Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Festa da Oficina do Cego

24 de Fevereiro

22h30

 

Bartleby

Rua da Imprensa Nacional, 116 b, (cave do Restaurante BS)

 

De , ó vitimas do cansaço de uma semana inteira de trabalho! Dizei não ao doce chamamento do sofá e marchai até ao Bartley. Da ideia a rifa consome, o fogo de um punhado de jornais, revistas e cartazes! Cortai a inércia bem pelo fundo, de , de , não mais ficará, a Oficina do Cego sem a merecida guilhotina! Se nada somos no sofá, sejamos então na rua e arrebatemos toda a fancaria gráfica, por um punhado de dracmas! À parte o assassinato ao Hino da Internacional, o apelo é genuíno: a Oficina do Cego, uma associação sem fins lucrativos que se dedica às artes gráficas, precisa de uma guilhotina e, como tal, decidiu rifar-se a ela própria, que é como quem diz rifar o que de melhor sabe fazer. Por isso, lisboetas solidários de todo o mundo, uni-vos em torno de um copo enquanto desenrolais uma rifa! / Francisca Carvalho

1 comentário

Comentar post