Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Marcações e Territórios

Até 8 de Julho de 2011      

Chiado 8 Arte Contemporânea

Largo do Chiado n8

Lisboa

 

Pensar o espaço como encruzilhada de perspectivas. Do espaço sobre o próprio espaço, do espaço no tempo e do ser numa dada geografia. Alheia ou particular, o ser é sempre indissociável do estar. É neste contexto que a escultura de Pedro Croft surge como forma de expressão visual de um vocabulário não verbal. Um vocabulário em que a palavra escultura é um significante que aponta para múltiplos significados: dos objectos banais e dos “corpos” monumentais.  Mas a escultura é, também, uma forma de expressão privilegiada para testar, encenar e contrapor diferentes noções do real. É por isso que não será casual o recurso aos materiais reflectores, precisamente porque o reflexo é sempre uma extensão perspectivada do eu num determinado espaço. / Francisca Carvalho

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.