Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Wall People / Muro da Felicidade

2 de Julho de 2011

Das 17h às 19h      

Travessa do Cotovelo

Cais do Sodré

Lisboa

 

“Estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico, em que o sofrimento e a inquietude estão ausentes” diz a wikipedia num artigo ilustrado com uma foto do Dalai Lama. A felicidade é, provavelmente, o mais universal dos sentimentos e é também pessoal e (in)transmissível, como diria o outro da rádio. Ensinam-nos, o tempo e a vida, que não é um todo mas antes momentos. Que a podemos encontrar nos detalhes e nas coisas mais simples. E é com estes momentos e detalhes que se vai hoje fazer arte contente. É claro que poder fazer um jantar a 2 numa capital chique, comer trufas brancas apanhadas por porquitos, beber um vinho reserva xpto e voltar de jacto para a terrinha é sempre uma agradável felicidade. Mas e depois? Um intransponível vazio indigesto. Contra os muros de lamentações (e ostentações), ergam-se os da felicidade. / Raquel Ponte

Fonte: LeCool

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.