Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Ressano Garcia, Fazer Cidade - Centenário da Morte (1847-1911)



 

A pretexto do centenário da morte de Frederico Ressano Garcia pretende-se organizar um conjunto de incitativas culturais que revisitem a vida e obra de uma das personalidades mais importantes do século XIX, no campo do urbanismo da cidade de Lisboa.

 

Lisboeta de nascimento, ao serviço da Repartição Técnica da Câmara Municipal de Lisboa, Ressano Garcia desempenhou, a partir de 1874, um papel fundamental na transformação da fisionomia da Capital. Para além do Mercado da Ribeira Nova (24 de Julho) e da conclusão das obras nos Paços do Concelho, a figura do Engenheiro está intimamente associada à expansão sistemática da cidade para norte. Consignada no Plano Geral de Melhoramentos (Comissão de 1876-1881), traduziu-se no traçado de eixos viários, largos e rectilíneos – os modernos boulevards – a delimitar quarteirões ortogonais para loteamento, com rotundas, passeios, vegetação e mobiliário urbano, de que a Avenida da Liberdade, a Av. 24 de Julho (o Aterro) e a Avenida das Picoas ao Campo Grande são os exemplos mais significativos.

 

À ilharga dessas vias, planearam-se zonas residenciais, devidamente infra-estruturadas (abastecimento de água, gás, electricidade, telefone, linhas de eléctrico e rede de esgotos), como foram os casos dos bairros Barata Salgueiro, Camões, Campo de Ourique, Estefânia e as Avenidas Novas, ex-libris da intenção civilizadora oitocentista. A Ressano Garcia e à sua equipa, de que faziam parte, entre outros, o Arq. José Luís Monteiro e o Eng. António Maria Avellar, devem-se ainda as obras do Porto de Lisboa, o concurso internacional do Parque Eduardo VII e a definição dos limites concelhios (reforma administrativa de 1885). O município homenageou-o, atribuindo-lhe o topónimo a uma das principais vias das Avenidas Novas; em 1910 os Republicanos alteraram-lhe a designação (actual Av. da República) e remeteram a de Ressano Garcia para uma artéria mais modesta, na Freguesia de São Sebastião da Pedreira (no Bairro Azul).

 

No centenário da Morte, recordamos deste modo a disciplina técnica e urbanística ao serviço do município e da cidade, mas também a sua intervenção política (deputado e Ministro), jornalística e empresarial, ao serviço das Companhias das Águas, dos Fósforos e dos Caminhos-de-ferro de Lourenço Marques.

 

PROGRAMA

 

Hemeroteca Municipal de Lisboa

 

- Mostra bibliográfica e documental, Ressano Garcia na Colecção da Hemeroteca de Lisboa, com inauguração a 10 de Outubro e patente ao público até 30 de Novembro.

 

- Conferência, Ressano Garcia, o Político, por Jorge Mangorrinha (Hemeroteca Municipal de Lisboa) no dia 17 de Novembro às 18 horas.

 

- Conteúdos Digitais: Ressano Garcia na Hemeroteca Digital

  • ·          Biografia de Ressano Garcia
  • ·          Folheto da Mostra Bibliográfica Ressano Garcia na Colecção da Hemeroteca de Lisboa
  • ·          Ressano Garcia no Catálogo das BLX
  • ·          Programa Geral do Centenário da Morte de Ressano Garcia
  • ·          Ressano Garcia nos sites do GEO e do Arquivo Municipal de Lisboa

 

Além das actividades a desenvolver na Hemeroteca Municipal de Lisboaserão ainda realizadas acções em parceria com o Gabinete de Estudos Olisiponenses, Arquivo Municipal – Núcleo Fotográfico e Livraria Municipal.

 

Com início em Outubro de 2011 até 7 de Janeiro de 2012 para assinalar a efeméride serão realizadas as seguintes actividades que se distribuirá da seguinte forma:

 

Gabinete de Estudos Olisiponenses

 

- Exposição – Ressano Garcia e o crescimento da cidade, patente desde 13 de Outubro a 31 Dezembro.

 

Conferências:

  • ·          A Direcção de Ressano Garcia na Companhia das Águas de Lisboa: 1893-1911,  por Nuno Ludoviceno dia 28 Novembro, às 18 horas.

 

Arquivo Municipal – Núcleo Fotográfico

 

- Exposição – Ressano Garcia: percurso na CML, patente desde 8 Nov. a 7 Jan.2012. Diferentes leituras de Ressano Garcia, visitas comentadas por investigadores convidados, 4ª feira, 18 horas.

 

- Conteúdos Digitais – Ressano Garcia no Arquivo Municipal.

 

Serviço Educativo:

  • ·          Explorar a cidade de Ressano Garcia – Visita orientada por Lisboa
  • ·          Colorir a avenida – Oficina de expressão plástica
  • ·          Retrato químico – Oficina de expressão plástica
  • ·          Há luz na avenida – Oficina de Natal

 

Livraria Municipal

 

-Será exposto em destaque nas prateleiras da Livraria Municipal, o Livro de “Lisboa de Frederico Ressano Garcia -1874-1909”

 

Agradecemos a divulgação desta iniciativa. Para mais informação ou outros esclarecimentos contactar:
Maura Pessoa – Tel. (geral) 21 324 62 90

E-mail: maura.pessoa@cm-lisboa.pt