Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

90 Days To Wed: Happily Ever After: Há vida depois do casamento? // ESTREIA A 11 DE JULHO NO TLC

Os casais mais famosos de 90 Days to Wed estão de regresso ao TLC, com mais drama, lágrimas e ultimatos. O spin off da série, que segue os pares amorosos depois do casamento, estreia a terceira temporada a 11 de julho.

 

1.jpg

 

 

Os casais mais populares TLC do estão de volta ao canal para a terceira temporada de '90 Days to Wed: Happily Ever After?', a partir do próximo dia 11 de Julho, às 20 horas. Preparem-se para mais drama, emoção, lágrimas, risos e alguns ultimatos...

Estes casais tiveram 90 dias para casar com os respetivos pares, vindos do estrangeiro, ou voltar a casa. A maior parte decidiu ir em frente, mas está agora a perceber que a fase mais difícil é o dia a dia e vida em comum, com tudo o que isso significa.

 

Os pares amorosos, que disseram ‘sim’ vivem agora nos Estados Unidos e enfrentam novos desafios. Vamos conhecê-los:

 

Jorge, 27 (Los Angeles, CA) e Anfisa, 22 (Rússia)

Depois de terem terminado de forma tempestuosa na última temporada, Jorge e Anfisa vivem agora vidas separadas. Jorge, que ainda está ressentido, pensa em pedir o divórcio, sabendo que isso significa que Anfisa será mandada de volta para casa. A russa está a apostar na sua nova vida nos Estados Unidos e quer ficar... Mas quando aparece alguém do passado de Jorge a dizer que ele é o pai de uma menina de 10 anos, Anfisa fica furiosa! Talvez Jorge tenha mentido acerca de ainda mais coisas...

 

Nicole, 24 (Bradenton, FL) e Azan, 25 (Marrocos)

Azan está a preparar-se para a entrevista do visto K1 no consulado dos EUA em Casablanca, Marrocos. Ele e Nicole esperam que tudo seja aprovado para que possam finalmente começar a viver uma vida em conjunto, nos Estados Unidos e ultrapassar estes obstáculos que têm atrapalhado a vida do casal. A família de Nicole continua cética quanto a esta relação e enquanto Nicole pede a todos para que a levem a sério, Azan dá-lhes novas razões para desconfiarem.

 

Chantel, 26 (Atlanta, GA) e Pedro, 27 (República Dominicana)

Depois de dois casamentos, nos EUA e no estrangeiro, Chantel e Pedro tentaram aproximar as suas famílias, mas acabaram por criar mais tensão e conflito entre elas. O dinheiro é uma questão constante que provoca desentendimento entre o casal, já que Pedro continua a querer ajudar financeiramente a família, na República Dominicana. Ainda desconfiada das intenções de Pedro, a família de Chantel quer contratar um detetive privado para descobrir se o dominicano tem segredos escondidos.

 

Molly, 42 (Woodstock, GA) e Luis, 27 (República Dominicana)

Depois de terem passado algumas semanas separados, Luís voltou a casa e Molly deu-lhe uma segunda oportunidade. Mas é óbvio que Luís ainda não está pronto para assumir um papel paternal perante as duas filhas de Molly. A filha mais velha, Olívia, não aprova o marido da mãe e decide ir-se embora. Irá Molly continuar a tentar transformar o Luís naquilo que ela quer que ele seja?

 

Russ, 31 (Oklahoma City, OK) and Paola, 30 (Colombia)

Depois de quase um ano em Miami, Paola está finalmente feliz com a carreira e conta já com um forte grupo de amigos. Mas uma chamada leva Paola e Russ até à Colômbia, para visitar a avó de Paola que não está bem de saúde. Mais uma vez, a família de Paola confronta-a com sentimentos de que ela está a abandonar os seus, culpando Russ por isso. Mas a família de Paola não é a única infeliz com Russ. O melhor amigo da colombiana, Juan, entra em confronto com o marido e Russ acaba por fazer um ultimato a Paola: ou ele ou eu. 

 

David, 49 (Louisville, KY) e Annie, 25 (Tailândia)

Depois de terem sido colocados de parte pelo amigo Chris, David e Annie estão com problemas financeiros. David tenta reatar a relação com os filhos depois de ter estado afastado durante anos, mas a reunião não corre como esperava. Os filhos não recebem Annie de braços abertos e ela também não se mostra muito recetiva. Annie continua a perceber que a imagem que tinha do sonho americano não é bem verdade, à medida que passa os dias metida em casa e duvida que vá conseguir ser feliz nos EUA.