Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

B.Leza Itinerante

 

4 de Março de 2011

23h

 

Teatro do Bairro

Rua Luz Soriano, 67
Lisboa

 

Aquelas ancas com gente dentro, rabos que contrariam as leis da física, um África-minha em acordes quentes. Coladeiras, kizombas, funanás. E aquele eu-sei-lá-quê que mistura terra, sensualidade e ritmo e que atrai até a bifa-mirone mais empedernida. O B.Leza, que nos tinha orfãos, voltou. Deixou em tempos o lar, é certo, mas foi só comprar tabaco. E nós – que não confessamos mas sabemos que nisto de amores mais vale um bom recibo verde que um mau contrato – esperamo-lo de volta, sabe-se lá por quanto tempo, em que regime ou condição. Hoje recebemos o B.leza – itinerante e escorregadio, o safado – e todo ele é ritmo e amor, por uma noite que seja. Aquelas ancas com gente dentro, rabos que contrariam as leis da física, um África-minha em acordes quentes. Não é poligamia, é amor múltiplo e itinerante. / Inês Alvim

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.