Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Não Gosto (por Jorge Silva Melo)

17 de Outubro e 11 de Novembro de 2011

18h30

 

Culturgest

Rua Arco do Cego - Edifício Sede da CGD

 

Lisboa

 

 

“Não gosto, não gosto mesmo nada, não gostei nem gosto”, declara Jorge Silva Melo numa espécie de nota introdutória à série de conferências, na Culturgest de Lisboa, em que assume o papel de orador.

 

E de que não gosta? Diz o encenador que não gosta “dos críticos que temos”, “dos programadores-autores” ou “dos ministros, directores-gerais”. Ressalva que, afinal, não se trata de não gostar das pessoas — “há de quem gosto e gostarei” —; do que não gosta “é das funções, do tempo que perdem, do tempo que fazem perder, do mundo que tapam”. E de que gosta Jorge Silva Melo? De “actores, actrizes, técnicos”.

 

17 Outubro
Não gosto de ministros, secretários, chefes de gabinete, vereadores, assessores, directores-gerais e em geral
 
7 Novembro
Gosto de actores, ai de mim