Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

A Voz das Vítimas

14 de Abril de 2011

Inaugura às 18h

3ª a Dom das 10h às 18h

Antiga Cadeia do Aljube

Rua Augusto Rosa 42
Lisboa

 

No Aljube, os presos eram lançados "numa enxovia estreitíssima, de um metro de largura por dois de comprimento, onde a luz e o ar entravam por um postigo de 15 x 20 cm., filtrados através de duas férreas portas, postigo, aliás permanentemente fechado". Um país num curro. Uma exposição/projecto de museu que pretende constituir uma afirmação de cidadania na preservação da nossa memória histórica. O Aljube, onde foram encontrados vestígios que remontam à ocupação romana, terá sido prisão desde a época islâmica e, ao longo dos tempos, prisão eclesiástica, palácio de arcebispos, prisão de mulheres e prisão política da ditadura. Mas são as celas do isolamento salazarista que marcam. No tempo dos nosso avós?! Dos nossos pais?! Na nossa contemporaneidade... Uma pergunta suspensiva: que país é este? / Pedro Ventura

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.