Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Passatempo PURGA - Teatro Aberto

O Blog Cultura de Borla em parceria com o Teatro Aberto tem 10 bilhetes duplos para a peça PURGA para o próximo sábado, 22 de Outubro às 21h30 no Teatro Aberto em Lisboa aos primeiros leitores que enviarem um mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ver PURGA com o Cultura de Borla" com nome, BI e contacto.

 

de SOFI OKSANEN
 
Depois do sucesso de O Senhor Puntila e o Seu Criado Matti, de Bertolt
Brecht, João Lourenço encena Purga, de Sofi Oksanen. Esta
peça é a primeira e até agora única, da autora finlandesa, tendo estreado em
2007 no Teatro Nacional de Helsínquia. Da peça resultou o terceiro romance da
autora, Purga (2008), que depressa a consagrou como uma das grandes
escritoras da actualidade. O espectáculo marca o regresso ao palco do Teatro
Aberto da actriz Irene Cruz, num dos papéis mais desafiantes e
estimulantes da sua carreira.
ENCENAÇÃO E REALIZAÇÃO VÍDEO
JOÃO LOURENÇO

CENÁRIO

ANTÓNIO CASIMIRO
JOÃO LOURENÇO

FIGURINOS
LÍDIA
LEMOS


COREOGRAFIA
CLÁUDIA NÓVOA

SUPERVISÃO
AUDIOVISUAL
NUNO NEVES

LUZ
MELIM
TEIXEIRA


BANDA SONORA
JOÃO LOURENÇO

COM

ALBERTO QUARESMA | ANA GUIOMAR | CARLOS MALVAREZ |
HUGO BETTENCOURT

IRENE CRUZ | PATRÍCIA ANDRÉ |
RUI NETO
Sinopse
Estónia, 1992, pouco depois de
o país se ter libertado do domínio soviético e reconquistado a sua
independência. Aliide, uma mulher de idade, que vive sozinha no campo, acolhe
Zara, uma jovem fugitiva, vítima de uma rede de prostituição. Neste encontro,
revela-se a história dramática de uma família, mas também a história de um
grande amor, vivida num tempo de opressão e medo.
Construída como uma
narrativa a várias vozes, que mistura passado e presente, Purga
impressiona pelas histórias emocionantes que conta e pela vontade indomável de
viver das suas personagens.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.