Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Feira da Tralha

 

Dias 11 e 13 de Dezembro
10h às 19h
 
Largo de Santo Antoninho
início do Elevador da Bica
Lisboa
Flyer_feira_da_tralha_jpeg_m

Muito gosta o português de acumular a tralha, o bibelot e o bric-a-brac. Começa logo no berço, quando a madrinhazinha decide presentear o petiz com o primeiro dos 300 cãezinhos de loiça a colocar numa vitrine que só será oferecida na idade maior. E continua com o enxoval que a avó tão amorosamente enche de rendas, a colecção de cachimbos do avó, os calendários porno do tio estroina, os naperons-agasalha-televisões, as próprias televisões que ainda se lembram de só ver a preto e branco, e os vasos, as roupas, os sapatos, os óculos…. Aí, se ao menos as coisas desaparecessem sempre que desaparecem as pessoas (como os faraós que levavam a tralha toda com eles para o além) mas não, por isso há que fazer a tralha circular, à la Lavoisier. Traz a tua e troca por outra, porque afinal, só a tralha fica connosco até ao fim!Mami