Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

CENTENÁRIO DO TURISMO REVIVE EXPEDIÇÃO CIENTÍFICA À SERRA DA ESTRELA


 
A Comissão Nacional do Centenário do Turismo em Portugal organiza a recriação da Expedição Científica à Serra da Estrela, no fim-de-semana de 28 de Abril (sábado) a 1 de Maio (terça-feira).
 
Remontando a 1881, a Sociedade de Geografia de Lisboa partiu numa expedição histórica até à Serra da Estrela, a mesma que viria a impulsionar as expedições em território português europeu e a África. Presidida por Hermenegildo Carlos de Brito Capello, um dos maiores exploradores do continente africano, e por José Thomaz de Sousa Martins, professor, médico e um dos maiores nomes no combate à tuberculose, a expedição viria a explicar muitos dos segredos da Serra – mas não todos.
 
Durante semanas, a Sociedade de Geografia de Lisboa, composta por diversas secções de conhecimento, estudou escrupulosamente cada parte da Serra. Aí acamparam, traçaram mapas, observaram, recolheram espécies botânicas e geológicas, trataram e escutaram as gentes da Serra, explicaram questões e deram a conhecer novos saberes ao mundo.
 
Segundo Jorge Mangorrinha, presidente da Comissão Nacional, “esta é uma das mais singulares iniciativas das comemorações, agora que estamos perto do fecho do ciclo comemorativo, já que ela revive um acontecimento verdadeiramente extraordinário ocorrido ainda antes da institucionalização do turismo em Portugal, mas determinante para o conhecimento da Serra da Estrela, como território com recursos turísticos. A acrescentar a este facto, sublinhe-se que, a propósito desta recriação, podemos hoje relevar o papel do Turismo Científico no nosso país. Os próximos tempos das comemorações são dedicados aos novos segmentos turísticos e a uma visão de futuro”.
 
Para uma parte dos novos expedicionários, o percurso até à Serra da Estrela far-se-á de comboio desde Lisboa, tal como em 1881, havendo uma surpresa na paragem em Abrantes. Durante estes dias de recriação, a organização pretende percorrer, a pé, os antigos trilhos desbravados pelos expedicionários, experimentar um almoço-piquenique expedicionário, segundo a ementa da época, recordar, através dos documentos antigos, esses homens que fizeram história e mudaram, para sempre, o conhecimento que temos da Serra, e, quem sabe, descobrir novos mistérios na Serra e razões para voltar.
 
No primeiro dia, abrirá em Manteigas a exposição “A Expedição Científica à Serra da Estrela: da Aventura ao Turismo Científico (1881-2012)”, organizada em três momentos: os antecedentes, a expedição e as consequências.
 
Todas as actividades são gratuitas. Para a recriação dos percursos pedestres no Planalto Superior da Serra e almoço-piquenique, é necessária a inscrição e estão disponíveis transportes gratuitos de ida e volta para o local da actividade, organizados a partir de Seia e Manteigas. Inscrição em: Câmara Municipal de Manteigas [tel: 275980000, email: expedicao@cm-manteigas.pt] ou Centro de Interpretação da Serra da Estrela [tel: 238320300, email: cise@cise-seia.org.pt].
 
Nas restantes actividades, basta comparecer no local indicado e à hora da actividade.
 
A Comissão Nacional conta com a Casa das Penhas Douradas Design Hotel e SPA****, como parceiro principal, e os apoios das seguintes entidades: Câmara Municipal de Abrantes, Câmara Municipal da Guarda, Câmara Municipal de Manteigas, Câmara Municipal de Seia, Centro de Interpretação da Serra da Estrela, Cinemateca Portuguesa, CP-Comboios de Portugal, Conservas Ramirez, Entidade Regional do Turismo do Centro de Portugal e Turismo Serra da Estrela.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.