Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Em alto e Bom Som": concerto pelo Quinteto de Metais Alentejano, Vidigueira, 13 de Maio

 

O Quinteto de Metais Alentejano apresenta-se na Vidigueira (13 de Maio, 21h30) para um concerto de entrada livre, que promete excelência artística e muitas emoções.  A iniciativa, inserida na programação “Onde a Vida Acontece”, tem como objectivo dar a conhecer a grande música para metais, da época barroca à vanguarda europeia e norte-americana.

Pela manhã (9h30), têm lugar em Vila de Frades e na Vidigueira actividades lúdico-didácticas sobre a história, as tradições e a ciência relacionadas com a técnica milenar da produção do vinho de talha.

Noites de animação musical em Maio no Lounge D do Casino Estoril

 

Com um ambiente informal, o Lounge D acolhe, em Maio, um renovado programa de animação musical. Os visitantes do Casino Estoril poderão assistir, às Sextas-Feiras e aos Sábados, a partir das 22h30, a um extenso cartaz que privilegia espectáculos de rock, pop, soul, r&b e, ainda, vários dj sets. A entrada é gratuita.

 

Concerto de State of Mind

State of Mind - 6 de Maio.jpg

Os State of Mind apresentam-se, esta Sexta-Feira, 6 de Maio, pelas 22h30, no Lounge D para recriar clássicos que vão de INXS aos Beatles, passando por No Doubt e Doors. Os State of Mind distinguem-se, desde 2019, pelo seu repertório concebido essencialmente para um mercado corporate. A vocalista Joana Pedro será acompanhada por João Serra Fernandes nas guitarras e back vocals, José Dantas no baixo e Luis Varatojo na bateria.

 

DJ Fernando

DJ Fernando - Dia 7 de Maio.jpg

Com um extenso percurso musical, DJ Fernando estreia-se, no próximo Sábado, 7 de Maio, pelas 22h30, no Lounge D. DJ desde 1994, Fernando adapta-se a todos os géneros músicas, sendo a sua preferência os sons baseados em Deep House e House

 

Concerto Go Johnny

O Casino Estoril propõe, no próximo dia 13 de Maio, pelas 22h30, Go Johnny. Nascido no seio de uma família de músicos, Joao Reis Pedreira vive em Sintra e ficou conhecido por participar com o seu pai Paulo Pedreira, num Programa de TV na SIC - Família Superstar. Gravou, desde então, 2 discos e participou em vários projetos, como os coral tattoo ou os Kilindu que contou com o grande produtor americano Robert Cutarella. Concorreu em 2010 ao Festival RTP da canção com o tema “Destino Qualquer”. Integra, actualmente, o projeto Go Johnny que criou com outros músicos em homenagem a Chuck Berry e em tributo a música dos anos 60 e 70.

 

Concerto Tributo a Dire Straits - “On Every String”

“On Every String” é projecto que presta tributo a uma das bandas mais emblemáticas de sempre: Os Dire Straits. Estruturado de forma a celebrar o legado musical de um grupo cujos sucessos atravessam várias gerações, este projecto apresenta em palco 7 músicos que, de forma autêntica e integralmente ao vivo, recriam as músicas que a voz e guitarra de Mark Knopfler tornaram inesquecíveis. Por ser transversal a vários públicos e uma referência em qualquer parte do mundo, a música dos Dire Straits é uma proposta que irá ao encontro de um vasto público, proporcionando uma experiência muito fiel ao espírito original da banda. No Lounge D, a não perder, dia 14 de Maio, pelas 22 h30.

 

Ciclo de DJ sets de Nuno Costa

DJ Nuno Costa  - 20 e 27 de Maio.jpg

O DJ Nuno Costa reencontra-se, em Maio, com os visitantes do Casino Estoril para apresentar os seus sets que “viajam pelo tempo”, passando clássicos misturados com os mais recentes sons da Dance Music. O DJ Nuno Costa será o protagonista, nos próximos dias 20 e 27, a partir das 22h30. Com entrada gratuita, a não perder, no Lounge D.

 

Concerto de Tenis Bar

State of Mind - 6 de Maio.jpg

O Lounge D do Casino Estoril recebe, no próximo dia 21 de Maio, pelas 22h30, a banda Tenis Bar. Este quinteto de Cascais apresenta vários temas originais e recria, ainda, outras composições das décadas de oitenta e noventa, da autoria de vários artistas consagrados internacionalmente. O vocalista António Marau será acompanhado por Carlos Carriço no baixo, Beto Gomes na guitarra, Manel Gomes na guitarra e nas teclas, Ricardo Tenente na bateria.

 

DJ S Mix

DJ S MIX - 28 de Maio.jpg

Com uma proposta inédita, o Casino Estoril recebe DJ S Mix, no próximo dia 28 de Maio, a partir das 22h30. DJ desde 2012, S Mix adapta-se a todos os géneros musicais, sendo a sua preferência os sons baseados em Deep House.

 

Programação em Maio

- Concerto de State of Mind: Dia 6

- DJ Fernando: Dia 7

- Concerto Go Johnny: Dia 13

- Concerto Tributo a Dire Straits: Dia 14

- Ciclo de DJ sets de Nuno Costa: Dia 20 e 27

- Concerto de TenisBar: Dia 21

- DJ S Mix: Dia 28

Noite de tributo aos Dire Straits a 14 de Maio no Casino Estoril

Triburto a Dire Straits - 14 de Maio (1).jpg

Com uma proposta revivalista, os “On Every String” apresentam-se, no próximo sábado, 14 de Maio, às 22h30, no Lounge D do Casino Estoril. Os “On Every String” sobem ao palco para prestar homenagem aos Dire Straits, prometendo uma noite inesquecível para os verdadeiros fans da mítica banda britânica. A entrada é gratuita.

 

“On Every String” é projecto que presta tributo a uma das bandas mais emblemáticas de sempre: Os Dire Straits. Estruturado de forma a celebrar o legado musical de um grupo cujos sucessos atravessam várias gerações, este projeto apresenta em palco 7 músicos que, de forma autêntica e integralmente ao vivo, recriam as músicas que a voz e guitarra de Mark Knopfler tornaram inesquecíveis.

 

Por ser transversal a vários públicos e uma referência em qualquer parte do mundo, a música dos Dire Straits é uma proposta que irá ao encontro de um vasto público, proporcionando uma experiência muito fiel ao espírito original da banda.

 

 

Distinguido com o certificado “Clean & Safe” do Turismo de Portugal, o Casino Estoril abre às 15h00 e encerra às 03h00. O acesso é livre, sendo que a partir das 22 horas, é para maiores de 14 anos, e maiores de 10 anos acompanhados pelos pais. Nas áreas de Jogo é para maiores de 18 anos.

Go Johnny em destaque no Lounge D do Casino Estoril a 13 de Maio

Go Johnny - 13 de Maio.jpg

É já na próxima Sexta-Feira, 11 de Maio, às 22h30, que o músico João Reis Pedreira sobe ao palco do Lounge D do Casino Estoril para apresentar o projecto Go Johnny. A entrada é gratuita.

 

Joao Reis Pedreira nasceu no seio de uma família de músicos, vive em Sintra e ficou conhecido por participar com o seu pai Paulo Pedreira, num Programa de TV na SIC - Família Superstar. 

 

Gravou, desde então, 2 discos e participou em vários projectos, como os Coral Tattoo ou os Kilindu que contou com a presença do grande produtor americano Robert Cutarella. 

 

Concorreu, em 2010, ao Festival RTP da Canção com o tema “Destino Qualquer”. Actualmente toca no projeto Go Johnny que criou com outros músicos em homenagem a Chuck Berry e em tributo a música dos anos 60 e 70.

 

 

Distinguido com o certificado “Clean & Safe” do Turismo de Portugal, o Casino Estoril abre às 15h00 e encerra às 03h00. O acesso é livre, sendo que a partir das 22 horas, é para maiores de 14 anos, e maiores de 10 anos acompanhados pelos pais. Nas áreas de Jogo é para maiores de 18 anos.

Ciclo de Concertos de Coimbra regressa com 8 concertos, Fórum Saber Ouvir e Percurso pelos Órgãos da cidade

descarregar (3).jpg

Ciclo de Concertos de Coimbra regressa para a sua VII edição sob o mote «A cidade, a música e o tempo». Estas três dimensões entrelaçam-se em toda a programação do evento que propõe um roteiro, de 5 a 8 de Maio, pelos vários espaços da cidade recentemente elevada a Património Mundial da UNESCO.
Os locais mais emblemáticos de Coimbra irão acolher uma viagem, com várias paragens, pela cultura musical ocidental que nos une. O itinerário iniciar-se-á em territórios transcaucasianos e terminará no Novo Mundo com oito concertos, dos quais cinco são gratuitos; da sensibilidade inspiradora da 4.ª Sinfonia de Tchaikovsky, até à reinterpretação dos cânones e ensinamentos clássicos da Rhapsody in Blue, de George Gershwin. Pelo meio, entre outras surpresas, estão marcados encontros com a virtuosismo de Rachmaninoff, com o tradicionalismo de Schubert e com a sonoridade do violoncelista Pavel Gomziakov, que tocará num instrumento de 1703, que pertenceu ao compositor Bernhard Romberg.
“A VII edição do Ciclo de Concertos de Coimbra afigura-se-nos como uma das melhores oportunidades para celebrar Coimbra naquela que é considerada a primeira de todas as artes – a música. E, ao conjugarmos essa mesma arte intemporal com os locais de memória da cidade, estamos a dar-lhes vida, evocando em simultâneo o seu passado, presente e futuro.” Salienta o presidente da Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva. 

 

 

descarregar (4).jpg

Tiago Nunes, diretor artístico do Ciclo destaca ainda “o carater internacional do evento com a presença dos pianistas Gülsin Onay, da Turquia, Zoran Imsirovic, da Jugoslávia e Leonardo Hilsdorf, do Brasil e ainda o Maestro Ceciliu Isfan, da Roménia. Teremos três grandes orquestras em palco e vai ser interpretado o segundo concerto de piano de Rachmaninoff, um dos concertos para piano e orquestra mais famosos da história da música.”
O Ciclo de Concertos de Coimbra irá contar, para além dos concertos e recitais, com programação específica nas escolas assumida pela Orquestra de Sopros de Coimbra (OSC). “Como no ano passado, os nossos grupos cooperantes farão um périplo por quatro Agrupamentos de Escolas da zona centro, criando momentos musicais abertos ao diálogo e à interação com o público, o Trio de Jazz interpretará alguns standarts; o Grupo Iterum, fará uma abordagem ao repertório da guitarra portuguesa; o Quintvs Quinteto destaca obras do seu repertório clássico; e o Sax & Companhia interpretará temas alusivos à Revolução de Abril” acrescenta João Calha da direção da OSC.
O Fórum Saber Ouvir, que se realiza no Museu Nacional Machado de Castro nos dias 27, 28 e 29 de abril com três tertúlias que constituirão uma espécie de mote para os vários concertos que integram o programa musical com convidados ligados às artes conimbricenses. Como de costume, haverá lugar na programação para dar palco aos talentos emergentes de Portugal e para dar destaque aos históricos compositores portugueses. 

O evento é co-organizado pela Associação Culturxis e Orquestra de Sopros de Coimbra com o Alto Patrocínio do Presidente da República e financiado pela Dgartes e Câmara Municipal de Coimbra. Toda a informação sobre a programação e bilheteira pode ser consultada no site, redes sociais e ticketline.

O VII Ciclo de Concertos de Coimbra será, assim, uma oportunidade de as famílias poderem desfrutar de uma cidade em flor, que se renova e reencontra culturalmente, ano após ano, por altura da primavera.

 Programação Música

5 Maio 
21h30
Pavel Gomziakov & Adriano Jordão 
Arpeggione de Schubert e obras de Liszt para violoncelo e piano
Local: Conservatório de Música de Coimbra
Entrada livre

6 Maio 
21h30
Gülsin Onay
Obras de Haydn, Mendelssohn e Chopin
Local: Conservatório de Música de Coimbra
Bilheteira

7 Maio 
11h00
Jorge e Joana Ly 
Sonatas para Violino e Piano de C.Franck e G.Fauré
Local: Igreja da Misericórdia
Entrada livre

15h00
Zoran Imsirovic | A última sonata de Schubert, D.960
Obras de R.Schumann e F.Schubert
Local: Igreja da Misericórdia
Entrada livre

21h30
Concerto para Piano n.º 2 de Rachmaninoff 
Orquestra Sinfónica do Algarve e Leonardo Hilsdorf
Local: Conservatório de Música de Coimbra
Bilheteira

8 Maio
12h00
Pedro e o Lobo, de Sergei Prokofiev
concerto para toda a família
Orquestra Arco Ribeirinho
Local: Igreja do Colégio da Trindade (Casa da Jurisprudência)
Entrada livre

15h00
Rodrigo Teixeira | Integral dos estudos de Chopin
Recital de Talento Emergente
Local: Igreja do Colégio da Trindade (Casa da Jurisprudência)
Entrada livre

18h00
Rhapsody in Blue de Gershwin e música contemporânea dos EUA
Concerto de Encerramento
Orquestra de Sopros de Coimbra, Coros da Região Centro com o solista Vasco Dantas
Local: Convento São Francisco
Bilheteira

 

Ciclo Internacional de Arte e Tecnologia

CARTAZ.png

No próximo dia 4 de Junho as Galerias São Rafael, galeria de arte premium com enfoque no metaverso, em parceria com as Produções D. Mona, produtora teatral, inauguram o Ciclo Internacional de Arte e Tecnologia no Centro Cultural de Carnide, em Lisboa. A iniciativa, de entrada livre, visa viabilizar a interação crescente entre a arte e a tecnologia. 
 
Para além de exposições imersivas em realidade aumentada e virtual promovidas pelas Galerias São Rafael, a iniciativa contará também com uma exposição física, com o pré-lançamento do livro Teatro Contemporâneo que compila o percurso das dramaturgas Mónica Kahlo e Sílvia Raposo. Incluirá ainda leituras encenadas pelas Produções D. Mona das peças Vovó Ganza: uma comédia de faca e alguidar (vol. I), sobre uma idosa simpática acusada de narcotráfico num bairro lisboeta e O Evangelho de Van Gogh (vol. II), sobre vida e obra do pintor impressionista Vincent Van Gogh; Uma curta-metragem imersiva 360º sobre o pintor Caravaggio e até um lançamento no metaverso de uma marca de roupa - Sfumato - que cruza a moda e a arte com o digital. O evento terá lugar no Centro Cultural de Carnide, em Lisboa, pelas 16h00, abrindo com um welcome drink e inauguração da exposição "A Million Squares", promovida pelas Galerias São Rafael e parceiros internacionais, e termina pelas 19h00 após a exibição do vídeo-espectáculo Não Kahlosobre a vida, obra e sonhos da pintora mexicana Frida Kahlo, uma produção D. Mona. O evento é de entrada livre sujeito à lotação do espaço, aconselhando-se no entanto reserva: producao.dmona@gmail.com
 

4 DE JUNHO 2022 (sab.)
Ciclo Internacional de Arte e Tecnologia
16h00 Welcome-Drink e abertura da exposição “A Million Squares” (de 4 a 8 de Junho), promovida pelas Galerias São Rafael e parceiros internacionais.
16h30 Lançamento do livro Teatro Contemporâneo Vol. I e II, de Mónica Kahlo e Sílvia Raposo, com leitura encenada das peças Vovó Ganza: uma comédia de faca e alguidar (vol. I), sobre uma idosa simpática acusada de narcotráfico num bairro lisboeta e O Evangelho de Van Gogh (vol. II), sobre vida e obra do pintor impressionista Vincent Van Gogh.
17h30 Curta-metragem imersiva 360º Caravaggio, in tenebris, dirigida por Matthieu Van Eeckhout, que dá vida à obra do famoso pintor italiano Caravaggio com detalhes em extraordinário close-up.
17h40 Sfumato Metaverse Fashion Launch, lançamento da marca Sfumato no metaverso e da coleção Your Body Is Your Museum que combina moda, sustentabilidade e arte.
18h00 Vídeo-espectáculo Não Kahlo, sobre a vida, obra e sonhos da pintora mexicana Frida Kahlo, uma produção D. Mona.

Zara Tejo apresenta novo álbum no Casino Estoril esta sexta-feira, 6 de Maio

Zara Tejo 2.jpg

Zara Tejo apresenta, na próxima Sexta-Feira, 6 de Maio, pelas 22h30, o seu novo álbum “Quando penso em ti meu fado” no Casino Estoril. “É um disco "cantador" de momentos especiais como se de um livro se tratasse. Uma viagem musical profunda, verdadeira e plena, um convite ao sentimento e à verdade do coração, esse que tem sempre a razão”, sublinha Zara Tejo. Com entrada gratuita, a não perder, no Lounge D.

 

“Quando penso em ti meu fado” é o quarto álbum de Zara Tejo e reflecte a sua grande paixão pela música. A “pausa” pandémica contribuiu para a criatividade e a musicalidade que este “Quando penso em ti meu fado” nos oferece.

 

Zara Tejo pretende trazer de volta a alegria que todos os cantores e músicos sentem no palco e diz: "cantamos a nossa alma e deixamos a nossa energia e amor na música para que outros escutem a nossa mensagem. A música é a minha paixão e a arte musical é a linguagem que utilizo para demonstrar tudo aquilo que sinto. Por vezes ansiedade pelo momento de voltar ao palco, tristeza por não conseguir estar com aqueles que amo e também a alegria de transmitir a minha emoção através de várias gerações reunidas neste meu álbum".

 

Com vários convidados neste disco, destacam-se as vozes de Miguel Vital, Frederico BC, Ernesto leite e do grupo de cante Alentejano Planície Dourada em vários duetos, dando voz às crianças em "Mãe terra". O tema que dá nome ao álbum, “Quando penso em ti meu fado” mostra a viagem ao pensamento daquele que cria, canta e sofre intensamente com a ausência do público e a distância dos palcos.

 

Nesta viagem pelo “Quando penso em ti meu fado”, são evidentes as raízes de Zara Tejo na terra alentejana de Estremoz, local onde nasceu, e onde se pode escutar Cante Alentejano, na participação do grupo Planície Cantada na viagem quente e profunda como o Alentejo, interpretando “Mãe Terra” (pedido de ajuda que a terra nos faz), neste tema representado através das vozes e mensagens tocantes das crianças que o interpretam e que assinala uma mensagem forte e profunda.

 

A produção deste álbum é de Ernesto Leite, também presente no tema "um amor que é só teu". Um dueto que mostra esta sincronicidade musical. Talentoso e único nas suas composições e prestações musicais, Ernesto Leite acompanha Zara Tejo desde o seu primeiro álbum. Conheceram-se aos 17 anos num programa televisivo e, desde então, a música é o encontro de alma.

EPICENTRO 2022 - Esta semana no Centro Cultural Penedo da Saudade e no CAV

 

CENTRO CULTURAL PENEDO DA SAUDADE . 22 ABRIL e 05 MAIO
O espaço intimista do Centro Cultural Penedo da Saudade acolhe dois concertos de projectos relativamente recentes. Em abril apresenta-se o trio de Filipe Furtado, que tem desvendado as suas contagiantes canções de influência bossa nova e samba (do disco de estreia “Prelúdio”, a editar pela Marca Pistola), a quem se juntam o trompetista Pedro Jerónimo e o baterista Paulo Silva. Já em maio, o duo Peixinhos da Horta, de Luísa Levi e Constança Ochoa, mostra-se numa fase ainda embrionária mas muito promissora, onde a voz e as suas manipulações têm um papel primordial.

 

CENTRO CULTURAL PENEDO DA SAUDADE
quinta-feira, 5 de Maio
18h00 / PEIXINHOS DA HORTA [concerto]

 

CENTRO DE ARTES VISUAIS . 06 a 08 MAIO

Criar ou consumir cultura é fundamental, mas pensar e falar sobre ela não é menos importante. É com este mote que o CAV - Centro de Artes Visuais acolhe um conjunto de Conversas em quatro sessões, cada uma com um painel distinto e diferentes pontos de partida temáticos: “Indústria Musica”l (Hugo Ferreira - Omnichord; João Vaz Silva - Força de Produção; Jonas Gonçalves - Ya Ya Yeah; José Manuel Pinheiro - Produtor de Eventos; John Gonçalves - músico The Gift), “Cidades Criativas” (Leonor Barata - CM Viseu; Rui Morais - Cistermúsica; Assunção Ataíde - APBC / União de Freguesias de Coimbra; Teresa Girão - Jardim Botânico UC), “Programação” (Guilherme Garrido - Festival A Porta / Supernova; Nuno Leocádio - Carmo 81; José Miguel Pereira - JACC / Salão Brazil; Sandra Oliveira - Jardins Efémeros; Bruno dos Reis - GretUA) e “Comunicação” (Cláudia Duarte - This is Ground Control; João Gaspar - LUSA; Isabel Simões - Culturama RUC; Filipa Queiroz - Coimbra Coolectiva; Adriano Esteves - Burocratik). Em contínuo, o espaço acolhe a projecção de pequenos documentários relacionados com música, a maioria com produção da RTP / Antena 3. E a completar o ambiente ideal para convívio e as trocas de impressões paralelas, há DJ Sets todas as tardes.

 

CAV - CENTRO DE ARTES VISUAIS
sexta-feira, 6 de Maio
17h00 / "Indústria Musical" [conversa]
HUGO FERREIRA (Omnichord Records)
JOÃO VAZ SILVA (Força de Produção)
JONAS GONÇALVES (Ya Ya Yeah)

JOSÉ PINHEIRO (Produtor de Eventos)
JOHN GONÇALVES (The Gift)
19H00 / DEATH DISCO DISASTER [DJset]

sábado, 7 de Maio

15H00 / "Cidades Criativas" [conversa]
LEONOR BARATA (CM Viseu)
RUI MORAIS (Cistermúsica)
ASSUNÇÃO ATAÍDE (APBC)

TERESA GIRÃO (Jardim Botânico UC)
17H00 / "Programação Cultural" [conversa]
GUILHERME GARRIDO (Festival A Porta)
NUNO LEOCÁDIO (Carmo 81)
JOSÉ MIGUEL PEREIRA (Salão Brazil)
SANDRA OLIVEIRA (Jardins Efémeros)
BRUNO REIS (GretUA)
19H00 / JETROTUGA [DJset]

domingo, 8 de Maio
17H00 / "Comunicação" [conversa]
CLAUDIA DUARTE (This is Ground Control)
JOÃO GASPAR (LUSA)
FILIPA QUEIROZ (Coimbra Coolectiva)
ISABEL SIMÕES (Culturama / RUC)
ADRIANO ESTEVES (Burocratik)
19H00 / GUILHERME GARRIDO [DJset]

Entrada Gratuita

 

Entrada Gratuita / Reserva obrigatória através de cultura@ipc.pt
 

Passatempo RITA VIAN - Companhia Mascarenhas Martins - Montijo

 

WhatsApp-Image-2022-04-04-at-18.12.05_670.jpeg

 

O Blog Cultura de Borla em parceria com a Companhia Mascarenhas Martins  tem bilhetes duplos para o concerto de RITA VIAN na Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro no Montijo, dia  14 de Maio aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

- enviem um mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ao concerto de RITA VIAN com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone e sessão pretendida.

 

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

 

 

Música clássica no Museu do Oriente | Concertos gratuitos em Abril

Solistas da Metropolitana.JPG

A música clássica vai ecoar pelo Museu do Oriente em Abril, em três concertos de entrada gratuita que se realizam nos dias 7, 26 e 30, com os Jovens Solistas e os Solista da Metropolitana e um recital de Clarinete e Piano.

 

No dia 7 de Abril, às 18.00, os Jovens Solistas da Metropolitana apresentam um programa inspirado nos compositores Paul Taffanel (1844-1908), Aleksandr Borodin (1833-1887) e Francis Poulenc (1899-1963), para mostrar a mestria nos instrumentos de sopro, das cordas e do piano.

 

A 26 de Abril, é a vez dos músicos Telmo Costa e Anna Tomasik-Michalczyk apresentarem um Recital de Clarinete e Piano, às 19.00, com composições de C. Debussy, C. M. von Weber, R. Schumann e L. Bassi.

 

“Choros e Sonatas” é a sugestão dos Solistas da Metropolitana, no dia 30 de Abril, às 17.00, com composições de Darius Milhaud (1892-1974) e Heitor Villa-Lobos (1887-1959), músicos com uma série de afinidades entre si que partilham, inclusive, uma escrita de pendor neoclássico e a apetência para incorporarem, nas suas composições, influências da música popular.

 

É disso exemplo a sequência de Choros em que Villa-Lobos se propôs encarnar a alma brasileira por intermédio da evocação da arte dos músicos de tradição popular. Choros N.º 2, peça para flauta e clarinete, foi estreada em Paris em 1925 e está dedicada a Mário de Andrade, um dos fundadores do modernismo no Brasil. Choros N.º 5, para piano, foi composta no mesmo ano e consegue retratar a cordialidade e espírito festivo que se conhece do povo brasileiro. Já a Sonatina para Flauta e Clarinete de Milhaud, de 1922, espelha melhor o que é o neoclassicismo em música, com referências explícitas à música do século XVIII e a sonoridades que lembram Debussy. A Sonata para Dois Violinos e Piano é anterior, de 1914, e foi uma das suas primeiras criações, ainda enquanto estudante no Conservatório de Paris, com a particularidade de atravessar humores muito contrastantes. Por fim, a Suíte para Clarinete, Violino e Piano, excertos da música que compôs, em 1936, para a representação d’O viajante sem Bagagem de Jean Anouilh, uma peça teatral que conta a história de um veterano da Primeira Guerra Mundial que sofre de amnésia.

 

Jovens Solistas da Metropolitana

7 Abril

18.00

Duração: 60’ sem intervalo

Público-alvo: M/ 6 anos

Preço: gratuito, mediante levantamento de bilhete no próprio dia

 

Programa

Paul Taffanel (1844-1908) | Dois andamentos do Quinteto de Sopros em Sol Menor [1]

  1. Allegro con moto
  2. Andante

Aleksandr Borodin (1833-1887) | Dois andamentos do Quarteto de Cordas N.º 2 em Ré Maior [2]

  1. Allegro moderato
  2. Scherzo. Allegro

Francis Poulenc (1899-1963) | Sexteto para Piano e Sopros, FP 100 [3]

  1. Allegro vivace
  2. Divertissement: Andantino

III. Finale: Prestissimo

 

[1] Luís Marto [flauta], Beatriz Tomás [oboé], Beatriz Castro [clarinete], Lucia Marques [trompa], Miriam Cunha [fagote]

[2] Quarteto Ignis: Lúcia Salvado, Miguel Ferreira [violinos], Sara Ramalho (viola), Hugo Estaca [violoncelo]

[3] Francisco Cabrita [piano], Beatriz Marques [flauta], Rodrigo Marques [oboé], Guilherme Duque [clarinete], Daniela Cortez [fagote], César Luís [trompa]

 

Recital de Clarinete e Piano

Ciclo de Concertos Antena 2

26 Abril

19.00

Duração: 60’ sem intervalo

Preço: gratuito, mediante levantamento do bilhete no próprio dia

Co-organização: Antena 2

 

Telmo Costa, clarinete

Anna Tomasik-Michalczyk, pianista

 

Programa

  1. Debussy |Première Rhapsodie
  2. M. von Weber |Grand Duo Concertante
  3. Schumann |Fantasiestücke
  4. Bassi |Fantasia do concerto Rigoletto

 

“Choros e Sonatas”

Solistas da Metropolitana

30 Abril

17.00

Duração: 75’ sem intervalo

Público-alvo: M/ 6 anos

Preço: gratuito, mediante levantamento de bilhete no próprio dia

 

 

Nuno Inácio [flauta], Jorge Camacho [clarinete], Ágnes SárosiNonna Manicheva [violinos], Francisco Sassetti [piano]

 

PROGRAMA

Darius Milhaud (1892-1974) | Sonatina para Flauta e Piano, Op. 76
Heitor Villa-Lobos (1887-1959) | Choros N.º 2, para flauta e clarinete
Darius Milhaud | Sonata para Dois Violinos e Piano, Op. 15
Heitor Villa-Lobos | Choros N.º 5, para piano, Alma Brasileira

Darius Milhaud | Suíte para Clarinete, Violino e Piano, Op. 157b (1936)