bicicletas, com uma circulação por semana em direção à escola (durante 27 semanas) será liderado por monitoras/es e coordenadoras/es de linha afetas/os diretamente pela Bicicultura (um/a maquinista por cada quatro crianças, um/a maquinista à frente e outro/a atrás para grupos maiores).

A Bicicultura assegura a formação dos atores locais, nomeadamente, mães/pais das/os alunas/os, capacitando-os para passarem a assumir a gestão do sistema de forma autónoma.

Com o “CicloExpresso”, pretende-se promover a mobilidade sustentável, capacitar as crianças para se deslocarem em bicicleta de forma segura e proporcionar uma alternativa de mobilidade para a escola.

A iniciativa enquadra-se nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4 - Educação de Qualidade, 11 - Cidades e Comunidades Sustentáveis e 13 - Ação Climática.

Mais informações e inscrições: www.cicloexpresso.pt

Noites de música portuguesa e brasileira com o Dueto Luz no Casino Lisboa

Com entrada livre, de 18 a 20 de Janeiro

Dueto Luz - 18 a 20 de janeiro.jpg

O Dueto Luz apresenta-se, de 18 a 20 de Janeiro, no Arena Lounge do Casino Lisboa com um ciclo de actuações que privilegia uma harmonia perfeita de sonoridades. Patricia Alves e Cláudio Alves sobem ao palco multiusos para homenagearem nomes consagrados da música portuguesa e brasileira. A entrada é gratuita.

 

Em palco, há vários anos, os irmãos Patrícia Alves (voz) e Cláudio Alves (voz e guitarra), optaram, em boa hora, por formar um projecto que une a paixão que partilham pelo fado português e a música popular brasileira.

 

Com um registo intimista, o Dueto Luz interpreta êxitos de compositores e músicos como Djavan, Paulinho da Viola, António Carlos Jobim, Paulo de Carvalho, Alberto Janes, Amália Rodrigues ou Alain Oulman.

 

Ciclo de música ao vivo com o Dueto Luz

- Quinta-Feira, dia 18, às 23h10

- Sexta-Feira, dia 19, às 23h10

- Sábado, dia 20, às 23h10

 

ICONOGRAFIA DA ARQUITETURA RELIGIOSA É TEMA DE CONFERÊNCIA NO ARQUIVO DE LOULÉ

 

 

Cartaz_A4.jpg

 

“Do retábulo de argamassa do Convento de Santo António dos Capuchos às platibandas ornamentadas de Loulé: dos estuques interiores aos ornatos de argamassa exteriores” é o nome da próxima conferência “LOULÉ na linha do tempo”, apresentada por Marta Santos, no Arquivo Municipal Professor Joaquim Romero Magalhães. Esta atividade decorre no próximo dia 20 de janeiro, pelas 15h00, no Convento de Santo António, em Loulé.

A partir do belíssimo retábulo de argamassa de cal e gesso (construído cerca 1770-1790), existente na capela da Ordem Terceira, na igreja do antigo Convento de Santo António dos Capuchos de Loulé, será possível verificar alguns dos elementos iconográficos utilizados nos interiores da arquitetura religiosa e que permaneceram, ao longo do tempo, na ornamentação das fachadas exteriores da arquitetura civil do concelho de Loulé.

 Marta Santos é arquiteta, mestre em Reabilitação da Arquitetura e Núcleos Urbanos (FAUL), pós-graduada em Património Cultural Imaterial (ULHT) e doutoranda em Arquitetura, Conservação e Restauro (FAUL - FCT).  

Integrou o Projeto FCT LNEC DB-HERITAGE Materiais de construção histórico e patrimonial (2017) e o Projeto FCT LNEC LIMECONTECH Conservação e durabilidade de revestimentos históricos (2012). Integrou as equipas do GTAA Algarve Barlavento (2002 - 2003) e Sotavento (2006 - 2007), Município de Albufeira – MITR Metodologias de Intervenção e Técnicas de Reabilitação (2004 - 2006), Museu Municipal de Tavira (2008 - 2011).

Tem-se dedicado à interpretação e investigação da paisagem cultural e da arquitetura vernácula da região do Algarve.

Noite de música popular brasileira com Nicole Monteiro no Casino Estoril

Casino Estoril recebe Nicole Monteiro a 19 de Jane

A música popular brasileira estará em destaque na próxima Sexta-Feira, 19 de Janeiro, pelas 22 horas, no Casino Estoril. A jovem intérprete brasileira Nicole Monteiro regressa ao Lounge D para interpretar um elenco de composições bem conhecidas do publico. A entrada é gratuita.

 

Com uma interpretação peculiar e um timbre forte, grave e rouco, Nicole Monteiro carrega a matriz e a força da cultura afro-brasileira, do canto de grandes referências como, por exemplo, Elza Soares, Ella Fitzgerald ou Milton Nascimento.

 

Nicole Monteiro revela, em palco, uma surpreendente versatilidade artística, expondo de corpo e alma aos espectadores toda a essência musical, seja em projectos da sua autoria ou previamente formatados.

 

A artista começou, aos 7 anos, a cantar em musicais no Brasil. Influenciada pelos seus pais, a artista foi criada nas rodas de samba, tendo crescido no meio da música popular brasileira, do samba e do jazz.

 

Aos 13, já no litoral Norte de São Paulo, deu os seus primeiros passos como intérprete dos seus próprios concertos. Em 2022, mudou-se para Lisboa e consolidou a sua carreira como cantora de MPB.

 

 

Lisboa já tem a primeira escultura The Knotted Gun

Casino Estoril inaugura exposição "A Arte Também Cura" a 20 de Janeiro

A.Santos Ramos 2.jpg

A Galeria de Arte do Casino Estoril inaugura, no próximo dia 20 de Janeiro, pelas 17 horas, uma exposição individual de pintura de A. Santos Ramos com o título “A Arte Também Cura”.

 

“A observação da Arte, nas suas diversas manifestações, permite-nos serenar o espírito para melhor arrumarmos as nossas ideias, projectos e preocupações. Se tentamos representá-la, descobrimos que ela, além de muitas outras virtudes, tem a força de um medicamento para o espírito, nomeadamente para ultrapassar insónias e preocupações”, refere A. Santos Ramos.

 

O pintor A. Santos Ramos, na idade da reforma, descobriu essa possibilidade materializada em diversas vertentes que, com respectivos efeitos pictóricos, mostra nesta exposição.

 

“Ao longo na minha vida, nomeadamente, nas muitas actividades que exerci, tive o privilégio de ser quadro da Estoril-Sol, a quem fiquei ligado por fortes laços afectivos. E, por isso, é uma honra poder fazer a minha primeira exposição individual na Galeria de Arte do Casino Estoril com o título “A Arte Também Cura”, acrescenta A. Santos Ramos.

 

 

A Galeria de Arte do Casino Estoril inaugura no próximo dia 20 de Janeiro, às 17 horas, a exposição “A Arte Também Cura”, de A. Santos Ramos. Esta mostra individual de pintura ficará patente ao público até 12 de Fevereiro. A entrada é gratuita.