Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Sinal de Alarme

 

 

 

 

 

14 de fevereiro de 2012

21h30

 

 

 

Última carruagem do metro na estação de Santa Apolónia
Av. Infante D. Henrique

 

Hoje é Dia dos Namorados, dos apaixonados, dos que vivem uma relação com suspiros e corações imaginários ao redor da cabeça. Mas hoje não deixa de ser dia dos que não estão enamorados, daqueles que gostavam de conquistar um amor e daqueles que vivem solteiros e felizes. Foi um ano que um romântico encalhado começou a aventura de, todos os dias, deixar uma flor e uma frase de amor na última carruagem do metro, na estação de Santa Apolónia. Para perceberes melhor, e desfruta de toda a história aqui. O projeto chega agora ao fim. O José vai deixar a última flor e a última frase no sinal de alarme da última carruagem. Mas não quer fazê-lo sozinho e convida toda a gente a levar mais uma flor e mais uma frase de amor e a deixá-las junto com a dele. Vamos também espalhar o amor? / Sónia Castro

Fonte: LeCool

Miguel Bonneville com nova criação

20 e 21 de Novembro de 2010

 

Museu Berardo

Lisboa

© Mundo Universitário

Dias 20 e 21 de Novembro, às 18h, a Sala polivalente situada no Piso -1, do Museu Berardo (Lisboa) recebe a estreia da performance ‘MB#7 - The X Show' integrada na programação do Festival Temps d’Images.

 

‘MB#7 - The X Show' é o simulacro de um talk show, onde há um apresentador e um artista entrevistado. A identidade do convidado não é revelada, mas ‘este apresenta-se sob a forma totémica de um animal, um animal-estátua, empalhado, desprovido de vitalidade física pela sua condição de objecto. A sua personalidade e identidade permanecem incógnitas. Através da dissonância entre personalidade (artista) e forma física (animal, totem) o artista é totem a atenção do espectador concentra-se nas palavras que espelham o pensamento trazido à superfície através das perguntas, que induzem o convidado a discorrer sobre tópicos da filosofia, da política, da arte, da vida, oferecendo assim a quem vê a possibilidade de construir a identidade do artista através do seu discurso.’

Performance Miguel Bonneville #6

 

24 de Janeiro

17h

 

Museu Berardo

Mb6_foto_m

Miguel Bonneville é um artista intenso .Cria performances essencialmente com recurso às artes visuais do mais experimental que pode haver. Assume que o seu trabalho é autobiográfico, através do qual tenta resconstruir ou mesmo destruir a sua identidade e o seu passado. No CCB e no contexto da exposição She´s a Femme Fatale, Miguel Bonneville apresenta ao público um trabalho cujo tema central é a mulher e as suas emoções, expectativas e ideais. Seis mulheres que o artista entrevistou e filmou e cujas respostas são-nos mostradas de forma descontinua, como pequenos flashes, sem final ou conclusão. Pretende com isto o artista provar-nos o caos e a desfragmentação interior em que vive não só a mulher, mas a humanidade? Ou ele próprio pretende redescobrir-se através delas? Perguntas que ficam no ar e para as quais talvez não haja sequer resposta concreta ou final, apenas muita reflexão sobre o eu e a eterna busca de Miguel Bonneville. Daniela Catulo

Exposição + Performance Crash

 

5 de Junho
Das 15h às 19h
 
Galeria Bernardo Marques
Rua D.Pedro V, 81
Lisboa
3210_73761699723_57764049723_1739652_149405_n_m
 

Há já algumas semanas que a Sara Franco se mudou para a casa (do) Bernardo Marques. Mudou-se com obras e bagagens e convidou-nos à visita, para apreciação artística das exteriorizadas criatividades da própria, em Crash. Ora a Lecool esteve-se a guardar para esta quinta feira, porque vamos poder ver, além das vibrantes e coloridas telas de inspiração urbana, a verdadeira artista a pintar ao vivo (processo que se advinha assaz interessante num género National Artistical presents: Sara no seu habitat a fazer o que de melhor faz). Hoje entre as 15h e as 19h não perder esta oportunidade de conhecer a obra e quem a cria. Ah (suspiro) se todas as exposições fossem assim…. Mami

Performance+Concerto Bairro Alto Hotel

15 de Maio

Praça

15h

 

O Bairro Alto Hotel faz 4 anos! 4 anos de grandes noites, solarengas manhãs e fantásticos lusco-fusco no terraço a beber Piñas Coladas e no bar a descontrair ao som de chillouts e muito mais. Para celebrar, o B.A.H. preparou-nos uma surpresa em plena Praça Luís de Camões. O que será, não revelo, mas perto de 50 pessoas lá estarão à nossa espera! Depois disto e para fechar em beleza, só podia haver um concerto dos so cool Soulbizness, e depois quem sabe não aproveitam uma promoçãozinha e passam um fim-de-semana-de-hotel-à Mastroianni…Mami

Performance Volte Face #3

14 de Maio
23 h
 
Bar Lounge |, Rua da Moeda 1
Lisboa
 

"Isto é para a malta que perfoma e para aquela que gosta de ver perfomar, para aqueles que gostam de agitar o sossego, de dar voz ao silêncio, de partilhar o seu cantinho mais intimo ou para aqueles que gostam de complicar o simples ou que são simplesmente complicados. Cara ou coroa? Não importa. Há de haver sempre um ângulo positivo. Nesta 3ª edição da Volte Face, o “papel” vira “palco” recriando em actuações multifacetadas o recente número desta publicação onde no palco as palavras correm em sintonia com o som (musica ao vivo), com a imagem (multimédia) e o movimento (dança) inspiradas pelo contexto da contemporaneidade e com base nos conteúdos da nova Volte face…ou Face Volte ? %$&”!#?É sempre um drama tomar opções…Vamos mas é tirar partido dos dois ângulos! "Margarida Patricio