Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Conheça o Hino do Concelho de Palmela em versão orquestra: Palmela é Música

Concerto_PalmelaConquista.jpg

 

 

No ano em que Palmela é candidata à Rede de Cidades Criativas da UNESCO na área da Música, o Maestro Jorge Salgueiro registou um dos momentos mais simbólicos e especiais do Concerto Solene “Palmela Conquista”: ovacionado por um Cineteatro São João lotado, o Hino do Concelho de Palmela fez-se ouvir numa versão Orquestra, num momento único que poderá ser apreciado por todas/os em www.cm-palmela.pt.

 

Escrito na primeira metade do século XX por Serra e Moura, o Hino do Concelho de Palmela foi reconstituído em 1995 por José Eduardo Ferreira a partir de cavas existentes no arquivo da música da Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”.

 

De 2015 a 2017, o Hino do Concelho de Palmela foi interpretado no início e encerramento da “Sinfonia Palmela” - projeto da Câmara Municipal de Palmela, criado por Jorge Salgueiro - com o intuito de celebrar o Dia do Concelho.

 

A 31 de maio de 2019, o Hino do Concelho de Palmela voltou a ser ouvido no Cineteatro São João numa versão para Orquestra, criada e dirigida pelo maestro Jorge Salgueiro. Sem dúvida, uma versão cuja qualidade musical dignifica e engrandece o legado musical do concelho de Palmela. 

 

Sendo Palmela um território de Música e Músicos, a divulgação deste registo precede o início de mais um mês repleto de atividades musicais para todos os gostos e públicos. Uma Noite de Ópera no Cineteatro São João (gratuita mediante levantamento de bilhete) é a proposta que no dia 1 de outubro, às 21h30, inaugura o “Música em Outubro”, um programa que vai marcar o ritmo no concelho até dia 27 de outubro.

 

 

Alma Nuestra revelam vídeo do primeiro single, Tu me Acostumbraste

4f29103e-faad-43c8-951d-768644f34af0.jpg

Foi lançado hoje o vídeo do primeiro single da banda formada por Salvador Sobral, Victor Zamora, Nelson Cascais e André Sousa Machado.

Tu me acostumbraste, o eterno clássico de Frank Domínguez, foi o tema escolhido para dar a conhecer o projecto, cujo primeiro disco chega às lojas já no próximo dia 11 de Outubro

Alma Nuestra é uma banda criada pelos dois amigos Salvador Sobral e Victor Zamora que partilham uma paixão pelos doces sons da América Latina e, em simultâneo, pelo jazz. Posto isto, chamaram outros dois companheiros, Nelson Cascais e André Sousa Machado, e deram uma volta às já bem conhecidas e intemporais canções de Cuba, Argentina e de outras terras sul americanas reinventando-as e tornando-as únicas e pessoais.

Os concertos de apresentação do álbum estão marcados para Lisboa e Porto e os bilhetes já estão à venda na Ticketline, Fnac, bilheteiras dos teatros e locais habituais. 

25 e 26 de Novembro, Teatro Villaret, Lisboa
3 de Dezembro, Teatro Sá da Bandeira, Porto 

 

MJ Pérez apresenta single "Vai Embora!"

MJ Pérez é cantora e autora, considerada uma das melhores novas vozes no mundo da música galega. Com uma carreira de cinco anos, pisou mais de 100 palcos em Galiza e Portugal e conta com três álbuns, um auto-editado (Ollos que non ven, síntoma de cegueira) e dois auto-produzidos (Guerrilleira e Casandra). A sua música é uma fusão de diversos estilos, realçando o pop-rock, que não deixa ninguém indiferente. A partir do dia de hoje,10 de setembro, MJ Pérez apresenta-nos "Vai Embora!", cantado em português, um tema cheio de ritmo que não vai deixar ninguém parado.

"Vai Embora!" já está disponível nas principais plataformas digitais.

image004.png

 

Artista Prince do Pânico Lança Single "Um Pouco"

José Cândido, mais conhecido no mundo da música por Prince do Pânico.  É cantor de kuduro, afrohouse e kizomba que conta já com diversos temas de sucesso. Nascido em Angola veio para Portugal ainda em criança, sem nunca esquecer as suas raízes.

 

O artista apresenta-nos agora o single "Um Pouco", um tema cheio de ritmo que vai pôr toda a gente a dançar!  A música está disponível em todas as plataformas digitais e no Youtube:

 

image002.png

 

 

 

Amak & Bengui apresentam álbum “Musika,Trabalho e Família" | HIP HOP

image012.png

Amak Yeve, também conhecido como Adriano Kanga, começou a dar os primeiros passos na música sob influência artística e musical de Gabriel o Pensador, Nel Boy, Afro Kett, bem como Black Company, SSP, GC Unit, entre outros. Bengui Bravo, também conhecido por José Bengui, formado em Engenharia é  rapper e produtor. Aprendeu a amar a música por influência da diversidade musical dos seus tios. Fez parte do grupo New Gen e no mesmo ano, Bengui Bravo não parou e dedicou- se à produção da Produtora Imperial Sound.

ARTISTA KO VETERANO APRESENTA O ÁLBUM “GIRA O MIC" EM PORTUGAL +CONCERTOS EM PORTUGAL

image008.png

 

o artista VETERANO, que após o lançamento do seu primeiro álbum a solo de nome “Passado, Presente, Futuro" em 2015, encontra-se agora em pleno lançamento do seu segundo trabalho a solo de nome “Gira o MIC". Este álbum serve como homenagem ao falecido rapper Beto di Ghetto, que está presente neste trabalho, precisamente no tema “Gira o MIC". Deste deste projecto destacamos o tema “Dureza”.

 

O àlbum "“Gira o MIC" é um retorno às raízes do Rap, que entre ritmos, batidas e poesias, contém uma mensagem consistente que deambula entre o positivo e o negativo, o individuo e a sociedade.

que reflete o melhor do rap português, a que o artista já habituou o seu público.

 

O álbum "Gira o Mic" e o single “Dureza” estarão disponíveis nas principais plataformas digitais  e no youtube.

O artista Veterano (KO) sempre adorou escrever e ler poesia, mas foi em 1998 que surgiu o Hip Hop, quando escreveu um poema especial na tentativa de dar vida a esse poema. O primeiro projeto mais sério surge em 2001 com o nome de Raptórica. O grupo era composto por três elementos KO, Mobutu e Di Marzio. Devido às dificuldades na altura em lançar um CD, lançaram de forma independente o álbum “Poesia”, em 2007. O grupo acabou por promover o seu trabalho em mais de 30 casas de espectáculos um pouco por todo o país. Com destaque para espaços como: B.Leza, Musicbox, Festival de Oeiras'06, Mood Bairro Alto, IPJ, Clube Mau Mau, Fórum da Maia, Santiago Alquimista.

 

PISTA apresentam álbum "Ocreza"

e081f29f-de2e-4e3e-940f-ced097591c2c.jpg

 

Ocreza é um afluente do rio Tejo. É também o segundo disco dos PISTA e, acima de tudo, é o final de um deserto caminhado por quem tem muita sede de dançar. Ocreza é editado, pela pontiaq, em Setembro, e apresentado ao vivo, em Lisboa, no Musicbox, no dia 27 de Setembro, às 22:30, e no Porto, no Maus Hábitos, no dia 3 de Outubro, às 22:00.

Após o lançamento de Bamboleio, em 2015 – álbum de estreia do trio composto por Bruno Afonso, Claudio Fernandes e Ernesto Vitali - Ocreza é um disco que não tem vergonha em acordar na mais tropical praia e desatar a bailar ao ritmo de um quase folclore familiar, para logo a seguir se deitar nos rochedos mais duros de um certo rock que faz apertar as mandíbulas, sempre sem perder a pedalada que tem vindo a ser um hábito da banda.

Depois da veranesca Galapinhos - primeiro single do disco - segue-se Campipraia, opus magnum do rock tropical mais expressivo, com Alex D'Alva Teixeira (D'Alva, Algumacena) a abrilhantar o sector vocal. O single e o vídeo ficam disponíveis no dia 13 de Setembro, nas plataformas digitais, e uma semana depois, a 20 de Setembro, o álbum digital fica disponível na totalidade. A partir de 27 de Setembro, é também possível adquirir o disco em formato LP 12'' de 180g numa edição limitada de 300 exemplares. Tanto em formato digital, como em vinil, Ocreza está, desde já, disponível em pré-venda em https://pista.bandcamp.com/album/ocreza.

89c3000e-4471-4369-86e3-ef829a08c9e1.jpg

Produzido por Miguel Vilhena (Niki Moss, Savanna), que toca também baixo neste álbum, Ocreza conta ainda com Vasco Cabeçadas Dias na magia geral, e com a participação vocal de Alex D'Alva Teixeira (Campipraia), Vasco Araújo (Boys) e Carolina Souto (Somos o que Resta da Noite).

Os bilhetes para o concerto no Musicbox (Lisboa) custam 5€ e estão à venda em bol.pt e no Musicbox e para o concerto no Maus Hábitos (Porto) custam 5€.


PISTA em estreia internacional
2019 marca também a primeira actuação dos PISTA fora de Portugal. A estreia dá-se no festival Monkey Week, em Sevilha, que acontece de 20 a 23 de Novembro.

 

Ficha Técnica Ocreza
Vozes: Bruno Afonso, Claudio Fernandes, Ernesto Vitali
Guitarra: Claudio Fernandes, Ernesto Vitali
Bateria: Bruno Afonso
Baixo: Miguel Vilhena e Vasco Cabeçadas Dias
Participação vocal: Alex D'Alva Teixeira, Vasco Araújo, Carolina Souto

 

Lisboa . Musicbox
27 de Setembro, 22:30, bilhetes: 5€
(evento Facebook)

Porto . Maus Hábitos
3 de Outubro, 22:00 . bilhetes: 5€

www.facebook.com/puxapista
www.instagram.com/puxapista