Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Cerca de 80 obras de Miguel D'Alte para ver até 30 de abril na Sociedade Nacional de Belas Artes | Entrada livre

Escritos Miguel D'Alte.jpg

 

 

Exposição Retrospetiva(s): Capítulo VII até 30 de abril

 SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS ARTES RECEBE

EXPOSIÇÃO DE MIGUEL D'ALTE, O "PINTOR MALDITO"

 *Exposição de entrada livre

 

A exposição Retrospetiva(s): Capítulo VII, sobre a vida e obra do pintor Miguel d’Alte (1954-2007), com curadoria de Helena Mendes Pereira, pode ser visitada até 30 de abril na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa. De entrada livre, reúne 79 obras do artista, produzidas após 1990, correspondendo ao período em que Miguel d' Alte se mudou para Lisboa.

O objetivo deste projeto e investigação sobre Miguel D'Alte é o de lançar um novo olhar sobre a obra do homem que ficou conhecido na nossa história recente como “pintor maldito”, um artista que viveu para a sua arte e que foi reconhecido pelo seu talento, tendo recebidos diversos prémios e sendo alvo de várias críticas de nomes como Bernardo Pinto de Almeida, Eduardo Paz Barroso, Fátima Lambert, Eurico Gonçalves, Rui Mário Gonçalves, entre outros.

“O Miguel era um pintor para pintores gostarem”, escreveu Mário Ferreira da Silva (Mazza), também pintor.

 

Sobre Miguel d’Alte, o “pintor maldito”

Miguel d'Alte nasceu em Braga a 2 de fevereiro de 1954. Ainda bebé foi morar com os pais para Moçambique de onde só regressa no final do ano de 1973. No Liceu da Beira é aluno de José Afonso por quem nutrirá, para sempre, profunda admiração.

Participa na sua primeira exposição coletiva, em Portugal, em 1975 e, em 1976 ingressa no Curso Geral de Pintura da Escola Superior de Belas Artes do Porto (atual FBAUP). É este o ano, o de 1976, que o pintor identifica como aquele em que iniciou o seu percurso "acidental e acidentado", numa autografia encontrada entre os seus apontamentos.

Em 2016, passados 40 anos, precisamente, sobre tal data, iniciou-se este projeto de exposições com o objetivo de promover a releitura da sua obra. "Pintor maldito", como o apelidou o pintor Henrique Silva, a história de Miguel d'Alte poderia assemelhar-se à de um Van Gogh. Em vida foi-lhe sempre reconhecido talento, fez várias exposições individuais, participou num sem fim de coletivas, ganhou prémios (sobretudo na década de 1980) e sobre ele escreveram importantes críticos como Bernardo Pinto de Almeida, Eduardo Paz Barroso, Fátima Lambert, Eurico Gonçalves, Rui Mário Gonçalves, entre outros. Miguel d'Alte viveu entre o Porto, Lisboa e Vila Nova de Cerveira. Em Lisboa morou durante de, aproximadamente, 1990 e 2002, tendo esta cidade marca e influência na sua produção artística. A exposição que se inaugura na Sociedade Nacional de Belas Artes dá enfoque, precisamente, à produção artística pós 1990 e até à sua morte, em 2007. 

Contudo, o pintor manteve sempre uma espécie de "alergia" ao mercado da arte e às tentativas de manipulação e mercantilização que considerava serem feitas do seu trabalho. Morreu de forma trágica, colhido por um comboio em Vila Nova de Gaia, entre os apeadeiros de Miramar e Francelos, na tarde de 24 de dezembro de 2007, véspera de Natal.

Sobre Helena Mendes Pereira

É curadora e investigadora em práticas artísticas e culturais contemporâneas. Amiúde, aventura-se pela dramaturgia e colabora, como produtora, em projetos ligados à música e ao teatro, onde tem muitas das suas raízes profissionais. É licenciada em História da Arte (FLUP); frequentou a especialização em Museologia (FLUP), a pós-graduação em Gestão das Artes (UCP); é mestre em Comunicação, Arte e Cultura (ICS-UMinho) e doutoranda em Ciências da Comunicação, com uma tese sobre Mercado da Arte no pós 25 de Abril de 1974. Atualmente, é chief curator da shairart e da galeria shairart dst (Braga) e integra a equipa da Fundação Bienal de Arte de Cerveira como curadora e no apoio à coordenação artística, tendo sido com esta entidade que iniciou o seu percurso profissional no verão de 2007. No âmbito da educação e mediação cultural orienta, regularmente, visitas a exposições e museus de Arte Contemporânea, tendo já lecionado o tema em várias instituições de ensino. É formadora sénior e consultora nas áreas da gestão, e programação cultural. Publica regularmente em jornais e revistas da especialidade, tais como o quinzenário As Artes entre as Letras, nas revistas RUA e UMBIGO, bem em catálogos sobre artistas e exposições.

 

Um fim de semana dedicado aos livros com Pedro Mexia, Cuca Roseta e Rui Zink na FNAC

Fórum Livros ’18 – Eventos FNAC Colombo e FNAC NorteShopping – Dias 20, 21, 22 e 23 de abril 

Fórum_Livros.JPG

 

Um fim de semana dedicado aos livros:

 Pedro Mexia, Cuca Roseta e Rui Zink dão voz às histórias das nossas vidas 

O Dia Mundial do Livro vai ser celebrado a rigor nos Fóruns FNAC. Durante este fim de semana, nos dias 20, 21, 22 e 23 de abril, a FNAC Colombo e a FNAC NorteShopping receberão eventos dedicados, em exclusivo, à literatura.

 

A FNAC Colombo recebe uma “Maratona de Leitura” onde, durante cinco horas, se celebrará as letras pelas vozes de individualidades culturais, como Cuca Roseta, Pedro Mexia, Rui Zink, Ana Laíns, entre outros, que vão surpreender o público com a interpretação de textos à sua escolha. O evento decorre no dia 23 de abril a partir das 16h. 

 

No Norte, Pedro Mexia, uma das grandes personalidades do panorama cultural português, apresenta o seu livro “Lá Fora”, na FNAC NorteShopping no dia 21 de abril, às 21h30. O encontro do lançamento do livro - de crónicas melancólicas, dedicado à descrição de lugares, tanto físicos como mentais, nunca esquecidos pelo autor - contará com a moderação do ator e encenador português Ricardo Pais. 

 

Num tributo a todos os portugueses que combateram na Grande Guerra e aos pioneiros da aviação portuguesa, Jaime Martins, apresenta a sua mais recente obra, “Heróis do Mar”, na FNAC NorteShopping, no dia 21 de abril, às 16h. 

 

A FNAC Colombo receberá, no dia 20 de abril às 18h30, uma tertúlia onde vários bloggersvão apresentar as suas obras favoritas sob o mote “Os Nossos Livros”, e no dia 22 de abril pelas 18h30, o workshop “LER PARA ESCREVER ESCREVER”, dedicado à escrita criativa, pela escola Escrever Escrever.

 

Conheça a programação completa dos eventos deste fim de semana dedicado ao Dia Mundial do Livro: 

 

Fórum Livros ’18 – FNAC Colombo

Sexta-feira – Dia 20 de abril 

Apresentação – “Os Nossos Livros”, Tertúlia de bloggers – FNAC Colombo, às 18h30 

 

Sábado – Dia 21 de abril 

Apresentação – “Como ter tempo para ler”, por Fernanda Martins – FNAC Colombo, às 17h 

 

Domingo – Dia 22 de abril 

Fórum Miúdos - “Hora do Conto”, por Edite Vicente– FNAC Colombo, às 11h30

 

Apresentação– “Romeu e Julieta”, Estúdio de Teatro Musical Primeiro Acto – FNAc Colombo, às 16h 

 

Apresentação – “Workshop LER PARA ESCREVER ESCREVER”, por Escrever Escrever – FNAC Colombo, às 18h30 

 

Segunda-feira – Dia 23 de abril

Apresentação– “Maratona de Leitura” – FNAC Colombo, a partir das 16h 

 

Fórum Livros ’18 – FNAC NorteShopping

Sexta-feira – Dia 20 de abril

Apresentação – “Workshop de Escrita Criativa & Storytelling”, por Lúcia Vaz Pedro – FNAC NorteShopping, às 21h30

 

Sábado – Dia 21 de abril 

Apresentação– “Quem tem medo dos livros?”, workshop de leitura para crianças. Por ForBabies. – FNAC NorteShopping, às 11h30 

 

Lançamento – “Heróis do Mar”, livro de Jaime Martins – FNAC NorteShopping, às 16h

Apresentação – “Chá das Seis – Literatura e Degustação”, por Maria Ana Silva Vieira. Apresentação do livro “Receitas à Volta do Chá” – FNAC NorteShopping, às 18h 

 

Lançamento– “Encontro com Pedro Mexia”, lançamento do livro “Lá Fora”. Encontro moderado por Ricardo Pais – FNAC NorteShopping, às 21h30

 

Domingo – Dia 22 de abril 

Apresentação– “História de um amor irracional”, livro infantil de Cristina Cidnay e Ana Beatriz Marques – FNAC NorteShopping, às 11h30 

 

Apresentação – “Literatura de Viagem”, com Gonçalo Cadilhe e Maria Palha. Conversa moderada pelo jornalista Sérgio Almeida – FNAC NorteShopping, às 17h

 

Segunda-feira – Dia 23 de abril

Apresentação – “Dia Mundial do Livro”, performance literária pelo coletivo Poetry Slam – FNAC NorteShopping, às 12h30 

 

Lançamento – “Encontro com Raul Minha’alma”, Lançamento do livro – “Dá-me um dia para mudar a tua vida” – FNAC NorteShopping, às 18h30 

 

 

WHITNEY THORE REGRESSA AO TLC PARA A NOVA TEMPORADA DE ‘MY BIG FAT FABULOUS LIFE’ // ESTREIA A 21 DE ABRIL

1.jpg

 

 

Novos desafios, corações partidos, decisões importantes... Whitney Thore está de regresso ao TLC para mais uma temporada de ‘My Big Fat Fabulous Life’, a partir de 21 de abril e as emoções estão ao rubro.

 

 

 

A personalidade contagiante de Whitney Thore está de regresso ao TLC para a quarta temporada de ‘My Big Fat Fabulous Life’, que arranca a 21 de abril.

 

A série continua a seguir Whitney à medida que ela tenta equilibrar a vida profissional,  as exigências da família e as relações com os amigos. Para além disto, a protagonista continua a lutar contra o Síndrome do Ovário Poliquístico, que fez com que ganhasse 90 quilos há uns anos.

 

Na última temporada, vimos Whitney a ir atrás do sonho de dançar e juntar-se a uma tourné mundial como bailarina de apoio. Agora, depois de andar na estrada durante meses – longe da família, amigos e de um interessa amoroso secreto – está à beira de um colapso emocional e vê-se forçada a tomar uma decisão difícil, que lhe poderá mudar a vida.

 

Apesar de ter estado em relações no passado, Whitney nunca se apaixonou tão perdidamente como agora. Infelizmente este romance assolapado transforma-se rapidamente numa desilusão, quando se apercebe de alguns acontecimentos dos quais poderá nunca recuperar. No meio destas notícias devastadoras, Whitney tem de gerir as suas outras relações próximas, que também estão à beira do colapso.

Antes de começar a tourné, Whitney entregou ao amigo Todd a direção da sua aula para raparigas gordinhas, a Big Girl Dance Class. Mas o poder parece estar a subir à cabeça de Todd e isso está a criar problemas na relação de amizade que mantém há já muitos anos.

 

Entretanto, a relação de Buddy e Heather enfrenta os seus próprios desafios e todos estão a sofrer com isso. Os amigo falam com Buddy e percebem que está a guardar um segredo...

 

Whitney tem de lidar com as questões psicológicas que levantam os seus problemas de fertilidade, enquanto ajuda a amiga Ashley a preparar-se para o parto. O pai de Whitney convence-a a entrar numa corrida de 5 km no Havai, mas à medida que a prova se aproxima, a sua saúde e energia estão em baixo, tornando uma simples corrida numa batalha impossível. Conseguirá a protagonista manter-se à tona e impedir que as suas relações de deteriorem? Ou será ela vencida pelas emoções? 

 

As respostas a estas e outras perguntas chegam a partir de 21 de abril, às 19h05, com a nova temporada de ‘My Big Fat Fabulous Life’, no TLC.


 

Aula aberta|Empowerment by Knighthood - O desafio de Ethan Hawke

6047a4a5-3e9b-4364-a8d9-a28adff66eb3.jpg

 

Empowerment by Knighthood -
O desafio de Ethan Hawke



Aula aberta
 Segunda, 23 de Abril, às 19h30
por Rafael Pereira,
membro e formador da Nova Acrópole Oeiras-Cascais


Espaço Arkhé
(Rua Margaria Palla, 25B - Miraflores, 1495-143 Algés)
(para ver mapa clique 
aqui)

Entrada livre mediante inscrição no seguinte formulário: https://bit.ly/2J1SgbE

 


«Em dia de São Jorge, santo que inspirou tantos cavaleiros ao longo de muitos séculos, iremos falar sobre o espírito da cavalaria. 
Baseando-nos no livro do actor americano Ethan Hawke “Rules for a Knight”, iremos fazer uma incursão pelo mundo da cavalaria, focando principalmente os aspectos que por terem algo de universal, ainda hoje nos podem ser úteis.»

MARIA FERNANDES - SINGLE DE ESTREIA

 

Da grande nação que é o Porto, mais concretamente Paços de Ferreira, chega uma das novas promessas da música nacional. O seu nome é Maria Fernandes, tem 19 anos, e estreia-se com “List of Whys”, single Pop/Rock editado pela Music For All.

 

Com uma voz sem igual, e uma letra inspiradora, Maria promete dar melodia a ouvidos indiscretos e aquecer corações por onde passar. Habituada a pisar o grande palco que é o Youtube Maria enfrenta agora um novo desafio: dar-se a conhecer com um original da sua autoria: “List of Whys”!

Exposição 'Dear India' inaugura em maio em Lisboa

Carolina Piteira juntou-se ao documentarista HumanEyes e ao fotógrafo Roberto Zampino para levar à capital a arte e a alma viajante da geração millennial

 

Exposição ‘Dear India’ inaugura em maio em Lisboa conjugando pintura, fotografia e vídeo

 

Uma exposição autêntica e envolvente resultante de uma viagem a três ao coração da India, da sua cultura, das suas cores e das suas gentes. “Dear India” cruza as perceções e emoções vivenciados e manifestados na arte da pintora Carolina Piteira, do documentarista HumanEyes e do fotógrafo Roberto Zambino. A exposição, que conta com o patrocínio da Embaixada da Índia, estará patente entre 6 de maio e 3 de junho, no 134 da Rua da Conceição, em Lisboa.

 

image002.jpg

 

 

Recém premiada com o Woman Art Award 2018, a pintora Carolina Piteira prepara-se para inaugurar no próximo mês de maio a exposição “Dear India”, resultado de uma recente viagem partilhada com Guilherme Melo Ribeiro, criador da HumanEyes, e o fotógrafo Roberto Zampino. Esta cooperação nasce da vontade destes três artistas em mostrarem que a comunicação e a partilha têm maior impacto do que a individualidade, juntando as três perspetivas sobre os momentos vividos nesta aventura que une propósito, arte e inspiração.

 

Com mais de 30 obras criadas por Carolina Piteira, 15 registos fotográficos de Roberto Zampino e registo vídeo que conecta cada momento partilhado pelos artistas, esta é uma exposição inovadora, característica desta geração millennial, que pretende inspirar e preservar o lado mais humano da comunicação.

 

Em março, a artista Carolina Piteira expôs um dos quadros pertencentes à coleção “Dear India”, "Praying at the Ganges River", no Liquid Room - The Labyrinth, em Veneza, e o "Where flowers bloom" igualmente incluído nesta coleção, esteve presente já este mês no Woman's Essence Show, em Madrid.

 

A exposição, de entrada gratuita, estará aberta ao público a partir de 6 de maio, na Rua da Conceição, nº 134. O horário de funcionamento será das 14h00 às 20h00 de quarta-feira a domingos. Excepcionalmente, na primeira semana de inauguração, “Dear India” poderá ser visitada também nos dias 7 e 8 de maio.

 

TEASER “DEAR INDIA” | https://www.youtube.com/watch?v=uJPDbIcT4e0&feature=youtu.be

SELEÇÃO DE IMAGENS “DEAR INDIA” | AQUI

FOTOS DOS ARTISTAS | AQUI

(links para fotos disponíveis até 26 de abril)

 

 

PERFIS ARTISTAS ‘DEAR INDIA’

 

image001.jpg

 

Carolina Piteira iniciou a sua licenciatura em Pintura na Universidade Superior de Belas Artes de Lisboa, mas foi na Universidade de East London que terminou o curso. Ao longo dos últimos anos foi distinguida com vários prémios, incluindo o DegreeArt Signature Art Award, e expôs em Londres, Paris, Roma, Atenas e Lisboa, com vários grupos e exposições individuais.

Em 2014 a artista foi nomeada pelo ministro da Economia Embaixadora do projeto ‘Portugal Sou Eu’, representando e apoiando a marca ‘Portugal’ enquanto artista emergente no estrangeiro.

Em 2015, foi convidada para fazer parte da coleção "Imago Mundi", com obras encomendadas e coletadas por Luciano Benetton.

A sua última exposição individual intitulada "O Encontro", com trabalhos em grande escala, arrecadou fundos para criar a Fundação ‘Portugal Genial’, dedicada a promover o desenvolvimento artístico de talentos nacionais que se evidenciam nas suas áreas de criação.

Atualmente Carolina Piteira vive entre Londres e Lisboa.

https://carolinapiteira.com/

 

 

image011.jpg

 

HumanEyes, é um projeto de Histórias de viagens autênticas à volta do mundo criado em 2017 pelo jovem empreendedor Guilherme Melo Ribeiro, fundador da TheFlyingMan®. HumanEyes assume-se como um “wake up call” para inspirar as pessoas a viverem intensamente, retirarem mais de cada dia e serem melhores seres humanos, através da partilha de histórias reais de pessoas que viajam com propósito e humanizam as suas viagens. Pretende afirmar-se como uma referência mundial de conteúdo de viagem humano, envolvente e autêntico, pelo “Storytelling” inspirador e pela abordagem criativa.

O teaser de lançamento do HumanEyes chegou a mais de 4 milhões de pessoas, com features nas maiores páginas de viagens e lifestyle do mundo, com Unilad, Beautiful Destinations, 9Gag, Matador Network, entre muitas outras. Em 2017 o projecto foi reconhecido com o prémio de melhor conteúdo de viagem pela Momondo.

Guilherme Melo Ribeiro trabalhou com marcas como a Four Seasons, Mercedes-Benz, Uniliver, L’Oréal, Turismo da Irlanda, Turismo do Butão, Turismo dos Açores, bem como com personalidades como Garrett McNamara, Luís Figo e Joana Schencker, entre outros.

https://humaneyes.co/

 

 

image012.jpg

 

Roberto Zampino tem sua própria escola de fotografia, dá conferências em todo o mundo e conta com trabalhos publicados no La Repubblica, Geo, Pirelli, LastMinute.com, entre várias outras revistas internacionais.

Sempre á procura de caminhos que podem inspirar os outros a olhar a vida de uma perspetiva diferente e mais significativa, Roberto tornou-se um Life Coach qualificado e reconhecido pela National Coaching Association.

Curioso por natureza e uma mente inquisitiva, Roberto explora culturas e lugares onde apenas poucos tiveram a oportunidade de estar e experienciar. Considera realmente importante abordar as pessoas com dignidade e respeito, conquistar sua confiança e vínculo para fazer uma reportagem honesta e genuína.

http://www.robertozampinophoto.com/

 

 

 

 

Está a chegar a 3ª Edição do EFA Young Audience Award

e Maio de 2018

Está a chegar a 3ª Edição do EFA Young Audience Award

A Academia Portuguesa de Cinema e o ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual levam novamente o EFA Young Audience Award à Cinemateca Portuguesa, em Lisboa. A 3ª edição da competição internacional de cinema, que tem a atriz Carla Chambel e o realizador Gonçalo Galvão Teles como mentores, acontece já no dia 6 de Maio, e os três filmes concorrentes deste ano são já conhecidos: “Girl in Flight” de Sandra Vannucchi, “Hobbyhorse Revolution” de Selma Vilhunen e “Wallay” de Berni Goldblat.

“Girl in Flight” é um drama de ficção italiano e suíço sobre a jornada de uma jovem de Florença que se rebela à vontade da família e parte sozinha à descoberta de Roma, a cidade dos seus sonhos. Já “Hobbyhorse Revolution” trata-se de um documentário finlandês sobre o mais recente desporto que está a agitar o mundo jovem, as competições com cavalos de brincar de madeira. “Wallay” é outra obra de ficção, desta vez de França, do Burkina Faso e do Qatar, sobre as desventuras de um jovem que pensa ir apenas de férias de verão para a quinta de um tio e acaba a descobrir o que é preciso para se tornar um homem.

Os filmes retratam questões sociais e temáticas comuns aos jovens um pouco por toda a Europa, despertando-lhes o interesse pela atualidade, fomentando-lhes o espírito crítico e o interesse por outras culturas. O júri do concurso é composto por jovens dos 12 aos 14 anos e o êxito do Young Audience Award vê-se no crescimento que regista desde 2012, tendo passado de 6 países participantes para 34.

Agora, no dia 6 de Maio, os três filmes serão exibidos em simultâneo nos vários países e o resultado de cada país será depois comunicado eletronicamente à EFA, em Efurt, na Alemanha. O vencedor será anunciado via videoconferência em todos os países em simultâneo.

É convidado do evento Fernando Mota, autor de bandas sonoras de diversos espetáculos. Será ainda um elemento fundamental na coordenação musical dos jovens jurados para a gravação do clip com as votações da delegação portuguesa, utilizando objetos do quotidiano.

Em Portugal o EFA Young Audience Award conta ainda com o apoio da NOS, da VIGOR e da PLENO, com brindes e no apoio as refeições durante o dia.

 

Sobre o Young Audiance Awards:

O Young Audience Awards é uma iniciativa da Academia Europeia de Cinema que tem como um dos principais objetivos colocar em contacto um público jovem com idades entre os 12 e os 14 anos com temáticas que lhes são próximas. Usando uma linguagem diferente, e dando-lhes a conhecer também um outro tipo de cinema, neste caso, de autores europeus, o concurso abre-lhes horizontes enquanto espetadores de cinema e desperta o seu sentido crítico, estético e de avaliação.

Já na sua sétima edição, o Young Audience Awards representa um verdadeiro voto europeu, marcando presença nos seguintes países: Alemanha (Berlin & Erfurt); Áustria (Viena); Bélgica (Bruxelas); Bulgária (Sofia); Croácia (Zagreb); Dinamarca (Aalborg); Eslováquia (Bratislava); Eslovénia (Izola); Espanha (Avilés & Barcelona); Grécia (Atenas); Holanda (Amsterdão); Hungria (Budapeste); Israel (Tel Aviv); Itália (Florença); Kosovo (Prizren); Letónia (Riga); Luxemburgo (Luxemburgo); Macedónia (Skopje); Malta (Saint-Julian's); Polónia (Wrocław); Portugal (Lisboa); Reino Unido (Londres); Roménia (Cluj-Napoca); Sérvia (Belgrado); Turquia (Antalya) e Ucrânia (Kiev).

 

Filmes em votação na edição de 2018 do EFA Young Audience Award

 

GIRL IN FLIGHT

image010.jpg

 

Realização: Sandra Vannucchi

Itália/Suíça, Ficção, 78 min.

Trailer: https://yaa.europeanfilmawards.eu/en_EN/girl-in-flight

 

A vida de Sílvia, de 11 anos, da Toscânia, é dominada pela depressão da sua mãe. Aguardando por um momento oportuno, Sílvia implora por uma viagem em família até Roma. Mas quando o pai recusa de forma veemente, Sílvia decide realizar o sonho, saindo de Florença sozinha. Sem medo e disponível para o que vier, Sílvia conhece uma cigana de 13 anos que, relutantemente, leva Sílvia consigo. Assim nasce uma complicada, mas sincera amizade que ajudará ambas. Filmado num campo cigano real, com residentes não-atores do campo, GIRL IN FLIGHT é uma ternurenta, assustadora e excitante viagem emocional, baseada em factos da vida da realizadora em estreia, Sandra Vannucchi.

 

HOBBYHORSE REVOLUTION

image011.jpg

 


Realização:
 Selma Vilhunen

Finlândia, Documentário, 90 min.

Trailer: https://yaa.europeanfilmawards.eu/en_EN/hobbyhorse

 

 

Brincar com cavalinhos de pau é uma brincadeira tradicional das crianças finlandesas, mas nos dias de hoje as adolescentes criaram um versátil hobby, elevando a brincadeira a um outro nível. As praticantes estão não-oficialmente organizadas, trabalhando na base do voluntariado.

Por um lado elas são ativas através das suas contas de Instagram, blogues e fóruns e, por outro, elas praticam a modalidade exercitando em parques, matas, levando a atividade muito a sério. Mais do que nunca, o grupo está a crescer, trilhando determinadamente o seu caminho e organizando competições nacionais. Todos os cavalos de pau são feitos à mão e cada um tem um nome e personalidade própria. A idade das praticantes está continuamente a expandir-se, sendo que a mais velha tem, neste momento, 20 anos. A febre dos cavalos de pau também está a espalhar-se além-fronteiras.

 

 WALLAY

image012.jpg

 

Realização: Berni Goldblat

França/Burkina Faso/Qatar, Ficção, 83 min.

Trailer: https://yaa.europeanfilmawards.eu/en_EN/wallay

 

Ady, um rapaz de 13 anos, já não respeita o seu pai que o educa sozinho. O progenitor, que se encontra sem recursos, decide confiar Ady ao seu tio Amadou, durante o Verão. O Tio Amadou e a sua família vivem do outro lado do Mar Mediterrânio… no Burkina Faso!

Lá, aos 13 anos, é suposto os rapazes tornarem-se homens, mas Ady, persuadido de que vai apenas de férias, entende as coisas de forma diferente.

 

 

 

Bibliotecas Municipais recebem Mostra sobre a Abolição da Pena de Morte em Portugal

150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal

Bibliotecas Municipais recebem Mostra Vídeo-Bibliográfica

 

Cartaz 150 Anos.jpg

 

No âmbito das Comemorações dos 150 Anos da Carta de Lei da Abolição da Pena de Morte em Portugal, o Município de Palmela apresenta a Mostra Vídeo-Bibliográfica “Palmela contra a Pena de Morte”, que vai estar patente na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo, de 12 a 26 de abril, e na de Palmela, de 26 de abril a 10 de maio.

A mostra apresenta uma seleção de obras em suporte vídeo e bibliográfico, para divulgação junto do grande público, onde se aborda de forma literária, científica e cinematográfica a questão da pena de morte.

O Município decidiu associar-se às comemorações da efeméride, com mais esta iniciativa, assinalando os 150 anos da carta de lei assinada pelo rei D. Luís a 1 de julho de 1867, que tem ainda hoje um forte valor simbólico para a Europa, por conter muitos dos valores e ideais atualmente presentes na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.

PORTO RECEBE CARAVANA RODOVIÁRIA DA FUNDAÇÃO MAPFRE

Promovida pela Fundação MAPFRE, iniciativa estará aberta a todas as crianças no feriado de 25 de abril

 

CARAVANA DE EDUCAÇÃO RODOVIÁRIA DA FUNDAÇÃO MAPFRE CHEGA AO PORTO

image005.jpg

 

Depois de passar por Lisboa e Guarda, a “Caravana de Educação Rodoviária”, uma iniciativa da Fundação MAPFRE, chega ao Porto na próxima segunda-feira, 23 de abril, para promover o conhecimento e o respeito pela sinalização rodoviária nas crianças entre os 8 e os 12 anos.

O roadshow integra um camião que funciona como sala de aula, para explicar conceitos básicos de circulação rodoviária e um circuito de karts, composto por insufláveis, rotundas e sinalização, onde as crianças poderão praticar os conhecimentos adquiridos. A caravana vai instalar-se na Praça da Batalha, de 23 a 27 de abril. No feriado de 25 de abril as crianças da cidade estão convidadas para participar nas atividades, que são gratuitas e estão abertas ao público das 09H00 às 17H00.

 

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE | Novas temporadas em Lisboa e Porto | Campanha de desconto para assinantes

 

Newsletter_Mais_Respeito_Villaret_Porto_2018.jpg

 

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE
Novas temporadas em Lisboa e Porto

*CAMPANHA ESPECIAL PARA ASSINANTES DA NOSSA NEWSLETTER | 15% de desconto*

Campanha válida para compras efectuadas até ao dia 20 de Maio.

 

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE! regressa a Lisboa para uma Temporada de Verão, que promete alegrar as vossas noites e finais de tarde já a partir do dia 1 de Junho no Teatro Villaret.
No início do Outono o espectáculo retoma ao Porto, para uma curta temporada ao longo do mês de Outubro, no Teatro Sá da Bandeira.

Já passou um ano desde a estreia desta nova versão do espectáculo e a verdade é que MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE! continua a provar ser um verdadeiro fenómeno de popularidade junto do público português. Com temporadas esgotadas desde 29 de Março do ano passado - três temporadas em Lisboa e uma no Porto - o espectáculo passou ainda por várias localidades de Norte a Sul do país e vai assentar arraiais novamente em Lisboa, para a tão aguardada temporada de verão no Teatro Villaret. Ao todo mais de 100 mil espectadores já acompanharam as peripécias da família mais famosa da Baixa da Banheira - senão de Portugal!

Sinopse

A mãe de família e dona de casa mais desesperada da Baixa da Banheira e de Portugal está de volta nesta nova versão de MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE!. Esmeralda Bartolomeu continua a sua luta pela sobrevivência no caos de um seio familiar onde tem de lidar com um marido desempregado que só tem apego a futebol; um sogro de 80 anos tão ou mais adicto à marijuana que o seu filho mais novo; uma filha adolescente com um comportamento sexual mais desenvolvido (e desenvolto) que o seu; e um filho mais velho que é gay, e depois deixa de ser… e depois volta a ser… e depois deixa de ser outra vez!
Joaquim Monchique veste a pele de Esmeralda Bartolomeu e assina, também, a encenação e adaptação do espectáculo.

Com Joaquim Monchique, Luís Mascarenhas, Joel Branco, Tiago aldeia, Rita Tristão da Silva,
Rui Andrade, Diogo Mesquita, Bruna Andrade e Leonor Biscaia


*Para usufruir do desconto de 15% basta inserir o seguinte código nas suas compras online: respeito!
Para compras efectuadas no pontos de venda físicos, só tem de apresentar esta newsletter.*

 

TEMPORADA DE VERÃO
Teatro Villaret | Lisboa
A partir de dia 1 de Junho
Quinta a Sábado às 21h30 | Domingo às 18h
Bilhetes
Quintas-Feiras: 10€
Sexta a Domingo: 16€

TEMPORADA NO PORTO
Teatro Sá da Bandeira
11 a 28 de Outubro
Quinta a Sábado às 21h30 | Domingo às 16h30
Bilhetes
8€ a 20€