Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Teatro Seiva – A Sobrevivência dos Cactos

9 de Fevereiro

19h

 

Teatro Nacional D. Maria II

Rossio
Lisboa

 

Mail_m

Utilizando metáforas culinárias, este é um prato com inspirações oriundas de vários quadrantes: Eurípides, García Lorca, Shakespeare, Samuel Beckett. A Chefe de Cozinha (ou autora) é Lucília Raimundo. Da equipa ainda fazem parte Inês Pereira, Luísa Kotseva e Susana Oliveira, que levam a cabo esta leitura encenada. Trata-se pois do domínio exclusivamente feminino e da repescagem de personagens como Hécuba, Yerma e Ofélia. Aqui diferentes q.b. e num outro cenário: uma terra árida e quente, apenas pontuada por uns tantos ou quantos cactos. É destes que estas mulheres se alimentam, ao longo de um caminho que parece não ter fim. Com que destino? Sabe-se que são donas de segredos e desejos que a pouco e pouco vão confessando e que esta viagem é uma busca pela vontade de existir e resistir. Sónia Castro