Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Os Lábios

2 de Maio de 2011

17h

 

Por essa Lisboa fora (Ponto de encontro nos “Pastéis de Belém”)


Lembram-se dos the Profilers from Sin(tra) City? Banda rock com moderada carga energética, vocalista a la Blondie (seja na voz seja no look) e poemas ligeiramente dark inspirados nas planícies da Pequena Pérola vizinha da Luminosa (Lisboa esta última, e Sintra a primeira). Pois bem, Os Lábios são um upgrade dos primeiros. A mesma banda e a mesma origem, o resto é tudo a somar. O rock fez-se mais criativo, a voz passou a cantar Português (estratégia que não é de todo descabida desde que se descobriu que os Japoneses gostam de tudo mesmo sem perceber patavina do que se diz), e sobretudo a carga energética desse mesmo rock cresceu a olhos vistos. Digressão nacional com festa de apresentação do novo disco em Lisboa: entre Belém, Sé e Estrela, a bordo de um eléctrico e ao vivo, senhoras e senhores, “Morde-me a alma” pelos Os Lábios. / NunoT