Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

FRONTEIRA INAUGURA CENTRO DE INTERPRETAÇÃO DA BATALHA DE ATOLEIROS

 

 

 

 

 

Visitantes poderão ver recriação da histórica batalha

 


 

O Centro de Interpretação da Batalha de Atoleiros, em Fronteira (Portalegre) vai ser inaugurado dia 22 de Abril, pelo Ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco, no âmbito das Comemorações da Batalha de Atoleiros, que incluem, no mesmo dia, às 15H00, a recriação desta batalha histórica.

 

“Consciente do valor histórico, politico, militar e diplomático que representa a Batalha dos Atoleiros e das potencialidades do projeto, não só a nível histórico, científico e pedagógico, mas também ao nível da dinamização do município do ponto de vista turístico, económico e social, assumiu liderar a construção de um Centro de Interpretação da Batalha de Atoleiros”, explica Pedro Lancha, presidente do município local.

 

O novo Centro de Interpretação da Batalha de Atoleiros é um projeto destinado a mostrar aos visitantes a reconstituição, através de meios audiovisuais e multimédia, da histórica Batalha de Atoleiros. Através de diversos meios expositivos e suportes multimédia, os visitantes são transportados para a época medieval e expostos perante o desenrolar da batalha.

 

Com uma área de construção de cerca de 550 m2, o Centro de Interpretação, localizado na Avenida Heróis dos Atoleiros, no centro da vila alentejana, contribui também para a requalificação urbana da vila. Toda a zona exterior do edifício, que funciona como parque urbano de estadia e lazer, tem uma área aproximada de 11,505m2.

 

A construção deste novo equipamento foi cofinanciada por fundos comunitários, Turismo de Portugal e município de Fronteira, num investimento de três milhões de euros.

 

A Batalha dos Atoleiros ocorreu a 6 de Abril de 1384, no sítio pantanoso de Atoleiros, entre Fronteira e Sousel. Nesta batalha, D. Nuno Álvares Pereira venceu a cavalaria castelhana, apesar de esta ser em maior número, utilizando, pela primeira vez, a técnica do quadrado. Do lado das tropas portuguesas não se registaram mortos, nem feridos, ao contrário dos invasores que sofreram pesadas baixas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.