Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

800 anos - Santo António - Celebração em Lisboa

Lisboa vai celebrar o Jubileu dos 800 anos de Santo António como Franciscano - com um programa repleto de actividades culturais, que irão decorrer até janeiro de 2021. O evento será organizado pela Igreja de Santo António de Lisboa, Museu de Lisboa – Santo António, Centro de Estudos e de Investigação de Sto António, Bens Culturais da Igreja - Secretariado Nacional, Mosteiro de São Vicente de Fora e Quo Vadis Lisboa - Turismo > Patriarcado.

Santo António, o santo português mais venerado no mundo, nasceu em 1191 em Lisboa, com o nome de Fernando e foi criado junto à Sé, local onde obteve os primeiros estudos. Ingressou na Ordem dos Cónegos Regulares de Santa Cruz, no Convento de São Vicente de Fora, e depois no Convento de Santa Cruz de Coimbra, onde completou os estudos. Após tomar conhecimento do martírio dos Santos Mártires de Marrocos, que tinha conhecido em Coimbra, optou por tornar-se franciscano em 1220. Nesse ano, partiu de Lisboa para Marrocos e mais tarde irá para Itália, onde revelou toda a sua sabedoria, tornando-se uma referência incontornável na igreja.

PROGRAMAÇÃO 

Celebrações Litúrgicas a valorizar na Igreja de Santo António

  • FESTA DA TRASLADAÇÃO OU FESTA DA LÍNGUA

No dia 16 de Fevereiro, evoca-se a descoberta da língua incorrupta de Santo António, mais de trinta anos após a sua morte por São Boaventura.

  • FESTA DA CANONIZAÇÃO DE SANTO ANTÓNIO

No dia 30 de Maio de 1232, Frei António é canonizado pelo papa Gregório IX, ainda não se tinha completado um ano sobre a sua morte.

  • FESTA DE SANTO ANTÓNIO DE LISBOA

No dia 13 de Junho, Lisboa e Pádua comemoram igualmente a passagem por este mundo de um português que pregou a fé e morreu em Pádua.

  • FESTA DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA

No dia 15 de Agosto, celebra-se tradicionalmente o dia do nascimento de Santo António Lisboa.

 

Exposição Permanente

Museu de Lisboa - Santo António

SANTO ANTÓNIO DE LISBOA

terça - domingo, 10h00 - 18h00

O núcleo de Santo António do Museu de Lisboa dá a conhecer a figura do Santo, enfatizando a sua relação com Lisboa, cidade onde nasceu e viveu até aos 20 anos. Na exposição é destacada a rica iconografia de Santo António, mostrando como se construiu a sua imagem ao longo dos séculos; refere-se a sua carreira militar póstuma, no decurso da qual ocupou, desde o século XVI, diversos cargos em Portugal, no Brasil, em Macau e em países africanos; a história da Igreja que lhe é dedicada, erguida no local tradicionalmente considerado o do seu nascimento; o culto que lhe é prestado e as formas singulares de que se reveste em Portugal e nos países de evangelização portuguesa; e por fim, a sua reputação de milagreiro, as tradições que lhe estão associadas (santo casamenteiro, santo dos objetos perdidos) e as diversas festividades (a procissão, os casamentos, os arraiais, as marchas) completam o circuito expositivo.

  

Exposição Temporária

Museu de Lisboa - Santo António

Santo António, de Lisboa e Pádua

30 JAN 2020 A 12 ABR 2020

terça - domingo, 10h00 - 18h00

Exposição que convida a revisitar as fotografias que Marc Sarkis Gulbenkian fez para o livro “Santo António de Lisboa e Pádua. Viagem a uma devoção ímpar”, de António Mega Ferreira, e que o levou a percorrer os locais que ainda hoje conservam vestígios da passagem do Santo.

Fotografias Marc Sarkis Gulbenkian | Textos António Mega Ferreira

  

Exposição Temporária

Igreja da Conceição Velha, Lisboa

Vita Prima – Os anos de Santo António em Portugal

24 SET 2020 A 16 JAN 2021

terça - domingo, 10h00 - 18h00

Coordenação Sandra Costa Saldanha

 

Rota de Santo António em Lisboa

14 Mar | 11 Abr | 9 Mai | 11 Jul | 8 Ago | 12 Set | 10 Out | 14 Nov | 12 Dez | 9 Jan

Ponto de encontro: 10h na Igreja de Santo António de Lisboa

No segundo sábado de cada mês, ao longo de uma manhã (10h > 12h), os participantes visitam alguns dos locais que ainda conservam vestígios da vida de Santo António em Lisboa. Percurso: Igreja de Santo António > Sé de Lisboa > Igreja de São João da Praça > Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora > Capela do Vale de Santo António

 

Visita guiada à Igreja de Santo António

14 Mar | 11 Abr | 9 Mai | 11 Jul | 8 Ago | 12 Set | 10 Out | 14 Nov | 12 Dez | 9 Jan

Ponto de encontro: 15h na Igreja de Santo António de Lisboa

No segundo sábado de cada mês, durante uma hora (15h > 16h), os participantes visitam a Igreja onde nasceu Santo António.

 

Peddy papper para famílias: “O Mosteiro de Santo António”

28 Mar | 25 Abr | 30 Mai | 27 Jun | 25 Jul | 29 Ago |26 Set | 31 Out | 28 Nov |26 Dez

Ponto de encontro: 15h no Mosteiro de São Vicente de Fora

No último sábado de cada mês (15h > 17h), os participantes poderão conhecer as rotinas dos monges no mosteiro medieval de São Vicente de Fora, tal como a do Santo António quando ali viveu.

 

Recitais de Órgão

11 Abr | 9 Mai | 11 Jul | 8 Ago | 12 Set | 10 Out | 14 Nov | 12 Dez | 9 Jan

No segundo sábado de cada mês, a Igreja de Santo António recebe os Recitais de Órgão (16h > 16h45), uma oportunidade privilegiada para se deixar encantar pela beleza da música.

 

Concerto comemorativo da canonização de Santo António

No dia 30 de maio na Igreja de Santo António, pelas 21h, o grupo Sacra Musica irá apresentar um reportório de música sacra de temática antoniana.

 

Caminhos de Santo António

No âmbito da programação que está a ser desenvolvida entre Lisboa e Coimbra para este Jubileu, surge a iniciativa de criação do Caminho de Santo António, de Coimbra para Lisboa. Este itinerário pretende modelar o caminho (aproximado) que Santo António poderá ter feito de Coimbra até Lisboa com o intuito de partir para Marrocos.

Lançamento oficial: a definir

 

 

MARCAÇÕES / INFORMAÇÕES

215898810

turismo@quovadislisboa.com

www.quovadislisboa.com

Solistas da Metropolitana apresentam "Fata Morgana" | 15 fev | 16.00 | Gratuito

fata_morgana_metro.jpg

 

 

 

Uma curiosa combinação entre flauta e piano, que ressalta as diferenças entre os dois instrumentos, mas que resulta numa complementaridade vibrante, é a proposta dos Solistas da Metropolitana com “Fata Morgana”, o recital que o Museu do Oriente apresenta no dia 15 de Fevereiro, às 16.00. A entrada é gratuita.

 

Através de quatro obras de diferentes esferas do universo musical, a ancestralidade da flauta acomoda-se com naturalidade na sofisticação técnica do piano. Por seu turno, o piano resplandece num leque de possibilidades, que se estende desde o intimismo difuso ao aparato sinfónico. Diante da imponência visual e sonora deste, a sua aparente fragilidade transfigura-se em deslumbramento lírico, seja frugal ou acerbado, na virtuosa destreza de movimentos ágeis e rebuscados ou em registos soturnos arrebatadores.

 

As primeiras duas peças são trabalhos assinados recentemente, por dois compositores consagrados no panorama musical português. Amílcar Vasques Dias inspirou-se no efeito de miragem que por vezes se vislumbra no horizonte e que se conhece pelo nome “Fata Morgana”. A obra foi estreada nos Encontros Nova Música, realizados em fevereiro de 2017, em Vila do Conde. Três meses mais tarde, Sérgio Azevedo fez estrear a sua “Suite Inutile”, no âmbito da Semana da Composição promovida pela Escola Superior de Música de Lisboa, que agora é apresentada, em estreia, numa versão revista.


Recua-se depois até aos anos 1940, e em particular ao contexto dos exames finais do Conservatório de Paris, onde sempre se exigia aos estudantes que comprovassem as suas aptidões através da interpretação de uma criação contemporânea com elevado nível de dificuldade técnica e expressiva para o seu instrumento: são as célebres ‘Pièces de Concours’. Foi para esse propósito específico que os franceses Henri Dutilleux e Pierre Sancan compuseram as duas Sonatinas que completam este programa.

 

A entrada é gratuita, mediante levantamento de bilhete no próprio dia.

 

“Fata Morgana” - Solistas da Metropolitana

15 de Fevereiro, sábado

16.00

Duração: 75’

M/6 anos

Entrada gratuita, mediante levantamento de bilhete no próprio dia

 

Programa:

Fata Morgana | Amílcar Vasques Dias (2)

Suite Inutile (estreia da versão revista) | Sérgio Azevedo (1)

Sonatina para Flauta e Piano | Henri Dutilleux (2)

Sonatina para Flauta e Piano | Pierre Sancan  (1)



Nuno Inácio [flauta (1)] | Janete Santos [flauta (2)] | Alexei Eremine [piano]

 

www.museudooriente.pt

 

"SOBRE A LUZ", de Silvia Pallini

No próximo sábado, dia 8 de Fevereiro, data em que termina a exposição de Silvia Pallini na galeria da Livraria Sá da Costa, a artista fará uma visita guiada pelas 17h, conversando informalmente sobre os trabalhos expostos e sobre a sua obra.

(Livraria Sá da Costa – Galeria. Rua Serpa Pinto, 19, ao Chiado)

galeria_1.jpg

"São maioritariamente pinturas sobre papel de enormes dimensões, realizadas com tinta da china e carvão - ou borralho de madeira queimada - que a artista dispõe sobre folhas molhadas pousadas horizontalmente no chão. O processo artístico subsequente consiste num movimento meditativo, numa melopeia hipnótica da pintora com o fluxo das matérias escorrendo sobre a folha branca – disseminando-se nela, embebendo o papel de cor, impregnando-o – enquanto as composições “aleatoriamente” controladas vão tomando formas muito texturadas e com diferentes graus de opacidade e densidade lumínica." JSM 

CCB | Próximas atividades

DEBATE DE ENCERRAMENTO DA EXPOSIÇÃO

Abastecimento Alimentar: dos dois lados
Moderação de Mariana Sanchez Salvador

 8 FEV 17H | GARAGEM SUL

Tal como a agricultura, a alimentação está no centro das estruturas políticas e económicas, das interações comunitárias e da gestão do território. A agricultura é, afinal, a razão das cidades surgirem, numa interação milenar que permitiu o desenvolvimento da própria civilização. Vamos, por isso, reunir neste Debate de Encerramento da exposição Agricultura e Arquitetura os professores Carla Amado Gomes, Jorge Gaspar e Samuel Niza, a arquiteta paisagista Rosário Oliveira e a geógrafa Rita Folgosa numa conversa moderada por Mariana Sanchez Salvador.

Downtown Chiado

 regressa já no dia 01 de fevereiro ao Atelier Natália Gromicho para a sua 7ª edição para nos apresentar 10 novos artistas oriundos de vários locais do globo.

Para esta edição, a seleção de artistas foi bastante criteriosa, tendo como mote a pluralidade de expressões artísticas, vamos encontrar Sarka Darton, artista oriunda da republica checa e que vive atualmente em Londres. Repete em menos de 2 meses a mostra das suas esculturas em Lisboa e terá lugar de destaque nesta exposição.

Da Bolívia podemos vislumbrar os grafismos criados por Domingo Parada, de Itália temos 2 pintoras de destaque, Magda Chiarelli que nos apresentar uma composição de padrões em acrílico, em cores neutras, que se destacam pela simplicidade, Fabiana Macaluso é uma premiada artista que expõe uma das obras mais importantes da sua carreira, pela primeira vez em Portugal.

Sinikka Elving é um talento da Finlândia, também ela uma artista premiada expõe uma obra abstrata muito particular onde os amarelos e Lilases se fundem tornando uma harmonia muito original.

Da Guatemala com um grande destaque no que funde o clássico com o contemporâneo está Mariana Seibold, escultura, pintura, alma é o que apresente neste projeto arrojado.

Yvone Wiese nasceu e vive em Dinamarca, uma artista com influencias impressionistas e ao mesmo tempo uma sensação de profundidade na obra que trás a Lisboa.

Do Japão, Kayo Sato apresenta a obra mais irreverente, usando a técnica de plissado, cria uma instalação de tecido com 3 obras muito originais.

Natália Gromicho regressa a 2017 com uma obra já exposta em vários locais do mundo, um acrílico de nome “Holiday” que representa o seu estado de espirito atual.

Por ultimo, Day Barry regressa de Londres com uma espetacular composição muito colorida.

A inauguração está prevista para o dia 1 de fevereiro pelas 15h no Chiado, Atelier Natália Gromicho e estará patente até dia 7 de fevereiro.

 

 

About ANG (Atelier Natalia Gromicho)

O Atelier Natália Gromicho está localizado no Espaço Chiado, um centro comercial em pleno Chiado que foi erguido preservando a Muralha Fernandina, do período da idade média. A sua localização é privilegiada, com acesso pela Rua da Misericórdia e pela Rua Nova da Trindade, mesmo ao lado do Teatro da Trindade.

 

O Espaço conhecido como a fusão de um Atelier e uma galeria de arte, tem cerca de 100 metros quadrados, conta anualmente com um programação muito diversificada, destacando a pintura ao vivo, exposições internacionais de arte contemporânea, gala de entrega de prémios e mensalmente uma exposição de obras da artista residente. O Atelier Natalia Gromicho já expos mais de 170 artistas, de 29 nacionalidades

 

Natália Gromicho é a mentora de todo o projeto, artista com 25 anos de carreira, conta com mais de 150 exposições por tudo o mundo, a artista aposta promove á mais de 5 anos, na sua cidade, um conceito inovador, onde aplica toda a sua experiência internacional neste conceito.

 

Aberto de terça-feira a sábado das 14h ás 18h

 

Morada:

(1) Rua da Misericórdia, 14 Piso S/L 1200-273 Lisboa

(2) Rua Nova da Trindade, 5G Piso S/L 1200-301 Lisboa

Portugal

 

Telefone/Whatsapp:  (+351) 965 865 454

 

Website http://meetingartgallery.wix.com/chiado

E-mail info@nataliagromicho.com

 

Passatempo HIPOTETICAMENTE (BOM)

O Blog Cultura de Borla em parceria com a  MEIO TERMO tem bilhetes para o espectáculo HIPOTETICAMENTE ( Bom)  para o dia 8 de Fevereiro às 22h na AULA MAGNA aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

 

82452292_2295865173851511_8385084224146767872_o.jp

 

 

"O talento de Gilmário Vemba, famosa estrela angolana do stand-up comedy, regressa a Portugal, com o seu novo solo Hipotéticamente (Bom).

 

Depois do sucesso da última tour O Imortal, Gilmario regressa aos palcos portugueses com uma visão humorística acerca da vida. Para o artista “hipóteses é tudo que a vida nos reserva, e mesmo assim sem grandes certezas eu subo ao palco para tentar... leram bem neh? Tentar. Tentar fazer um bom espetáculo... é, eu sei que isso não é chamativo, mas se leu até aqui é porque está interessado, compre o bilhete e vamos nos divertir juntos (hipoteticamente).”

 

Em 2019, o comediante percorreu diversas salas e esgotou vários espectáculos. Para 2020, Gilmario tem já novas datas marcadas. Dia 07 de fevereiro estrear-se-á em Guimarães, seguindo-se Lisboa no dia 08, Porto no dia 12, Coimbra no dia 13 e finalizando em território britânico, em Londres no dia 16 de fevereiro.

 

O espectáculo está marcado para as 22h. Os bilhetes já estão à venda na Ticketline e custam entre 14 a 16 euros.”

 

 

 

Artistas Unidos em Fevereiro de 2020

Em Fevereiro, os Artistas Unidos continuam a carreira de A MÁQUINA HAMLET de Heiner Müller, até 22 de Fevereiro no Teatro da Politécnica. Já amanhã inauguramos a exposição NESTES ÚLTIMOS TEMPOS de Jorge Gonçalves na Casa da Cultura em Setúbal, de 1 de Fevereiro a 1 de Março. Continua a digressão de VIDAS ÍNTIMAS de Noël Coward. E temos mais um mês de leituras de poesia EM VOZ ALTA, a 15 de Fevereiro Lia Gama e Luís Lucas lêem António Ramos Rosa.

 

A MÁQUINA HAMLET de Heiner Müller Tradução Maria Adélia Silva Melo e Jorge Silva Melo Com Américo SilvaAndré LoubetHugo TouritaInês PereiraJoão Estima, João Madeira, João Pedro Mamede e José Vargas Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Música original João Madeira Luz Pedro Domingos Assistência de Encenação Inês Pereira Encenação Jorge Silva Melo M12

image001.jpg

 


No Teatro da Politécnica de 15 de Janeiro a 22 de Fevereiro
3ª e 4ª às 19h00 | 5ª e 6ª às 21h00 | Sáb às 16h00 e 21h00

Quero habitar nas minhas veias, na medula dos meus ossos, no labirinto do meu crânio.
Heiner Müller, A Máquina Hamlet

Um homem ergue-se das ruínas da história para anunciar que foi Hamlet. Para escapar à violência cíclica e contínua da história, o passado é questionado e desconstruído. Longe da narrativa psicológica, a paisagem da revolução traída. "O slogan da era Napoleónica ainda se aplica: Teatro é a Revolução em marcha."

Ainda li este texto manuscrito, passado clandestinamente da antiga RDA até à casa de Jean Jourdheuil no Bolulevard St Germain, em Paris onde tantas noites ouvi Heiner conversar bebendo uísque e café até nascer o dia. Traduzi-o então (1977?), no rescaldo do 25 de Novembro, quando sobre os nossos desejos se erguia a asa da normalização democrática. Li-o vezes sem conta, voltei a traduzi-lo. E eis que chega a altura de o lembrar. De o fazer com actores novos com quem quero conversar sobre o que perdemos, o que quisemos, o que tentámos, o que traímos, o que não soubemos, o preço desta vida que lhes deixamos, e as mulheres. E claro, convosco, falar da Esperança, imensa Maldição. Volto a Heiner Müller como quem volta àquelas longas conversas na cozinha do Jean. “Olha, já é manhã! Temos de ir dormir!”

JSM

NESTES ÚLTIMOS TEMPOS de Jorge Gonçalves


Na Casa da Cultura de Setúbal de 1 de Fevereiro a 1 de Março

São retratos, são cenas de peças, são planos gerais, são cenas de conjunto, são momentos. Jorge Gonçalves fotografa-nos  desde 1998. E agora, depois de exposição do Teatro da Politécnica, começamos a mostrá-los nos locais nossos amigos. Tanta gente, nestes últimos tempos. Com o coração.

Jorge Silva Melo

Fotografia © Jorge Gonçalves

VIDAS ÍNTIMAS de Noël Coward Tradução Miguel Esteves Cardoso Com Rúben GomesRita DurãoTiago MatiasVânia RodriguesIsabel Muñoz Cardoso Cenografia Rita Lopes Alves e José Manuel Reis Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Som André Pires Apoio Musical Rui Rebelo Encenação Jorge Silva Melo Produção Artistas Unidos Co-Produção Teatro Nacional São João e Centro Cultural de Belém M12

Em Leiria, no Teatro José Lúcio Silva a 6 de Fevereiro de 2020

Em Coimbra, no Convento São Francisco a 8 de Fevereiro de 2020

Em Viana do Castelo, no Teatro Sá de Miranda a 15 de Fevereiro de 2020

Em Viseu, no Teatro Viriato a 21 e 22 de Fevereiro de 2020

No Teatro-Cine de Torres Vedras a 28 de Fevereiro de 2020

Em Torres Novas, no Teatro Virgínia a 29 de Fevereiro de 2020

VIDAS ÍNTIMAS de Noël Coward - fotografia de Jor

 

Devem ser muito raras as pessoas que são completamente normais, lá no fundo das vidas privadas de cada um. Tudo depende de um dado conjunto de circunstâncias. Se todas as geringonças cósmicas se fundem ao mesmo tempo e se solta a faísca certa, sabe-se lá o que uma pessoa não será capaz de fazer.

Noël Coward, Vidas Íntimas

"A frivolidade só é frívola para aqueles que não são frívolos", diz a Madame De na obra-prima de Max Ophüls. E podia aplicar-se a este teatro de dinner jackets, champanhe, rosas, camélia e muita malícia. Mas vistas agora estas Private Lives são uma das mais cruéis análises das relações matrimoniais. Sob a doçura de uma primavera na Cote d´Azur quanto veneno, quanta maldade, quanto amor perdido? Uma obra-prima que queremos revisitar, um grande autor "menorizado" e fundamental. Depois de Pinter, Williams, Miller, quem? E com um sorriso de compreensão pelas fraquezas humanas.

Jorge Silva Melo

Fotografia © Jorge Gonçalves

 

EM VOZ ALTA

os nossos poetas

leituras de poesia portuguesa pelos Artistas Unidos

 

Eu gosto de ler em voz alta, eu gosto de ouvir poesia lida pelos actores com quem trabalho, eu gosto de poesia lida para várias pessoas, eu gosto de leituras de poesia, ver gente, sentir gente à volta das palavras suspensas do poeta.

 

Em Cascais, na Casa Sommer, às 18h30:
Sábado, 15 de Fevereiro - António Ramos Rosa por 
Lia Gama e Luís Lucas.

CCB | Próximas atividades

PROGRAMA DA RENASCENÇA NO CCB

Obra Aberta

Alice Vieira e Andrea Ragusa

2 FEV 12H | SALA GLICÍNIA QUARTIN

Um programa literário da Rádio Renascença, coordenado por João Paulo Cotrim e apresentado por Maria João Costa, que mais não é do que uma conversa livre entre escritores, criadores e leitores. Neste dia, contará com a participação da escritora Alice Vieira e do investigador Andrea Ragusa.

Agenda Cultural Roca Lisboa Gallery - Janeiro de 2020

image001.png

 

// O LIVRO INFANTIL COMO PRODUTO DE DESIGN

17/01 | 17h30

 

Moderador: Jorge Silva, designer editorial e fundador da Silva Designers

Oradores: André Letria, ilustrador e fundador da Editora Pato Lógico; Bernardo Carvalho, ilustrador e fundador do Planeta Tangerina

Co-organização: Clube de Criativos de Portugal e Roca

 

André Letria da Editora Pato Lógico e Bernardo Carvalho do Planeta Tangerina juntam-se para uma conversa sobre ilustração e o livro infantil como produto de design, moderada por Jorge Silva da Silva Designers.

A ilustração tem vindo a crescer em Portugal, e muitas das edições de livros infantis portugueses estão a chegar além-fronteiras.  Um dos convidados, Bernardo Carvalho, tem os seus trabalhos publicados em mais de 25 países diferentes.

Esta conversa descontraída servirá para conhecer melhor a atividade destes profissionais e os seus pontos de vista sobre o livro infantil enquanto produto de design português com potencial de exportação.

// Evento esgotado.

 

 

// MERCADO IMOBILIÁRIO DE LUXO: ONDE ESTÁ AGORA O LUXO NO IMOBILIÁRIO RESIDENCIAL?

21/01 | 17h30

 

Moderador: Hugo Santos Ferreira, vice-presidente executivo da Associação Portuguesa dos Promotores e Investidores Imobiliários

Oradores: Paulo Reis Silva, Partner Saraiva & Associados; José Cardoso Botelho, CEO da Vanguard Properties; Eduardo Netto de Almeida, CEO da Lantia; Miguel Cabrita, Board Member da MEXTO; António Paraíso, especialista em luxo.

Co-organização: APPII e Roca

 

Portugal e as suas principais cidades têm-se posicionado nos lugares cimeiros dos prémios de melhores países e cidades para se viver, passear, trabalhar e investir, vindo este reconhecimento de todas as partes do globo. Tal tem levado a que muitos sejam os estrangeiros que agora querem vir para o nosso país. Consequência de todo este momento é o facto de o segmento residencial de luxo ter vindo, nos tempos mais recentes, a merecer um grande destaque, não só por parte dos compradores finais, mas naturalmente de uma grande maioria dos promotores e investidores imobiliários do nosso país.

Passados 5 anos de intensa atividade deste mercado, o que podemos agora esperar?

Em que momento estamos no setor do luxo em Portugal? Ainda é um mercado muito apetecível?

O que é e onde está afinal o luxo no segmento residencial de 2020?

 

// 6º ENCONTRO #PORTUGALFAZBEM: "O DESIGN E A PORTUGALIDADE TURÍSTICA"

22/01 | 17h00

 

Oradores/marcas: Joana Beirão, fundadora do Design Advisor; Jorge Moita, designer e promotor hoteleiro; Ana Patrícia Barriga, Ecolove Scentsations; Carolina Osório, Sorema – Bath Fashion; Teresa Sotomaior Estrela, MiniMana – Fine Baby

Co-organização: Design Advisor e Roca

 

Design Advisor é uma equipa de designers e empreendedoras apaixonadas pela produção portuguesa e decidida a contribuir para a construção e divulgação da portugalidade.

Os encontros #PortugalFazBem estimulam o networking profissional entre arquitetos, designers, artesãos e produtores que preservam valores e autenticidade local, de alma única e com novas interpretações.  Através da partilha de experiências e conhecimento, criam-se parcerias importantes que fazem acelerar o negócio, trocam-se informações e contactos úteis, contribuindo para a sustentabilidade da indústria dos ambientes, a nível nacional. A genuinidade da partilha de cada história tem tornado os encontros em momentos únicos!

17h00: Chegada e networking entre os participantes;

17h15: Apresentação do Roca Lisboa Gallery;

17h30: Talk de empreendedorismo - "Da ideia ao projeto - case study Design Advisor", por Joana Beirão;

18h00: Talk de empreendedorismo - "Evolução do setor do turismo aos olhos de um designer", por Jorge Moita;

18h30: Apresentação de marcas de produção portuguesa: Ana Patrícia Barriga, Ecolove Scentsations; Carolina Osório, Sorema – Bath Fashion e Teresa Sotomaior Estrela, MiniMana – Fine Baby;

20h00: Final.

 

 // Participação gratuita. Inscrição obrigatória AQUI.

 

 

 

// UM MUNDO ENVELHECIDO

23/01 | 18h00

 

Moderador:Pedro Novo, arquiteto

Oradores: Lara Seixo Rodrigues, arquiteta – Projeto Lata 65; Luís Ferreira, diretor artístico – 23 Milhas; Carlos Lampreia, arquiteto

Organização: Roca

 

A conferência “Um mundo envelhecido” está integrada no tema do mês de janeiro – An aging world – da plataforma rocagallery.com. Este tema dedica-se às alterações demográficas e respetivas consequências nas dinâmicas culturais e sociais e nas estruturas económicas e educativas existentes.

A segunda metade do século XX sofreu um crescimento dramático da população idosa no mundo. Crescimento apoiado por um elevado decrescimento das taxas de fertilidade e por uma elevada melhoria da qualidade de vida. A população com mais de 65 anos compõe, cada vez mais, uma parcela maior da população mundial, tendo esta tendência graves implicações na grande maioria dos países do mundo. Uma sociedade ainda por se adaptar a uma contemporaneidade complexa mas ávida na procura de encontrar soluções nas mais significativas áreas do “desenho” do nosso quotidiano, nomeadamente na economia, no urbanismo, na arquitetura, na moda, nas artes plásticas…no design!

// Participação gratuita. Inscrição obrigatória AQUI.

 

 

 

// ERGONOMIA SENSORIAL: RESSONÂNCIA DAS EMOÇÕES NO AMBIENTE DO PONTO DE VENDA – VISÃO

28/01 | 18h00

 

Moderadora: Ângela Fernandes, visual merchandiser

Oradores: Pedro Catarino, designer; Patrícia Guerra, lighting designer; Rita Salgueiro, designer de interiores

Organização: Roca

 

Uma percentagem muito significativa da estimulação sensorial que recebemos é aferida através da visão. Vivemos tempos de instantânea difusão de imagens, partilhando registos visuais em múltiplos e diversificados meios. Perante este oportuno momento para comunicar visualmente, que instrumentos podem ser cruciais para despertar o interesse visual para um espaço ou para uma marca?

 

// Participação gratuita. Inscrição obrigatória AQUI.

 

***