Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Noite dos Museus

14 de Maio de 2911

 

Vários Museus


 

De noite todos os gatos são pardos, as sombras vizinhas umas das outras, e os reflexos adensam-se com o passar das luzes eléctricas. Se de dia
estão estáticos para que o olhar diurno os veja, de noite saem dos seus mundos planos e entram no nosso. De solitários, dípticos, trípticos e
posturas de pedra e cal a companheiros de quem os visita. As cores reverberam mais e as pinceladas desenlaçam-se na noite mais especial do
ano. Os Museus ficam de porta aberta de dia e pela noite dentro. Os gatos deixam de ser pardos, as sombras definem-se e os reflexos
assumem-se pelo que são: a arte viva para todos. Especialmente aos noctívagos. / Von Rau Pipiska