Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

6 a 10 JUN - IMPERATORE de Pedro Sousa Loureiro / OS PATO BRAVO / Caves Liceu Camões

Imperatore(Reposição)_OsPatoBravo_14052018_Ric

 

www.ospatobravo.com

facebook.com/ospatobravo

 

OS PATO BRAVO apresentam,

IMPERATORE, de Pedro Sousa Loureiro

 

6 a 10 de Junho às 22h nas Caves do Liceu Camões.

Preçário:

 

7,5eur profissional de espectáculo

10eur não profissional de espectáculo

 

Reservas:

 

ospatobravo@ospatobravo.com

00351 911075797





 


Fotografia: Ricardo J. Vaz

 

Criação, Direcção e Dramaturgia: Pedro Sousa Loureiro

Música original: MAGO

Com: Gilvanio Sousa Gigi, Margarida Cardeal, Mário André Gonçalves Oliveira, Miguel Ferreira Vidal, Nuno Gil, Pedro Sousa Loureiro, Tânia Leonardo e Vitor Silva Costa.

Video: Fernando Pinto do Amaral, Maria João Rocha, Marta Barahona Abreu, Pedro Massena e Rita Figueiredo

Técnico Som e Imagem: José Alvega.

Assistencia à criação: Miguel Ferreira Vidal

Apoio: Antena 2 e Liceu Camões




IMPERATORE é um espectáculo-instalação que coloca ao público, movente, as questões:

 

Quem é mais voyeur? Quem vê ou quem está a ser visto? Como se trocam estes papeis?

 

As dimensões, várias, dadas a partir de códigos vários, desde a diferença de escala dos objectos com a figura humana até estes serem metamorfoseados através da idade de cada um de nós, o dia e o ano onde estamos, criando conflitos intemporais com a infância, são o mote para a afirmação de cada uma destas figuras, enquanto individuos ou alter-egos.

 

Quão subversivo é estar numa cave, no piso - 1? É aí que nos aproximamos de um estado híbrido?

Os diálogos disruptivos que nos levam atrás no tempo duplicam a nossa imagem em diferentes escalas, provocando conflitos entre figuras em velocidade-turbo.

 

"Com ou sem patologias, ou direi complexos?"

A espera da pausa. Um compasso de tempo. Uma partitura construída e destruída ao longo do tempo de residência no próprio espaço.

IMPERATORE projecta nos outros a próprias frustrações e desaires para se resolver a ele próprio. Os combates de egos são uma constante. Está tudo no sítio certo. Até ver, temos apelidos e cognomes.

"... As crises de identidade culturais pelas quais andamos todos a passar..."

És brasileiro, inglês, italiano, finlandês, francês ou português?

"O que é que te dói?

Qual é o teu poder de influência sobre nós só porque estás ampliado?"

 

As video-instalações, constantes, dão-nos premonições das acções seguintes mas também nos obrigam, fazendo rewind, a questionar o que foi feito/dito anteriormente.

 

Os objectos de infância não são apenas uma memória. Atingem os falsos moralismos e puritanismos. São um manifesto sobre este estado de sítio.

 

As despedidas são inconsequentes. O fim deste espectáculo será o início da próxima criação em 2019. Sempre a correr. Caixa de ratinhos. Não saímos do mesmo.

 

 



 







BIO OS PATO BRAVO


OS PATO BRAVO com direcção artística de Pedro Sousa Loureiro desde DEZ 2015, são um grupo formado em 2014 por Joana Cotrim e Pedro Sousa Loureiro. Surge da vontade de criar peças de teatro, intervenções site specific em espaços convencionais e não convencionais (cruzando a vertente plástica e performativa) e o canto lírico com o objetivo de entreter, refletir, desafiar públicos e participantes. Um trabalho a partir de autores clássicos (ou nem tanto) mas na busca de novas formas dramatúrgicas. OS PATO BRAVO produzem os seus trabalhos através da pesquisa de desenvolvimento onde as ideias são centrais, onde os erros são bem-vindos, dão se às ideias uma chance e uma segunda chance. À superfície tudo é belo e cómico mas quando estas ideias são puxadas até ao limite tornam-se desconfortáveis de ver e ouvir. Construímos o nosso conceito de cómico que se torna sério e trabalhamos o sério que se torna cómico e é neste diálogo constante que encontramos o nosso processo. 

 

Vencem os Prémios Novos 2016 na categoria de Teatro. A partir de DEZ 2015, Pedro Sousa Loureiro cria a primeira programação paralela às criações teatrais d'OS PATO BRAVO, o ciclo mensal PALAVRA COM LUGAR em torno de Mário Cesariny e Natália Correia na Pensão Amor, que decorreu durante todo o ano de 2016 com a participação de vários actores e o músico MAGO. 

 

A par disso Iniciou a residência artistica de BEAUTIFUL HOUSE, com apoio da bolsa de apoio à criação da Fundação Calouste Gulbenkian.


BIO PEDRO SOUSA LOUREIRO

 

Nasceu em Coimbra em 1989. 

Frequentou o curso de Artes Plásticas na ESAD (Caldas da Rainha) e é licenciado em Teatro pela ESTC. Em teatro trabalhou com: Maria João Rocha, Joris Lacoste, Lisbeth Gritter, Jorge Silva Melo, Ricardo Neves-Neves e Sofia Ângelo.

Funda em 2014 com Joana Cotrim, OS PATO BRAVO com quem Co-cria OF OF MEDEIA (Primeiros Sintomas -  2014), MO NU MENTOS (Espaço Companhia Olga Roriz - 2015).

Durante 6 meses em 2016 apresenta Palavra Com Lugar em torno de Mário Cesariny, na Pensão Amor.

Cria BEAUTIFUL HOUSE, a partir do universo da artista plástica Martha Rosler, com apoio à criação da Fundação Calouste Gulbenkian (Caves Liceu Camões - 2017)

 

OS PATO BRAVO recebem, na Categoria de Teatro, os Prémios Novos 2016.

 

Autor e Apresentador de INTERSECÇÕES - programa de rádio na Antena 2 (2016). IN MEDIA RES estreia em JAN 2019, tambem na Antena 2.

 

Participa nas residências Artísticas da Nomadways em Bernay-en-Ponthieu (França 2016) e em Bruxelas, onde participa no espectáculo TICKET TO HEAVEN de Joana Cotrim, no KVS BOX. (Bélgica 2017).

 

Estreia IMPERATORE em 2018.

 

Estreia em Bruxelas e Ghent EEN LO-LEE-TA de Axelle Verkelpinck em Abril 2018.

 

 

 

www.ospatobravo.com

facebook.com/ospatobravo

http://pedrosousaloureiro.weebly.com

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.