Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Agenda Sim

Who Galeria

Rua Luz Soriano, 71

Bairro Alto

 

14 de Maio

15h-19h

Workshop – “64 Bits”

Formador: André Sier

Exercícios práticos de produção de imagens através de impressões de momentos temporais de “32-bit wind machine”. Produção de imagens sobre papel
com a Máquina de Diferença 32-bit activando e manipulando o movimento do robot emissor de tinta através da câmara.

 

20 de Maio – 16h-18h - Who Galeria (Rua Luz Soriano, 71 – Bairro Alto)

Sessão teórica – “Artes digitais como lugares de convergência criativa”

Formador: Patrícia Gouveia

Pretende-se fazer uma breve apresentação das diferentes aproximações às artes numéricas enquadrando esta área num quadro mais vasto de
produções no âmbito da cultura contemporânea.

 

20 de Maio

18h-20h

Mesa redonda – “Arte em código”

Moderador: Patrícia Gouveia e outros a confirmar

Intervenientes: André Sier, Simão Costa, Jared Hawkey e Sofia Oliveira (CADA), João Silvério (Curador)

Esta discussão explorará as metodologias de cada artista no processo de criação. Pretende-se compreender qual é a função do código e das
tecnologias emergentes no seu processo artístico e como é que o processo de programação é diferente utilizado por cada artista.

 

21 de Maio

10h-18h

Workshop – “Imagem-Movimento”

Formador: André Sier

Tudo se movimenta. O olhar do observador, as peças ao serem observadas, as relações entre ambos. Neste workshop pretende-se introduzir
algoritmos simples de movimento de massas sonoras e gráficas, formas de apreensão de dados exteriores, bem como tornar o observador elemento activo e participativo nos sistemas visuais.

 

27 de Maio

16h-18h

Sessão teórica – “Jogos digitais como lugares de criação artística”

Formador: Patrícia Gouveia

Como os jogos digitais e os playable media se tornaram em territórios fundamentais para a exploração e experimentação artística.

 

 

27 de Maio

18h-20h

Mesa redonda – “Do hacker space à galeria”

Moderador: Helder Dias

Intervenientes: Ricardo Lobo, Guilherme Martins, Maurício Martins

Esta mesa redonda reúne elementos dos 3 Hacker Spaces nacionais, designadamente o Altlab em Lisboa, o XDA em Coimbra e o LCD no Porto. Quais as
dinâmicas entre estes espaços e os artistas envolvidos e por envolver? Em que moldes poderá este modelo de cooperação e de troca de skills ajudar no
desenvolvimento das actuais manifestações artísticas que utilizam e reflectem sobre tecnologia?

 

28 de Maio

14h-18h

Mini-workshop – “Robótica-criativa”

Formador: Guilherme Martins

Este workshop tem como objectivo iniciar jovens e adultos no mundo da computação física, electrónica, robótica e programação. Durante o workshop
os participantes terão o prazer lúdico de “dar vida” a um pequeno robot, podendo programar comportamentos distintos, tais como navegar no espaço
evitando obstáculos ou navegar no espaço procurando espaços abertos.

 

02 de Junho
18h-20h

Mesa redonda – “Como ouvir um SIM apoiado”

Moderador: Aviva Obst

Intervernientes: Paulo Gouveia (presidente do Clube Português de Artes e Ideias), Jorge Silva (Director Silva! Designers), Pedro Marques Mendes
(Produtor de Moda).

Discussão sobre formas de apresentação de projectos a entidades institucionais e comerciais.

 

03 de Junho

hora a confirmar

Sessão teórica – “Arte, Ciência e Tecnologia: antecedentes históricos e recodificações digitais”

Formador: Rui Torres –
Universidade Fernando Pessoa

Pretende-se com esta apresentação propor um mapeamento de produções artísticas experimentais que utilizam os suportes em que se inscrevem (analógicos ou digitais) e as linguagens em que se articulam (verbais, sonoras, visuais ou híbridas) de um modo reflexivo.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.