Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Gulbenkian: Música e arte pública

Começa no dia 16 de junho, a programação do Próximo Futuro dedicada à criação artística contemporânea na Europa, América Latina, Caraíbas e África. Até 3 de julho, a Fundação Gulbenkian enche-se de música e cinema ao ar livre, mas também de espetáculos de teatro e dança, e arte pública no jardim. A maioria dos espetáculos obriga à compra de bilhete, mas pode passear e apreciar as novas instalações de arte pública no Jardim Gulbenkian. Os Chapéus-de-sol concebidos em 2010 pela arquitecta Inês Lobo, são recuperados este verão servindo de tela para os desenhos dos artistas Rachel Korman (Brasil), Bárbara Assis Pacheco (Portugal), Isaías Correa (Chile) e Délio Jasse (Angola). A tenda de cores fortes, que no ano passado animou uma das margens do lago, também estará de volta ao jardim, desta vez para albergar uma biblioteca de obras de autores sul-americanos e africanos. Tudo isto para ver até 30 de setembro.