Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Hora do Conto

26 de Novembro de 2011

das 11 às 12h30

 

Instituto Francês de Portugal, Av. Luís Bivar 91

 

 

 

Era uma vez um reino em que não existiam segundas-feiras, horários e chapéus de chuva. Havia chuva e galochas com pinta, isso sim, mas os chapéus de chuva é que eram considerados aberrações pouco práticas quando um dos pontos altos do dia era chapinhar em poças. As manhãs começavam muito mais tarde e os parquímetros estavam sempre enferrujados. Estar despenteada era sinal de sabedoria e vivacidade e era um comportamento francamente apreciado. Era uma vez um reino em que os bróculos engordavam ou eram pecado ou outra coisa qualquer que não valia assim tanto a pena. As pessoas eram barulhentas e caóticas e os pontuaizinhos eram olhados de lado, como convém. Era uma vez uma reino em que se perdia imenso tempo e as pessoas encolhiam os ombros e riam e piscavam um olho e diziam “Vou fazer o quê com ele?”. / Inês Alvim

Fonte: LeCool