Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Festival i – non-stop para público infantil e familiar

20 a 22 Maio, em Águeda

Águeda volta a ser berço do 'Festival i' que, na sua 3ª edição, já caminha firme na programação artística nacional
destinada ao público infantil e familiar. De 20 a 22 de Maio, miúdos e graúdos podem desfrutar de um non-stop cultural multidisciplinar: desde a magia teatral até aos malabarismos circenses, passando pelo fascínio do cinema, um pezinho de
dança e o compasso da música para bebés. Todos ao i!

PROGRAMA COMPLETO

SÁBADO
21 MAIO

11h00, Mercado Municipal
animação de rua, Kopinxas
Clowns brincalhões em andas, carregados com uma mala cheia de malabares. Animação circense, com interacção e diversão à fartazana. Durante a manhã de sábado e em vários outros momentos do programa, Os Kopinxas são a animação permanente do público do Festival i.

14h30,
Teatro de Bolso
Eram 7 os Medos de Pedro” (d’Orfeu)
Medos e sonhos… Peça teatral da d’Orfeu para público infantil que retrata um miúdo igual a tantos outros. Era uma vez o Pedro. A avó do Pedro. O amor dos dois. E os 7 medos do Pedro. O mundo mágico da infância, onde a fantasia vence medos.

15h30, Praça do Município
Trogloditas” (Tanxarina Teatro)
Hilariante viagem à pré-história. Os Trogloditas mostram-nos a singular forma de vida dos nossos antepassados mais divertidos, com gestos, grunhidos e estranhos objectos e instrumentos, numa caverna montada em plena rua. Com o humor primitivo destes Trogloditas, o difícil é parar de rir.

16h30, Auditório do CEFAS
João o o Pé de Feijão” (Partículas Elementares)
As marionetas dão uma nova vida a esta velha história. João é um boneco com alma de menino, num espectáculo que explora as riquezas do universo infantil. As mirabolantes aventuras do João, a corda bamba das lutas internas da infância e a aventura criativa que é crescer: eis um espectáculo obrigatório no i.

18h00, quintal Espaço d’Orfeu
Bail’i – 1ª parte (No Mazurka Band)
Ao fundo do quintal, uma tenda de baile, com o som ao vivo dos “No Mazurka Band” e o seu folk português, inspirado em músicas tradicionais reinventadas e vibrantes.
Sábado e domingo à mesma hora, um baile para toda a família, com a alegria das danças a prometer gastar o chão. 

18h30, latada Espaço d’Orfeu
Rua do Pátio (Kopinxas)
As brincadeiras de quando a rua era ponto de encontro das crianças. Tudo se passa no pátio de uma típica casa alentejana, com
janela e floreira. Três amigos brincam e aprimoram habilidades circenses. A diversão culmina com a participação do público, incluindo as crianças que os “graúdos” têm dentro.

DOMINGO 22 MAIO

11h00, Biblioteca Municipal
Bebés com Música (Ricardo Falcão e Tozé Bexiga)
Músicas em compasso bebé. Concerto interactivo para filhos e pais numa orquestra de brinquedos que produzirá uma experiência
vibrante para as orelhas dos pequenotes.

14h30, Teatro de Bolso do Orfeão
Tristão Cara de Cão (Elefante Elegante)
Comédia gestual, numa língua inventada mas decifrável por todos. A tristeza tratada de forma cómica e ingénua. Tristão, abandonado, oferece o coração a um pássaro e perde a capacidade de sorrir. Até que aparece uma boneca de trapos que toma a missão de devolver o sorriso a Tristão.

15h30, baixa da cidade
Encontros (Lusco e Fusco)
Brilhante criação de circo contemporâneo, tendo como único instrumento o corpo, num espectáculo com um código próprio, sem
texto, baseado na subtileza. Comédia e virtuosismo numa peça que retrata o encontro físico e emocional de dois amigos a quem só falta um...
abraço.

16h30, Auditório do
CEFAS
Film’us (ACERT)
Em Fil’mus vivem-se todas as sensações de uma tardada à frente de um écran, confortavelmente em família. As publicidades marcantes de todas as infâncias, as imagens intemporais. Com música ao vivo e algumas fantásticas memórias televisivas, os adultos é que vão parecer umas crianças!

18h00, quintal Espaço d’Orfeu
Bail’i – 2ª parte (No Mazurka Band)

18h30, latada Espaço d’Orfeu
Titiricircus (Tanxarina Teatro)
A mesma companhia de “Trogloditas” apresenta Titiricircus. As glórias de dois velhos trabalhadores do circo tradicional contadas através de marionetas, com os melhores números de sempre daquele velho circo. Senhoras e senhores, meninos e meninas, o espectáculo vai começar! E o festival vai terminar.

http://dorfeu.blogspot.com/2011/04/festival-i-invade-agueda-de-20-22-de.html

http://www.dorfeu.pt/i
http://issuu.com/dorfeu/docs/programa_i_2011

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.