Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

12.º Poetry Slam Lisboa

7 de Abril de 2011

22h

Galeria Monumental

Campo Mártires da Pátria 101
Lisboa

 

Sem recorrer a fundos musicais, cenários, acessórios, disfarces ou máscaras, o poeta expõe/depõe/declama/dramatiza/mima/anima as suas palavras. Assim é o slam, uma prática artística cénica e oral que liga intimamente a performance à poesia. Em três minutos, o poeta rima as suas rimas e ritma os seus ritmos, na certeza de que o júri o seleccionará para a etapa seguinte, até à performance final – a dele, claro. Sejam então bem-vindos ao 12.º Poetry Slam os rappers inspirados, os hipsters palavrosos, os protocomediantes, os shamãs místicos, os jograis míticos e os demais amantes da palavra dita, que o slam tem um carácter verdadeiramente democrático. Tão democrático que admite até o anti-slam, where everybody gets a ten. / Lino Palmeiro

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.