Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“Marcas da Guerra”


Biblioteca de Palmela acolhe

Exposição de Fotografia de José Manuel Rosendo

 

A Biblioteca Municipal de Palmela acolhe a Exposição de Fotografia “Marcas da Guerra”, de José Manuel Rosendo, entre 27 de Janeiro e 10 de Março. Esta mostra, com inauguração agendada para as 19h00, integra 33 fotografias que retratam os últimos anos do percurso jornalístico do autor.

José Manuel Rosendo tem 51 anos e é natural de Pinhal Novo. Jornalista da Antena 1 desde 1993, dedicou-se, nos últimos anos, à reportagem em zonas de conflito no Médio Oriente: Iraque, Israel, Cisjordânia, Faixa de Gaza, Líbano, Afeganistão, Paquistão, Egipto e Líbia. É autor do livro “De Istambul a Nassíria – Crónicas da Guerra no Iraque” (2007). Colaborou com vários órgãos de comunicação nacionais e regionais.

A exposição poderá ser visitada no horário de funcionamento da Biblioteca: terça, quinta e sexta-feira , das 10h30 às 19h00; quarta-feira e sábado, das 14h00 às 19h00.

 

«Depois do estrondo dos bombardeamentos, do matraquear das armas automáticas, do olhar para o céu à procura dos mensageiros da morte, depois do medo, depois de muito medo, depois da poeira assentar, depois de enterrados os mortos, removem-se os destroços e, muitas vezes, enquanto ainda correm lágrimas de raiva e de dor, promete-se  vingança. A destruição provocada pela guerra vai muito para além do número de mortos que ficam nas estatísticas. As marcas de uma guerra perduram por várias gerações.»

 

José Manuel Rosendo

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.