Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Celebrar o Dia do Ambiente vendo espécies marinhas ameaçadas no Oeiras Parque

OP Mar Vivo (2).jpg

 

No âmbito do Dia Mundial do Meio Ambiente, que se assinala a 5 de junho, a exposição "Mar Vivo", no Oeiras Parque, traz para destaque a consciencialização sobre a preservação das espécies marinhas ameaçadas. Esta exibição é um apelo à reflexão sobre as nossas ações no ambiente marinho, em parceria com a Marinha Portuguesa, através do Aquário Vasco da Gama, e a Câmara Municipal de Oeiras.

 

Localizadas no piso 2 do shopping, as oito peças criativas, patentes nesta exposição até 11 de junho, foram inspiradas em espécies marinhas vulneráveis e foram desenvolvidas com recurso a resíduos recicláveis, por alunos do 4º ano do concelho de Oeiras. Cuidadosamente selecionadas pelo Aquário Vasco da Gama, e produzidas pelos pequenos artistas, as estrelas desta mostra são as seguintes espécies:

  • Em perigo de extinção: Foca-monge, Tubarão-anequim e Raia-curva.
  • Vulnerável: Tartaruga-comum e Mero.
  • Quase ameaçado: Espadarte.
  • Pouco preocupante: Cachalote-pigmeu e Polvo-comum.

 

Aproveitando a efeméride do Dia Mundial do Meio Ambiente, esta exposição reforça a conexão intrínseca entre a vida marinha e o bem-estar ambiental global. Ilustrando a fragilidade dos nossos mares, pretende-se sensibilizar para a importância da preservação do ecossistema marinho e da adoção de comportamentos mais sustentáveis para assegurar o futuro do nosso planeta.

 

Nos meses anteriores à mostra, as turmas participantes estudaram a importância da preservação dos mares e da sua biodiversidade, com o apoio do biólogo Marco Frade Ferreira do Aquário Vasco da Gama. Agora, têm a oportunidade de partilhar parte do conhecimento adquirido com todos os visitantes do shopping, de forma lúdica e informativa. 

 

Para além disso, os visitantes podem ainda experimentar um espaço interativo, no piso 1, onde é possível interagir virtualmente com um oceano, e "mergulhar" nas profundezas do mar. Através de um ecrã interativo, os visitantes podem tornar a experiência mais dinâmica, vendo os seus desenhos exibidos neste aquário virtual, junto a diversas espécies marinhas da Costa Portuguesa. Neste espaço, poderá, ainda, visualizar-se uma rede de pesca, apanhada em alto mar pela Marinha Portuguesa, que frequentemente encontra e retira do mar estas ameaças para as espécies.

 

Com foco na proteção do meio ambiente, o Oeiras Parque tem realizado várias iniciativas que unem a arte e a sustentabilidade. Neste sentido, os materiais usados na montagem desta iniciativa, como os totens informativos e estruturas limitativas da exposição, foram reutilizados de ações anteriores que o Oeiras Parque desenvolveu, nomeadamente da Feira da Saúde, que decorreu em abril.

 

A exposição "Mar Vivo" é mais um exemplo de como envolver e incentivar a comunidade local de forma efetiva, por um futuro mais sustentável. É uma oportunidade única para que as famílias se possam divertir e aprender juntas, neste Dia do Meio Ambiente, sobre o ecossistema marinho e a importância da biodiversidade.

 

Aberta para todas as idades, essa mostra pode ser visitada todos os dias das 10h00 às 23h00. Já os horários do espaço interativo são de segunda a sexta das 16h00 às 20h00 e, aos fins de semana, das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 20h00

Cidade do Conhecimento recebe “Tributo” de ALBUQ

Inauguração a 11 de maio, às 18H00, no Núcleo Central do Taguspark

Tributo” de ALBUQ_1.jpg

 

“Tributo” é a homenagem de ALBUQ, pseudónimo do artista Pedro Albuquerque,a um dos grandes ícones musicais da cultura norte americana: Pink Floyd. Patente ao público no Núcleo Central do Taguspark, de 11 de maio a 17 de junho, “Tributo” representa um diálogo entre ALBUQ e os sons do teclado de Rick Wright.

 

O diálogo entre o artista e a coleção “On Pink Floyd”, transmite as suas sensações, as suas lutas interiores, os seus encontros e desencontros com a história e, num método muito natural, a obra tomou conta de si própria, fugiu ao controlo do seu criador, e projetou-se na tela, na escultura, no papel e na imagem, não de uma forma mecânica, mas sim dialética.

 

ALBUQ criou uma gramática gestual genuína e ao utilizar o seu corpo como instrumento de construção à obra, destaca-se da sua geração como um gestualista, trabalhando temáticas num método naturalmente indisciplinado. Consegue, ao fim várias décadas, definir a individualidade do seu ‘traço’ de uma forma original que, aqui e ali, recorre à linguagem e técnicas de Salvador Dali e Jackson Pollock, duas das suas mais pesadas influências. Tem no currículo várias digressões pelos Estados Unidos da América onde expôs e fez doações das suas obras.

 

A exposição “Tributo” é de entrada gratuita e insere-se na programação do MAU – Museu de Arte Urbana, que tem por objetivo promover o pensamento crítico e contribuir para o bem-estar de quem visita e trabalha na Cidade no Conhecimento.

 

FICHA TÉCNICA

Título da exposição: Tributo

Autor: ALBUQ

Local: Núcleo Central do Taguspark

Data da Exposição: 11 de maio a 17 de junho (de segunda-feira a sábado, entre as 9H00 e as 19H00)

Observações: Entrada gratuita

FESTIVAL PANDA ARRANCA NO DIA 30 DE JUNHO EM OEIRAS

 

image007 (1).jpg

 

Estão abertas as bilheteiras para a 16ª edição do Festival Panda, o maior evento infantil em Portugal, que este ano acontece em Oeiras (Parque dos Poetas), nos dias 30 de junho, 1 e 2 de julho e na Maia (Estádio Municipal Dr. José Vieira de Carvalho), nos dias 15 de 16 de julho.

 

“O Maior Concurso de Talentos do Ano”, serve de tema para o festival deste ano, que conta com o um grande número de artistas, entre cantores, bailarinos, mágicos e acrobatas, convocados para um espectáculo inesquecível, num recinto repleto de novas diversões e zonas para fotos com os personagens do Canal Panda. 

 

Depois de percorrer o país em busca de novos e diversos talentos, o Panda convida os pequenos festivaleiros a fazerem parte deste grande concurso de talentos e a formar parte do júri junto de todos os amigos do Canal Panda!

 

Os bilhetes estão à venda, na Bilheteira Online e nos locais habituais com garantia de desconto até 31 de maio, com  preços desde 19 euros para uma entrada individual e de 49 e 59 euros para pacotes familiares de três e quatro bilhetes, respetivamente. Mais informações em www.canalpanda.pt.

 

O Festival Panda é uma produção conjunta do Canal Panda e da Lemon Live Entertainment, especialmente preparada para famílias e crianças de todas as idades (com entrada gratuita para crianças entre os 0 e os 24 meses), disponibilizando duas sessões separadas, uma para a manhã, com início às 9h00, e outra à tarde, com início às 15h30 (com exceção no dia 31 de Junho, que contempla apenas uma sessão pelas 15h30), bem como áreas de recreio e locais com sombras e espaços sentados.

 

PREÇOS

Até 31 de maio

Bilhete Individual: 19 €

Pack 3 bilhetes: 52,02 €

Pack 4 bilhetes: 62€

 

A partir de 1 de junho:

Bilhete Individual: 21€

Pack 3 bilhetes: 58,02 €

Pack 4 bilhetes: 72 €

 

HORÁRIOS

Sessão da Manhã

Abertura das Portas – 09h00

Início dos Espetáculos – 10h30

Fim dos Espetáculos – 12h00

Encerramento do Recinto – 13h30

 

Sessão da Tarde

Abertura das Portas – 15h30

Início dos Espetáculos – 17h00

Fim dos Espetáculos – 18h30

Encerramento do Recinto – 20h00

 

 

Passatempo Oeiras Ignição Gerador

 

O Blog Cultura de Borla em parceria com a GERADOR  tem passes duplos para o OEIRAS IGNIÇÃO GERADOR  aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

- enviem um mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ao OEIRAS IGNIÇÃO GERADOR  com o Cultura de Borla" com nome, CC e nº de telefone e sessão pretendida.

 

 

ATENÇÃO

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

Reservamo-nos o direito de excluir de futuros passatempos todos os que não procederem desta forma.

 

desktop_banner_OK.webp

 

Oeiras Ignição Gerador, principal summit de Cultura em Portugal, de 17 a 20 de maio

B Fachada, Celina da Piedade e Ana Santos enchem de música as noites do Oeiras Ignição Gerador

 

Celina da Piedade e Ana Santos atuam no dia 19 de maio, às 21h30. O multi-instrumentista B Fachada fecha osummit, no dia 20 de maio, às 21h30. O evento recebe ainda Coastel, Evaya e N▲N▼, no dia 20, às 19h, para uma sessão de Música no Mercado.

 

 

Oeiras, 12 de maio de 2023 –B Fachada, Celina da Piedade e Ana Santos irão encher de música as noites do Oeiras Ignição Gerador, o principal summit dedicado à Cultura em Portugal, organizado pelo Gerador – plataforma portuguesa independente de jornalismo, cultura e educação – e com apoio da Câmara Municipal de Oeiras. O evento, que decorre entre 17 e 20 de maio, no centro histórico de Oeiras, tem como tema “À Beira de um Futuro Desconhecido” e pretende promover o debate sobre o futuro da Cultura, da Criatividade e da Inteligência Artificial num mundo em rápida mudança.

 

Os bilhetes para o evento podem ser comprados em https://gerador.eu/oeiras-ignicao-2023/. Existem descontos para sócios Gerador e moradores de Oeiras.

 

B Fachadaé uma figura incontornável no panorama musical português do século XXI. Compositor, multi-instrumentista e produtor, tem-se notabilizado, desde 2007, pelas suas obras que frequentemente subvertem o cânone musical. Entre formatos físico e digital, lançou cinco EP, três miniálbuns e sete registos de longa-duração. O seu impacto conjunto testa os limites daquilo que, neste domínio, se entende por produção cultural.

 

Celina da Piedadeé cantora, acordeonista e compositora, e conta já com uma longa carreira em torno da música folk e do património musical alentejano. A violinista e compositora Ana Santos dedica-se ao estudo da música árabe e sonoridades de várias latitudes. Juntas levam aos palcos do mundo a sua paixão pelas cores da música de raíz, tanto a nível instrumental como vocal. As suas composições dançam entre as modas do cancioneiro popular, num espetáculo marcante, rico em emoções e partilha, do qual ninguém sai indiferente.

 

Para além dos concertos e da Música no Mercado, o summit apresentará também performances de rua e uma Feira da Criatividades. Durante os quatro dias do evento o Auditório Municipal Eunice Muñoz, a Galeria Verney e o Mercado de Oeiras irão receber ainda personalidades de destaque nas áreas da Cultura, Filosofia, Ciência, Setor Social e Investigação, como o cientista Jaron Lanier, o filósofo Clóvis de Barros Filho, o escritor Gonçalo M. Tavares, o maestro Martim Sousa Tavares, a ex-ministra Maria de Lurdes Rodrigues, a economista Susana Peralta e o químico premiado Nuno Maulide, entre outros.

 

"Quando, há três anos e em plena pandemia, criámos com a Câmara Municipal de Oeiras o summit que junta a comunidade artística e criativa anualmente, estávamos longe de imaginar o quão determinante iria ser a edição deste ano. A incerteza do futuro, com a ascensão de novas ordens políticas, as revoluções tecnológicas e a disrupção ambiental podem transformar a cultura e a sociedade. O Oeiras Ignição Gerador deste ano vai à procura de respostas para estes temas", afirma o presidente do Gerador, Tiago Sigorelho, e um dos oradores do evento.

 

No dia 18 de maio, o Oeiras Ignição Gerador apresenta o Barómetro da Cultura 2023, uma parceria entre o Gerador e a Qmetrics. Este é o único estudo regular no País que avalia a perceção da população sobre o consumo de cultura, oferecendo dados práticos que apoiem a comunidade cultural e os decisores políticos e empresariais na criação e desenvolvimento de estratégias.

 

Este ano, o Oeiras Ignição Gerador apresenta também a Cabine do Futurouma ideia que resulta de um pedido do Gerador ao ChatGPT para que criasse uma iniciativa que envolva a comunidade do Festival. Na Cabine do Futuro, os participantes poderão gravar um vídeo de 1 minuto, a ser transmitido no Festival, sobre o papel da Cultura e da Criatividade num futuro incerto.

 

 

Sobre o Gerador

O Gerador é uma plataforma independente de jornalismo, cultura e educação nascida em 2014. Propõe-se a fornecer ferramentas à população residente em Portugal para exercer uma cidadania mais ativa, crítica, participativa e criativa. Acredita que pessoas mais informadas, com acesso a educação, formal e informal, mais consequente e que possam participar ativamente em fruição e criação artística, são capazes de influenciar positivamente a sociedade. Mais informação emhttps://gerador.eu/

 

Passatempo Cartas de Amor - Tagus Park

cartas amor - taguspark - cartaz A4 (002).jpg

 

O Blog Cultura de Borla em parceria com a YELLOW STAR COMPANY  tem bilhetes para a estreia da peça CARTAS DE AMOR para a sessão de dia 3 de Maio às 21h no Tagus Park em Oeiras aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

 

 

A Yellow Star Company apresenta mais uma grande estreia no Auditório do Taguspark

CARTAS DE AMOR 

Com Maria Elisa Domingues e Virgílio Castelo  

 

“Cartas de Amor”, uma comédia emotiva e divertida. Com encenação de Paulo Sousa Costa, o elenco conta com Virgílio Castelo e Maria Elisa Domingues, marcando a sua estreia em teatro. Um clássico da Broadway, com texto de A.R. Gurney, vencedor do Prémio Pulitzer para melhor drama, “Cartas de Amor” estará em cena no Auditorio do Taguspark a partir de 4 de maio. 

Concertos Gratuitos | Clássicos na Escola - Concerto Escola Secundária Sebastião e Silva

Cartaz 13 mar.jpg

Cartaz Geral.jpg

Apresento-lhe o projeto Clássicos na Escola, um projeto cultural apoiado pela Direção-Geral das Artes (DGARTES), que pode ficar a conhecer melhor aqui.

O projeto, composto por 7 concertos de entrada livre entre Lisboa e Oeiras e que integra 27 artistas, leva a música clássica até às escolas com o grande objetivo de desenvolver o gosto pela cultura musical clássica em crianças e jovens.

 

As visitas às escolas compreendem um ensaio geral exclusivo para alunos e comunidade escolar, a que se segue uma atuação aberta ao público em que os músicos tocam em duo, trio, quarteto ou quinteto, apresentando os mais variados instrumentos. Das cordas, ao piano, harpa, sopros e percussões, será feita uma viagem pela música clássica do século 18 à atualidade, comentada informalmente pelos próprios.

 

O próximo concerto está marcado para segunda-feira, dia 13 de março, às 18:30, na Escola Secundária Sebastião e Silva.

Acreditamos que este evento poderá ser de interesse para a sua comunidade pelo que vimos sugerir a sua divulgação.

 

Agora é que são Elas-Com Teresa Guilherme e Rui Luis Brás no Auditorio do Taguspark em Oeiras

 

Agora e que sao elas.jpg

A Yellow Star Company apresenta mais uma grande estreia no Auditorio do Taguspark

AGORA É QUE SÃO ELAS

Com Teresa Guilherme e Rui Luis Brás

 

A Yellow Star Company, de Carla Matadinho e Paulo Sousa Costa, apresenta “Agora é que são elas”. Uma comédia com Teresa Guilherme e Rui Luis Brás. Em cena no Auditorio do Taguspark a partir de dia 24 de fevereiro.

Trata-se de uma comédia que aborda temas como sexo, amor, amigos e como manter um casamento feliz e funcional sob o método do casal Alda e Paulo. Este casal muito especial representado por Teresa Guilherme e Rui Luís Brás vai aconselhar e explicar como os detalhes são determinantes para atingir a felicidade.

 

 

Sinopse:

 

Alda e Paulo, um casal de oradores muito especial, vão apresentar ao vivo o seu revolucionário método para a felicidade conjugal, o “Bora Juntos”, baseado na sua experiência pessoal e em anos de palestras um pouco por todo o lado.

Uma comédia onde o sexo, o amor, os amigos e onde guardar fotos de antigas namoradas, são apenas alguns dos temas abordados e que ensinam todos os métodos para um casamento em pleno.

Teresa Guilherme e Rui Luís Brás são o casal de motivadores que vão sugerir, aconselhar e explicar em detalhe como se chega ao nirvana caseiro.

Estão prontos para serem felizes?

Agora é que são elas!!!!

M/12

 

Ficha Artistica:

Produção Yellow Star Company

Texto Henrique Dias e Sílvia Baptista

Encenação Hugo Franco

Elenco Teresa Guilherme e Rui Luís Brás

 

 

Datas:

Sessões a partir de 24 de fevereiro de 2023

PREVIEWS por apenas 10,00€ dias 24 e 26 de fevereiro às 21h00

PVP entre 16,00€ a 19,00€

 

Contactos bilheteira: 938 339 850 | bilheteirataguspark@yellowstarcompany.com

Bilhetes à venda em BOL.PT _ https://www.bol.pt/Comprar/Bilhetes/120423-agora_e_que_sao_elas-taguspark/Sessoes

Morada

Núcleo Central do Taguspark, 100, Auditório 1

2740-122 Oeiras

 

As eleições do Brasil sob o olhar do fotojornalista João Porfírio em exposição no Taguspark

Taguspark_Brasis_1.jpg

“Brasis. O Brasil em 65 imagens” apresenta um conjunto de fotografias que documentam as últimas eleições presidenciais do Brasil. Assinadas pelo fotojornalista João Porfírio, a exposição retrata os vários “Brasis” que coexistem num país só.

 

Estas fotografias vão estar em exposição no Núcleo Central do Taguspark, de 2 de março a 22 de abril.

 

Durante 35 dias o fotojornalista João Porfírio e o jornalista Carlos Diogo Santos viajaram por vários pontos do Brasil, em reportagem para o jornal e para a rádio Observador, e documentaram as divergências políticas e culturais que coexistem no país.

 

Passaram por seis estados – Rio de Janeiro, Amazonas, São Paulo, Rio Grande do Sul, Distrito Federal (Brasília) e Bahia – e dali traçaram o retrato dos “Brasis” que coexistem num só país. Uma realidade que é indispensável conhecer para compreender como vivem 208 milhões de pessoas, das grandes cidades ao interior da Amazónia, das favelas às praias paradisíacas.

 

Como se conta esse Brasil? Que “Brasis” são esses? As respostas, pela lente de João Porfírio, vão estar em exposição no Núcleo Central do Taguspark e inserem-se na programação do MAU – Museu de Arte Urbana, que tem por objetivo promover o pensamento crítico e contribuir para o bem-estar de quem visita e trabalha na Cidade no Conhecimento.

 

Nota biográfica: João Porfírio, 28 anos, é editor de fotografia e fotojornalista do Observador, tendo já passado pela Agência Lusa, pelo Semanário SOL e o Jornal i. Do seu percurso profissional destacam-se reportagens em países como Iraque, EUA, França, Espanha, Reino Unido, Alemanha, Croácia, Sérvia, Turquia, Grécia, Hungria, Eslovénia, Marrocos e mais recentemente Ucrânia, onde esteve durante três meses. Acompanhou a crise dos refugiados durante 2015 e 2016 e cobriu as últimas eleições presidenciais nos Estados Unidos da América e no Brasil. Em Portugal cobre diariamente assuntos relacionados com política, sociedade e cultura. Foi convidado pelo Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, a participar no livro de comemoração do segundo ano de mandato. Venceu o Prémio Estação Imagem em 2019 e 2021 na categoria de Notícias. Em 2020 recebeu uma menção honrosa na mesma categoria.

 

FICHA TÉCNICA

Título da exposição: Brasis

Subtítulo da exposição: O Brasil em 65 imagens

Autor: João Porfírio

Local: Núcleo Central do Taguspark

Data da Exposição: 2 de março a 22 de abril (de segunda-feira a sábado, entre as 9H00 e as 19H00)

Observações: Entrada gratuita

 

Passatempo AGORA É QUE SÃO ELAS - 2 de Abril

22457055_iBeGE.jpeg

 

O Blog Cultura de Borla em parceria com a YELLOW STAR COMPANY  tem bilhetes para o espectáculo AGORA É QUE SÃO ELAS para a sessão de dia 2 de Abril às 21h no Tagus Park em Oeiras aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.