Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Inauguração Carpe Diem

11 de Dezembro
21h30
 
Carpe Diem Arte e Pesquisa
Rua de O Século, 79
Lisboa
Liene_20bosqu_c3_aa_20pormenor_20da_20instala_c3_a7_c3_a3o_2009__20foto_20por_20_c2_a9_20fernando_20pi_c3_a7arra_m

Ninguém me convence que a Carpe Diem não se chama, mas é, “O Velho Casarão” e que foi o cenário de mil livros de aventuras. Aquelas escadarias, o chão a ranger, os frescos, os tectos pintados, os quartos escondidos, as tábuas à mostra, o jardim abandonado, a fonte sem água, e a arte contemporânea lá pelo meio a fazer contraste. Hoje os aventureiros são Fernando Sánchez Castillo, José Spaniol, Mariana Viegas, Rui Horta Pereira, Joana da Conceição, João Serra, Liene Bosquê e Miguel Pacheco. Vão fazer uma sessão artística e invocar os espíritos criativos e nós estamos convidados a presenciar o fenómeno. Levem saco de cama e lanternas, nunca se sabe se não ficamos lá fechados e temos que passar uma noite inesquecível.Mami